Você está aqui: Capa | FCCDA

Arquivo da categoria: FCCDA

Assinatura dos Feeds

Informações relacionadas à cultura e à Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade

Concha Acústica é reformada e receberá atrações do Festival de Inverno

Desde o início deste mês a Prefeitura de Itabira executa obras de reforma na Concha Acústica – ponto turístico localizado no Pico do Amor – que, desde setembro de 2015, está interditada pelo Corpo de Bombeiros.

Em princípio, segundo Ronaldo Pires Lott, secretário municipal de Obras, o serviço compreendia apenas a substituição da lona que cobria o palco. “Mas, fizemos uma análise técnica e a antiga lona não era adequada à estrutura. Então, providenciamos uma lona reforçada, há 60 dias, atendendo às orientações técnicas do fabricante”. O secretário também informou que a Prefeitura constatou a necessidade de recuperar outras partes da Concha, como a estrutura de sustentação da lona, “além dos camarins e bar que estavam danificados devido ações de vandalismo”.

Ainda de acordo com Ronaldo Lott, o término da reforma está previsto para meados de julho. “Demorou um pouco mais que o previsto porque fomos atrás de todos os detalhes importantes para a elaboração de um projeto de segurança contra incêndio, já que não existia e, sem ele, a Concha não seria liberada pelos bombeiros”. O secretário ressaltou que a expectativa é que a Concha receba eventos ainda no mês de julho. O custo total da obra é de R$ 350 mil.

Museu do Tropeiro comemora 14 anos de história esse fim de semana

Neste sábado (8), a partir do meio-dia, a Prefeitura de Itabira promove o 14º aniversário do Museu do Tropeiro, no distrito Ipoema. Grupos culturais e musicais da região, além da tradicional cavalgada de Santa Bárbara a Ipoema celebram a data.

Aliando a dificuldade financeira pela qual passa a Prefeitura e a valorização dos artistas da região, a equipe da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo (SMDECTIT) organizou uma festa em parceria com outras secretarias e com os próprios artistas. “Não teremos shows de cantores e bandas renomados pensando em valorizar os artistas da nossa região e, obviamente, manter a chama acesa mesmo em tempos de dificuldade econômica igual a que estamos passando e com a Prefeitura não é diferente”, explicou José Don Carlos Alves Santos, secretário municipal da SMDECTIT. Além disso, segundo o secretário, o 14º aniversário do museu marca o retorno do prefeito Ronaldo Magalhães ao evento, “já que o primeiro aniversário foi justamente no governo de Ronaldo e depois de 14 anos voltamos a dar continuidade a essa festa. Além de tudo, a gente quer neste processo, dar muita atenção ao tropeiro”.

De acordo com informação da SMDECTIT, Ipoema conta com cerca de 600 leitos em pousadas e hospedagens que, desde meados do mês passado, estão todos reservados para o período da festa. “A expectativa de que será uma grande festa começa pelo fato de todas as vagas do distrito estarem ocupadas”, ressaltou Don Carlos. Para o secretário, o Museu do Tropeiro é o principal agente que fomenta a economia do distrito. “Eu falo que o museu é um divisor de águas, existe uma Ipoema antes dele e uma depois e o fato de todas as pousadas estarem cheias significa geração de emprego, desenvolvimento econômico, entretenimento e turismo”. Ainda segundo Don Carlos, o objetivo é melhorar os tradicionais eventos do local para atrair ainda mais o público. “Além de manter os eventos, a cada ano desta gestão, vamos melhorá-los. Queremos, antes de tudo, que as pessoas visitem Ipoema constantemente”.

Cavalgada

A tradicional cavalgada de Santa Bárbara a Ipoema começa na sexta-feira (7), em Santa Bárbara – praça Matriz – às 9 horas, onde os cavaleiros se concentram para abertura oficial do evento e benção. Em seguida, partem rumo ao Rancho Coyote, em Barão de Cocais. Às 16h30, os cavaleiros fazem travessia na rodovia BR-381 – em frente ao posto Campo Alegre – com destino à Bom Jesus do Amparo, onde pernoitam até sábado (8). Às 10h30, essa comitiva se concentra na região do Bamba e outro grupo de cavaleiros se reúne, no mesmo horário, em Senhora do Carmo, ambos com destino ao haras Velho Oeste – região da Resina Buiu, em Ipoema. Haverá concentração, às 10 horas, em Bom Jesus do Amparo, para os cavaleiros da região que não estão nas comitivas.

