Você está aqui: Capa | Esportes, Lazer e Juventude

Arquivo da categoria: Esportes, Lazer e Juventude

Assinatura dos Feeds

Notícias da Secretaria de Esportes, Lazer e Juventude

Prefeitura faz reunião técnica para organização do Jimi

Nesta quinta-feira (10), às 8 horas, a Prefeitura de Itabira realiza no auditório da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (SMDUMA) – Mata do Intelecto – a primeira reunião dos Jogos do Interior de Minas (Jimi), que serão disputados em Itabira – etapa regional – entre os dias 6 e 10 de setembro.

Para tratar de assuntos técnicos da competição, como o sorteio das chaves e composição dos grupos, representantes das 24 cidades, além de Itabira – Acaiaca, Alvinópolis, Betim, Cajuri, Caratinga, Conselheiro Pena, Governador Valadares, Ibirité, Ipatinga, Itabirito, João Monlevade, Juatuba, Manhuaçu, Mariana, Mário Campos, Nova Lima, Ouro Preto, Ponte Nova, Reserva, Ribeirão das Neves, Sabará, Santa Luzia, Tumiritinga e Viçosa – participam do encontro de amanhã.

Saiba mais

Os jogos da etapa regional, em setembro, serão disputados nos ginásios Poliesportivo Maestro Silvério Faustino, Ivipa, Ativa, do bairro Gabiroba e, no Valériodoce Esporte Clube. Finalizando esta fase da competição, a etapa estadual do Jimi será realizada em Lavras, entre os dias 11 e 15/10, onde serão disputadas as modalidades individuais – atletismo (paralímpico e convencional), natação (paralímpica e convencional), ciclismo speed, ciclismo mountain bike, judô, karatê, taekwondo, xadrez e bocha paralímpica – além das coletivas, incluindo ainda, o basquete em cadeira de rodas.

Na etapa microrregional do Jimi, que aconteceu entre os dias 14 e 18/06, em João Monlevade, 120 atletas itabiranos competiram nas quatro modalidades disputadas – basquete, handebol, vôlei e futsal – e Itabira ficou em 2º lugar na classificação geral.

Itabirano é campeão no brasileiro de Ginástica

Entre os dias 14 e 17/7, em Ouro Preto, a delegação itabirana de Ginástica (15 atletas) comandada pelos técnicos Márcio Rosa Guerra e Wesley Bruno Alexandre, também ginasta, disputou o Campeonato Brasileiro de Ginástica de Trampolim – por idade – no Ginásio Desportivo da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop).

O ginasta André Emanuel, categoria juvenil, sagrou-se campeão no aparelho duplo mini trampolim. Também teve pódio no aparelho tumbling para os atletas da categoria adulto, Rinaldo Alves e Gabriela Almeida, que ficaram com a prata e o bronze respectivamente. Por equipe, a masculina, na categoria adulto – Arthur Vercosa, Jhonatham Eustáquio, Rinaldo Alves e Wemerson Glicério – conquistou o 3° lugar no duplo mini trampolim.

O desempenho dos atletas itabiranos no brasileiro é resultado dos novos incentivos da Prefeitura de Itabira para o esporte. “Esse resultado é fruto de muito esforço e dedicação da secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, além do excelente trabalho do professor Márcio Guerra. Aos poucos, Itabira retomará toda sua tradição esportiva e voltará a revelar campeões”, ressaltou Gabriel Quintão, secretário-adjunto de Esporte, Lazer e Juventude. Para o coordenador técnico Márcio Guerra, “o que nos torna forte é o respeito, o profissionalismo, a admiração e a amizade de toda a equipe envolvida, pois, trabalhamos com a certeza de que faremos da ginástica itabirana uma das mais respeitadas do país”.

Os medalhistas, segundo Márcio Guerra, foram classificados para o Campeonato Brasileiro de Ginástica de Trampolim – Elite – que será disputado em Goiânia (GO), no próximo mês de setembro. Depois deste “filtro”, os melhores disputarão o Campeonato Sul-Americano de Trampolim, na Bolívia.

Em tempo

A competição reuniu cerca de 150 ginastas de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo, representando 13 equipes. Além dos atletas da Prefeitura de Itabira, disputaram ginastas da Prefeitura de Contagem, do Clube Bom Pastor e do Instituto Trampolim, todos de Minas Gerais; Astramp, de Goiás; Amdagg/PMC, de São Paulo; Associação Desportiva Drogaria do Povo e Prefeitura de Piraí, ambas do Rio de Janeiro; Clube Univates, do Rio Grande do Sul, e Flip Ginástica, do Espírito Santo.

