quinta-feira , 19 julho 2018
Você está aqui: Capa | Governo

Arquivo da categoria: Governo

Assinatura dos Feeds

Notícias sobre o governo municipal

Exaustão do minério – Ronaldo Magalhães anuncia grupo de trabalho que discutirá alternativas econômicas para Itabira

A Vale não sairá de Itabira. Esta foi a afirmação do prefeito Ronaldo Magalhães, do vereador Neidson Dias Freitas, presidente do legislativo municipal e de Rodrigo Chaves, o gerente de Operações Ferrosos Sudeste da Vale, participantes da coletiva de imprensa desta manhã de terça-feira (17), no gabinete do prefeito, sobre o relatório anual Form20 (F20) – registrado em abril deste ano na Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos – referente a produção da mineradora até 31 de dezembro de 2017.

Para o prefeito, no entanto, é uma “conversa complexa” que exigirá a união de todos os representantes da economia itabirana. “Estamos iniciando uma conversa muito importante, e temos um papel fundamental nas questões sociais e econômicas da nossa cidade. Então, neste primeiro momento, junto com a Câmara Municipal e a Vale, vamos montar um grupo de discussão e começar a estruturar projetos e alternativas”, revelou Ronaldo Magalhães que informou ainda, sobre a composição do grupo. “A vale vai indicar pessoas e também vamos abrir esse leque, porque entendemos que instituições organizadas como Acita (Associação Comercial, Industrial de Serviços e Agropecuária de Itabira), CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), Interassociação (de Bairros) e outras entidades também precisam participar dessa discussão”. Depois que a mineradora nomear os seus representantes, bem como a Prefeitura e a Câmara dos Vereadores, Ronaldo Magalhães disse acreditar que os trabalhos comecem já no próximo mês.

Nós não vamos sair de Itabira”, reafirmou o gerente Rodrigo Chaves. De acordo com ele, nos próximos anos a Vale dará continuidade aos investimentos que fez no município. “Temos três usinas aqui com a tecnologia mais avançada de tratamento de minério de ferro do mundo. Isso traz uma competitividade muito grande para Itabira e a certeza da continuidade na mineração”, declarou. Mesmo com a reserva do minério itabirano exaurindo em uma década, o gerente garantiu que o quadrilátero ferrífero deverá ser processado nas usinas da cidade. “Vamos continuar investindo em tecnologia e quem sabe, aumentando a reserva, mas é importante olhar como um todo, não importa se Itabira terá 15, 20 ou 50 anos de mineração, o importante é que precisamos pensar no futuro da cidade. Quando a Prefeitura institui esse grupo, pensando na sustentabilidade de Itabira, é importante que façamos isso o mais rápido possível”, avaliou Rodrigo Chaves.

Economia, emprego e renda

Questionado sobre a sustentabilidade econômica apenas com o tratamento do minério extraído de outras cidades, como Conceição do Mato Dentro por exemplo, Rodrigo Chaves concordou que haverá impacto na arrecadação municipal, puxado principalmente pela iminente queda na Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (Cfem). Entretanto, ele citou a alteração na Lei Federal nº 13.540/2017, que determina parte da Cfem para os municípios que têm alguma estrutura de mineração. Além disso, segundo o gerente, as oscilações no preço do minério e no volume extraído também promovem impacto na arrecadação. “Então, é difícil quantificar o futuro porque a legislação pode mudar e a forma de cobrança também. Mas, se ficarmos só no hoje, sim, teremos um impacto na Cfem. Isso é fato e sabemos que vai haver em toda a atividade mineral quando a reserva esgotar”.

Também foi lembrada durante a coletiva, a “lenda” do minério mais azul, que segundo Rodrigo Chaves, está localizado sob grande parte habitada de Itabira. “Estamos em cima do minério rico, claro que não toda a cidade. Mas, a Vale não tem uma licença social para fazer essa exploração. O impacto seria muito grande e não nos permite avançar com essa discussão. Vamos nos ater a esses dez anos de reserva, aquilo que está licenciado hoje”, definiu o gerente.

Com o fim da exploração mineral e com a utilização da estrutura para tratar a extração de outras cidades, Rodrigo Chaves avalia novas possibilidades de gerar empregos e serviços. “Permanecemos em grande porte aqui. Quando eu penso em trazer minério de fora, eu agrego outras atividades dentro da atual. Por exemplo, uma descarga de correia, descarga de trem etc. Não temos esse projeto bem definido, então, não posso mensurar isso”.

