segunda-feira , 24 junho 2019
Você está aqui: Capa | Arquivos de Tag: Conexão Jovem

Arquivos de Tag: Conexão Jovem

Conexão Jovem – Torneio de xadrez encerra mais uma etapa da gincana

Na última quinta-feira (13), mais uma etapa da gincana do programa Conexão Jovem chegou ao fim. Os alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental da rede pública de ensino participaram do torneio de xadrez, realizado na Associação de Amigos do Bairro Major Lage.

Competiram na modalidade 14 escolas e a equipe da Escola Municipal José Gomes Vieira foi a campeã. Em segundo lugar ficou a Escola Municipal Marina Bragança de Mendonça seguida pela Escola Estadual Dona Eleonora, em terceiro. Foram classificadas ainda as escolas municipal Antônio Camilo Alvim (4º) e estadual Major Lage (5º).

De acordo com o coordenador do torneio, professor Crispim Nogueira, por meio desta modalidade o Conexão Jovem contribui com o desenvolvimento do ensino nas escolas. “O xadrez por si só é uma ferramenta de desempenho cognitivo de aprendizagem muito grande porque trabalha diretamente com três inteligências múltiplas: o raciocínio lógico, a corporal cinestésica e a noção de espaço”.

O professor ressaltou também outro benefício do jogo. “Esse tipo de competição, quando promovida principalmente por órgãos públicos, proporciona uma grande quebra de paradigma, já que oferece mais oportunidade de lazer e convivência entre os estudantes. Com isso, os alunos podem ficar mais incentivados a estudar e participar da vida escolar”, finalizou.

WhatsApp Image 2019-06-13 at 11.50.04

Próximas competições

Em julho, as escolas participarão do Jogo das Três Pistas, farão um tributo ao cantor Roberto Carlos e cairão na piscina para disputar o campeonato de natação nas modalidades masculino e feminino.

Por meio das diversas ações desenvolvidas, o Conexão Jovem discute, ao longo do ano, vários temas nas áreas da educação, cultura, saúde, segurança e qualidade de vida.

Conexão Jovem – Selecionados para o Festival de Música dão ‘palhinha’ na Prefeitura de Itabira

O prefeito de Itabira, Ronaldo Magalhães, recebeu na tarde desta terça-feira (4) quatorze alunos selecionados para a edição deste ano do Festival de Música, etapa que integra a gincana anual do programa Conexão Jovem. Os talentos se apresentarão ao público em evento agendado para o dia 31 de agosto, às 15 horas, na Concha Acústica.

As crianças cursam séries do sexto ao nono ano do ensino fundamental e passaram por seleção nas escolas municipais Antônio Camilo Alvim, José Gomes Vieira, Antonina Moreira, Didi Andrade, Marciana Magalhães e Marina Bragança; e nas estaduais Antônio Linhares Guerra, Dona Eleonora Nunes Pereira, Emílio Pereira, Fazenda da Betânia, Major Lage, Manoel Soares, Mestre Zeca Amâncio e Palmira de Moraes.

Até o evento, as vozes serão acompanhadas e preparadas pelo professor e maestro Marcelo Hautequeste. Na tarde de hoje, os estudantes cantaram diversas canções da música popular brasileira.

O Conexão Jovem foi criado na primeira gestão de Ronaldo Magalhães e reestruturado em 2017. O alvo do programa é engajar crianças e adolescentes em ações e estratégias de prevenção de riscos e vulnerabilidades sociais.

Uma das práticas do programa é a gincana realizada pelo terceiro ano consecutivo, envolvendo alunos de escolas estaduais e municipais. A programação contempla torneio de xadrez, competição de carrinhos de rolimã, natação, futsal, etc.

O programa é desenvolvido entre as secretarias municipais de Educação; Assistência Social; Saúde; Esportes, Lazer e Juventude; e Fundação Carlos Drummond de Andrade.

Emocionado com a apresentação no gabinete, Ronaldo Magalhães falou dos esforços para a educação pública de qualidade e de iniciativas que, a seu ver, contribuem à formação da cidadania. “Nós nos preocupamos em continuar as ações que dão certo. O que queremos é uma Itabira nova, com gerações que tenham mais oportunidades”, disse.

