quinta-feira , 20 junho 2019
Você está aqui: Capa | Arquivos de Tag: ETA Gatos

Arquivos de Tag: ETA Gatos

Utilidade Pública – Falta d’água nas ETAs Gatos e Três Fontes

Em função da interligação da nova rede de água do bairro Pedreira, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira comunica que os trabalhos na Estação de Tratamento de Água (ETA) Gatos serão interrompidos até as 16 horas desta quinta-feira (16). A autarquia comunica ainda interrupção da ETA Três Fontes, no mesmo dia e horário, para manutenção preventiva.

É necessário que os moradores dos bairros Campestre, Bela Vista, Nova Vista, Nossa Senhora das Oliveiras, Eldorado, São Francisco, Pedreira, Penha, Santo Antônio, São Pedro, Vila Cisne, Vila Paciência, Cento e Cinco, Cidade Nova e Santa Inês, abastecidos pela ETA Gatos, bem como a população do bairro Pará (ETA Três Fontes), economizem água até que o abastecimento seja normalizado.

Utilidade pública – Pane elétrica prejudica produção de água na ETA Gatos

A Estação de Tratamento de Água (ETA) Gatos sofreu uma pane elétrica na noite dessa terça-feira (15), informou o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira. Os bairros atendidos pelo equipamento já registram desabastecimento e a autarquia alerta para o consumo consciente da água. Equipes da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) realizam manutenção no local e o religamento de energia está previsto para as 12h dessa quarta (16).

A ETA Gatos abastece os bairros Campestre, Bela Vista, Nova Vista, Nossa Senhora das Oliveiras, Eldorado, São Francisco, Pedreira, Penha, Santo Antônio, São Pedro, Vila Cisne, Vila Paciência, Cento e Cinco, Cidade Nova e Santa Inês.

A produção de água tratada deve ser normalizada gradualmente no período da tarde, sendo restabelecido o fornecimento aos bairros até o fim do dia.

Utilidade Pública – Falta d’água em metade da cidade

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira informa que as Estações de Tratamento de Água (ETA) Gatos e Rio de Peixe estão em manutenção corretiva, devido aos rompimentos de válvulas nas adutoras. Portanto, os bairros atendidos por estas estações ficarão sem água até a conclusão dos serviços. O abastecimento será normalizado no final desta quinta-feira (20).

A ETA Gatos abastece os bairros Campestre, Bela Vista, Nova Vista, Nossa Senhora das Oliveiras, Eldorado, São Francisco, Pedreira, Penha, Santo Antônio, São Pedro, Vila Cisne, Vila Paciência, Cento e Cinco, Cidade Nova e Santa Inês. Já os bairros Santa Ruth, Santa Marta, Monsenhor José Lopes, Valença, Fênix, Belvedere e João XXIII dependem da ETA Rio de Peixe.

Fornecimento de energia é normalizado em ETAs de Itabira

A Estação de Tratamento de Água (ETA) Pureza está sendo energizada neste momento, retomando a produção de água tratada. O abastecimento será normalizado gradativamente nos bairros atendidos durante a noite deste domingo (28).

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Itabira informou também que uma força-tarefa formada pela autarquia, Itaurb e Cemig concluiu a retirada de árvores que caíram sobre a linha de transmissão que alimenta a ETA Pureza, fato ocorrido após o temporal desse sábado.

A ETA abastece os bairros Abóboras, Água Fresca, Amazonas, Areão, Bálsamos, Bálsamos II, Barreiro, Bethânia, CDI, CDI II, Colina da Praia, Conceição de Cima, Conceição de Baixo, Cônego Guilhermino, Esplanada da Estação, Fênix, Gabiroba, Hamilton, Hamilton II, Jardim dos Ipês, João XXIII, Juca Batista, Juca Rosa, Machado, Madre Maria de Jesus, Major Lage de Baixo, Major Lage de Cima, Monsenhor José Lopes, Novo Amazonas, Panorama, Posto Agropecuário, Praia, Ribeira de Baixo, Ribeira de Cima, Santa Marta, Santa Ruth, Santa Tereza, São Bento, São Cristóvão, São Marcos, Valença, Vila Senhora do Carmo, Vila Piedade, Vila Piedade, Vila Prudêncio, Vila Salica, Vila Santa Rosa, Vila São Geraldo e Vista Alegre.

Em tempo
Após o temporal desse sábado (27), o fornecimento de energia elétrica foi interrompido nas ETAs de Itabira. A Cemig foi acionada imediatamente. A interrupção impediu que os reservatórios alcançassem os níveis necessários para distribuir água à cidade.

