quinta-feira , 19 julho 2018
Você está aqui: Capa | Saúde | Unidade Básica de Saúde

Arquivo da categoria: Unidade Básica de Saúde

Assinatura dos Feeds

Prevenção – Campanha de vacinação contra gripe começa na próxima segunda-feira

Na próxima segunda-feira (23), o Ministério da Saúde iniciará a Campanha Nacional de Vacinação contra o Influenza em todo o país. Em Itabira, ela é realizada pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). As doses serão aplicadas até o dia 1º de junho em todas as unidades de saúde do município que possuem sala de vacinação. Esta é uma das estratégias para diminuir o impacto da gripe na população.

Não há nenhuma alteração em relação ao público que deve ser imunizado, em comparação ao ano passado. A escolha dos grupos prioritários a serem vacinados deve-se ao fato de serem indivíduos mais vulneráveis aos efeitos da doença.

Devem ser vacinados os seguintes grupos: pessoas com 60 anos de idade ou mais; crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade; gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores da saúde; professores das escolas públicas e privadas; povos indígenas; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade; e funcionários do sistema prisional. Nossa expectativa é imunizar 90% das pessoas incluídas nos grupos prioritários”, disse a superintendente de Vigilância em Saúde, Thereza Cristina Oliveira Andrade.

De acordo com informações fornecidas pela Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), todos os anos os subtipos dos vírus da gripe que serão incluídos na vacina mudam. Este ano, a vacina utilizada na campanha de vacinação será a trivalente. “As vacinas garantem proteção por, aproximadamente, um ano, e a pessoa fica protegida a partir da segunda semana após a administração”, ressaltou Thereza Andrade. Ela acrescentou ainda que a atualização da vacina contra a gripe faz parte das recomendações feitas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para garantir maior eficácia do produto.

Outras medidas preventivas

O vírus Influenza é transmitido por meio do contato com secreções das vias respiratórias que são eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Também ocorre por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz). O período de maior circulação do vírus da gripe ocorre, principalmente, de junho a agosto.

Por isso, o Ministério da Saúde orienta que a população em geral adote algumas medidas para evitar a doença, como lavar as mãos várias vezes ao dia, cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar, evitar tocar o rosto, não compartilhar objetos de uso pessoal e manter os ambientes arejados.

Unidades de Saúde que possuem sala de vacinação:

UBS Água Fresca, UBS Amazonas/ Areão, UBS Barreiro, UBS Clóvis Alvim/ Bethânia, UBS Centro/ Vila Santa Rosa, UBS Campestre, UBS Chapada, UBS Eldorado, UBS Fênix, UBS Gabiroba de Cima, UBS Gabiroba de Baixo, UBS João XXIII/ Machado, UBS Major Lage, UBS Praia I, UBS Praia II/ Juca Rosa, UBS Pará, UBS Pedreira, UBS Santa Ruth/ Santa Marta, UBS Jardim das Oliveiras, Policlínica, Ipoema e Senhora do Carmo.

A vacinação pode ser feita de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 16h. O Dia D – data da mobilização nacional da campanha – será no sábado, 12 de maio, das 8h às 17h, em todas as unidades básicas de saúde.

Surto em Itabira – Febre amarela deixa município em alerta: mais de mil pessoas procuram a Policlínica para imunização

No último sábado (24), Dia D de vacinação contra a febre amarela em Itabira, mais de mil pessoas procuraram a Policlínica Municipal para serem imunizadas contra o vírus. No entanto, foram vacinadas 543 pessoas. De acordo com a diretora de Vigilância Epidemiológica do município, Natália Franco Barbosa de Andrade, o número significativo de atendimentos no Dia D demonstra a preocupação do itabirano com a doença.

Itabira está classificada na categoria 3, ou seja, estamos sofrendo com um surto de febre amarela. Por isso, pedimos para que todas as pessoas que ainda não foram vacinadas procurem uma unidade de saúde o mais depressa possível. No Dia D, muita gente foi até a Policlínica com dúvida se já tinha sido imunizada ou não. Assim, após verificação, constatamos que muitos já haviam sido vacinados e não precisariam tomar uma nova dose. Tivemos casos, inclusive, de pessoas que já haviam recebido duas doses da vacina”, disse.

Os dados atualizados da SMS advertem sobre a importância e necessidade de se imunizar toda a população. As informações levantadas dão conta de que houve um aumento significativo do número de notificações envolvendo a doença em Itabira. Ao todo, temos: 2 óbitos confirmados, 4 óbitos em investigação; 23 casos suspeitos em investigação, 5 descartados.

A campanha da Prefeitura de Itabira, que tem como meta vacinar todas as pessoas que ainda não receberam nenhuma dose da vacina, continua nesta semana. Para isso, a SMS montou uma escala de funcionamento especial para as unidades de saúde. Confira:

Data                         Unidade                             Horário

26/02    Policlínica e UBS Areão/ Amazonas        das 8h às 20h

27/02            Policlínica e UBS Pará                  das 8h às 20h

28/02         Policlínica e UBS Major Lage            das 8h às 20h

01/03    Policlínica e UBS João XXIII/ Machado   das 8h às 20h

02/03            Policlínica e UBS Centro                das 8h às 20h

No sábado (3), acontecerá um novo mutirão de vacinação. Desta vez, as seguintes unidades de saúde estarão abertas das 8h às 16h: Policlínica, UBS João XXIII/ Machado, UBS Água Fresca/ Juca Batista, UBS Ipoema, UBS Senhora do Carmo, UBS Vila Santa Rosa/ Centro, UBS Areão/ Amazonas, UBS Pará e UBS Eldorado.