Conexão Jovem – Show do Milhão anima o fim de semana

Diversos alunos da rede pública de ensino tiveram um sábado (27) de diversão e aprendizagem. A terceira edição do Show do Milhão, mais uma etapa do programa Conexão Jovem, reuniu os estudantes no Ginásio Poliesportivo Maestro Silvério Faustino para um jogo de perguntas e respostas.

Nesta edição, subiram ao pódio as escolas estaduais Major Lage (1º), Antônio Linhares Guerra (2º), seguidas pelas escolas municipais Antônio Camilo Alvim (3º), José Gomes Vieira (4º) e Professora Antonina Moreira (5º).

Para José Gonçalves Moreira, secretário municipal de Educação, mais uma etapa do Conexão Jovem foi realizada com sucesso. “Nosso objetivo é conectar os jovens da cidade e envolver todos os setores das escolas. Hoje, aqui, a área é mais intelectual e disputaram os alunos que se sentem mais familiarizados com esta dinâmica. Assim como no campeonato de xadrez, onde envolvemos a meninada que domina essa arte”.

Ainda segundo o secretário, cada fase concluída reafirma o impacto positivo do programa. “No início eram seis escolas e já estamos com 19. Começamos com alunos entre 11 e 14 anos e, hoje, estamos com alunos de 10 anos, ainda no primário. Então, é conectar cada vez mais e eu espero que, no futuro, possamos envolver, inclusive, estudantes do segundo grau”, avaliou José Gonçalves.

Desde 2017, por meio das diversas ações desenvolvidas, o Conexão Jovem discute vários temas nas áreas da educação, cultura, saúde, segurança e qualidade de vida. Para o secretário de Educação, o objetivo é trabalhar a prevenção. “É um projeto grandioso, que leva tempo. Mas, é envolvente e ao longo da gincana abordamos vários temas que são problemas em nossa cidade, como drogas, gravidez na adolescência e violência. Isso que estamos fazendo é prevenção”, finalizou José Gonçalves.

publ_show

Outro resultado

Na última quarta-feira (24), a etapa masculina do futsal, também disputada no ginásio poliesportivo, deu pódio para a Escola Municipal Professora Marina Bragança de Mendonça (1º), seguida pelas escolas estaduais Major Laje (2º) e Dona Eleonora Nunes Pereira (3º). O placar da final ficou 3 x 2.

futsal_conexao

Conexão Jovem – Show do Milhão neste sábado no poliesportivo

Mais uma etapa do programa Conexão Jovem acontece neste sábado (27), a partir das 9 horas, no Ginásio Poliesportivo Maestro Silvério Faustino – rua Irmãos D’Caux, s/nº, no Centro –. O Show do Milhão reunirá os alunos de 19 escolas da rede pública de ensino para um jogo de perguntas e respostas sobre conhecimentos gerais.

De acordo com o secretário municipal de Educação, José Gonçalves Moreira, cada escola será representada por uma dupla e por sua torcida. “Serão várias questões de conhecimentos gerais para os estudantes tentarem responder. Claro que quem acertar mais, vai conseguir melhor pontuação para a sua escola”. Ainda segundo o secretário, a gincana estimula a aprendizagem. “Muito além do brincar, alcançamos o desenvolvimento cognitivo e social do aluno, que sairá do jogo sabendo da necessidade de unir forças para beneficiar muitas outras pessoas, no caso, a sua escola”, avaliou José Gonçalves.

Participam desta edição, as escolas municipais Antônio Camilo Alvim; Coronel José Batista, Efigênia Alves Pereira; Ester Pereira Guerra; José Gomes Vieira; Nico Andrade; Pedreira do Instituto; Professora Antonina Moreira; Professora Didi Andrade; Professora Marina Bragança de Mendonça e as escolas estaduais Antônio Linhares Guerra; Emílio Pereira; Dona Eleonora Nunes Pereira; Fazenda da Betânia; Major Lage; Professor Manoel Soares; Mestre Zeca Amâncio; Palmira de Morais e Professora Marciana Magalhães.