Durante a concentração dos cavaleiros, das 13 às 16 horas, show com a Banda Gema, no haras Velho Oeste. Às 16h15 os cavaleiros seguem rumo ao Museu do Tropeiro e após desfile das comitivas, solenidade de abertura com o prefeito Ronaldo Magalhães, outras autoridades e benção aos cavaleiros pelo padre Francisco Guerra.

Programação

A partir das 19 horas, na praça Augusto Guerra – em frente a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição – apresentações artísticas dos grupos Estaladores de Chicote, Sons da Tropa, Lavadeiras de Ipoema e Drummonzinhos. Em seguida, shows com a dupla Pollyana e Ralph e, Bruno Bhaia e Rock Sanfoneiro. A Prefeitura encerra as atividades à meia-noite.

Mais poesia para a comunidade – Sarau com Drummonzinhos é destaque entre atividades da FCCDA

Na última terça-feira de cada mês, a partir das 19 horas, a Casa de Drummond transforma-se em palco para um sarau poético com integrantes do Programa Drummonzinhos. A reunião é um dos destaques das atividades culturais oferecidas pela Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA) e tem como objetivo promover o incetivo à leitura, além de difundir poesias e divulgar o trabalho do projeto sociocultural.

Durante o sarau, os Drummonzinhos interagem com a plateia por meio de jogos, brincadeiras e declamações. Na última terça-feira (31/01), os participantes recitaram, além das poesias do itabirano Carlos Drummond de Andrade, obras de importantes nomes da literatura nacional, como Adélia Prado, Manoel de Barros e Manuel Bandeira.

Segundo a superintendente da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA), Martha Mousinho Gomes Barbosa, o sarau também é uma maneira de incentivar o trabalho desenvolvido pelos 17 Drummonzinhos que participam do programa atualmente. Para ela, o envolvimento da comunidade é essencial para o bom desempenho da atividade.

A participação do público, cada vez maior, motiva muito os Drummonzinhos. Ou seja, eles trabalham durante todo o mês com muita dedicação e afinco para fazer esta apresentação. O resultado é um espetáculo que emociona a plateia. No entanto, muitas pessoas ainda desconhecem este sarau. Queremos a participação de toda a comunidade para que assim, possamos difundir mais poesia em Itabira”, ressaltou.

Em tempo

O Programa Drummonzinhos surgiu por meio da Lei Municipal 3.728, de 4 de julho de 2002 e, desde então, é executado pela FCCDA, em parceria com as secretarias municipais de Ação Social e Educação.

Destinado às crianças e jovens com idades entre oito e 18 anos, procedentes de famílias de baixa renda, o programa busca capacitar e treinar os participantes para atuar como guias turísticos mirins; incentivar o conhecimento literário, bem como o desenvolvimento intelectual e societário, de seus integrantes; possibilitar aos educandos acesso ao conhecimento e vivência das diversas formas de expressão de cultura e arte, desenvolvendo a criatividade e potencial artístico; e reduzir a incidência de crianças e adolescentes na marginalidade, mudando sua visão de mundo a partir do conhecimento literário.

De acordo com a lei, para participar do programa o candidato deve ter carência financeira familiar comprovada (renda per capta familiar equivalente a um quarto do salário-mínimo) e ser aprovado em teste de aptidão específico. Normalmente, há renovação das vagas oferecidas à medida que os educandos atingem 18 anos, ou quando há desistência.

Durante o programa, a capacitação dos participantes é feita com treinamentos constantes, aulas expositivas, oficinas e visitas técnicas, que abordam os seguintes conteúdos: vida e obra do poeta Carlos Drummond de Andrade, os Caminhos Drummondianos, teatro e interpretação, declamação de poesias, relacionamento interpessoal e técnicas de atendimento ao público. Cada Drummonzinho recebe uma bolsa cultura mensal no valor de meio salário-mínimo, em contrapartida ao desenvolvimento de tarefas, com a duração máxima de 12 horas semanais.

