quinta-feira , 19 julho 2018
Você está aqui: Capa | Itaurb

Arquivo da categoria: Itaurb

Assinatura dos Feeds

Informações relacionadas à Itaurb

Reconhecimento – Itaurb promove atividades para comemorar o Dia do Gari

Responsáveis por zelar e manter a cidade limpa, os garis exercem um pepel único em nossa sociedade. E com objetivo de homenagear essa profissão tão nobre, a Empresa de Desenvolvimento de Itabira (Itaurb), em parceira com a Escola Municipal Coronel José Batista e o Instituto Embeleze, realizará na próxima quarta-feira (16), nos bairros Bela Vista e Areão, atividades comemorativas ao Dia do Gari.

A partir das 10 horas, na Central de Triagem e Resíduos, no bairro Bela Vista, os alunos do 5º ano do grupo Coronel José Batista prestarão uma homenagem aos profissionais. Já no período da tarde, das 14 às 17 horas, atividades como corte de cabelo, escova, manicure e designer de sobrancelhas serão oferecidas aos colaboradores da Itaurb, na garagem da empresa, no bairro Areão.

Saiba mais

De acordo com o jornalista Marcelo Duarte, autor de O Guia dos Curiosos (Cia. das Letras, 1995), a palavra gari é uma homenagem ao empresário francês Aleixo Gary, que se destacou na história da limpeza da cidade do Rio de Janeiro. Em 11 de outubro de 1876, ele assinou um contrato com o Ministério Imperial para organizar o serviço de limpeza do município, que incluía a retirada de lixo de casas e praias e o transporte para a Ilha de Sapucaia, atual bairro Caju.

Seu contrato venceu em 1891 e seu primo Luciano Gary o substituiu. A empresa acabou em 1892 e foi criada a Superintendência de Limpeza Pública e Particular da cidade, cujos serviços não eram bons. No ano de 1906, o órgão tinha somente 1.084 animais de carga para trabalharem na coleta das 560 toneladas de resíduos. A partir dessa data teve início a coleta de lixo com equipamentos mecânicos. A data lembra o dia da publicação da Lei que instituiu a categoria, em 16 de maio de 1962.

Itaurb abre Programa de Desligamento Voluntário

A Empresa de Desenvolvimento de Itabira (Itaurb) está com o seu Programa de Desligamento Voluntário (PDV) aberto. Os pedidos de adesão poderão ser feitos até o dia 31 deste mês. De acordo com o regulamento, o PDV é um programa de caráter excepcional e temporário. O número limite de adesão será de 140 funcionários, nas seguintes áreas de atuação e quantitativos: Administrativo (10), Obras (26), Central de Triagem Seletiva (10), Limpeza Urbana (30), Vigilância (50), e Manutenção e Transporte (14).

São elegíveis a participar do programa todos os funcionários enquadrados em cargos de provimento efetivo, caso o contrato não se encontre suspenso ou interrompido, e que na data do desligamento seja maior de 21 anos e tenha no mínimo seis meses de admissão regular na Itaurb. Casos como contrato suspenso, decorrente de licença sem remuneração; gozo de auxílio-doença, licença-maternidade ou por adoção; contrato interrompido devido a acidente ou doença do trabalho; entre outros; não estão aptos a participar do PDV.

O funcionário que aderir e tiver confirmada sua adesão ao PDV receberá as verbas rescisórias referentes aos direitos trabalhistas previstos em lei e no Acordo Coletivo de Trabalho, na modalidade de dispensa a pedido do empregado, além do incentivo de uma parcela indenizatória no valor equivalente a seis remunerações. Para compor o cálculo da indenização serão utilizados o salário-base, os quinquênios e vantagem pessoal (apostilamento) do funcionário.

Caso as adesões sejam aprovadas, o desligamento dos funcionários será efetivado entre os dias 02 de maio e 30 de junho deste ano. Caberá à Gerência de Recursos Humanos da empresa analisar os Termos de Adesão dos empregados, quanto ao preenchimento dos critérios, assim como consultar as chefias imediatas, caso necessário.