Em tempo

Com o objetivo de promover o diálogo sobre vários temas nas áreas da educação, cultura, saúde, segurança e qualidade de vida, o Conexão Jovem atua como uma ferramenta de fortalecimento e empoderamento juvenil pautado no trabalho de prevenção das vulnerabilidades sociais. Para ser desenvolvido, conta com o envolvimento de toda a comunidade escolar, que contribui ainda na elaboração de propostas e medidas de atuação do poder público.

As ações do programa são realizadas em parceria com as secretarias de Saúde (SMS), Assistência Social (SMAS), Esportes, Lazer e Juventude (SMELJ) e Fundação Carlos Drummond de Andrade (FCCDA).

Balanço – Conexão Jovem apresenta resultados nesta terça-feira

Nesta terça-feira (16), participantes do programa Conexão Jovem apresentam os resultados das ações desenvolvidas ao longo de 2018. O evento “Encontro com o Poder Público“ ocorre a partir das 14 horas, no auditório da Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Agropecuária de Itabira (Acita) – avenida Duque de Caxias, 810, Esplanada da Estação.

O Conexão Jovem foi criado na primeira gestão do prefeito Ronaldo Magalhães e reestruturado em 2017. O alvo do programa é engajar crianças e adolescentes em ações e estratégias de prevenção de riscos e vulnerabilidades sociais.

Uma das práticas, por exemplo, figura a gincana realizada em 2018, pelo segundo ano consecutivo, envolvendo alunos de escolas estaduais e municipais. A programação contemplou competições como torneio de xadrez, carrinhos de rolimã e futsal.

O programa é desenvolvido entre as secretarias municipais de Educação; Assistência Social; Saúde; Esportes, Lazer e Juventude; e Fundação Carlos Drummond de Andrade (FCCDA).

SME – Nova edição do Conexão Jovem já movimenta crianças e adolescentes de escolas itabiranas

A Secretaria Municipal de Educação (SME) abriu a temporada de competições do programa Conexão Jovem, que neste ano envolve, de forma direta, cerca de 1.200 alunos de 14 escolas estaduais e municipais. Nessa segunda-feira (8) começou o torneio de futsal masculino, com jogos no Ginásio Poliesportivo Maestro Silvério Faustino, no Centro. As partidas ocorrem até a data prevista de 24 de abril, em grupos onde disputam catorze equipes com atletas do 8º e 9º ano do Ensino Fundamental.

No dia 30 de março houve a primeira etapa do campeonato de xadrez, com meninos e meninas do 6º ao 9º ano. A programação dos próximos meses inclui futsal feminino, corrida entre pais/responsáveis e filhos, torneio de carrinho de rolimã, natação, WAR (jogo de tabuleiro), disputa de perguntas e respostas e outras atividades.

Em setembro será feita a 3º Gincana do Conexão Jovem, trazendo às novas gerações o resgate de brincadeiras tradicionais e sadias de outras épocas.

Criado na atual gestão municipal, o programa engaja parceiros e outras secretarias – Saúde; Assistência Social; Esportes, Lazer e Juventude; Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade. A iniciativa desenvolve e discute ações diversas para prevenir vulnerabilidades sociais, estimular o empreendedorismo e pensamento crítico.

Nosso objetivo é conectar o maior número de alunos. De forma indireta, outros são envolvidos, já que cada turma tem um aluno referência, preparado para multiplicar o conhecimento. O programa tem por missão manter os olhos abertos e os ouvidos aguçados de nossa garotada, para estar antenada não só às coisas boas que a sociedade oferece, como também aos problemas que precisam enfrentar no dia a dia”, diz José Gonçalves Moreira, secretário municipal de Educação e Esportes, Lazer e Juventude.

