quinta-feira , 19 setembro 2019
Você está aqui: Capa | Agricultura e Abastecimento

Arquivo da categoria: Agricultura e Abastecimento

Assinatura dos Feeds

Assuntos relacionados a Área de Agricultura e Abastecimento de Itabira MG

Solidariedade – Leite arrecadado no 45º Festival de Inverno é doado para entidades itabiranas

Mais uma vez a solidariedade encerrou o festival de inverno itabirano e, em parceria com a Fundação Carlos Drummond de Andrade (FCCDA), a Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (SMAA) repassou todo o leite arrecadado – cerca de 1,2 mil litros – para entidades filantrópicas, creches, hospitais e centros de Referência de Assistência Social (Cras) e de Referência Especializada de Assistência Social (Creas).

Para celebrar a entrega, que beneficiará cerca de quatro mil pessoas, o prefeito Ronaldo Magalhães e o secretário da SMAA, William Sampaio Gazire, receberam nesta quinta-feira (15), no Banco de Alimentos Municipal, representantes dos beneficiários e o presidente do Conselho Municipal de Segurança Alimentar (Consea), Evandro Avelar. Também participaram o secretário municipal de Governo, Ilton Araújo Magalhães e a superintendente da FCCDA, Martha Mousinho Gomes Barbosa.

De acordo com William Gazire, essa parceria com a FCCDA amplia ainda mais a atuação do banco de alimentos. “Na minha opinião, o projeto de assistência social e segurança alimentar e nutricional é o mais bonito da Secretaria de Agricultura. Sobre isso, temos perspectivas fantásticas para o ano que vem, para o novo Banco de Alimentos. No entanto, gostaria de lembrar que já pedimos para várias entidades que em seus eventos houvesse a arrecadação de alimentos para o nosso Banco. Tivemos inúmeras promessas. Mas a ação concreta só aconteceu pela Fundação. Pedimos apenas uma vez e somos atendidos sempre. Agradeço mais uma vez ao apoio da Martha Mousinho. Ela é uma pessoa espetacular”. O secretário explicou ainda que a distribuição dos 1.214 litros de leite será proporcional ao número de beneficiados em cada instituição.

Um dos esforços do Governo Municipal, segundo o prefeito, é promover ações que contribuam para a área social. “O trabalho do Banco de Alimentos é muito importante para fornecer mantimentos para as diversas entidades de Itabira. Além disso, é uma forma de valorizar agricultura familiar que, ao longo dos anos, vem trabalhando junto com o Banco de Alimentos. É o que sempre digo: não adianta avançarmos economicamente se não avançarmos também na questão social. Tenho certeza que a doação desses alimentos vai ajudar muito a cada um dos beneficiados”, declarou Ronaldo Magalhães.

A representante da Associação de Proteção à Maternidade e Infância de Itabira (APMII), Tânia Regina, agradeceu a doação em nome de todas as entidades beneficiadas. “Já tem um bom tempo que somos agraciados por esse Banco de Alimentos. Isso é muito importante para todos nós porque enriquece demais a alimentação que fornecemos para nossos usuários”, disse.

Doação

As caixas de leite foram arrecadas por meio da troca de ingressos para as atrações do 45º Festival de Inverno, entre os dias 13 e 28/7 e passaram por uma inspeção para garantir que nenhuma estivesse com data de validade vencida.

Os donativos foram entregues à Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais – Apae (96); Associação de Proteção à Infância Nosso Lar (120); Conselho Municipal do Bem Estar do Menor – Combem (120); Cáritas Diocesana (48); Lar de Ozanam (48); APMII (135); Associação Municipal Assistencial Itabirana – Amai (24); Secretaria Municipal de Assistência Social (192); hospitais Municipal Carlos Chagas (120) e Nossa Senhora das Dores (191); e Secretaria Municipal de Educação (120).