Segundo o diretor-presidente da Itaurb, Sebastião Onofre Silva, o PDV poderá ser interrompido ou encerrado, em qualquer momento, por decisão da diretoria, em função dos interesses da empresa. Para que todos os funcionários tenham acesso às informações, uma cópia do Regulamento do PDV está disponível em todas as unidades da Itaurb e em sua intranet. Sebastião Silva ressalta ainda que a adesão ao programa é livre e de espontânea vontade de cada funcionário.

Prefeitura inicia projeto para prevenir e solucionar estragos causados pelas chuvas

A prefeitura de Itabira, por meio das secretarias municipais de Desenvolvimento Urbano (SMDU) e Obras, Transporte e Trânsito (SMOTT), está trabalhando para solucionar e prevenir problemas na cidade, causados pela chuva.

Problemas como bocas-de-lobo entupidas, buracos e queda de árvores estão sendo monitorados e solucionados pelas secretarias.

O projeto de capina e poda de árvores já aconteceu em vários bairros como, Areão, Barreiro, Campestre, Fênix, João XXVIII, Madre Maria de Jesus, Praia e Valença. Já nas ruas João Camilo de Oliveira Torres, no bairro Praia; São Nicolau, no Juca Batista e a avenida Ipiranga, no bairro Amazonas, a Prefeitura está executando operações tapa-buracos e consertando bueiros danificados pelas chuvas.

Segundo o secretário da SMDU, Robson Costa, o planejamento começou pelas áreas com mais riscos. “Temos uma programação de acordo com a demanda que aparece na cidade. Recebemos os pedidos, depois os técnicos vão ao local averiguar o que precisa ser feito e, assim, encaminhamos o pessoal”, explicou. O secretário alertou ainda, que as demandas precisam ser verificadas, pois existem casos em que a Prefeitura não pode atuar. São os casos em que a poda precisa ser feita acima dos cabos de energia elétrica. Neste caso, o Município aciona a responsável pelo trabalho, ou seja, a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig).
Robson Costa ressaltou também, que o trabalho está sendo desenvolvido em parceria com a Empresa de Desenvolvimento de Itabira (Itaurb) e o objetivo é atender toda a cidade. “Estamos fazendo praticamente uma poda de árvore por dia. Mas, precisamos entrar em um ritmo melhor. O objetivo é chegar em todas as ruas da cidade. Porque queremos chegar na época mais chuvosa com a cidade preparada”, concluiu o secretário.

Cemitério


O Cemitério da Paz, no bairro Água Fresca, também está passando por melhorias. A frente do local já está sendo capinada e as árvores podadas. O objetivo é limpar todo o espaço do cemitério. Por ser considerada uma área grande, segundo o secretário, o serviço será contínuo, independentemente do programa Cidade Limpa, por exemplo.

Mosquito Aedes aegypti – Prefeitura inicia planejamento para mutirão de limpeza no Valério

Na manhã de terça-feira (30), Fernando Muniz da Neiva, secretário municipal de Auditoria Interna e Controladoria, organizou uma vistoria no Valeriodoce Esporte Clube (VEC) – bairro Campestre – acompanhado de representantes das secretarias municipais de Saúde, Desenvolvimento Urbano e Educação, Esporte e Lazer, além da Empresa de Desenvolvimento de Itabira (Itaurb), com o objetivo de planejar um mutirão de limpeza no imóvel.
De acordo com o último Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (Liraa), realizado entre os dias 8 e 12 de janeiro, o clube foi notificado com 50% de infestação, “o maior índice da cidade”, destacou Fernando Muniz. O VEC, segundo o secretário, conta com uma área de grande proporção e aglomerações e com muitas repartições como piscina, igreja, campo, galpões e bares. “Então, é necessário uma ação, principalmente porque o Valério é uma instituição de grande importância para a cidade. Além disso, nossa preocupação é que o Esporte e Lazer (secretaria) tem uma parceira com o clube e as crianças também utilizam o espaço. Devemos uma satisfação para tranquilizar os pais”, afirmou Fernando Muniz.
Segundo Thereza Cristina Oliveira Andrade Horta, superintendente de Vigilância em Saúde, o VEC é um registro geográfico que pertence à região central da cidade e a inspeção foi realizada por meio de sorteio, de acordo com metodologia da Organização Mundial de Saúde (OMS). “O levantamento é o risco e a proporção que a gente tem. O Aedes aegypti é um problema muito sério que nos dá muita preocupação e dor de cabeça, porque antes ele só transmitia a dengue, hoje, também tem a zika e a chikungunya”, ressaltou Thereza Andrade que, alertou ainda, sobre a possibilidade de reurbanização da febre amarela. “Ainda vivemos esse momento com a febre amarela, que até então é apenas silvestre. Mas, se tivermos pessoas doentes, tratando de febre amarela dentro do nosso município e o Aedes aegypti picá-las, ele (o mosquito) também começa a transmitir a doença em Itabira.”.
A equipe da Prefeitura percorreu toda a área do clube e as agentes de combate a endemias da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) inspecionaram o local para identificar novos focos do mosquito, “pois os encontrados no começo do mês já foram exterminados”, garantiu Thereza Andrade. Para a limpeza completa do Valério, o mutirão acontecerá em duas etapas no mês de fevereiro. Será coletado o lixo mais pesado e posteriormente o local passará por roçadas.