Neste domingo (28), o impasse permanecia na ETA Gatos e Pureza, sistemas que concentram mais de 80% da rede de abastecimento do Município. No começo da tarde de hoje o sistema Gatos retomou suas operações.

Esclarecimento – Falta de energia elétrica afeta abastecimento de água em Itabira

O fornecimento de água permanece suspenso em bairros de Itabira neste domingo (28) em razão da falta de energia elétrica, informou o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE).

O problema atinge as Estações de Tratamento de Água (ETA) Pureza e Gatos, sistemas responsáveis por mais de 80% do abastecimento da cidade.

Nesse sábado (27), um temporal acompanhado de ventos fortes atingiu a região e provocou danos na rede elétrica. O SAAE esclarece que a interrupção da energia impede que os reservatórios alcancem os níveis necessários para a distribuição de água.

A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) foi acionada de imediato e equipes atuam no reparo. O temporal também provocou outros estragos. Houve queda de árvores na ETA Pureza.

O abastecimento aos serviços considerados essenciais – como os hospitais – é priorizado.

Atualização 

O fornecimento de energia elétrica foi retomado no início da tarde deste domingo na Estação de Tratamento de Água (ETA) Gatos. O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) iniciou a operação de descarga das primeiras produções de água tratada, o que permitirá a recarga dos reservatórios da unidade.

O abastecimento pela ETA Gatos será retomado gradualmente à população a partir do fim desta tarde.

A estação atende Campestre, Bela Vista, Nova Vista, Nossa Senhora das Oliveiras Eldorado, São Francisco, Pedreira, Penha, Santo Antônio, São Pedro, Vila Cisne, Vila Paciência, Cento e Cinco, Cidade Nova e Santa Inês.

Na ETA Pureza ainda não há previsão de normalização. SAAE, Cemig e Empresa de Desenvolvimento de Itabira (Itaurb) executam uma força-tarefa para reparo da rede, corte e recolhimento de árvores e galhos que caíram durante o temporal desse sábado (27).

Utilidade pública – Saae comunica falta d’água em bairros abastecidos pela ETA Gatos

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira comunica que nesta terça-feira (8/5), das 7 às 15 horas, será necessário interromper o abastecimento de água nos bairros Campestre, Bela Vista, Nova Vista, Nossa Senhora das Oliveiras Eldorado, São Francisco, Pedreira, Penha, Santo Antônio, São Pedro, Vila Cisne, Vila Paciência, Cento e Cinco, Cidade Nova e Santa Inês, para executar uma manutenção preventiva do transformador da Estação de Tratamento de Água (ETA) Gatos.

Utilidade pública – Saae comunica falta de água devido manutenção da Cemig

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira comunica falta de água nos bairros abastecidos pela Estação de Tratamento de Água (ETA) Gatos (Campestre, Bela Vista, Nova Vista, Eldorado, São Francisco, Jardim das Oliveiras, Pedreira, Penha, Santo Antônio, São Pedro, Vila Cisne, Vila Paciência, Cento e Cinco, Cidade Nova e Santa Inês), a partir de hoje, devido a uma manutenção corretiva realizada pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig).

Ainda de acordo com o Saae, a Cemig irá solucionar o problema até as 18 horas desta sexta-feira. O abastecimento de água será normalizado à meia-noite.

Coletiva de imprensa – Prefeito apresenta o novo sistema de abastecimento de água

Depois de inaugurar, no domingo (8), a nova Estação de Tratamento de Água (ETA), em Senhora do Carmo, o prefeito Ronaldo Magalhães convocou a imprensa, nesta terça-feira (10), em seu gabinete, para apresentar o andamento das outras obras referentes ao abastecimento de água municipal. Participaram da coletiva, a vice-prefeita Dalma Barcelos, o diretor-presidente do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) Itabira, Leonardo Ferreira Lopes, os secretários municipais Ronaldo Pires Lott (Obras, Transportes e Trânsito), Ilton Magalhães (Governo), Fernando Muniz (Auditoria e Controladoria), o assessor Celso Matosinho da Silva (Gestão, Programas e Metas) e o vereador Solimar José da Silva, representante do Grupo da Água.

A obra de ampliação da ETA Gatos – 66% concluída – começou pela captação de água na barragem Santana e, depois de concluída, irá injetar mais 100 litros por segundo (l/s) no abastecimento de água tratada no município. De acordo com o secretário Ronaldo Lott, a finalização da obra depende da instalação de peças, conexões e da rede elétrica, “que será feita pela Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais) nos próximos meses”, explicou. Ainda segundo ele, se as instalações forem feitas antes da parte elétrica, “corremos o risco de furtos. Lá é uma área isolada. Então, esperamos fazer em conjunto. No mais, já resolvemos as principais pendências de indenização, tudo está resolvido”, frisou o secretário de Obras.