Ronaldo Magalhães libera venda de bebidas alcoólicas na Feira Livre

Criação de novo decreto – Decreto nº 2.639/2019 -, revoga documento anterior (Decreto nº 1.094/2009) e regulamenta a Feira Livre de Itabira

Nesta quinta-feira (8), após uma reunião com representantes da Associação dos Feirantes e Produtores Rurais de Itabira e da Polícia Militar, o prefeito Ronaldo Magalhães assinou o Decreto nº 2.639/2019 que regulamenta a Feira Livre de Itabira. O novo documento revoga o anterior – Decreto nº 1.094/2009 e suas alterações, incluindo o Decreto nº 1.758/2018 (proibição de venda e consumo de bebidas alcoólicas) – e atende a uma reivindicação dos feirantes e frequentadores do local.

O Decreto 1.758, que estava em vigor desde o dia 18 de julho do ano passado, foi instituído para preservar a segurança dos visitantes, resgatar a finalidade do mercado tradicional e garantir um ambiente familiar e seu acesso pelo público de todas as idades. Vale ressaltar que a determinação foi estabelecida após consenso entre os comerciantes e a administração municipal.

De acordo com Ronaldo Magalhães, a revogação do decreto só foi possível após a revitalização do local onde ocorre a feira, inaugurado em março deste ano. O espaço, que custou aos cofres públicos R$ 423.222,54, conta com melhores acomodações para os feirantes. São quatro banheiros, galpões de apoio (depósito de barracas), galpão para higienização de alimentos, aproximadamente 1500 m² de área pavimentada para exposição das mercadorias (montagem das barracas), 300 m² de área para estacionamento e descarga, e espaço para apresentações culturais.

Além disso, atualmente, todos os feirantes passaram por cursos de qualificação profissional e são cadastrados na Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (SMAA). Ou seja, são regularizados nas normas e padrões aplicáveis como, por exemplo, possuir alvará de funcionamento e inspeção da Vigilância Sanitária. Tudo isso, garante a SMAA, para proporcionar segurança alimentar e produtos de qualidade à população.

Segundo o prefeito, a participação dos feirantes, dos fiscais da Prefeitura e da Polícia Militar vai garantir que a venda e consumo de bebidas alcoólicas possa acontecer de maneira organizada e segura.

No passado fui muito criticado porque tive que proibir a venda de bebidas alcoólicas na Feira. A proibição foi uma necessidade, até mesmo por questão de segurança pública. Hoje, com o espaço mais organizado, os feirantes entendendo que podem fazer um trabalho bonito, com todos cadastrados, vamos liberar, a partir deste sábado (10) a venda e o consumo das bebidas. Eu entendo que esta é uma maneira das maneiras das pessoas estarem ali, confraternizando. Esperamos que a Feira Livre seja um ponto de encontro da família itabirana”, disse Ronaldo Magalhães.

O novo decreto estipula, dentre outras normas, que é proibida a comercialização de todo e qualquer produto, inclusive bebidas, fora do horário autorizado para o funcionamento do mercado. A Feira Livre de Itabira funciona aos sábados, das 6 às 14 horas, na avenida Duque de Caxias, nº 560, Espaço Multiúso Etelvino Avelar.

Seresta na Feira

Outra novidade para este sábado (10) na Feira Livre de Itabira, é a apresentação do grupo de seresta da Aposvale. A ação é uma parceria da Prefeitura de Itabira, por meio da SMAA, com a entidade, em homenagem ao Dia dos Pais.

Quem estiver no Espaço Etelvino Avelar, entre as 9 horas e as 10h30, poderá conferir uma bela apresentação com instrumentos de sopro, cordas e vozes.

Crasir – Itabira terá centro de referência para fomentar o agronegócio

O prefeito Ronaldo Magalhães assinou um Termo de Colaboração com o Sindicato Rural para iniciar as atividades do Centro de Referência do Agronegócio Sustentável de Itabira e Região

Na tarde desta sexta-feira (2), o prefeito Ronaldo Magalhães, em companhia do deputador federal Rodrigo de Castro, esteve no Sindicato Rural de Itabira para assinar um Termo de Colaboração com a entidade. O documento prevê a operacionalização do Centro de Referência do Agronegócio Sustentável de Itabira e Região (Crasir).