Para iniciar as discussões sobre a diversidade econômica, Ronaldo Magalhães aposta na Universidade Federal de Itajubá (Unifei), no parque científico tecnológico “que poderá trazer empresas e investimentos para Itabira, além de vários projetos que serão fundamentados e trabalhados nesse sentido”, concluiu o prefeito.

Form20

Segundo o relatório, Itabira dispõe de três unidades de processamento – Conceição e Cauê – ampliadas e adequadas para processar o itabirito duro. Em 2017, a mineradora produziu 37,8 milhões de toneladas (Mt), que representaram 10,3% da produção nacional da empresa de 366,5 Mt no mesmo período.

No ano passado, o complexo itabirano dispunha de reservas provadas de 738,6 Mt e de 181,6 Mt de recursos prováveis, totalizando 1.010,3 Mt. Além de estar acabando, o minério da cidade está mais pobre 45,5% em ferro. É o segundo teor mais baixo de todos os minérios explorados pela Vale, conforme informações do relatório.

Cidade 50-50 – Itabira será a 3ª cidade mineira a participar do programa de metas da ONU Mulheres

Na última quarta-feira (12/7), a vice-prefeita Dalma Barcelos anunciou a adesão de Itabira à plataforma Cidade 50-50: todas e todos pela igualdade. A partir de agosto, o município consolidará as metas que serão cumpridas até 2030.

De acordo com Dalma Barcelos, em 2015, durante a assembleia geral, a Organização das Nações Unidas (ONU) adotou a agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável e a erradicação da pobreza. São 17 objetivos globais em um plano de ação aprovado pelos países membros, incluindo o Brasil. “E as metas para o alcance da igualdade de gênero estão concentradas nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e transversalizadas em outros 12 objetivos globais”, explicou. Ainda segundo a vice-prefeita, o plano começa com a adesão local desta agenda mundial. “O objetivo é construir um planeta 50/50, que garanta 50% de oportunidades iguais e a participação efetiva das mulheres em todos os níveis, assim como a tomada de decisões na vida econômica, política e pública”. Para isso, Dalma Barcelos ressaltou a importância de toda a sociedade contribuir. “O sucesso depende da participação de todos: homens, mulheres, sociedade civil, governos, empresas, universidades e principalmente os meios de comunicação, que com um trabalho sistemático, contribui muito para eliminar as desigualdades de gênero”, salientou a vice.

Por meio do Plano Nacional de Políticas para Mulheres, o Brasil trabalha em cooperação técnica com a ONU Mulheres desenvolvendo ações em promoção da igualdade de gênero, política de gestão e enfrentamento à violência contra as mulheres. Já em Itabira, como apontou Dalma, o Fundo Municipal dos Direitos da Mulher (Lei nº 5.022/2018), sancionado este ano pelo prefeito Ronaldo Magalhães, “é, talvez, o mais importante instrumento municipal de proteção e garantia de direitos femininos, pois tem a finalidade de captar, repassar e aplicar recursos na implantação, manutenção e desenvolvimento de programas, projetos e ações voltados às mulheres itabiranas”. O município conta ainda, com o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, a Comissão de Combate à Violência contra as Mulheres e uma Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher, “o que representa um avanço e traduz que o básico nós fazemos muito bem. Agora, nós vamos aderir a plataforma, fazer o diagnóstico na nossa cidade e seguir as diretrizes e metas da ONU”, concluiu a vice-prefeita.

Saiba mais

O programa, criado pela ONU Mulheres, em parceria com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o Instituto Patrícia Galvão (IPG) e o Grupo de Pesquisa sobre Democracia e Desigualdades da Universidade de Brasília (Demode/UnB), surgiu nas eleições de 2016 para que os candidatos assumissem compromissos públicos com os direitos das mulheres e meninas naquele momento. Trata-se de uma iniciativa que se alinha com o processo de localização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e a iniciativa global da ONU Mulheres por um mundo 50-50 em 2030, ou seja, pela igualdade de gênero.