Também em construção, segundo informou Ronaldo Lott, a Unidade de Tratamento de Resíduos (UTR) está 95% concluída. “Conforme legislação, toda ETA tem que ter essa estrutura. Então, o conjunto da nova ETA inclui também a UTR que vai tratar os resíduos da ETA antiga e da nova”. No entanto, no que compreende a estrutura da ETA Gatos – reforma da ETA antiga, mais a UTR e a nova tubulação – “concluímos 52% das obras”, ressaltou o secretário. Sobre a tubulação, Ronaldo Lott explicou ainda, que já existe uma que atende a ETA Gatos, “mas, estamos fazendo uma nova tubulação para levar essa água (100 l/s)”.

Durante a coletiva foi apresentado um vídeo e o secretário de Obras mostrou que a nova tubulação passou pelo bairro Pedreira e está parada onde começa o trecho de responsabilidade do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER/MG). Segundo Ronaldo Lott, o projeto apresentado e analisado pelo DEER, passa por alterações. “De sete a dez dias eles nos darão essa autorização para fazer a travessia para o lado esquerda até chegar na área da Vale”. A tubulação também no lado esquerdo, de acordo com o secretário, será colocada junto com um projeto de iluminação pública, além de uma calçada. “Temos a expectativa de iluminar da Vale até o Pedreira, fazendo um passeio ali. Isso está alinhado com o DEER. Fizemos o projeto da ETA pensando nisso para o futuro”.

Sistema integrado

A construção do reservatório de água no bairro Alto dos Pinheiros – com capacidade para 2,6 milhões de litros – já concluiu a parte externa do empreendimento. O novo reservatório, que passa pelo processo de impermeabilização interna, será abastecido com a água tratada da ETA Gatos e, segundo Ronaldo Magalhães, vai resolver grande parte o problema da água, principalmente para a população dos bairros Campestre, Bela Vista, Nova Vista, Eldorado e São Francisco, que contará com abastecimento normal mesmo no período de estiagem. “Com esta obra pronta, temos condição de amenizar o problema da água. Acreditamos que vamos resolver isso por um período de até cinco anos”, avaliou o prefeito.

Ainda segundo Ronaldo Magalhães, a Prefeitura busca alternativas e projetos para angariar recursos para a construção do anel hidráulico. “Que é a ligação desse novo reservatório com o reservatório do Areão, que já é interligado ao Juca Batista. Esse anel vai passar pela 105 (estrada), para interligarmos todo o sistema de água de Itabira”, analisou. De acordo com ele, “não há comunicação entre esses dois lados da cidade. Então, se falta em um, não tem jeito de transferir ou inverter o processo de abastecimento”.

Para uma solução definitiva, segundo Ronaldo Lott, é necessário executar o projeto do rio Tanque. “São recursos elevados que o governo ainda está analisando. Quando tivermos todo esse sistema, que está sendo feito agora, com essa reservação grande, com o anel hidráulico e com a captação do rio Tanque poderemos dizer que Itabira tem um sistema integrado de água. Hoje não temos”, concluiu o secretário.

O prefeito afirmou que os estudos para a captação no rio Tanque estão avançados. “É uma outra obra que vamos começar a trabalhar agora. O projeto deve ser feito por meio de uma parceria público-privada, mas ainda não temos isso fechado. Vamos caminhar com isso para iniciarmos essa obra em um futuro breve”.

Em tempo

O estudo para executar o anel hidráulico, que compreende a construção de seis quilômetros de rede para interligar os sistemas Gatos e Pureza, tem um custo estimado de R$ 4 milhões. Já o projeto para a Estação de Tratamento de Água (ETA) do rio Tanque custaria, segundo os estudos, aproximadamente R$ 80 milhões. A possibilidade, de acordo com o Saae, é uma Parceria Público-Privada (PPP) para realizar esses empreendimentos.

Prefeitura irá concluir reservatório de água em dois meses

Uma das soluções encontradas pela Prefeitura para resolver os problemas do abastecimento de água em Itabira será finalizada em 60 dias. A obra do reservatório de água no bairro Alto dos Pinheiros – com capacidade para 2,6 milhões de litros – já concluiu a parte externa do empreendimento.

O reservatório vai resolver grande parte o problema da água em nossa cidade. Não é a solução definitiva, mas é muito importante para a população dos bairros Campestre, Bela Vista, Nova Vista, Eldorado e São Francisco, que contará com o abastecimento normal mesmo no período de estiagem”, afirmou Ronaldo Pires Lott, secretário municipal de Obras, Transporte e Trânsito (SMOTT).