De acordo com o termo, o objetivo é estabelecer condições básicas e indispensáveis à viabilização de uma cooperação técnica material e financeira entre a Prefeitura e o Sindicato Rural. Na prática, serão instaladas unidades demonstrativas de atividades agropecuárias e agroindustriais, com o intuito didático, para difundir conhecimentos e técnicas rurais que possam ser reproduzidas nas propriedades rurais da região.

O Crasir é uma Fazenda Modelo onde colocaremos muitas unidades demonstrativas de práticas vegetal e animal, como banana, cana, laranja, café, produção de leite, queijo e frango. Com isso, vamos difundir tecnologias agrícolas. Então, produtores poderão aprender novas técnicas de plantação, cuidados, colheita etc”, explicou o secretário William Gazire.

Outras funções do centro de referência, segundo ele, são: implementar pesquisas agropecuárias, realizar palestras, cursos e seminários para o desenvolvimento regional, considerando o melhor aproveitamento do solo, clima e recursos hídricos; aplicar ações ambientais e de sustentabilidade como, por exemplo, proteção de mananciais, reciclagem e compostagem, e a possibilidade de aulas práticas e pesquisas diversas para as atividades acadêmicas em Itabira, incluindo universidades e escolas de ensino fundamental e médio. “Vamos utilizar técnicas alternativas e sustentáveis para a proteção do meio ambiente e economicamente viáveis para o aumento da renda familiar e qualidade de vida no campo”, ressaltou William Gazire.

Para Ronaldo Magalhães, a assinatura deste Termo de Colaboração marca uma nova fase no desenvolvimento do agronegócio na região. “Esse convênio é um momento especial, pois, ao todo, são 19 entidades sérias e comprometidas, o que nos dá uma garantia da democratização do trabalho que a gente vem fazendo. A Prefeitura sozinha não consegue realizar alguns tipos de projeto e, hoje, estamos iniciando esse trabalho que transformará o campo itabirano. Com esse programa, nosso pequeno produtor terá um suporte de qualidade para crescer e atender a demanda da cidade”, concluiu o prefeito.

WhatsApp Image 2019-08-02 at 18.23.09

Em tempo

O Crasir funcionará na Fazenda São Lourenço, na região do Córrego do Meio, próximo ao Distrito Industrial e ao povoado de Candidópolis. O investimento total será de R$ 600 mil: os recursos serão disponibilizados pelo Município, por meio de capital livre e da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (Cfem).

Atenção à agroeconomia – Produtores rurais concluem capacitação no Parque de Exposições

Foi encerrada nesta sexta-feira (19/7) a 26ª Semana do Produtor Rural de Itabira. Dezenas de participantes foram capacitados, no decorrer da programação, em produção de doces, laticínios e defumados, criação de bezerras, fruticultura, artesanato, operação de maquinário agrícola e outros cursos oferecidos. O último dia de evento marcou também o 5º Dia da Comunidade Rural, com solenidade e confraternização no Parque de Exposições Virgílio José Gazire.

Tradição no município, a programação deste ano começou na segunda-feira (15) e teve como parceiros a Prefeitura de Itabira, Sindicato dos Produtores Rurais, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater).

A comemoração incluiu a entrega dos certificados aos alunos participantes dos cursos. O prefeito Ronaldo Magalhães participou do ato, junto a outras autoridades, secretários e assessores. “Esse é mais um evento de sucesso, graças à união, aos apoios e às parcerias que estabelecemos. Em nosso governo sempre buscamos essas parcerias, em todas as áreas”, disse.

Semana do Produtor Rural de Itabira (5)

O público-alvo do evento movimenta uma fatia significativa da economia itabirana. Exemplo está no agronegócio familiar, que representa 35,29% da produtividade agrícola e pecuária local, segundo índices de 2018 mensurados pela Prefeitura.