A agenda Cidade 50-50 surge do reconhecimento da importância das políticas públicas municipais para a promoção da igualdade de gênero e para o empoderamento das mulheres no território das cidades, nas esferas pública e privada, na economia, na política, no ambiente de trabalho, na saúde, na educação, na cultura, no lazer, na mobilidade, no transporte público e outras áreas de incidência na cidadania. Em Minas Gerais, já adotaram a plataforma, as cidades Belo Horizonte e Betim.

Atualização de dados – Recadastramento de clientes do Saae será concluído em 2019

No mês passado, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira retomou o recadastramento integral de seus clientes, desatualizado há 30 anos. A última tentativa ocorreu em 2008 e não foi concluída.

O serviço, segundo Leonardo Ferreira Lopes, diretor-presidente do Saae, é necessário para adequar os dados cadastrais dos usuários de acordo com as alterações dos últimos anos, “como por exemplo, corrigir os nomes de ruas, bairros e do próprio cliente, além da categoria de consumo, ou seja, do residencial para o residencial social”, explicou. A categoria social, como esclareceu Leonardo Lopes, são aqueles clientes que no momento estão socialmente vulneráveis e inseridos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).

As equipes de recadastramento começaram pelo bairro Gabiroba, o mais populoso do município, onde permanecerão todo o mês de julho. Em agosto e setembro estarão no bairro Santa Ruth; em outubro, no Santa Marta e, no bairro Fênix, nos meses de novembro e dezembro. “É importante salientar que este trabalho é feito apenas por funcionários do Saae, capacitados, uniformizados e com identificação”, orientou Leonardo Lopes. Ainda segundo ele, deverão ser recadastrados cerca de 33 mil clientes até o final de 2019.

Viola da Roça – Jeep Club Itabira formaliza projeto social em Ipoema com apoio da Prefeitura

O prefeito Ronaldo Magalhães recebeu nesta manhã de sexta-feira (29), em seu gabinete, o deputado estadual Raimundo Nonato “Nozinho” e a diretoria do Jeep Club Itabira para oficializar o projeto Viola na Roça e, ainda, entregar o certificado de associação de utilidade pública estadual para o clube.

O projeto, que nasceu há cinco anos por iniciativa de um empresário “ipoemense”, será executado pela Prefeitura de Itabira, em Ipoema. De acordo com Celso Moreira, presidente do Jeep Club, a ideia original era dar aulas de viola para os alunos dos distritos na escola estadual da região. “Mas, mesmo com as violas compradas e dentro da escola, não foi possível contratar um professor com a colaboração do Estado. Então, vimos o projeto parado e tivemos a ideia de levá-lo para o Museu do Tropeiro”, explicou.

Com o apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo (SMDECTIT), as violas foram legalmente transferidas para o museu em maio deste ano. “Achamos interessante personalizar ainda mais o museu e, agora, a Prefeitura está regularizando a contratação de um professor de viola. Esperamos que até em agosto deste ano as aulas já estejam acontecendo”, completou Celso Moreira.

Para Ronaldo Magalhães, é obrigação de qualquer governo apoiar ações que beneficiam a população. “Principalmente quando é um projeto que começa com as crianças, pois são elas que influenciam os adultos e levam os melhores exemplos. Além disso, tropeirismo e viola casam muito bem”, ressaltou o prefeito.

Inicialmente, segundo informações da SMDECTIT, as aulas serão ministradas para os alunos cadastrados no banco escolar local, que abrange os distritos Ipoema e Senhora do Carmo. Entretanto, a Prefeitura e o clube pretendem expandir o Viola na Roça para outras localidades rurais do município.

Nova associação

Na oportunidade, o deputado estadual Nozinho formalizou a entrega do certificado que declara o Jeep Club Itabira uma associação de utilidade pública estadual. Título concedido por meio do projeto de lei de autoria do deputado, sancionado pelo governador Fernando Pimentel em março deste ano – Lei 22.967/2018.

Neste caso, segundo Nozinho, “o clube está apto a receber recursos, firmar parcerias e convênios municipais ou estaduais. Grande benefício para a população, pois eles já realizam trabalhos de incentivo ao turismo e à preservação ambiental”, concluiu o deputado.

Iniciativa da comunidade – Prefeitura apoia associação para reconstruir quadra esportiva no Novo Amazonas

Os moradores do bairro Novo Amazonas decidiram montar uma força-tarefa, em janeiro deste ano, para reformar a quadra esportiva do bairro, localizada na rua Santa Catarina, nº 74. Para o sucesso da operação, a Associação dos Amigos do Bairro Novo Amazonas buscaram uma parceria com a Prefeitura de Itabira.