Este ano, o programa completará 15 anos de existência.

Vai lá

O quê: Sarau com Drummonzinhos

Onde: Casa de Drummond (Praça do Centenário, 116)

Quando: Última terça-feira de cada mês, as 19 horas, entrada gratuita

Outras informações: 3835-3894

Audiência Pública – Plano Decenal da Cultura

O Conselho Municipal de Política Cultural por meio da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade, Prefeitura Municipal de Itabira e Câmara Municipal convida você para Audiência Pública – Plano Decenal da Cultura que acontece na próxima quinta-feira, às 19h, no Plenário da Câmara.

O objetivo do encontro é diagnosticar as demandas do setor cultural no município e iniciar o desenvolvimento do Plano Decenal de Cultura.

A unica forma de realmente fazermos a diferença é universalizarmos o conhecimento!

Convite Conselho Municipal de Cultura

 

FCCDA promove semana “Empreender na Cultura” visando capacitar classe artística da cidade

A Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade promove entre os dias 30 de maio a 3 de junho a semana “Empreender na Cultura”, em comemoração aos 31 anos de criação da instituição. O encontro visa mobilizar os Artistas do Município para o Arranjo Produtivo local da Economia Criativa.

O evento acontecerá na Galeria da FCCDA e tem início com a entrega dos certificados dos projetos aprovados no Fundo Municipal de Cultura, às 19h. Logo após, o consultor do SEBRAE Winícius Freitas, apresenta a palestra “Passo a Passo da Formalização do Microempreendedor Individual”, em que dará dicas de como os atores culturais podem se formalizar criando mais oportunidades de trabalho e fortalecendo o mercado cultural itabirano.

Na terça-feira (31), a partir das 9h, consultores do SEBRAE estarão na “Rodada de formalização – MEI + Atendimento”, para capacitar a classe artística, com atendimento especializado para conseguirem se formalizar e já saírem como Micro Empreendedores Culturais ao final do evento.

Para finalizar a semana do Empreender na Cultura, nos dias 1 a 3 de junho, será realizada a oficina “Sei vender e sei controlar meu dinheiro” na Casa de Drummond, com turmas das 14h às 18h e 19h às 21h. As inscrições são gratuitas e serão feitas na recepção da FCCDA.

Assessoria de Comunicação da FCCDA

FCCDA promove semana Empreender na Cultura

Mais Cultura – Prefeitura fortalece setor cultural de Itabira

O município tem muito a comemorar no que diz respeito aos avanços do setor cultural. A Prefeitura de Itabira, por meio da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA), instituiu o Sistema Municipal de Cultura (SMC). Nos últimos três anos, os passos dados junto ao Ministério da Cultura (MinC) garantiram a Itabira um local de destaque entre as seis cidades mineiras que estão com todos os requisitos do Sistema Municipal de Cultura (SMC) implantados. São eles: Conselho Municipal de Política Cultural, Fundo Municipal de Cultura e o órgão gestor (FCCDA).

Desde abril de 2013, quando o prefeito Damon Lázaro de Sena assinou o termo de adesão, o Município faz parte do Sistema Nacional de Cultura (SNC) – um importante mecanismo utilizado pelo MinC para garantir a execução de políticas públicas para o setor. O sistema é garantido pelo art. 216-A da Constituição Federal, que fala sobre a destinação de recursos à cultura.

Em 2014, a Câmara de Itabira aprovou, por unanimidade, o Projeto de Lei (PL) 100/2014, de autoria de Damon Lázaro de Sena. O PL logo se tornou a Lei Municipal 4.728/14 que instituiu o Sistema Municipal de Cultura, que é composto pelo Sistema Municipal de Financiamento da Cultura, Sistema Municipal de Bibliotecas, Sistema Municipal de Museus, Sistema Municipal de Indicadores Culturais, Sistema de Formação Técnica (conjunto de iniciativas de qualificação técnico-administrativa – cursos, seminários e oficinas – de agentes públicos e privados envolvidos com a gestão cultural, a formulação e a execução de programas e projetos culturais).