Equipe infantil do trampolim itabirano é vice no estadual

O desempenho dos atletas itabiranos que disputaram o Campeonato Estadual de Ginástica de Trampolim, no último final de semana, em Ouro Preto, rendeu muitas medalhas, além do segundo lugar geral por equipe, na categoria infantil.

No aparelho tumbling, as ginastas Paola Vitória (infantil) e Gabriela Almeida (adulto) conquistaram o 2º lugar. A equipe infantil – Paola Vitória, Lorena Nunes, Vitória Letícia – no tumbling, ficou com a 3ª colocação.

O 2º lugar no aparelho duplo-mini-trampolim ficou com o ginasta Arthur Verçosa (adulto) e, em 3º, os atletas Keller Soares (infantil), André Emanuel (juvenil) e Alexandre Lucas (adulto). Por equipe, a masculina, na categoria adulto – Alexandre Glicério, Arthur Verçosa, Jhonatham Eustáquio e Alexandre Lucas – conquistou o 2° lugar no duplo-mini-trampolim.

No aparelho trampolim, a equipe feminina infantil – Ana Clara Melo, Lorena Nunes, Ana Eliza, Paola Vitória e Vitória Letícia – conquistou o 3° lugar e a equipe feminina infantil – Maria Luiza, Lívia Cristina e Maria Eduarda – terminou em 2º lugar, também no trampolim.

Em tempo

O Campeonato Brasileiro de Trampolim, que também será sediado em Ouro Preto, começa amanhã (11), no Ginásio Desportivo da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), e a delegação itabirana conta com 15 ginastas para disputar as provas nos aparelhos trampolim, duplo-mini-trampolim e tumbling. As competições serão divididas em cinco categorias – pré-infantil, infantojuvenil, juvenil e adulto – e são classificatórias para o Mundial de Ginástica, que acontecerá na Bulgária.

Ginastas itabiranos participam de campeonatos em Ouro Preto

A Prefeitura de Itabira enviou hoje (6), a delegação itabirana de Ginástica – 48 pessoas entre atletas e comissão técnica – para Ouro Preto, onde serão sediados os campeonatos estadual e brasileiro de Ginástica de Trampolim, até o dia 16/7, no Ginásio Desportivo da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop).

De acordo com o coordenador técnico da Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude (SMELJ), professor Márcio Guerra, o campeonato estadual, que vai até o dia 9, reunirá os melhores atletas de Minas Gerais a partir dos oito anos de idade. “O evento é um preparatório para o Campeonato Brasileiro de Trampolim, que também será sediado em Ouro Preto, a partir do dia 11”. A modalidade, segundo ele, “é bastante atrativa pelas acrobacias, em que os atletas chegam a atingir até seis metros de altura”.

O Município será representado por 44 atletas – 29 no estadual e 15 no brasileiro – que disputarão as provas nos aparelhos trampolim, duplo-mini-trampolim e tumbling. As competições serão divididas em cinco categorias – pré-infantil, infantojuvenil, juvenil e adulto – podendo disputar atletas com idade entre oito e 21 anos. A expectativa com a participação de Itabira, para o coordenador Márcio Guerra, é a importância que os eventos representam para a modalidade, “já que a etapa nacional servirá como seletiva para a formação da equipe brasileira que disputará o Mundial na Bulgária”.

Prefeitura anuncia implantação do programa nacional Identidade Jovem em Itabira

Na próxima quinta-feira (22), às 9 horas, no auditório da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (SMDUMA) – Parque Natural Municipal do Intelecto – a Prefeitura de Itabira apresenta o programa do Governo Federal, Identidade Jovem ou ID Jovem, a primeira política pública de juventude (PPJ) que será implantada no município.

O programa será apresentado por Alexandre Almeida, subsecretário do Comitê Intersetorial de Políticas Públicas para a Juventude (Coijuv) e consultor do programa ID Jovem em Minas Gerais e por Saulo Spinelly, secretário executivo do Conselho Nacional de Juventude (CNJ). Após apresentação, a Prefeitura de Itabira estará apta para implantar o ID Jovem. “Essa palestra tem o objetivo de instruir como o programa pode ser executado e será dirigida aos profissionais da Educação, Assistência Social, do Lazer, pessoas que trabalham com o terceiro setor e jovens, além da sociedade civil em geral que tenha interesse no tema”, explicou Gabriel Quintão, secretário-adjunto de Esporte, Lazer e Juventude.

