segunda-feira , 24 junho 2019
Você está aqui: Capa | Arquivos de Tag: desabastecimento

Arquivos de Tag: desabastecimento

Utilidade pública – Reservatório do bairro Colina da Praia passará por limpeza nesta quarta-feira

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira comunica que nesta quarta-feira (13) será realizada a limpeza do reservatório de água do bairro Colina da Praia. O procedimento será realizado entre das 8h às 16h. A ação é necessária para eliminar o material que se decanta naturalmente no fundo do tanque e pode causar o fornecimento de água com turbidez aos usuários.

Assim, não haverá abastecimento neste período para os bairros Colina da Praia, Morada da Brisa e Praia. O Saae orienta aos usuários que mantenham os reservatórios cheios e utilizem a água de maneira consciente, evitando assim o desabastecimento.

Queda de energia elétrica – Bairros atendidos pela ETA Pureza têm abastecimento interrompido nesta quinta-feira

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira informa que há interrupção do fornecimento de água aos bairros atendidos pela Estação de Tratamento de Água (ETA) Pureza, nesta quinta-feira (7). A medida é necessária devido a uma queda de energia elétrica no local. A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) não informou o tempo que levará para realizar a manutenção da rede de energia. Por isso, o Saae orienta aos usuários que mantenham os reservatórios cheios e que o consumo de água seja consciente para evitar o desabastecimento.

A interrupção vai abranger os bairros Abóboras, Água Fresca, Amazonas, Areão, Bálsamos I e II, Barreiro, Bethânia, CDI I e II, Clóvis Alvim I e II, Colina da Praia, Conceição de Cima e de Baixo, Cônego Guilhermino, Esplanada da Estação, Fênix, Gabiroba, Hamilton I e II, Jardim dos Ipês, João XXIII, Juca Batista, Juca Rosa, Machado, Madre Maria de Jesus, Major Lage de Baixo e de Cima, Monsenhor José Lopes, Novo Amazonas, Panorama, Posto Agropecuário, Praia, Ribeira de Baixo e de Cima, Santa Marta, Santa Ruth, Santa Tereza, São Bento, São Cristóvão, São Marcos, Valença, Vila Senhora do Carmo, Vila Piedade, Vila Prudêncio, Vila Salica, Vila Santa Rosa, Vila São Geraldo e Vista Alegre.

Utilidade Pública – Problema na ETA Rio de Peixe

A Prefeitura informa que problema na Estação de Tratamento de Água (ETA) Rio de Peixe – ocorrido na mineradora Vale – causou o desabastecimento nos bairros Fênix, João XXIII, Belvedere e Santa Marta. De acordo com o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), a Vale já está solucionando o incidente e a situação será normalizada até as 18 horas de hoje.

Utilidade Pública – Prefeito decreta ponto facultativo e situação de emergência por causa da greve dos caminhoneiros

Devido ao desabastecimento de combustível em virtude do movimento de paralisação dos caminhoneiros, o prefeito Ronaldo Magalhães assinou na noite de hoje (24), a portaria nº 35, que declara ponto facultativo na Prefeitura de Itabira – Unidades Básicas de Saúde (UBS), setor administrativo do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) e escritório central da Empresa de Desenvolvimento de Itabira (Itaurb) – nos dias 25, 26 e 28 de maio.

Ronaldo Magalhães determinou ainda – decreto nº 1.626 – situação de calamidade e emergência pública em Itabira devido à escassez de óleo diesel, álcool e gasolina, já que há necessidade urgente de abastecimento da frota de veículos da Prefeitura para o atendimento dos serviços necessários nas áreas de saúde, educação, segurança, limpeza pública e abastecimento de água.

Sendo assim, de acordo com o documento, a Secretaria Municipal de Administração fica autorizada ao processo de compra – sem licitação – dos combustíveis, em pequenas quantidades, desde que suficientes para a manutenção da frota, com o objetivo de não paralisar os atendimentos essenciais.

Se a população não economizar, reservatórios podem secar no primeiro semestre

Com a falta de chuva que assola a região e as altas temperaturas registradas, Itabira, como grande parte das cidades da região Sudeste do país, passa por uma grave crise hídrica. O racionamento teve de ser implantado no município em setembro de 2014 e, de acordo com o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), com o passar dos meses a situação ficou ainda mais difícil.