A Lei 4.728/14 trouxe vários benefícios para Itabira. Por meio dela, por exemplo, foi reativado o Fundo Municipal de Cultura (FMC) que havia ficado 16 anos sem funcionar. Isso garantiu ao FMC recursos para o desenvolvimento de suas atividades. O primeiro edital lançado em 2015 já aprovou projetos; o Conselho Municipal de Política Cultural foi eleito, empossado e está em pleno exercício: deliberativo, ele é a instância de participação da sociedade civil.

No ano passado, a 4ª Conferência Municipal de Cultura elencou as demandas do setor cultural itabirano. As observações dos artistas locais geraram 88 propostas que serão utilizadas para a conclusão do Plano Municipal de Cultura, o qual terá vigência de 10 anos. A população poderá participar da conclusão do plano, pois será aberta consulta pública antes do projeto ser encaminhado à Câmara de Vereadores.

As propostas elencadas para o plano preveem, entre outras, a reestruturação da FCCDA, incluindo a estrutura organizacional, com concurso público para especialistas nas diversas áreas das artes.

A otimização do uso dos equipamentos culturais também foi tema da 4ª Conferência de Cultura, garantindo espaço para os artistas locais, com incentivo para as realizações, inclusive financeira, por meio do Fundo de Cultura. Na ocasião, foram propostas atividades de extensão para atender aos bairros, distritos e comunidades tradicionais como quilombolas.

Em fevereiro deste ano, Damon Lázaro de Sena esteve no Ministério da Cultura, em Brasília, onde participou de uma audiência com a secretária nacional de Cidadania e Diversidade Cultural, Ivana Bendes. Na oportunidade, o prefeito itabirano apresentou projetos de geração de emprego e renda, além de incentivos aos grupos artísticos do município, que devem ser desenvolvidos por meio de cooperação técnica.

A consolidação do Sistema Municipal de Cultura viabiliza o desenvolvimento de diversas políticas públicas que, além de atender à formação técnica dos profissionais da área cultural, vai gerar empregos e renda, diversificará a grade de programação cultural do município e vai permitir ainda a difusão da nossa cultura”, declarou Damon Lázaro de Sena.

Em tempo

A presidente do Conselho Municipal de Política Cultural, Rosa Márcia Silva Costa, reuniu-se na última quarta-feira (16) com a diretora da Casa da Economia Criativa do Sebrae/ MG, Regina Vieira. Durante o encontro foram discutidos os seguintes assuntos: a formação empreendedora, o desenvolvimento de negócios, a melhoria da gestão e o aumento da competitividade dos empreendimentos culturais em Itabira.

Rosa Marcia em posse do conselho

Inscrições abertas – Audição para Coralista

A Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA) está com inscrições abertas para coralistas do Coral FCCDA. Serão selecionadas 6 vozes femininas e 6 vozes masculinas. Entre os pré-requisitos, o candidato deve ter idade acima de 17 anos e disponibilidade para os ensaios nas segundas e quartas-feiras, das 20h às 22h.

As inscrições são gratuitas e seguem até o dia 25 de março, na FCCDA e na Casa do Brás. A audição será no dia 28 e 30 de março.

Outras informações podem ser obtidas pelos telefones: (31) 3835-2152 (Casa do Brás/ Escola Livre de Música) e (31) 3835-2102 (FCCDA).

Audicao Coral

Itabira lamenta a morte do ex-prefeito Jairo Magalhães

A cidade amanheceu mais triste nesta quinta-feira (3). O ex-prefeito de Itabira (1977 a 1982), deputado estadual (1983 a 1987 e 1987 a 1991) e médico cardiologista Jairo Magalhães Alves faleceu na noite de quarta-feira (2).

Dentre tantas obras e ações importantes para o município, Doutor Jairo, como era carinhosamente conhecido pela população, inaugurou o prédio do Centro Cultural, incluindo a biblioteca e teatro públicos de Itabira. Desde 1985, o local também é a sede da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA), da qual sua filha Sônia Cristina Magalhães Alves é a atual superintendente.

Assim, em respeito a Doutor Jairo, sua família e ao importante legado deixado por ele a Itabira, o prefeito Damon Lázaro de Sena decretou luto oficial no município por três dias. O Decreto nº3.718/16 prevê o hasteamento da bandeira municipal a meio mastro.