Itabira, segundo o secretário-adjunto, está entre as dez cidades de Minas Gerais capacitadas para executar o programa que, “além de ser uma política pública que trabalha a questão dos direitos da juventude, ou seja, de garantir direitos sociais como lazer, educação e cultura, é também um ponta pé inicial para implantar outras PPJ no município”. Ainda de acordo com Gabriel Quintão, o programa irá atender a mais de sete mil jovens itabiranos. “Nós sabemos que temos uma parcela muito alta de jovens que não têm condições de ter acesso às atividades culturais e o ID Jovem democratiza e proporciona a participação desses jovens. Portanto, é um programa de inclusão do jovem aos direitos dele”.

Programa

O ID Jovem foi criado em 2015, por meio do decreto federal nº 8.537, que comprova a condição de baixa renda para acesso a dois benefícios estabelecidos pelo Estatuto da Juventude, sendo eles a meia-entrada para eventos artísticos, culturais, esportivos, de lazer e entretenimento (limitado a 40% do total de ingressos disponíveis) e, a reserva de vagas – duas gratuitas e duas com desconto de no mínimo 50% – no transporte interestadual.

O programa é destinado aos jovens de 15 a 29 anos, que comprovem baixa condição econômica e social – um salário-mínimo por família – e beneficiários de outros programas federais, como o Bolsa Família, por exemplo. O cadastro ao sistema do Governo Federal é feito por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS). “Após esse cadastro, o jovem que estiver apto às condições do programa, pode imprimir um cartão de identidade e com esse cartão tem direito e acesso às viagens intermunicipais gratuitas por ano, além da meia-entrada em diversos eventos”, concluiu Gabriel Quintão.

Mais saúde – Projeto Caminhar é mais uma opção para os adeptos da atividade física

Os adeptos da prática regular de exercícios físicos têm mais uma opção de treino. Na próxima quarta-feira (3), a Prefeitura de Itabira vai iniciar o Projeto Caminhar. Executado pela Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Juventude (SMELJ), o projeto será realizado nas segundas e quartas-feiras, das 19h às 20h, na avenida Mauro Ribeiro Lage, ao lado da estação ferroviária.

O Caminhar busca conscientizar e orientar as pessoas sobre a importância da prática correta dos exercícios físicos. No local, um professor e um auxiliar estarão disponíveis para auxiliar a população. A expectativa dos servidores da SMELJ é de atender cerca de 100 pessoas, incluindo crianças e adolescentes.

Este é um projeto que não tem restrição. Está aberto a todos os interessados: pessoas que caminham ou correm, que passam por ali e param fazer alongamento e depois continuam a caminhada. O importante é praticar a atividade física e, principalmente, de maneira correta para não haver lesões, disse a responsável pela Diretoria de Lazer da SMELJ, Ângela Maria Campideles Silva.

Esporte – Segunda etapa do Campeonato Mineiro de Taekwondo será em Itabira

Cerca de 400 atletas de Minas Gerais disputarão no sábado (29) e domingo (30) a segunda etapa do Campeonato Mineiro de Taekwondo 2017, em Itabira. A cidade, que sediou a primeira etapa nos dias 11 e 12 de março, foi selecionada pela Federação de Taekwondo do Estado de Minas Gerais (Ftemg) depois que o município de Mariana ficou impossibilitado de receber as disputas devido a uma reforma no ginásio poliesportivo.

Como na primeira etapa do campeonato, as competições serão realizadas no Ginásio Poliesportivo Maestro Silvério Faustino e também servirão para selecionar os atletas para participar do Campeonato Brasileiro deste ano. No sábado (29), as disputas começam a partir das 10 horas. Já no domingo (30), o torneio está marcado para as 8 horas. O evento é gratuito e aberto ao público. As competições são divididas em seis categorias para faixas preta e colorida – Fraldinha, Infantil, Mirim, Júnior, Adulto e Máster -, e contam com atletas femininos e masculinos.

Na primeira etapa, competiram aproximadamente 500 atletas de 20 cidades mineiras, sendo 91 de Itabira. Os itabiranos subiram ao pódio 83 vezes com a conquista de 39 medalhas de ouro, 38 de prata e seis de bronze, resultando na seguinte classificação: 5º lugar nas categorias Cadete, Júnior, Sub-21, Adulto e Master; 2º lugar na categoria Poomsae; e 1º lugar nas categorias Fraldinha, Mirim e Infantil.

Na ocasião, o secretário municipal de Esportes, Lazer e Juventude, Martinho Francisco de Alvarenga Oliveira, declarou que descentralizar o campeonato permite a popularização do esporte. “Já fazemos esse intercâmbio há vários anos. Antigamente, era tudo centralizado em Belo Horizonte. Para levar, e até mesmo despertar em outros atletas e no iniciante a vontade de praticar o Taekwondo, a Federação teve a ideia de dividir o campeonato em cinco etapas, cada uma delas em uma cidade diferente”, disse.