Itaurb descentraliza coletores de lixo

A Empresa de Desenvolvimento de Itabira (Itaurb) iniciou hoje (6), o processo de descentralização dos serviços de coletas orgânica, seletiva e de apoio. A empresa pretende otimizar os serviços e economizar no operacional.

Todos os coletores que iniciavam a jornada de trabalho na Gerência de Transporte e Manutenção – rua Turmalina, nº 143, bairro Areão – local que também abriga a frota de veículos da empresa (garagem), passam a trabalhar nos pontos de apoio conforme sua área de atuação ou na Central de Resíduos e Reciclagem – rua Ormindo Dias Lage, nº 400, bairro Bela Vista – neste caso, a turma da coleta seletiva. Os veículos também ficarão nos devidos núcleos para atender às equipes de coleta.

De acordo com o diretor administrativo da Itaurb, Cláudio José dos Santos, em municípios de mesma extensão ou maior que Itabira, esse processo já foi aplicado para melhorar a eficiência da limpeza urbana. “Diante do crescimento de Itabira, é necessário aperfeiçoar a logística na distribuição dos veículos, além de reduzir o deslocamento dos funcionários”.

Para Sebastião Onofre Silva, diretor-presidente da Itaurb, além de criar condições mais favoráveis à logística, a descentralização irá descongestionar a garagem, “o que proporcionará aos moradores da rua Turmalina, menor fluxo de caminhões”, ressaltou. Ainda segundo ele, a empresa também economizará com combustível, “já que não teremos que deslocar as turmas, todos os dias, para os devidos locais de trabalho”.

Na prática

Os 71 coletores da Itaurb serão divididos nos 13 pontos de apoio da empresa – Areão (rua Turmalina, nº 105), Areão (garagem), Centro de Apoio Panorama, Esplanada da Estação, Fênix, Gabiroba, Novo Amazonas, Pará, Pedreira do Instituto, Pico do Amor, Praia, Rodoviária e Central de Resíduos e Reciclagem (triagem) – que oferecem todas as condições de trabalho para os funcionários, tais como registro de ponto, sanitários, refeitório etc.

Os núcleos de apoio também são utilizados pelo setor de segurança do trabalho para as distribuições dos equipamentos de proteção individual (EPI) e de uniformes operacionais, esse último, a Itaurb entrega a cada seis meses. “Fizemos a última entrega em dezembro do ano passado e o processo licitatório já está em andamento para as novas compras”, explicou Cláudio Santos. Ainda segundo o diretor, os pontos de apoio oferecem refeitório para os funcionários se alimentarem. “A Itaurb nunca forneceu almoço para os funcionários, são fornecidos café, leite e pão nos turnos manhã e tarde”.