Ainda segundo ele, a caixa d’água já se encontra no tamanho definitivo e, no momento, passa pelo processo de impermeabilização interna. “Em seguida, vamos fazer os testes hidráulicos, que é começar a encher com água, tanto a de caminhão pipa como a da chuva, para verificar possíveis vazamentos”, explicou Ronaldo Lott.

O novo reservatório será abastecido com a água tratada da Estação de Tratamento de Água (ETA) Gatos, atualmente em obras de ampliação que permitirão a captação de água do Ribeirão Girau para injetar mais 100 litros por segundo (l/s) no abastecimento do município. “Junto a isso, já estamos fazendo a adutora que vem lá dos Gatos, com uma nova tubulação para trazer essa água para o reservatório”, explicou Ronaldo Lott, que destacou ainda a finalização da obra nos próximos dois meses. “Precisa de muita água para o reservatório, que só ficará plenamente cheio em agosto ou setembro. Mesmo porque, antes disso, temos que fazer testes e no primeiro ciclo vamos encher até a metade”, concluiu o secretário.

Prefeitura alerta população para falta de água nos próximos meses

Diante do período de estiagem entre os meses de junho a setembro, característico do inverno, a Prefeitura de Itabira, por meio do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), alerta a população para um possível racionamento do recurso nos próximos meses.

Todos os mananciais reduziram drasticamente a oferta de água”, afirmou Leonardo Lopes, diretor-presidente do Saae. Somente na área urbana, segundo ele, as Estações de Tratamento de Água (ETA) Pureza e Gatos produziam 383 litros de água por segundo (l/s), valor correspondente a 65% da água produzida nesta área – sendo 44% ETA Pureza (168 l/s) e 21% ETA Gatos (90l/s). “Hoje, a ETA Gatos caiu para 41 l/s e a Pureza para 82 l/s, ou seja, estão produzindo em média apenas 47% da capacidade normal”, ressaltou o diretor-presidente da autarquia.

Ações emergenciais serão implantadas pelo Saae para amenizar os efeitos da estiagem. De acordo com Leonardo Lopes, a primeira medida será reforçar os reservatórios, Gatos com a captação emergencial no Jirau de 35 l/s e, Pureza, com um reforço de 50 l/s buscado na região do Candidópolis, ambos por meio de motobombas movidas a gerador. “Assim, Gatos passará de 41 para 76 l/s e Pureza de 82 para 132 l/s. Lembrando que, mesmo com esses reforços, continuamos com valores inferiores à produção nominal”, salientou o diretor-presidente do Saae.

Para a Organização das Nações Unidas (ONU), o consumo ideal de água por habitante é de 110 litros por dia. Em Itabira, segundo Leonardo Lopes, a média é de 180 litros por habitante. “É necessário que todos os itabiranos façam uso consciente da água para que o recurso não falte e que não tenhamos que decretar racionamento em nossa cidade”, alertou.

Outras medidas

Nos próximos dias, segundo informações do Saae, será iniciada a reforma de um dos poços artesianos do Sistema Areão de Abastecimento, que irá aumentar em até 10 l/s a capacidade de produção de água no local. O processo de licitação já foi concluído e o valor do investimento será de R$ 86 mil.

De acordo com Leonardo Lopes, a ampliação e modernização da ETA Gatos, obra em andamento, irá dobrar a produção de água, “já que terá acréscimo de 100 l/s”. A obra será concluída no segundo semestre de 2018. Também em andamento, segundo ele, um estudo sobre a execução do anel hidráulico – construção de seis quilômetros de rede para interligar os sistemas Gatos e Pureza – obra com valor estimado em R$ 4 milhões.

Em março deste ano, o Saae lançou a possibilidade de uma Parceria Público-Privada (PPP), onde foi realizado um estudo de viabilidade para a construção da Estação de Tratamento de Água (ETA) do rio Tanque, obra – aproximadamente R$ 80 milhões – que apenas o Município não poderia financiar. Segundo Leonardo Lopes, o estudo tem parecer favorável do Saae e já está em análise na Prefeitura de Itabira.

Indicadores

Além da redução no fornecimento de água das ETAs Pureza e Gatos, de acordo com dados do Saae, não sofreram alterações as produções das ETAs Rio de Peixe, que continua em 30 l/s; Três Fontes com 50 l/s e, Areão, em 45 l/s. Assim como na zona rural do município, Ipoema continua produzindo 18 l/s; Senhora do Carmo 10 l/s e, os poços artesianos dos bairros Chapada, Boa Esperança e Barro Branco seguem fornecendo 6,56 l/s.

Scroll To Top