Para Damon Lázaro de Sena, Doutor Jairo deixará saudades. “Ele é um exemplo de amor à profissão médica e dedicação à vida pública. Me sinto honrado porque pude conviver e aprender muito com ele. Me sinto honrado pelo apoio, carinho e respeito que o Doutor Jairo sempre nos dedicou. À família, em especial à Sônia Cristina – nossa colega de trabalho -, deixo meus mais sinceros sentimentos de carinho e amizade”, disse o prefeito.

FCCDA lança edital para o 42º Festival de Inverno de Itabira e convida artistas de todo o país para ocuparem as ruas da cidade

Em 2016, a Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA) se orgulha de comemorar os 42 anos, ininterruptos, de existência do Festival de Inverno de Itabira. Um dos principais eventos do tipo realizados no país, o Festival de Inverno reafirma o papel da cidade natal de Drummond como importante ferramenta na busca constante pela vitalidade e pela renovação da cultura. O 42º Festival de Inverno de Itabira está programado para acontecer entre os dias 4 e 24 de julho.

Visando expandir ainda mais o alcance do Festival, a FCCDA lança o edital para a 42º edição com o tema “E se essa rua fosse minha?”. A arte de rua, que inspira o tema, foi criada e fomentada por pessoas que fazem sua arte em meios “fora do eixo”, e reúne todo tipo de artista que, em sua maioria, usa a rua como forma de explorar o fazer cultural. A cultura de rua é aberta, pública e “de todos para todos”. É a cultura da ocupação dos espaços, da apropriação da cidade, do respeito e, acima de tudo, da resistência.

Ao trazer à tona essa temática, a FCCDA pretende explorar um universo de novas possibilidades ainda pouco vistas em Itabira, descobrindo novos talentos e explorando caminhos diversos no uso da arte para transformar a rotina dos moradores da cidade, incitando neles o sentimento de pertencimento.

Por meio do tema, a FCCDA espera reunir artistas que têm a rua como palco de sua arte, colocá-los sob o holofote e, além de vê-los atuar nos espaços públicos onde já estão acostumados, fazer o movimento inverso: levar a rua para dentro de nossos espaços! Além disso, lançar para os artistas interessados em participar do edital o questionamento: “e se essa rua fosse sua, como você a transformaria?”.

SOBRE O EDITAL

Os interessados poderão enviar quantas propostas quiserem nas áreas de oficinas, palestras, contação de histórias, performances poéticas, exposições de artes plásticas ou visuais, mostras de vídeo/cinema, lançamentos de livros, artes cênicas (dança, circo, teatro) e música (shows, recitais, concertos, entre outros).

As inscrições estarão abertas até o dia 25 de março de 2016, de forma gratuita. Podem participação quaisquer profissionais, pessoas físicas (instituições privadas, com ou sem fins lucrativos, de natureza artística e/ou cultural inscritas no CNPJ de todo o território nacional) ou pessoas jurídicas (produtores e artistas autônomos).

Nessa edição, o edital define, previamente, as categorias de participação e a remuneração correspondente a cada uma delas. Seguindo uma tendência recomendada pelo Ministério da Cultura e já adotada em outros editais como o do Festival de Inverno de São João Del Rey, a FCCDA determina os valores que poderá praticar por categoria. Assim, as propostas enviadas devem ser adequadas aos valores estipulados.

O edital e seus anexos já estão publicados no site www.fccda.mg.gov.br. A equipe da FCCDA está preparada para sanar as dúvidas e auxiliar os artistas que tiverem o interesse de mandar propostas. Em caso de dúvidas, basta enviar e-mail para fccdafestival@gmail.com ou ligar 31 – 3835.2102.

Espetáculo “Sobre’viver’ – Falando sobre a dor”

A Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA) convida para o espetáculo “Sobre’viver’ – Falando sobre a dor”, da Ballance Academia de Dança. A apresentação será no dia 29 de janeiro, às 20h, no teatro da FCCDA. Os ingressos já estão disponíveis no Centro Cultural e podem ser adquiridos por R$ 5,00.  Outras informações pelo telefone (31) 3835-3894.

espetaculo de danca

Scroll To Top