Ronaldo Magalhães nomeia comissão para estudar viabilidade de terceirização da coleta de lixo

Na manhã desta terça-feira (16), o prefeito Ronaldo Lage Magalhães nomeou uma comissão especial para estudar a viabilidade de terceirização dos serviços de coleta de lixo e operacionalização do aterro sanitário. A comissão é formada por servidoras efetivas do Município e funcionário da Empresa de Desenvolvimento de Itabira Ltda (Itaurb).

De acordo com integrantes da comissão, o objetivo é otimizar o serviço de coleta de lixo na cidade. A Portaria Municipal referente à comissão deverá ser publicada no diário oficial do Município nesta quarta-feira (17).

Prefeitura lança programa para manter a cidade limpa

Na próxima quinta-feira (18), o programa Cidade Limpa começa no bairro Pedreira. A proposta da Prefeitura de Itabira é fazer uma força-tarefa para solucionar os problemas de lixo, dos buracos nas vias, das áreas com excesso de mato e, por fim, com o paisagismo nos espaços públicos, durante toda a gestão do prefeito Ronaldo Magalhães.

O projeto é desenvolvido pelas secretarias municipais de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (SMDUMA), Obras (SMO), com a Empresa de Desenvolvimento de Itabira (Itaurb) e com o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae). De acordo com Priscila Braga Martins da Costa, secretária da SMDUMA, mesmo com a reavaliação financeira do plano de governo, a cidade limpa é uma das metas do prefeito. “Nossa cidade vai voltar a ser limpa e vamos mantê-la assim: toda bonita, arrumada e com muita segurança”.

Ainda segundo a secretária, o trabalho começa com o levantamento de problemas que as equipes do programa realizam em todos os bairros da cidade, sendo que a primeira etapa cuida do recolhimento de entulhos, da operação tapa-buraco e dos serviços de capina, roçada e poda necessários em diversas áreas da cidade. Além disso, segundo Priscila Martins da Costa, “o programa alterna entre os bairros, primeiro é feito em um bairro mais afastado, depois em um mais central. Primeiro lugar é o Pedreira, segundo Vila Paciência e Pará, depois vamos para o João XXIII, Praia, Campestre, Centro e demais bairros. Vamos fazer uma união de trabalho e esforços para as ações necessárias em todos os lugares”.

A última etapa do Cidade Limpa cuidará da recuperação das praças, das vias e com o paisagismo. “Depois que organizarmos os bairros, entraremos com a recuperação dos passeios, com o plantio de mudas que, inclusive, já temos várias e, também vamos arrumar as praças, mas isso é a segunda parte”, ressaltou Priscila Martins da Costa.

Sobre o custo do programa, a secretária informou que a Prefeitura vai utilizar de recursos próprios. “O custo é diluído porque vai ser feito com os funcionários públicos já contratados. Provavelmente, nosso maior gasto será com combustível, que é uma despesa direta da administração. Nós não estamos onerando os recursos financeiros do município, estamos trabalhando com um orçamento bem enxuto”, concluiu Priscila.

Confira o funcionamento da Prefeitura na semana santa

Devido ao recesso da semana santa, que começa nesta quinta-feira (13/04 – ponto facultativo) na Prefeitura de Itabira – Unidades Básicas de Saúde (UBS), setor administrativo do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) e escritório central da Empresa de Desenvolvimento de Itabira (Itaurb) – retornam às atividades normais, na próxima segunda-feira (17/04).

No caso da Itaurb, o setor de limpeza urbana funciona normalmente, com exceção da sexta-feira (14/04), feriado Paixão de Cristo. O cronograma das coletas orgânica, seletiva, animais mortos e de apoio, bem como o serviço de varrição, retornam às rotas normais, no sábado (15/04). Já o Saae, durante o recesso, mantém sistema de plantão e funcionamento normal do Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC), pelo número 115.

Turismo

O Centro de Atendimento ao Turista (CAT) – próximo à rodoviária – fecha na sexta-feira da Paixão, mas funciona normalmente amanhã (13), sábado e domingo, das 8 às 18 horas. O Museu do Tropeiro, localizado no centro do distrito Ipoema, só não funcionará na sexta-feira. Estará aberto ao público quinta-feira, sábado e domingo, das 10 às 17 horas, horário normal de funcionamento.