No último ano, segundo o levantamento, os distritos e áreas rurais de Itabira produziram ao menos 500 toneladas de cereais, frutas, leguminosas e outros vegetais. A produção teve valor de R$ 526 mil no período.

De 15 a 19 de julho – 26ª Semana do Produtor Rural conta com 20 cursos de capacitação

Com o objetivo de compartilhar conhecimentos técnicos e profissionais, em busca da melhoria da qualidade de vida e da produtividade, a 26ª Semana do Produtor Rural de Itabira contará com 20 cursos de capacitação relacionados à produção e reaproveitamento de alimentos, artesanato, manuseio de maquinário, entre outros temas. Esta edição acontece entre os dias 15 e 19 de julho, no Parque de Exposições Virgílio José Gazire.

Todos os cursos ofertados contam com as novas exigências legais, tecnológicas e agronegócio. O público-alvo são os produtores rurais, agricultores familiares, trabalhadores e profissionais liberais ligados às áreas rurais. As capacitações serão ministradas no Parque de Exposições Virgílio José Gazire e na Fazenda Palestina.

De acordo com a programação, três cursos serão realizados entre os dias 22 e 26, e 29 e 2 de agosto, ou seja, fora da Semana do Produtor: Apicultura, Boas Práticas de Fabricação/ Agricultura Familiar, e Casqueamento e Ferrageamento. As inscrições foram feitas no Sindicato Rural, no bairro Pará. Com vagas limitadas, grande parte dos cursos já estão com as inscrições encerradas.

Este ano, os interessados podem contar ainda com os seguintes cursos: Cuidados com Ordenhadeira Mecânica, Doces Cristalizados/ Geleias e Doce em Barra, Quitandas, Artesanato em Bambu, Artesanato em Coador de Café (Peças Utilitárias), Tratorista, Defumados, Queijos, Operação e Manutenção de Motosserra, Operação e Manutenção de Roçadeira, Cuidados Básicos com Idoso, Cultivos de Frutas/ Pomar, Cria e Recria de Bezerras, Construção de Fossas Sépticas, Proteção e Recuperação de Nascentes, Saúde da Mulher e Solda.

Após a conclusão, os participantes receberão certificados. A entrega será durante o encerramento, que contará ainda com a comemoração do 5º Dia da Comunidade Rural. Durante toda a sexta-feira (19), haverá culto ecumênico, apresentações culturais, palestras, homenagens e sorteio de brindes.

Ainda durante o encerramento das atividades, o público poderá conferir os estandes da Apafi, Aapitar, IEF, Polícia Ambiental, artesãs de senhora do Carmo, entre outros. Fornecedores de equipamentos e insumos para produtores rurais também estarão presentes com suas mercadorias.

A 26ª Semana do Produtor Rural é promovida pela Prefeitura de Itabira, Sindicato dos Produtores Rurais, Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater/MG), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). Grande evento de extensão do município, a primeira edição aconteceu em 1985 e, a partir de 1994, a Semana do Produtor Rural passou a ocorrer anualmente, em comemoração ao Dia do Produtor Rural.

Aos sábados – Prefeitura inaugura novo espaço da Feira Livre

Na manhã deste sábado (30), o prefeito Ronaldo Magalhães fez a inauguração e entrega simbólica do espaço multiúso Etelvino Avelar à Associação dos Feirantes e Produtores Rurais de Itabira. O evento aconteceu na avenida Duque de Caxias, entre os números 1.240 e 1.267, bairro Esplanada da Estação.

O espaço, que custou aos cofres públicos R$ 423.222,54, conta com melhores acomodações para os feirantes. São quatro banheiros, galpões de apoio (depósito de barracas), galpão para higienização de alimentos, aproximadamente 1500 m² de área pavimentada para exposição das mercadorias (montagem das barracas), 300 m² de área para estacionamento e descarga, e espaço para apresentações culturais.