Balanço – Educação itabirana teve ano movimentado, cita secretário em retrospectiva

Em sua obra Pedagogia da Autonomia, de 1996, o educador Paulo Freire defendeu que “ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para sua própria produção ou a sua construção”. Os preceitos de Freire podem ser observados na condução da educação itabirana, que no decorrer deste ano continuou para além das salas de aula, com estratégias de formação crítica e cidadã dos estudantes. “Dois mil e dezoito foi um ano difícil, assim como 2017, por causa da necessária contenção de despesas e investimentos. Porém, a Secretaria andou, não ficou parada”, menciona José Gonçalves Moreira, secretário Municipal de Educação.

Entre os destaques dos últimos 12 meses, das ações tocadas pela SME, está, em princípio, o Programa Conexão Jovem, apoiado pelas secretarias de Saúde e Assistência Social, e com alvo no enfrentamento de problemas sociais vividos por crianças e adolescentes.

Conexao Jovem 2

No âmbito do programa, a agenda das escolas do Município incluiu discussões sobre bullying, violência de gênero, racismo, álcool, drogas e violações de direitos. Ainda, resgatou a tradição das gincanas estudantis, ao envolver alunos de instituições municipais e estaduais em festival de música, competição de carrinhos de rolimã, torneio de futsal, xadrez e outras brincadeiras. “Começamos em 2017 com 350 alunos, e, em 2018 pulamos para 880. Em 2019 iremos para quase 1.400 alunos envolvidos”, cita José Gonçalves.

Gincana Conexao Jovem

Conexao Jovem

Outro destaque está no Programa Cultura Empreendedora, dirigido aos alunos do Ensino Fundamental, com suporte do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). As capacitações alcançaram também os gestores e pedagogos das escolas. “Ao longo de 2018, mês a mês, tivemos encontros com diretores, vice-diretores e pedagogos, em uma linha de formação pautada em como melhorar a escola, como melhorar o rendimento dos alunos”.

Saemi

A SME deu sequência ao Sistema de Avaliação das Escolas Municipais de Itabira (SAEMI), criado em 2009 por José Gonçalves Moreira e que, no próximo ano, completará uma década de avaliação da Educação Básica local. O exame foi elaborado com objetivos claros: traçar um diagnóstico do ensino e da aprendizagem nas escolas do Município e servir de base para planos de ação em curto, médio e longo prazo.

Educacao Municipal

Obras

A SME também direcionou investimentos, obtidos com economia em outros planejamentos, às obras de reforma e revitalização dos espaços administrados por ela.

A quadra da Escola Municipal Nico Andrade, utilizada por alunos e comunidade no João XXIII, foi restaurada. A revitalização também contemplou as quadras do Valério Esporte Clube (VEC), no Campestre; a do bairro Amazonas e da Escola Municipal Coronel José Batista, na Praça do Centenário.

Ocorreu a ampliação e adequação do Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) Stella Lage Rosa, do bairro Àgua Fresca; a reforma das carteiras das escolas locais – já foram restauradas 200 mesas e 60 cadeiras; a retomada das obras da creche do bairro Fênix e a ampliação do CMEI Maria de Nazaré, no bairro Nova Vista.

A Secretaria de Esportes nunca parou, endossa José Gonçalves 

A rotina da Secretaria Municipal de Educação (SME) mescla também o fomento à prática esportiva em Itabira. No fim de 2017, o prefeito Ronaldo Magalhães anunciou a incorporação da Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Juventude (Smelj) à SME. Diferentemente do que foi ventilado na cidade, a Prefeitura de Itabira reforça que o segmento não foi interrompido. Pelo contrário, recebeu investimentos e teve conquistas importantes no decorrer deste ano.

“O que fizemos foi uma remodelação no orçamento da Secretaria, mas ela não parou”, explicou José Gonçalves Moreira, titular da SME e que passou a gerir também a Smelj.

O secretário enumerou feitos: os Jogos Estudantis do Município de Itabira (Jemi), realizado em dois módulos (maio e outubro) com alunos de escolas públicas e particulares; a reativação do projeto Vida Ativa, que trabalha o envelhecimento saudável em núcleos espalhados pela cidade; e investimentos voltados ao futebol amador, haja vista a parceria feita com a Liga Itabirana de Futebol Amador (Lifa).