Em Itabira, a população já sofre com a pressão reduzida na rede, o que muitas vezes significa conviver com a torneira seca por até 10 horas. Esta drástica medida tem uma razão: se não chover e o consumo continuar alto, os reservatórios podem ficar sem água ainda neste primeiro semestre.

O Saae informou ainda que a produção de água do Sistema Gatos baixou para 68 litros por segundo (l/s), sendo que a vazão normal é de 85 l/s. Nos próximos dias, caso a situação não mude, a autarquia deverá instalar mais um gerador no local. A medida de emergência busca sustentar a produção e evitar um colapso do abastecimento.

Já o Sistema Pureza – responsável por abastecer 55% do município, baixou de 186 l/s para 103 l/s. Isso ocasionou a ampliação do racionamento: o fornecimento de água é interrompido das 8h às 18h, diariamente. Está em funcionamento um gerador alugado pela Prefeitura de Itabira para reforçar o abastecimento, numa tentativa de minimizar o problema.

Para o diretor-presidente do Saae, Jacir Primo, a população ainda não compreendeu a gravidade da situação: mesmo com o desabastecimento, o consumo continua alto. “Solicitamos mais uma vez que as pessoas economizem, que mudem seus hábitos em relação ao consumo de água, que contribua efetivamente. Se o consumo não reduzir e o desperdício de água continuar, não teremos outra opção a não ser a contribuição compulsória”, afirmou.

Investimento em captações
A Prefeitura de Itabira consolida novas captações de água. Está em construção a ETA Rio de Peixe, com capacidade para captar 60 l/s de água. Paralelamente, o Município trabalha em mais dois projetos: captação de água da Barragem Santana (100 l/s) e do Rio Tanque (550 l/s).

Saae prepara reforço para minimizar o desabastecimento

Para minimizar o problema do desabastecimento no município, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Itabira (Saae) está preparando um reforço que será levado para a Estação de Tratamento de Água (ETA) Pureza. A ação consiste na transposição de parte da água do Rio de Peixe para o manancial da bacia Pureza, que abastece 55% dos domicílios de Itabira.

Para o reforço, a autarquia está instalando um grupo de moto-gerador e bomba no Rio de Peixe. Com a estrutura, estima-se que sejam bombeados 50 litros por segundo para a ETA Pureza, o que deverá reforçar o sistema de captação. O diretor-presidente do Saae, Jacir Primo, destaca que a medida não vai resolver o problema da estiagem prolongada, mas, deve amenizar o racionamento que foi adotado no município. “A estrutura será para aumentar a vazão de captação de água da Pureza. No entanto, precisamos continuar com o racionamento. As pessoas devem continuar consumindo a água de maneira correta e responsável. Só com as chuvas conseguiremos resolver essa situação”, afirmou.

O custo de toda estrutura será de cerca de R$ 30 mil por mês. “Alugamos o gerador a diesel por R$ 11.500 mensais. Ele funcionará todos os dias das 7h às 19 horas. Além do aluguel, temos ainda os custos operacionais como combustível e vigias”, declarou Jacir Primo. Não havendo vazamentos e reparos na estrutura, a água deverá ser bombeada para a ETA Pureza a partir da próxima segunda-feira (22).

O racionamento é uma forma que a autarquia encontrou para garantir que todas as regiões possam receber água de maneira justa e adequada, devido à longa estiagem que assola a região. O desabastecimento será por tempo indeterminado.

Após 28 anos, Prefeitura constrói nova ETA
No dia 26 de agosto, Itabira recebeu seis carretas contendo todos os equipamentos necessários para a montagem da Estação de Tratamento de Água (ETA) Rio de Peixe. A ação é uma resposta rápida do Governo Municipal às demandas da cidade e aconteceu depois de 28 anos sem investimento em captação superficial de água. Com a conclusão da obra, que está prevista para começar na próxima semana, o Saae vai conseguir captar 60 litros de água por segundo (l/s) e vai atender, principalmente, os bairros Fênix, Valença, Santa Ruth, Santa Marta, João XXIII e adjacências.

A primeira ETA implantada no município foi a do Pará, em 1955, data anterior à fundação do Saae em Itabira. Em meados de 1974, foi construída a ETA Pureza. Maior ETA do município, a Pureza atende a 55% da população e normalmente, tem uma vazão de 186 l/s. Nesta segunda-feira, a Pureza captava 99 l/s.

