sábado , 24 agosto 2019
Você está aqui: Capa | Arquivos de Tag: controle populacional

Arquivos de Tag: controle populacional

No Parque de Exposições – Etapa de castração em animais abandonados

Novo evento para o controle populacional de animais domésticos terminou nesta sexta-feira (16), no Parque de Exposições Virgílio José Gazire. No total, foram executadas 50 cirurgias em gatos e cachorros.

Nesta etapa, como informou a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio do departamento Controle de Zoonoses, quase metade das castrações foram realizadas em animais abandonados (24). Os demais, são animais resgatados por protetores ou semidomiciliados. Ainda de acordo com a equipe, 20 animais estão em pós-operatório, abrigados no parque.

WhatsApp Image 2019-08-15 at 17.50.34

WhatsApp Image 2019-08-15 at 17.49.37

Agenda

Devido ao calendário técnico do Controle de Zoonoses (campanha contra a raiva) e de outras demandas do castramóvel, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU) agendou as próximas castrações para os dias 26 e 27/9, no Parque Municipal Madre Maria de Jesus.

É importante lembrar que o programa de esterilização prioriza sempre animais abandonados ou que têm dono, mas com livre acesso às ruas; animais domiciliados que convivem com outros, permitindo risco de cruzas; animais que foram retirados das ruas por protetores e animais de pessoas com baixa renda.

As inscrições continuam pelo link bit.ly/castraitabira ou no departamento Controle de Zoonoses, pelo telefone 3839-2643.

No Belacamp – Prefeitura realiza mais uma etapa do programa de castração de cães e gatos

A Prefeitura concluiu essa semana, nos dias 8 e 9/8, mais uma etapa do programa de esterilização para controle populacional de animais domésticos. O castramóvel foi instalado no Parque Belacamp, no bairro Campestre, onde 50 cirurgias foram realizadas.

Neste evento, o departamento Controle de Zoonoses atendeu cães e gatos cadastrados por meio da internet. Correspondendo a expectativa da equipe, o cadastro online agilizou o processo de triagem dos animais. Segundo dados da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU), cerca de 300 inscrições foram feitas apenas nessa semana.

Para Gilcéia Aparecida Neves, moradora do bairro Eldorado e protetora dos animais, o programa municipal de castração é uma iniciativa responsável. “É muito bacana a Prefeitura evitar a proliferação de criações nas ruas, porque não é todo mundo que gosta. Além dos animais correrem riscos de maus-tratos, nós ficamos expostos à doenças como a raiva, pois não sabemos as condições de saúde dos animais abandonados”, ressaltou. Gilcéia Neves tem dois cachorros e quatro gatos, todos adotados. Nessa sexta-feira (9), a cirurgia foi realizada no gato Tadeu.

Também moradora do bairro Eldorado, Julismara Santos Almeida, é dona de dois cachorros adotados e participa pela primeira vez. “Eu fiquei encantada com esse programa porque tenho muita pena de cachorro na rua. Sabemos que não é todo mundo que gosta de animal e a castração vai diminuir muito a quantidade de abandonos. Hoje eu trouxe o Bilu para castrar”.

WhatsApp Image 2019-08-09 at 12.16.44 (1)

WhatsApp Image 2019-08-09 at 12.16.45

Gatos no pós-operatório

Mutirão

Na próxima semana, nos dias 15 e 16/8, a Prefeitura fará as castrações no Parque de Exposição Virgílio José Gazire e, de acordo com a Zoonoses Municipal, o evento será um mutirão para castrar, preferencialmente, cães e gatos em total situação de rua.

Para as demais vagas, a triagem continuará sendo feita por meio do cadastro online, que segue aberto para novas inscrições. É importante ressaltar que os critérios de seleção foram definidos para controlar a quantidade de nascimentos.

Portanto, continuam sendo priorizados animais abandonados ou que têm dono, mas com livre acesso às ruas; animais domiciliados que convivem com outros, permitindo risco de cruzas; animais que foram retirados das ruas por protetores e animais de pessoas com baixa renda.

Os animais podem ser cadastrados pelo link bit.ly/castraitabira ou no departamento Controle de Zoonoses, pelo telefone 3839-2643.

