Você está aqui: Capa | Destaques | Febre amarela – Prefeitura recebe 40 mil doses de vacina para imunizar população
Febre amarela – Prefeitura recebe 40 mil doses de vacina para imunizar população

Febre amarela – Prefeitura recebe 40 mil doses de vacina para imunizar população

As pessoas que precisam receber imunização contra o vírus da febre amarela devem ficar atentas. A Prefeitura de Itabira recebeu, na última sexta-feira (10), 40 mil doses da vacina e seus insumos (como seringas e agulhas), fornecidas pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES/MG). A demanda da vacinação deve-se ao número de pessoas infectadas em todo o estado e, principalmente, por dois macacos encontrados mortos e infectados em Itabira.

De acordo com a superintendente de Vigilância em Saúde, Thereza Cristina Oliveira Andrade, o Município recebeu o número de doses necessárias para cobrir toda a população. Desde janeiro deste ano, 31.500 pessoas foram imunizadas na cidade. Além disso, a vacina faz parte do calendário de crianças (aos 9 meses e aos 4 anos), adolescentes, adultos e idosos.

Temos uma grande cobertura vacinal: foram feitas intensificações da vacina em 1999, 2004 e 2008, por exemplo. O que estamos fazendo é mais uma intensificação. Tratando-se de febre amarela, não trabalhamos em formato de campanha, que é quando zera-se todas as doses anteriores e novas doses são indiscriminadas. Na situação da febre amarela, as doses anteriores são sempre válidas, ou seja, todas as doses aplicadas em momentos anteriores, independente da época, são consideradas doses de cobertura. Isso significa que a pessoa não precisa ser vacinada novamente”, disse.

Thereza Andrade também revelou que 90% da região rural do município já foi imunizada. Segundo a superintendente, quando começaram os primeiros casos de febre amarela na cidade de Ipatinga, a Prefeitura de Itabira agiu rápido para cobrir toda a área do município. “Atualmente, estamos fazendo o que chamamos de pente-fino: estamos imunizando as crianças de 6 a 8 meses, bem como aqueles trabalhadores que, por um motivo ou outro, ainda não foram vacinados. Normalmente, crianças nessa faixa etária não recebem este tipo de vacina. No entanto, como Itabira foi reclassificada para a Categoria 3 no protocolo de prevenção contra a doença, foi necessário tomar essa medida”.

Além das 40 mil doses recebidas pelo Município, outra boa notícia é que a partir desta segunda-feira (13), algumas unidades de saúde terão seu horário de atendimento estendido até as 20 horas. São elas: Unidade Básica de Saúde (UBS) Amazonas/Areão, UBS Vila santa Rosa/Juca Rosa, UBS Eldorado, UBS Pará, UBS Água Fresca/Juca Batista, UBS João XXIII/Machado, UBS Senhora do Carmo e UBS Pedreira (este até as 19 horas).

Esta extensão de horário de atendimento deve-se a uma demanda muito grande de trabalhadores com turnos diferentes em diversas empresas. Assim, em 12 horas de atendimento, independente do horário de trabalho, o funcionário tem condições de se adequar para procurar a UBS mais próxima. É imprescindível levar o cartão de vacinação. Ressaltamos que duas doses da vacina é suficiente para imunizar a pessoa por toda a vida”, pontuou Thereza Andrade.

O horário especial de atendimento nas UBS´s segue até a próxima quinta-feira (16). Caso seja necessário, algumas unidades também funcionarão aos sábados e o horário de atendimento especial continuará nas próximas semanas.

Febre amarela

Segundo a SES/MG, a febre amarela é uma doença infecciosa grave, causada por vírus e transmitida por mosquitos, tanto em áreas urbanas e silvestres. Em áreas florestais, os principais vetores são os mosquitos Haemagogus e Sabethes. Até o momento (10/03), foram notificados 1.089 casos de febre amarela, sendo que desses 57 foram descartados e 288 são casos confirmados. Em relação aos óbitos, foram notificados 188 óbitos. Desses, 109 foram confirmados para febre amarela. Nenhum no município de Itabira.

Para o enfrentamento da doença, de acordo com a SMS, o município oferece gratuitamente a vacina por meio do Calendário Nacional de Vacinação nas unidades do Programa de Saúde da Família (PSF), principalmente para as pessoas que moram ou vão viajar em área rural, silvestre ou de mata.

Saiba mais

A Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), está intensificando as ações educativas de mobilização social para a eliminação de criadouros do mosquito Aedes aegypti, “visando evitar a reurbanização da febre amarela no país”, afirmou Thereza Andrade.

Ainda segundo ela, os profissionais de saúde do município receberam treinamento e informações sobre a doença. “É importante notificar e investigar oportunamente – em 24 horas – casos suspeitos”, finalizou a superintendente.

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top