De acordo com Fernando Muniz, secretário municipal de Auditoria Interna e Controladoria e morador do bairro, “devido às péssimas condições da quadra, o local era utilizado como ponto de tráfico, uso de drogas e confusão”. Por isso, segundo ele, os moradores reativaram a associação do bairro e planejaram a recuperação do espaço. “A comunidade já vinha discutindo essa ação e no início do ano começamos a planejar eventos e festas para arrecadar o dinheiro da obra”, explicou.

Com a parceria da Prefeitura, por meio das secretarias municipais de Esporte, Lazer e Juventude (SMELJ) e Obras, Transportes e Trânsito (SMOTT), os moradores conseguiram a mão de obra, parte das tintas, um caminhão de brita, um de areia e 20 sacos de cimento. Já a Associação, investiu cerca de R$ 15 mil para concluir o trabalho e, a partir de agora, será responsável pela integridade da quadra.

Com isso, queremos que a população tome esse tipo de iniciativa junto ao poder público. Temos que mudar essa mentalidade de que tudo é para a Prefeitura fazer, ou seja, depois de construído ou reformado, a comunidade tem que cuidar e ajudar na manutenção. O importante é a comunidade sentir que faz parte do processo”, avaliou Fernando Muniz, que ressaltou ainda a necessidade de incorporar a ideia “de que não é para quebrar, é para cuidar e usar”, refletiu.

Inauguração

Para comemorar a reconstrução da quadra, a Associação dos Amigos do Bairro Novo Amazonas irá realizar um evento festivo no próximo dia 7 de julho. Fernando Muniz reforçou ainda que o planejamento para arrecadar dinheiro continuará por meio das atividades e comercialização de comidas e bebidas típicas. “E todo esse lucro será revertido para a manutenção e preservação do espaço”, concluiu o secretário.

Itatiaia BH entrevista Ronaldo Magalhães nesta sexta-feira

Prefeito falará sobre mineração ao jornalista Carlos Viana

O prefeito de Itabira, Ronaldo Magalhães, participa nesta sexta-feira, 29 de junho, do programa Plantão da Cidade, da Rádio Itatiaia de Belo Horizonte. Ronaldo é convidado especial do respeitado jornalista e radialista Carlos Viana, que comanda o programa. A entrevista será transmitida ao vivo às 16 horas. Na ocasião, o prefeito falará sobre a situação de Itabira no contexto das cidades mineradoras do estado.

Itabira é berço da companhia Vale e a economia do município tem, entre suas maiores receitas, a Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (Cfem). Nesse cenário, uma propagada exaustão de minas itabiranas preocupa. Na entrevista, Ronaldo Magalhães abordará perspectivas do setor.

O Plantão da Cidade desta sexta-feira será o último da temporada com a apresentação de Carlos Viana. Ele deixará o programa em função de sua agenda política: é pré-candidato ao Senado pelo Partido Humanista da Solidariedade (PHS).

Como ouvir a entrevista?

Por meio do rádio, a emissora pode ser ouvida nas frequências 610, no AM, e 95.7, no FM (próximo da Região Metropolitana de Belo Horizonte). Também é possível ouvir a Rádio Itatiaia através de seu site (itatiaia.com.br) e em aplicativos de streaming para smartphones, como o TuneIn.

Festival de Música da Prefeitura de Itabira diverte e revela sucessos entre crianças da rede pública de ensino

A garotada soltou o gogó durante o 1º Festival de Música Estudantil realizado nessa terça-feira, 26 de junho, pela Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME). Durante a manhã, crianças do Ensino Fundamental II de 11 escolas – tanto da rede municipal, quanto da estadual -, subiram ao palco do teatro da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA), onde se divertiram em uma competição saudável e amistosa pela melhor banda.

O Festival é uma modalidade da 2ª Gincana do Programa Conexão Jovem, que reúne uma série de atividades esportivas e culturais na rede pública. Com a iniciativa, a SME estimula o desenvolvimento motor, cognitivo e afetivo-social dos participantes. “Estamos trazendo de volta as tradicionais gincanas, provendo uma união entre as escolas e resgatando também a cultura e o lazer. É, também, uma forma de aprendizado”, avalia o secretário Municipal de Educação, José Gonçalves Moreira.