“Criamos um espaço onde as pessoas podem desenvolver um monte de atividades de geração de renda e comércio paralelo legalizado. Por exemplo, pode-se promover uma quinta-feira gourmet ou uma feira de automóveis e demais eventos que possam fazer a geração de renda temporária. É um espaço apropriado para manifestações culturais, econômicas e sociais, em um lugar bem localizado”, declarou o secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, William Gazire.

Inicialmente, apenas os feirantes já regularizados nas normas e padrões aplicáveis como, por exemplo, alvará de funcionamento e vigilância sanitária, poderão trabalhar no espaço multiúso. Aqueles que ainda não estão legalizados, deverão procurar a Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento. Novos feirantes já estão sendo regularizados e ocuparão o espaço gradativamente.

“A documentação que estamos cobrando, como alvará e taxa de serviço de inspeção, entre outros, tem um propósito: a segurança alimentar. A Prefeitura qualificou cada um dos feirantes em sua área de atuação. Hoje eles estão aptos a oferecer um alimento de segurança e qualidade à população”, afirmou William Gazire.

O prefeito Ronaldo Magalhães explicou que houve um atraso no andamento da construção do espaço devido a problemas nas gestões anteriores. Ele agradeceu aos feirantes por entenderem os motivos e desejou sucesso aos empreendedores rurais.

“Recebemos essa obra inacabada e com dívidas com o construtor, e isso demorou um pouco para ser ajustado. No entanto, conseguimos pagar parte dessa dívida para que a obra pudesse ser retomada. Quero agradecer aos feirantes por entenderem isso e parabenizar o William Gazire pelo trabalho que ele fez, com toda sua equipe, de regularizar e cadastrar os feirantes e, assim, podermos entregar esse espaço para pessoas sérias e comprometidas que vão, com certeza, trabalhar melhor, com mais comodidade, proporcionando conforto ao povo de Itabira que vem aqui buscar seus produtos de qualidade, acima de tudo”, disse o prefeito.

Ronaldo Magalhães também assegurou aos feirantes que a Administração Municipal trabalha, junto ao Sindicato Rural de Itabira, IMA e Emater, para fazer com que os pequenos produtores rurais possam se desenvolver e garantir a renda familiar vinda do trabalho no campo. O prefeito lembrou ainda do período em que conheceu o senhor Etelvino Avelar e prestou uma singela homenagem a ele.

“Me tornei amigo do senhor Etelvino Avelar no tempo em que trabalhava na Pires Alvarenga. Ele vinha da roça com seu jipe e fazia as manutenções lá na empresa. Por isso, quero agradecer à Câmara de Itabira por ter aceitado e aprovado este projeto. Foi uma votação eleita por unanimidade. Isso traduz o reconhecimento de uma pessoa que, no passado, deixou sua marca. Ele lutou junto com todos para que a agricultura familiar crescesse e se desenvolvesse. Receba meu abraço e gratidão, dona Neném. O esposo da senhora ajudou muito Itabira e deixou um exemplo de trabalho, amizade e dedicação”, admitiu Ronaldo Magalhães.

Bebida alcoólica na Feira

Durante a cerimônia, o prefeito Ronaldo Magalhães falou da possibilidade de revogar o decreto que proibiu a venda de bebidas alcoólicas no local. “Resolvi, anteriormente por decreto, suspender a venda de bebida alcoólica na feira. Mas agora, uma feira nova, organizada, podemos avaliar esse retorno. O que não vou permitir é que volte a desorganização que era. A responsabilidade é nossa e precisamos cuidar da cidade”, ressaltou Ronaldo Magalhães.

Em tempo

O secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, William Sampaio Gazire recebeu na sexta-feira (29), no gabinete do prefeito Ronaldo Magalhães, representantes da Associação dos Feirantes e Produtores Rurais de Itabira para assinar um Acordo de Cooperação entre o Município e a entidade. Sob a forma de uso, a Prefeitura cede a administração do espaço multiúso Etelvino Avelar à associação. O local será destinado a abrigar a Feira Livre de Itabira, que acontece aos sábados, pela manhã.