Segundo o prefeito Ronaldo Lage Magalhães, além de sediar duas etapas do Campeonato Mineiro de TaeKwondo, em setembro, Itabira também sediará uma etapa dos Jogos do Interior de Minas (Jimi). “Nosso objetivo é investir em diversas modalidades esportivas para proporcionar opções para a juventude escolher o esporte que desejar praticar”, explicou Ronaldo Magalhães.

Saiba mais

O Taekwondo é uma arte marcial milenar de origem coreana, que tem como princípio básico o equilíbrio físico e mental, com os propósitos de aumentar a confiança plena na realização de qualquer tarefa, efetivar a capacidade de liderança e proporcionar respeito ao próximo. O esporte chegou ao Brasil na década de 1970 e está cada vez mais difundido: a Confederação Brasileira de Taekwondo (CBTKD) tem uma federação filiada em todos os estados. Devido à sua popularização em todo o mundo, o Taekwondo tornou-se esporte olímpico em 1988.

Mais qualidade de vida – Prefeitura resgata Projeto Vida Ativa

Os participantes do tradicional Projeto Vida Ativa já podem comemorar. Na próxima semana, a Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Juventude (SMELJ), inicia as atividades do programa para vários núcleos.

As práticas começam a partir da segunda-feira (24), da seguinte maneira: núcleos Ativa e São Marcos (segundas-feiras, no Clube Ativa), núcleos Arfita e Chacrinha (terças-feiras, no Clube Arfita), núcleo João XXIII (quartas-feiras, na associação de moradores do bairro), núcleo Chapada (quartas-feiras, na associação de moradores do bairro Boa Esperança), núcleos VEC e Bela Vista (quintas-feiras, no VEC) e núcleos Gabiroba e Santa Tereza (sextas-feiras, no ginásio poliesportivo do bairro Gabiroba).

Com exceção do núcleo Chapada, cujo horário será às 14h, para todos os outros núcleos o projeto funcionará das 8h às 10h. De acordo com a superintendente de Lazer, Eliane Geralda Lage Menezes, a princípio o Vida Ativa acontecerá apenas uma vez por semana. A expectativa é de que, ainda neste primeiro semestre, as atividades possam ocorrer duas vezes por semana para cada núcleo. Para participar do projeto é necessário preencher uma ficha de inscrição na SMELJ, apresentar avaliação médica recente e uma foto 3×4. A idade mínima para mulheres é de 50 anos. Já os homens devem ter idade acima de 55 anos.

O Vida Ativa é um projeto da Prefeitura de Itabira que busca proporcionar entretenimento, socialização e melhor qualidade de vida para os idosos. Entre as atividades previstas estão dança, ginástica, vôlei adaptado, serestas e excursões, entre outras. O projeto conta com o apoio das secretarias municipais de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (SMDUMA), Administração (SMA) e Saúde (SMS), além da Empresa de Desenvolvimento de Itabira Ltda (Itaurb).

Vai lá: a Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Juventude (SMELJ) está localizada na rua Irmãos D´Caux, s/n, no Centro. Outras informações podem ser adquiridas pelo telefone (31) 3839-2202.

Futsal paralímpico e festival de basquete prometem movimentar o Poliesportivo

Neste fim de semana, a Prefeitura de Itabira movimenta o Ginásio Poliesportivo Maestro Silvério Faustino – rua Irmãos D’Caux, s/nº, Centro – com jogos paralímpicos de futsal e com o “Festival Basqueteando”. As competições são abertas ao público.

No sábado (8), a partir das 8 horas, os educadores físicos da Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude (SMELJ) aplicam provas de habilidade no basquete para a categoria sub-18 masculino e crianças. “Nessas provas os alunos demonstram as habilidades adquiridas durante os treinamentos”, explicou o professor André Jeber. Em seguida, segundo ele, “teremos jogos adaptados de basquete dos atletas da escolinha (da SMELJ), para dar ênfase à cooperação do coletivo”. A partir das 13h30, jogos amistosos entre os atletas de rendimento das seleções de Itabira das categorias adulto masculino e feminino e, sub-17 masculino e feminino. “Esses jogos elevam o nível técnico dos nossos atletas de competição e nos ajudam a avaliar o processo de treinamento”, concluiu André Jeber.