O show dessa terça-feira reuniu talentos do 6º ao 9º ano, que apostaram na criatividade, visual e acústico para interpretar sucessos da música nacional. Os pequenos cantores foram avaliados por artistas de destaque em Itabira, como Jhessy e Leslie, Amanda Garcias, Pedro Augusto, Davi Efraim, Lena Primo e outros artistas.

Entre as bandas formadas por alunos, sagrou-se campeã a Escola Municipal Didi Andrade, do bairro Vila Santa Rosa, que somou 339,8 pontos na parcial da gincana. Em segundo lugar ficaram os cantores da Escola Estadual Fazenda da Betânia, localizada no bairro Pedreira (338,7 pontos).

O pódio também teve as instituições municipais e estaduais Dona Eleonora Nunes Pereira (334,6 pontos), Trajano Procópio Alvarenga Silva Monteiro – Premem (334), Antônio Linhares Guerra (329,3), Professora Antonina Moreira (324), Antônio Camilo Alvim (323), Major Lage (301,8), José Gomes Vieira (300), Mestre Zeca Amâncio (281,5) e Marina Bragança de Mendonça (265).

Queremos que nossos jovens tenham contato com uma boa música, com músicas salutares da cultura brasileira que contribuam ao crescimento e aprendizado”, comenta o secretário Municipal de Educação.

Outras etapas

As próximas etapas da gincana esportivo-cultural terá campeonato de futsal no dia 5 de julho e uma competição de carrinho de rolimã, no dia 12 de julho. Após todas as fases, a grande final da gincana será no dia 13 de agosto, quando as equipes vencedoras das várias atividades propostas pela gincana, inclusive a banda campeã do festival estudantil de música popular, serão apresentadas. Está prevista a participação de 800 crianças e adolescentes na data.

Consciência ambiental – Novos motores reduzirão consumo de energia e produção de resíduos nas estações de água do Saae

Em busca de soluções que otimizem o funcionamento das Estações de Tratamento de Água (ETA’s) e que também sejam favoráveis ao meio ambiente, o prefeito Ronaldo Magalhães inscreveu o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira no programa estadual Cemig Troca o Seu Motor e, pela primeira vez, a autarquia foi contemplada com um bônus de 38% para adquirir novos motores elétricos.

A compra dos seis equipamentos, que serão instalados nesta semana nas ETA’s Senhora do Carmo, Ipoema e Pureza, totalizam R$ 164,2 mil, sendo R$ 103 mil o investimento do Saae e R$ 61 mil a contrapartida da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig).

Os novos motores, segundo Leonardo Ferreira Lopes, diretor-presidente da autarquia, são mais potentes e substituirão os antigos, “que já são ineficientes”, ressaltou. “Com esses motores economizaremos energia, diminuiremos a produção de resíduos e reduziremos os riscos de danos em outros equipamentos das ETA’s, a maior causa das manutenções realizadas pelo Saae”, avaliou Leonardo Lopes. Depois de instalar os novos equipamentos, os antigos serão encaminhados à Cemig para o seu devido descarte.

Na prática

Foram comprados dois motores de 250 cavalos (cv) para a ETA Pureza e quatro para as estações dos distritos – Ipoema (dois de 30 cv) e Senhora do Carmo (dois de 25 cv). Os equipamentos, que fazem as bombas enviarem a água das estações para os reservatórios, darão mais confiabilidade para o sistema de abasbacamento do município e, principalmente, como destacou Leonardo Lopes, “promoverá uma significativa economia de energia, hoje o segundo maior custo do Saae”.

O programa de eficiência energética da Cemig tem como objetivo fortalecer a cultura do consumo consciente, além de contribuir para a sustentabilidade e qualidade de vida da população.