A última ETA construída em Itabira foi a Gatos, em 1986. Segunda maior em produção, a Gatos tem uma vazão de 88 l/s e é responsável por abastecer cerca de 25% dos domicílios. Hoje, apresenta uma vazão de apenas 65 l/s.

A ETA Campestre foi instituída pela Vale e repassada ao Saae e, atualmente, é uma estação de reserva e transferência de água. Com isso, o município possui três ETA de captação superficial (Pará, Pureza e Gatos) e duas de captação subterrânea, ou seja, poços artesianos (Três Fontes e Areão).

Além da implantação da ETA Rio de Peixe, a Prefeitura de Itabira e o Saae estão consolidando projetos de novas captações de água, aguardadas há tempos pela população. Será ampliada a operação da ETA Gatos, com captação da Barragem Santana. O projeto já está concluído e aguarda licitação para a obra. Com isso, será possível captar 100 l/s. A médio e longo prazo, haverá a captação de água no Rio Tanque que, neste momento, está em fase de licitação dos projetos. Também será construído um reservatório de água no Alto dos Pinheiros com capacidade para 2,5 milhões de litros que serão fornecidos para toda a cidade.

Água poderá chegar suja por causa das horas de interrupção

Durante o período de racionamento de água em Itabira, que acontecerá diariamente das 13h às 20h, a retomada da distribuição poderá causar alterações na qualidade da água, principalmente no que se refere aos parâmetros físicos como cor e turbidez. De acordo com o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Itabira (Saae), as alterações poderão ocorrer em consequência da interrupção no abastecimento e diminuição do volume de água nas tubulações.

Caso isso ocorra, o Saae solicita que o usuário entre em contato com a Central de Atendimento, pelo número 115, para providenciar os procedimentos de descargas da rede. A ação buscará minimizar os problemas. Segundo o Laboratório Central e a Gerência de Produção da autarquia, a presença do cloro residual livre (agente desinfectante) garantirá a qualidade bacteriológica da água. O Saae destaca ainda que toda a sua equipe vai monitorar a água distribuída pelas estações de tratamento.

O racionamento é uma forma que a autarquia encontrou para garantir que todas as regiões possam receber água de maneira justa e adequada, devido à longa estiagem que assola a região. O desabastecimento será por tempo indeterminado.

01 - Barragem Pureza

Investimento em captação de água
No dia 26 de agosto, Itabira recebeu seis carretas contendo todos os equipamentos necessários para a montagem da Estação de Tratamento de Água (ETA) Rio de Peixe. A ação é uma resposta rápida do Governo Municipal às demandas da cidade e aconteceu depois de 28 anos sem investimento em captação superficial de água. Com a conclusão da obra, que está prevista para começar na próxima semana, o Saae vai conseguir captar 60 litros de água por segundo (l/s) e vai atender, principalmente, os bairros Fênix, Valença, Santa Ruth, Santa Marta, João XXIII e adjacências.

A primeira ETA implantada no município foi a do Pará, em 1955, data anterior à fundação do Saae em Itabira. Em meados de 1974, foi construída a ETA Pureza. Maior ETA do município, a Pureza atende a 55% da população e normalmente, tem uma vazão de 186 l/s. Nesta segunda-feira, a Pureza captava 99 l/s.

A última ETA construída em Itabira foi a Gatos, em 1986. Segunda maior em produção, a Gatos tem uma vazão de 88 l/s e é responsável por abastecer cerca de 25% dos domicílios. Hoje, apresenta uma vazão de apenas 65 l/s.

A ETA Campestre foi instituída pela Vale e repassada ao Saae e, atualmente, é uma estação de reserva e transferência de água. Com isso, o município possui três ETA de captação superficial (Pará, Pureza e Gatos) e duas de captação subterrânea, ou seja, poços artesianos (Três Fontes e Areão).

Além da implantação da ETA Rio de Peixe, a Prefeitura de Itabira e o Saae estão consolidando projetos de novas captações de água, aguardadas há tempos pela população. Será ampliada a operação da ETA Gatos, com captação da Barragem Santana. O projeto já está concluído e aguarda licitação para a obra. Com isso, será possível captar 100 l/s. A médio e longo prazo, haverá a captação de água no Rio Tanque que, neste momento, está em fase de licitação dos projetos. Também será construído um reservatório de água no Alto dos Pinheiros com capacidade para 2,5 milhões de litros que serão fornecidos para toda a cidade.

02 - Barragem Pureza

Scroll To Top