Já no domingo (9), às 8 horas, tem jogo do futsal feminino e, a partir das 9 horas, alunos das SMELJ, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Itabira (Apae) e Prefeitura de Santa Maria de Itabira iniciam competição de futsal na modalidade paralímpica. De acordo com Stael Taveira Souza, diretora de Esportes, “além de apresentar o desenvolvimento técnico e teórico da modalidade, queremos promover inclusão social e elevar a autoestima desses atletas”. Ainda de acordo com Stael, a Prefeitura de Itabira oferece arbitragem e equipe de apoio para receber os atletas da Apae e de Santa Maria.

Prefeitura de Itabira busca novas parcerias para o programa de medidas socioeducativas

O prefeito Ronaldo Magalhães esteve nesta manhã (23), no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), para um encontro com representantes de órgãos e instituições itabiranas, alguns já parceiros do centro de referência. A equipe do Creas apresentou o serviço de medida socioeducativa e as diretrizes da assistência social de acordo com o determinado pelo Sistema Único de Assistência Social (SUAS).

Conforme previsto no artigo 112 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), atos infracionais cometidos por adolescentes podem ser punidos com medidas socioeducativas. Entre as seis estipuladas pelo estatuto, o Creas Itabira trabalha com duas – prestação de serviços à comunidade (III) e liberdade assistida (IV) –. Segundo Fabiana Quintão de Sá, superintendente de Proteção Social, o encontro buscou discutir a necessidade de bons parceiros para executar as intervenções socioeducativas. “Depois que o Poder Judiciário determina a pena e nos encaminha os adolescentes autores de atos infracionais, nossa equipe trabalha com ele e o encaminha para um de nossos parceiros. Nossa proposta hoje é fortalecer as parcerias existentes e também conseguir outras para esse programa”, afirmou Fabiana.

A secretária municipal de Assistência Social, Maria Marli de Oliveira Martins Rosa, explicou que a função do Creas, neste programa, é reintegrar o menor à sociedade. “Nós recuperamos e mostramos um novo rumo para ele não cair na marginalidade. E o Creas é responsável por fazer contato e conquistar parceiros”. Marli Rosa ressaltou ainda, que também é objetivo da Prefeitura integrar diversas secretarias municipais como a de Governo (SMG) e a de Esporte, Lazer e Juventude (SMELJ) por exemplo, para desenvolver melhor o cumprimento da medida prestação de serviços à comunidade. “Hoje temos seis adolescentes cumprindo a medida na Esporte e Lazer (secretaria) e dois no gabinete do prefeito que, inclusive, abriu espaço para mais dois”. Ainda segundo ela, os menores infratores são assistidos por uma equipe técnica do Creas. “Eles (parceiros) não ficam sozinhos com os meninos. Os adolescentes são acompanhados por psicólogo, assistente social e pedagogo”, afirmou a secretária.

Para o prefeito Ronaldo Magalhães, as parcerias são necessárias para o governo alcançar resultados. “O projeto não caminha só com o governo, precisamos muito da contribuição dos parceiros para dar o resultado que a comunidade necessita”. Ainda segundo ele, a execução de medida socioeducativa em Itabira começou em 2004, por meio do Projeto Âncora, na época responsável pela medida de liberdade assistida, em parceria com a Cáritas Diocesana de Itabira. “Desde o nosso primeiro governo, nos preocupamos com aquela criança que comete infração e as vezes não tem oportunidade. É nossa obrigação, sobretudo a do governo, tentar recuperar as pessoas”, frisou Ronaldo.

A principal mudança no Creas, nesta gestão, segundo a secretária Marli Rosa é a maneira de executar a assistência social. “O que muda é a forma de fazer. Vamos fazer com as pessoas e não para elas. Por isso convidamos os atuais e os possíveis parceiros para agradecer e falar que vamos multiplicar e atender melhor. Já que podemos mudar a vida das pessoas, queremos que cada adolescente faça a diferença no mundo”, concluiu.

Creas Itabira

De acordo com Carla Machado de Alvarenga, diretora de Proteção Social Especial, atualmente o Creas atende 163 adolescentes no serviço de medida socioeducativa e 180 famílias nos casos de violência. “Entre esses casos, mulher em situação de violência, idoso, deficiente e criança. Nos casos de violência e violação de direitos, o encaminhamento é feito pelo juíz, Ministério Público, Conselho Tutelar e demais órgãos”.

O Creas é mantido pela Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), e oferece serviços especializados a famílias em situação de vulnerabilidade social – violência física, psicológica e sexual – atuando quando os direitos já foram violados. Tem como objetivo construir um espaço que acolhe e escuta, de maneira a fortalecer os vínculos familiares e comunitários.

Scroll To Top