Urgente – ETA Pureza interrompe o abastecimento de água

Devido à falta de energia elétrica na Estação de Tratamento de Água (ETA) Pureza, o Saae comunicou nesta noite de sexta-feira (15), a impossibilidade técnica de fornecer água para os bairros Abóboras, Água Fresca, Amazonas, Areão, Bálsamos, Bálsamos II, Barreiro, Bethânia, CDI, CDI II, Colina da Praia, Conceição de Cima, Conceição de Baixo, Cônego Guilhermino, Esplanada da Estação, Fênix, Gabiroba, Hamilton, Hamilton II, Jardim dos Ipês, João XXIII, Juca Batista, Juca Rosa, Machado, Madre Maria de Jesus, Major Lage de Baixo, Major Lage de Cima, Monsenhor José Lopes, Novo Amazonas, Panorama, Posto Agropecuário, Praia, Ribeira de Baixo, Ribeira de Cima, Santa Marta, Santa Ruth, Santa Tereza, São Bento, São Cristóvão, São Marcos, Valença, Vila Senhora do Carmo, Vila Piedade, Vila Piedade, Vila Prudêncio, Vila Salica, Vila Santa Rosa, Vila São Geraldo e Vista Alegre. 

A Cemig foi comunicada e iniciará o conserto ainda hoje. Por não conhecer a extensão do problema, não é possível que o Saae informe o retorno do abastecimento. Portanto, é necessário que os moradores dessas localidades façam uso racional da água para evitar o desabastecimento. 

243 anos – Prefeito participa de homenagem aos policiais militares

Na manhã de ontem (14), o prefeito Ronaldo Magalhães participou da solenidade em comemoração aos 243 anos da Polícia Militar (PM) de Minas Gerais – celebrados no último sábado (9/6) – no auditório do 26º Batalhão da PM, no bairro Fênix.

Compareceram ao evento, além de Ronaldo, o deputado estadual Raimundo Nonato Barcelos “Nozinho”, os prefeitos Dário Ferreira Mota (Bom Jesus do Amparo), Décio Geraldo dos Santos (Barão de Cocais) e Reinaldo das Dores Santos (Santa Maria de Itabira), bem como autoridades municipais de São Gonçalo do Rio Abaixo e representantes das empresas Vale e Gerdau. Participaram ainda a vice-prefeita Dalma Barcelos; Ilton Magalhães, secretário de Governo; Gustavo Milânio, chefe de gabinete e Celso Matosinho, assessor de Gestão, Programas e Metas.

Após exibição de um vídeo institucional, policiais militares reformados e as equipes que se destacaram ao longo do ano foram homenageados pelas autoridades presentes. Em seguida, o deputado Nozinho oficializou a entrega de duas viaturas. Os veículos, que foram adquiridos por meio de uma emenda parlamentar, atuarão nos municípios de Itabira e de São Gonçalo do Rio Abaixo.

A entrega de viaturas é sempre ímpar. Esse direcionamento de recursos para a continuação das ações da PM é fundamental. Nada teria sucesso se fosse só a vontade do policial militar em estar presente no local de um evento de insegurança pública. Portanto, isso nos motiva e vai auxiliar a PM tanto em Itabira, quanto em São Gonçalo (do Rio Abaixo) a fazer o melhor em prol das comunidades”, destacou o tenente-coronel Hudson Ferraz, comandante do 26º Batalhão da Polícia Militar.

Para Ronaldo Magalhães, mesmo que a legislação estabeleça a segurança como responsabilidade estadual, é necessário que os municípios contribuam para a segurança pública funcionar. “Compreendemos que o Estado não tem condições de dar todo o suporte às polícias. Então, a Prefeitura de Itabira tem se esforçado em convênios, onde cede recursos para combustível, manutenção e viaturas também. Já com a Polícia Civil, cedemos pessoal para trabalhar nas delegacias. Nosso objetivo é facilitar o trabalho, dando melhores condições para as polícias fazerem uma segurança de qualidade para o nosso povo”, frisou o prefeito.

Na oportunidade, o comandante ressaltou também a queda do índice de crimes violentos na região. “Estamos retraindo a criminalidade violenta e combatendo a repetição criminal. Em 2017, quando assumi o comando, a incidência era alta e conseguimos zerar a dívida daquele ano a patamares de 2016. Hoje, temos 30% de retração criminal, fato que demonstra toda a qualidade e esforço da tropa”. Ainda segundo ele, a solenidade desta manhã aconteceu para agradecer os policiais militares do 26º batalhão. “Estamos reconhecendo homens e mulheres que vêm trabalhando de maneira significativa para a melhoria da qualidade de vida das pessoas de Itabira e dos demais municípios que são assistidos pelas nossas equipes”, concluiu o comandante Hudson Ferraz.

Scroll To Top