Todos os usuários devem levar o cartão de vacina. As pessoas acima de 60 anos de idade precisam apresentar uma avaliação médica com autorização para se vacinar. A avaliação também poderá ser feita pelo enfermeiro da UBS a qual o usuário pertence.

Utilidade Pública – Unidades de Saúde de Itabira possuem vacina contra febre amarela

A Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), informa que a febre amarela está avançando no município. A situação é grave. “A única maneira de conter a doença é se imunizando. Portanto, todas as pessoas que ainda não foram vacinadas, devem procurar uma unidade de saúde”, alerta a superintendente de Vigilância Sanitária em Saúde, Thereza Cristina Oliveira Andrade Horta.

Além da Policlínica Municipal, as seguintes UBS também possuem a vacina contra a febre amarela: Barreiro, Clóvis Alvim, Gabiroba de Cima e de Baixo, João XXIII e Machado, Centro e Vila Santa Rosa, Pedreira I e II, Eldorado, Praia I, Pará, Chapada, Santa Ruth, Amazonas, Major Lage, Senhora do Carmo e Ipoema.

Até 20 de dezembro – Beneficiários do Bolsa Família devem fazer pesagem e medição em Itabira

A partir da próxima segunda-feira (11), os beneficiários do Bolsa Família devem comparecer à unidade básica de saúde (UBS) de sua região para pesagem. O procedimento é um dos pré-requisitos para que a família receba o benefício. A Secretaria Municipal de Ação Social (SMAS), responsável pelo Bolsa Família em Itabira, ressalta que o não cumprimento da pesagem e a falta de matrícula e frequência escolar dos menores de 18 anos é motivo para o cancelamento do auxílio. O prazo vai até o dia 20 de dezembro.

A medição de peso deve ser feita em crianças de 0 a 7 anos e mulheres com idade entre 13 e 45 anos. Para isso, é necessário que sejam apresentadas as carteiras de vacinação dos menores e o cartão do Bolsa Família para as adultas. A pesagem deve ser realizada duas vezes ao ano.

De acordo com o Governo Federal, o Bolsa Família busca proporcionar melhores condições de vida às famílias da cidade em situação de vulnerabilidade, além da inclusão das crianças e jovens nas políticas de educação e saúde, evitando, assim, a evasão escolar.

Em caso de dúvidas, os beneficiários devem procurar a Superintendência de Programas Sociais/ Diretoria do Programa Bolsa Família que funciona no prédio da SMAS – avenida Carlos de Paula Andrade, 135 A, Centro e/ou ligar para o telefone 3839-2865.

Unidades Básicas de Saúde mudam de endereço

Nos dias 18 e 19/05, a Prefeitura de Itabira realoca as Unidades Básicas de Saúde (UBS) dos bairros Juca Rosa e Centro. Por causa dos trâmites das mudanças, as unidades voltam a funcionar na próxima segunda-feira (22/05).

A UBS do Juca Rosa, anteriormente instalada na rua Marajó, no bairro Vila Santa Rosa, funcionará na UBS do bairro Praia – avenida Li Guerra, ao lado da Justiça do Trabalho. Já a UBS do bairro Centro, antes situada na rua Mestre Emílio, vai mudar para a antiga UBS do Juca Rosa. De acordo com Lauana Matosinho Silva, secretária-adjunta de Saúde, a necessidade de mudar a UBS do Centro é de ordem estrutural, segundo requerimento do Ministério Público enviado à Prefeitura ainda em 2011. “Lá é um imóvel alugado e por isso é adaptado para funcionar, sendo que não conseguimos atender a todas as exigências necessárias, tanto as do Corpo de Bombeiros como as da vigilância sanitária, por exemplo”.

O processo de mudança das unidades foi discutido com o Conselho Municipal de Saúde de Itabira e também com as respectivas comunidades. “Primeiro conversamos com o conselho, depois com a comunidade do Juca Rosa, há duas semanas, e com a do Centro, na semana passada e, por último, com as equipes. Só depois desses encontros é que começamos as mudanças. Felizmente, o pessoal do Juca Rosa concordou, mas o do Centro não teve a mesma aceitação”, afirmou Lauana Matosinho.

No entanto, segundo a secretária-adjunta, o local que a UBS do Centro será instalada – antiga UBS do Juca Rosa – é uma construção que atende aos parâmetros exigidos pela Saúde. “Estamos saindo de um imóvel alugado, que não atende a todas as necessidades, para esta UBS que é adequada, híbrida e estruturada”, disse. Assim como a UBS do Juca Rosa, que também funcionará em um local construído para este fim. “Vamos instalar a UBS do Juca Rosa no mesmo prédio da UBS do Praia, que também é uma unidade híbrida e com capacidade para duas equipes, hoje tem apenas uma. Inclusive, posso afirmar que a estrutura da UBS do Praia e do Juca Rosa é a melhor que temos hoje”, ressaltou Lauana Matosinho.

Mito

Segundo Lauana Matosinho, é um erro nomear as Unidades Básicas de Saúde com o nome dos bairros, já que elas devem atender a determinados territórios. “As unidades não atendem apenas o bairro onde estão localizadas. A do Centro, por exemplo, abrange os bairros Centro, Penha, Santo Antônio e São Pedro, assim como a do Juca Rosa, que deve receber as comunidades dos bairros Juca Rosa e Vila São Geraldo”. Ainda de acordo com ela, a instalação de uma UBS segue a determinados requisitos. “Existe a regra de territorialidade, de quanto uma família pode se deslocar e de quanta distância pode ter. Então, nós consultamos o mapa da cidade para definir o local da unidade, que é dentro da abrangência desse território”, finalizou a secretária-adjunta.

Scroll To Top