“Esta ação, além de enquadrar legalmente a utilização do espaço público, permitirá à associação fazer a gestão do espaço e a ordenação do funcionamento em consonância e aderência com os normativos aplicáveis à Feira Livre (leis, decretos, portarias e outros) e, assim, proporcionar maiores ganhos aos comerciantes e produtores, e maior segurança para os clientes”, explicou William Sampaio Gazire.

O presidente da Associação dos Feirantes e Produtores Rurais de Itabira, Geraldo Magela Moreira Duarte, agradeceu ao governo municipal pela oportunidade de melhoria das condições de trabalho. “Está tudo muito bem organizado. Agora, temos que dar continuidade ao serviço. Vamos manter o local arrumadinho e cada vez melhorar mais. Fico agradecido por receber a área pronta. Nós estávamos precisando desse espaço”.

Já o secretário municipal de Governo, Ilton Magalhães, lembrou os esforços do prefeito Ronaldo Magalhães para regularizar a Feira Livre. “A feira vinha trabalhando de forma desorganizada há vários anos. A falta de regularização era uma preocupação muito grande do prefeito Ronaldo Magalhães. Na verdade, quando se tem uma feira da maneira que estava acontecendo, acaba que o Município é solidário com a coisa errada. Então, de uma certa forma, o Município perdeu o controle da feira. A partir deste convênio, cada feirante cadastrado terá seu alvará de funcionamento. Agora teremos mais controle, principalmente em relação à segurança e legalidade dos feirantes. Hoje temos como cobrar porque estamos proporcionando melhores condições de trabalho”, ressaltou.

Representando o prefeito Ronaldo Magalhães, a vice-prefeita Dalma Barcelos exprimiu seu desejo de que a Feira Livre de Itabira, com o novo espaço, possa se tornar também um lugar turístico. “Agora, com essa organização, acredito que a feira será um lugar de visitação, turismo, vendas. Um lugar para levar toda a família, que as pessoas terão o prazer de frequentar. E com a organização e qualidade, a feira só tende a crescer”, concluiu a vice-prefeita.

Também participaram da reunião o vereador Solimar Silva, o presidente do Sindicato Rural de Itabira Evando Avelar, membros da diretoria da Associação dos Feirantes e Produtores Rurais, secretários municipais e servidores da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento.

Ronaldo empossa membros do Comsea e reforça agenda de investimentos no setor

Nesta quarta-feira (24), o prefeito Ronaldo Magalhães deu posse aos representantes titulares e suplentes do poder público, instituições e sociedade civil no Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (Comsea). O encontro foi realizado no auditório do Paço Municipal. Os conselheiros atuarão no biênio 2018/2020.

O órgão foi formatado conforme a Política e o Plano Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional – requisito para que conquiste aportes e benefícios da União. Os próximos passos envolvem instituir Câmara Técnica de Nutrição e promover conferência municipal do setor. A meta é costurar um plano de ações do poder público e sociedade de forma a apoiar a agricultura familiar e a produção de alimentos, assim como assistir e garantir o acesso pelos necessitados.

Dona Rosinha e Ronaldo Magalhaes

O Comsea é vinculado à Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento. Conforme o titular da seção, William Gazire, desde o último ano um trabalho foi assumido para adequar a legislação municipal à federal e dar sustentação ao Comsea.

Gazire vê o grupo de trabalho com bons olhos e apontou para outra missão do colegiado: reduzir as perdas e os desperdícios de alimentos, a exemplo dos produtos não comercializados por atacadistas e produtores rurais – ou seja, fortalecer a atuação do Banco de Alimentos de Itabira. “Se conseguirmos desperdiçar menos podemos atacar o problema dos mais necessitados. O conselho tem função nobre e vejo à frente boas perspectivas”, disse.

William Gazire

Banco de Alimentos

Ronaldo Magalhães, por sua vez, falou da agenda que percorre para buscar investimentos. Em Brasília (DF), o gestor resolve a destinação da área que abrigaria o restaurante popular ao Banco de Alimentos do Município. O espaço servirá para ampliar a iniciativa que, na avaliação do prefeito, atende melhor à população em vulnerabilidade social.