Infraestrutura – Prefeitura realiza mutirão de limpeza no Distrito Industrial na segunda-feira

A Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo (SMDECTIT), realiza na segunda-feira (6) um mutirão de limpeza no Distrito Industrial. O trabalho será feito por equipes da Empresa de Desenvolvimento de Itabira Ltda (Itaurb). Esta é uma antiga demanda solicitada pelas empresas localizadas na região.

No dia 25 de janeiro deste ano, servidores da SMDECTIT, incluindo o secretário municipal José Don Carlos Alves Santos, reuniram-se com empresários dos distritos I e II para discutir as qualidades, deficiências e possíveis melhorias. Uma das sugestões apontadas por eles era a parceria entre o poder público e a iniciativa privada para a manutenção das empresas no município e melhorias na infraestrutura do local, englobando a limpeza.

De acordo com o superintendente de Desenvolvimento Industrial, Joran Francisco de Souza, o mutirão ocorrerá em várias etapas e sempre em parceria com as empresas. “Neste primeiro momento, os funcionários da Itaurb farão a poda das árvores. Serão verificadas, principalmente, aquelas que há muito tempo não eram podadas e as que possuem risco de queda. Após o trabalho, o entulho será recolhido pelas próprias empresas do Distrito Industrial”.

Ainda segundo Joran de Souza, a Itaurb também será responsável pelos serviços de limpeza, capina e roçada. “Vamos recolher entulhos que atrapalham as calçadas e contribuem para o aparecimento de insetos e roedores. Este é o primeiro passo da Prefeitura para a revitalização do nosso distrito”, concluiu.

Em tempo

O Distrito Industrial de Itabira foi constituído na década de 1990, proveniente da antiga Companhia de Distritos Industriais de Minas Gerais (CDI/MG) – atual Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig). Hoje em dia, os distritos I e II contam com aproximadamente 44 empresas que empregam cerca de 2.150 pessoas.

Itaurb comemora 31 anos

A Empresa de Desenvolvimento de Itabira Ltda (Itaurb) completa nesta quarta-feira (1º/02), 31 anos de serviços de limpeza urbana, vigilância patrimonial e obras públicas, prestados ao município de Itabira.

Segundo informação do atual diretor-presidente da Itaurb, Sebastião Onofre da Silva – Tãozinho, por mês a empresa recolhe duas mil toneladas de resíduos orgânicos – lixo doméstico; 900 toneladas de entulhos e materiais da construção civil – conhecido como coleta de apoio; nove toneladas de lixo hospitalar e resíduos de saúde e, recicla 400 toneladas de materiais. “Inclusive, a coleta seletiva em Itabira é referência nacional”, ressaltou Sebastião.

O setor de limpeza urbana conta com 384 funcionários responsáveis pela varrição, coletas, capinas manual e química e, pela manutenção dos aterros sanitário e de inerte. Além da limpeza urbana, a Itaurb atua na vigilância patrimonial. São 295 rondantes cuidando dos imóveis e espaços públicos do município. Também atua no setor de obras, sendo 58 empregados disponíveis para executar obras públicas e a manutenção dos parques e praças da cidade. Conta com 53 motoristas e 35 funcionários no setor administrativo. A empresa tem 11 pontos de apoio fixos em diversos locais da cidade e nos distritos, além do escritório central.

História

A Itaurb foi inaugurada no dia 1º de fevereiro de 1986, por meio da lei municipal 2.308/1985. As coletas orgânica e de apoio deram início às atividades da empresa e, até hoje, os resíduos são recolhidos diariamente, seguindo roteiros e dias estabelecidos para todos os bairros e distritos. Da mesma maneira, funciona o serviço de varrição.

Já a coleta seletiva, foi implantada em dezembro de 1991 como projeto-piloto, que contemplava apenas quatro bairros. “Atualmente, a Itaurb se destaca no cenário nacional por ser referência em coleta seletiva, que é realizada em 100% da cidade, incluindo os distritos Senhora do Carmo e Ipoema e, toda a zona rural”, finalizou Sebastião Onofre, diretor-presidente.

Scroll To Top