WhatsApp Image 2019-08-09 at 12.16.44

Equipe do programa de esterilização de animais domésticos

Saúde Pública – Prefeitura abre cadastro para castrar cães e gatos no final desta semana

A Prefeitura de Itabira lançou hoje (5) um cadastro para a castração de cães e gatos, por meio do programa de esterilização de controle populacional iniciado em maio desse ano. Os animais podem ser cadastrados pelo link bit.ly/castraitabira ou no departamento Controle de Zoonoses, pelo telefone 3839-2643.

De acordo com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU), o cadastro irá agilizar o processo de triagem dos animais, realizado pela diretoria de Zoonoses, sem alterar os critérios de seleção.

Continuam sendo priorizados animais abandonados ou que têm dono, mas com livre acesso às ruas; animais domiciliados que convivem com outros, permitindo risco de cruzas; animais que foram retirados das ruas por protetores e animais de pessoas com baixa renda.

O cadastro está aberto para todos os moradores de Itabira e os animais serão selecionados conforme locais de atuação do programa.

Próximos eventos

No final desta semana, nos dias 8 e 9/8 (quinta e sexta-feira), novas castrações serão realizadas no Belacamp, para atender os animais dos bairros Campestre, Bela Vista e Nova Vista. Os procedimentos são executados por médicos veterinários, no castramóvel contratado pela Prefeitura.

Prefeitura pretende implantar Centro de Controle de Zoonoses e construir novo abrigo para animais

A Prefeitura de Itabira está discutindo sobre a construção do novo abrigo para animais que são recolhidos no município. Até o momento, a administração do canil está sob responsabilidade da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU), mas há a possibilidade de ser transferida para a Secretaria Municipal de Saúde (SMS). O Município também pretende implantar o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), que funcionará em um imóvel próximo ao abrigo de animais e também estará vinculado à SMS.

De acordo com o superintendente de Vigilância em Saúde, Roberto Quintão Guerra, foram disponibilizados R$ 600 mil do orçamento da secretaria para criação do CCZ e do novo abrigo de animais, em local ainda não definido. Ele acrescentou que os recursos são provenientes do Município e a SMS está buscando parceria junto ao Estado para complementar a verba necessária.

O novo espaço vai oferecer serviços como castração, vacinação, tratamento dos animais doentes recolhidos e disponibilização para adoção. O CCZ também vai promover trabalhos voltados para o combate de zoonoses (doenças transmitidas entre animais e seres humanos, como raiva, leptospirose e toxoplasmose) e doenças transmitidas por vetores (como dengue, febre amarela, leishmaniose, entre outras). Além disso, vai atuar na prevenção de ataques de animais peçonhentos e controle populacional daqueles que geram incômodo – pombos, baratas e ratos, por exemplo.

O secretário de Desenvolvimento Urbano, Jader Túlio Cristiano Magalhães, explicou que a SMDU possui, desde 2008, um projeto para instalação do novo canil no complexo do Aterro Sanitário, próximo à localidade de Borrachudos. Entretanto, caso a responsabilidade do local seja transferida para a SMS, pode haver mudanças quanto ao projeto e uma nova área pode ser escolhida para atender às necessidades do CCZ.

Enquanto o projeto do novo imóvel estiver em discussão, o abrigo de animais na localidade de Córrego do Meio passa por algumas adequações. Segundo o superintendente de Serviços Urbanos, Carlos Alexandre Ribeiro, o curral do Conselho e o canil municipal foram fechados com muros em alvenaria. Ele explicou que a medida vai proporcionar maior segurança para os funcionários do local e evitar o roubo de animais que são apreendidos na cidade.

Carlos Ribeiro disse ainda que haverá ampliação do canil para recebimento dos animais. “Serão acrescentadas cinco baias, com 10m² cada. Com isso, a capacidade do canil aumentará de 15 para 100 animais. Essa será uma medida paliativa, até que o CCZ seja construído”, comentou.

Para a construção do muro e ampliação do número de baias, a Prefeitura está investindo R$ 152.565,60. Estima-se que as modificações sejam concluídas em dois meses. Posteriormente, o Município vai reiniciar o recolhimento dos animais abandonados.

Scroll To Top