Basquete

Com apoio da Prefeitura, Itabira sediou em 2018 o Campeonato Brasileiro de Futsal para pessoas com deficiência intelectual, promovido pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae). O Município também apoiou a Ginástica de Trampolim, que conquistou neste mês, na Bolívia, o Sul-Americano da categoria.

“A Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Juventude não ficou parada. A aliança com a Educação foi, sem sombra de dúvidas, um bom casamento”, comentou José Gonçalves.

A pasta está apoiando o resgate do Carnaval de rua em Itabira e projeta, para 2019, investimentos no Ginásio Poliesportivo Maestro Silvério Faustino. “Minha meta é melhorarmos o espaço físico do ginásio. Precisamos criar rampas para cadeirantes; reformar banheiros, em atenção também às necessidades das pessoas com deficiência; sinalizar e colocar luzes de emergência. Para o próximo ano, no âmbito da Smelj, temos por objetivo melhorar o espaço em que o atleta e a comunidade utilizam e precisam”, encerrou.

Ginasio Poliesportivo

Município reforça combate ao trabalho infantil com mobilizações nas escolas

Ao menos 6% das crianças e adolescentes com até 14 anos em Itabira estão em situação de trabalho infantil. São condições ilegais como atividade agrícola, serviços domésticos, construção e comércio, a exemplo da venda de picolés e amendoins. O Município e diversos atores somam esforços para combater a prática e garantir proteção social dos atingidos.

O dado local é do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), pesquisado há oito anos, e que pode ser mais expressivo atualmente. Ele foi citado nesta quinta-feira (4), Dia D do Programa Conexão Jovem, onde alunos de 11 escolas públicas da cidade apresentaram trabalhos culturais alusivos ao tema.

O evento ocorreu na Escola Municipal Marina Bragança, no bairro Monsenhor José Lopes, resultado de uma mobilização assumida na rede de ensino pela Secretaria Municipal de Educação (SME), no âmbito do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI).

O PETI foi lançado no município no início deste ano, com estratégias engajadas pela Prefeitura de Itabira em seções como Assistência Social (SMAS), Saúde (SMS) e Educação (SME).

Nélia Cunha, assistente social da Prefeitura, fez o alerta sobre o quadro e informou que atualmente dez famílias são acompanhadas pela SMAS, após denúncias e identificação de crianças em situação de trabalho. Segundo ela, essas famílias foram incluídas em programas de assistência do Governo Federal, por meio do CadÚnico; participam de programas de capacitação e empreendedorismo; as crianças são mantidas nas escolas, e, se maiores de 14 anos, podem ser incluídas no programa Aprendiz Social, lançado recentemente pela PMI, com a possibilidade do jovem aprender um ofício na administração pública de forma remunerada e no contraturno escolar.

As ações envolvem esforços do Conselho Tutelar, Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas).

 45054535902_666cf2b5fa_z

Desafio

A legislação brasileira proíbe que menores de 13 anos exerçam qualquer tipo de atividade de trabalho, remunerado ou não. Só é permitido trabalhar a partir dos 14 anos, mas, sob condições específicas, como menor aprendiz.

Fiscalizar e combater o trabalho infantil são tarefas complicadas, diz Nélia. “O que precisamos quebrar é a cultura de que não há problemas no trabalho infantil, de que começar a trabalhar desde muito cedo é algo muito bom. Crianças e adolescentes nessas condições perdem oportunidades, sofrem consequências e agravos na saúde, entre tantos outros. É um público que precisa estar estudando e se desenvolver, tendo lazer, diversão, descanso e não trabalhando”, salienta.

Nélia Cunha afirma também que o trabalho infantil pode ser porta de entrada para as demais violações de direitos de crianças e adolescentes. “A comunidade pode contribuir denunciando. Ao ver situações de trabalho infantil, denuncie ao Conselho Tutelar de Itabira – (31) 3839-2211 – ou Disque 100”, alerta a assistente social.