“O Governo Federal tem diminuído o repasse, mas, vamos buscar alternativas no ano que vem em nosso orçamento próprio para contribuir com o Banco de Alimentos. Vejo que é o melhor caminho”, salientou. Segundo ele, o Fundo Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional também será priorizado.

O chefe do Executivo comentou ainda sua expectativa em abrir edital de concurso público no início do próximo ano para amparar as seções envolvidas. Para que isso seja possível, a administração enviou à Câmara de Vereadores projeto de lei que atualiza o Estatuto dos Servidores Públicos Municipais.

Ronaldo discursa apos posse de membros do Consea

Diretoria eleita

Após posse dos membros do Comsea foram eleitos os gestores do órgão. Evando Lage Avelar, do Sindicato dos Produtores Rurais, foi aclamado presidente. Patrícia Guerra, representante do Hospital Nossa Senhora das Dores, assumiu a vice-presidência e Olinda Márcia dos Santos, da Secretaria de Agricultura, foi empossada secretária.

Evando Avelar e Ronaldo Magalhaes

Confira a lista dos membros empossados no Comsea, conforme o Decreto nº 1.920, de 1º de outubro de 2018:

Representantes da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento:

- Olinda Márcia dos Santos – Titular

- Antônio Adelson de Oliveira Santos – Suplente

Representantes da Secretaria Municipal de Assistência Social:

- Magda do Socorro Alves Santos – Titular

- Karoline Lima de Oliveira – Suplente

Representante da Secretaria Municipal de Saúde:

- Pâmela Garcia Ferreira Oliveira – Titular

- Alessandra Cristina Ribeiro Santos – Suplente

Representante da Secretaria Municipal de Educação:

- Maria Aparecida de Oliveira – Titular

- Elizete Fernandes Silva Gomes – Suplente

Representantes da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais:

- Cibele Morais Castro – Titular

- Mauro Lúcio Ferreira – Suplente

Representantes do Hospital Carlos Chagas/Fundação São Francisco Xavier:

- Kaline das Graças Fernandes – Titular

- Juliana Torres Linhares Rioga – Suplente

Representantes de Associações de Produtores Rurais:

- José Dorico Gregório – Titular

- Antônio Batista Pedro – Suplente

- Adélia Aparecida Fernandes Martins – Titular

- Ronildo Viana Meireles – Suplente

Representantes de Entidades Sindicais de Classe:

- Evando Lage Avelar – Titular

- Itaélio José Cabral Guerra –  Suplente

- Aparecida Mateus de Freitas Gonçalves – Titular

- Joaquim Tito dos Reis – Suplente

Representantes de Associações Comunitárias Organizadas:

- Rosemary Álvares de Souza – Titular

- Vera Lúcia Cirilo – Suplente

Representantes de Instituição Superior de Ensino:

- Laysa Carvalho da Silva – Titular

- Sérgio André Souza Mendonça – Suplente

Representantes de Entidades Filantrópicas de Caráter Socioassistencial:

- Alzira Guedes Costa e Lima – Titular

- Maria Bonifácia Gonçalves Barbosa – Suplente

- Luana da Rocha Guerra Campos – Titular

- Rosy Cristina Oliveira – Suplente

- Poliana Cristine de Souza Marques – Titular

- Maria Aparecida de Oliveira Rodrigues – Suplente

- Patrícia Guerra Almeida Bretas – Titular

- Amanda Oliveira Santos – Suplente

- Joice Kelly Dias – Titular

- Mariana de Deus Roriz – Suplente

- Ivaene Janei da Silva – Titular

- Vilma da Silva Cardeal Miguel – Suplente

Habilitação para Eleição de Novos Conselheiros do Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável de Itabira

Habilitação para Eleição de Novos Conselheiros do Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável de Itabira

Relação Habilitados para Publicação

 

Agricultura – Central de Compras dará melhores condições para os produtores rurais itabiranos

A partir da próxima segunda-feira (10), os produtores rurais itabiranos poderão contar uma Central de Compras para adquirir insumos com preços mais baixos e com melhores condições de pagamento. O projeto foi desenvolvido pela Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (SMAA), em parceria com o Sindicato Rural de Itabira.