 31229862858_a1a3397626_z

Dia D

Participaram do Dia D alunos das escolas municipais Antônio Camilo Alvim, José Gomes Vieira, Professora Antonina Moreira, Professora Didi Andrade e das escolas estaduais Antônio Linhares Guerra, Dona Eleonora Nunes Pereira, Major Lage, Fazenda da Bethânia, Mestre Zeca Amâncio (Eemza) e Emílio Pereira.

O Conexão Jovem é um programa desenvolvido pela SME, de fortalecimento juvenil e prevenção de vulnerabilidades sociais. A iniciativa vai de encontro ao trabalho proposto pelo PETI. “Todas as escolas trouxeram hoje um pouco do que é desenvolvido ao longo dos últimos meses”, destacou Lucimara de Cássia Ferreira Santos, coordenadora do programa municipal.

Nesta quinta houve apresentações de teatro, música e poesias, além de brincadeiras. “Cada escola trabalha o tema de diferentes formas – oficinas, nas artes e disciplinas diversas. O mais importante é que o alerta contra o trabalho infantil chegue aos alunos, e que eles levem às famílias”, continuou Lucimara.

45103661951_6531e01d65_z

SME – Dia D do Conexão Jovem será nesta quinta-feira, com mobilização contra trabalho infantil

A Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), realiza nesta quinta-feira (4), o Dia D do Programa Conexão Jovem. O evento será realizado entre 8 e 10 horas na Escola Municipal Marina Bragança, no bairro Monsenhor José Lopes.

Haverá apresentações de estudantes de 11 escolas públicas de Itabira – municipais e estaduais. Os trabalhos ocorrem no âmbito do Programa de Erradicação do Trabalho Escravo (Peti), desenvolvido no município deste o início deste ano.

São aguardados alunos das escolas municipais Antônio Camilo Alvim, José Gomes Vieira, Professora Antonina Moreira, Professora Didi Andrade e das escolas estaduais Antônio Linhares Guerra, Dona Eleonora Nunes Pereira, Major Lage, Fazenda da Bethânia, Mestre Zeca Amâncio (Eemza) e Emílio Pereira.

O Conexão Jovem é um programa desenvolvido pela SME de fortalecimento juvenil e prevenção de vulnerabilidades sociais.

Resultado positivo – Gincana da SME chega ao fim com meta de envolver mais escolas na próxima edição

Nessa segunda-feira (13), a Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), realizou a final da 2ª Gincana do Programa Conexão Jovem: uma série de jogos e brincadeiras que envolveu crianças e adolescentes de 11 instituições públicas ao longo dos últimos meses.

No somatório dos pontos acumulados venceu a Escola Estadual Dona Eleonora Nunes Pereira, com 280 pontos.  Na segunda e terceira colocação ficaram as escolas estaduais Trajano Procópio (272) e Major Lage (270).

A final da gincana durou manhã e tarde na Associação dos Técnicos Industriais da Vale (Ativa), no bairro Amazonas, e reuniu mais de 900 estudantes. Alunos e educadores brincaram e competiram em provas de natação, bandeira, decisão do futsal, grito de guerra, coreografia, corrida do ovo e outras disputas.

Nos meses que passaram também houve festival de música, competição de carrinhos de rolimã, torneio de futsal, xadrez, “show do milhão” e outras atividades.

O programa

O Conexão Jovem é um programa de fortalecimento juvenil e prevenção de vulnerabilidades sociais. A ação é desenvolvida pela SME em parceria com as secretarias Municipais de Saúde e Assistência Social.

José Gonçalves Moreira, secretário de Educação do município avalia que a gincana deu um salto de 2017 para 2018. No primeiro ano seis escolas participaram; neste, foram 11. A expectativa para o ano que vem é abranger, ao menos, 16 instituições.  “Devo lembrar que tanto no ano passado quanto neste ano, não tivemos problema algum de comportamento de aluno, nada de má disciplina”.

Muito além do brincar, a gincana estimula a aprendizagem, o desenvolvimento cognitivo e social do aluno, defende José Gonçalves. “O aluno sai daqui sabendo que tanto a escola, quanto uma empresa ou toda uma cidade só irá para frente quando todos, de fato, derem as mãos”, concluiu.

Scroll To Top