Com o objetivo de facilitar o acesso dos pequenos produtores ao processo de compra na modalidade atacado, a Central fortalecerá também o associativismo. Isso é o que garante Evando Avelar, presidente do Sindicado Rural itabirano, que no último seminário Agroin identificou a principal demanda dos produtores. “Insumos e produtos não ofertados no mercado local e preços elevados para a compra no varejo. Por isso, pensamos em criar uma central, pois a compra conjunta aumenta o nosso poder de barganha e possibilita melhores prazos”. Ainda segundo ele, inicialmente a central estará disponível para as compras de adubo e calcário. “Aumentando o número de participantes identificaremos outros produtos necessários”, declarou Evando Avelar.

Os produtores interessados em fazer parte da Central de Compras deverão procurar o Sindicato Rural de Itabira (rua Dr. Nelson Lima Guimarães, nº 10. Bairro Pará.), das 8 às 18 horas, e informar a sua demanda. As mercadorias serão distribuídas de acordo com a rota determinada. Mais informações: 3831-1380.

Solidariedade – Leite arrecadado no Festival de Inverno é entregue a entidades itabiranas

Cerca de 2.400 litros de leite arrecadados durante o 44º Festival de Inverno de Itabira foram repassados pela Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (SMAA) a entidades filantrópicas, creches, hospitais e Centros de Referência de Assistência Social (Cras). A solenidade de entrega ocorreu nesta terça-feira (14) no Banco de Alimentos, no bairro Penha, e reuniu secretários municipais, representantes dos beneficiários e do Conselho de Segurança Alimentar (Consea).

Antes do repasse, cada caixa de leite teve a data de validade observada e os alimentos vencidos foram retirados. A distribuição de caixas por entidade considerou sua distribuição per capita, isto é, o número final de beneficiados.

Os donativos foram entregues à Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais – Apae (168 litros); Associação de Proteção à Infância Nosso Lar (280); Conselho Municipal do Bem Estar do Menor – Combem (308); Cáritas Diocesana (112); Lar de Ozanam (140); Associação de Proteção à Maternidade e Infância de Itabira – APMI (263); Associação Municipal Assistencial Itabirana – Amai (84); Secretaria Municipal de Assistência Social (448); hospitais Municipal Carlos Chagas (189) e Nossa Senhora das Dores (224); Irmandade Nossa Senhora das Dores (224) e Secretaria Municipal de Educação (168).

As caixas de leite foram arrecadadas mediante troca por ingressos durante o Festival de Inverno realizado entre os dias 20 e 29 de julho, pela Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA).

 42227381450_5412532c4a_z

“Gota d’água”

Martha Mousinho, superintendente da FCCDA, disse que gesto semelhante de solidariedade será adotado nas próximas iniciativas da pasta. “O que estamos fazendo é uma gota d’água. Percebemos que isso pode aumentar, que podemos fazer desse pedido por doações uma constante – não somente no Festival de Inverno, como também em outros eventos que fizermos, porque é uma destinação justa e nobre”.

Evandro Lage Avelar, membro do Consea e presidente do Sindicato dos Produtores Rurais, destacou ser o banco de alimentos o gestor adequado para repasse de donativos na cidade. “Às vezes se tem a boa intenção de entregar diretamente a uma instituição, mas, por meio do banco de alimentos, a distribuição é equitativa”, citou.

Por sua vez, William Gazire, titular da SMAA, falou da relevância do Banco de Alimentos de Itabira, integrante da Rede Brasileira de Bancos de Alimentos. A unidade tem atuação fundamental no que tange à alimentação adequada à população e diminuição do desperdício. “No ano passado, foram quase 100 toneladas de alimentos que passaram por aqui. Também no último ano 16 mil famílias foram assistidas”, destacou Gazire.

Scroll To Top