quinta-feira , 14 novembro 2019
Você está aqui: Capa | Arquivos de Tag: itabira

Arquivos de Tag: itabira

CONCURSO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DO QUADRO DE PESSOAL DO MUNICÍPIO DE ITABIRA/MG

O Excelentíssimo Senhor Ronaldo Lage Magalhães, Prefeito do Município de Itabira, torna público a realização do Concurso Público de Provas Objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, de Prova de Títulos de caráter classificatório e de Prova Prática de caráter eliminatório para o preenchimento de cargos públicos efetivos nas classes do Quadro de Pessoal da Prefeitura Municipal de Itabira/MG, observados os termos das leis e demais normas contidas no Edital nº 02/2019.

As inscrições para o Concurso Público serão realizadas pela internet, no endereço eletrônico do IBGP (www.ibgpconcursos.com.br) no período entre 09h00min do dia 16 de dezembro de 2019 às 15h59min do dia 16 de janeiro de 2020, observado o horário de Brasília/DF e critérios do Edital. O Edital nº 02/2019 está publicado em sua íntegra no endereço eletrônico www.ibgpconcursos.com.br.

Para acessar o Edital e seus respectivos Anexos, clique no link abaixo:

https://www.ibgpconcursos.com.br/concursos/DetalheConcurso.aspx?id=130

Busca por diversificação – Convidado a evento internacional de shopping centers, município mostra potenciais a investidores do setor

Construtoras de shopping centers de Belo Horizonte e São Paulo manifestaram interesse em conhecer o mercado de Itabira e discutir investimentos. Também acenou ao município a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). As conexões com investidores, que se revelam promissoras, surgiram em agenda onde representantes da Prefeitura de Itabira estiveram na última semana: o 15º Congresso Internacional de Shoppings Centers, realizado na capital paulista.

O convite para que a cidade participasse do evento veio de quem o faz, a Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), que forneceu estande e infraestrutura sem custos. A Abrasce avistou Itabira após pesquisa nacional de mercado que revelou oito territórios com potencial econômico para se investir no ramo. O levantamento sinalizou duas cidades mineiras com essa aptidão; a segunda foi Conselheiro Lafaiete.

O Congresso, concomitante à Exposhopping, ocorreu entre 14 e 16 de agosto, no pavilhão São Paulo Expo, na rodovia dos Imigrantes. Mais de 80 expositores estiveram por lá – em sua maioria do setor privado – com estimativa de 15 mil visitantes.

Potencialidades

O convite foi vitrine para o município, que busca vias à diversificação econômica, entende José Don Carlos, secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo (SMDECTIT).

No estande, a comitiva itabirana apresentou cenários além da mineração e potenciais à atração de investimentos: comércio pulsante, distritos industriais com produção a todo vapor, agronegócio forte e em franco crescimento, estímulo às startups, polo acadêmico com gigantes da Educação e uma das melhores universidades do mundo (Unifei, segundo ranking da Times Higher Education), entre outros.

“Vendemos além do potencial econômico de Itabira, o potencial turístico da cidade. Foi plantada uma semente. O que fizemos foi abrir portas a investimentos e estabelecer uma interlocução com empreendedores”, cita José Don Carlos.

Conexões

Após a exposição, executivos de duas construtoras de shopping centers mantêm diálogo com a SMDECTIT e planejam visita à cidade, informou Don Carlos. De acordo com a Abrasce, o mercado de shopping centers no país reúne 571 shoppings em operação e faturou R$ 167,7 bilhões em 2017.

A ABDI, por sua vez, quer incluir o município em programa de matriz tecnológica com foco no comércio. A costura da iniciativa deve ocorrer à frente.

As conexões também foram favoráveis entre representantes de cidades brasileiras que expuseram na Exposhopping, abrindo portas a parcerias, importação e exportação de iniciativas públicas. “Ocorreu um intercâmbio de ideias e projetos. Montamos inclusive um grupo de diálogo com representantes das cidades convidadas à exposição”, destacou o titular da SMDECTIT.

Startup lança aplicativo com linhas e horários de ônibus

O aplicativo para celular Line Bus, da startup mineira de mesmo nome, é mais uma ferramenta para melhorar a mobilidade urbana em Itabira. O objetivo é que os usuários do transporte público tenham acesso às informações de todas as linhas de ônibus disponíveis no município – horários e trajetos – para evitar erros e esperas desnecessárias.

Para isso, a startup firmou uma parceria com a empresa Transportes Cisne, que tem a função de atualizar, diariamente, todos os horários e trajetos das linhas de ônibus, “resguardando aos passageiros a veracidade das informações contidas no aplicativo”, destacou João Victor Nogueira, fundador da Line Bus.

O aplicativo é gratuito e não precisa de internet para funcionar. Foi desenvolvido para os celulares com sistemas Android ou IOS, sendo que o download pode ser feito nas Play Store e Apple Store.

Saiba mais

O aplicativo Line Bus foi desenvolvido por uma startup de Ipatinga e, atualmente, conta com mais de 13 mil usuários na região do Vale do Aço. Itabira deu início ao projeto de expansão da empresa que, já trabalha no lançamento de uma nova solução para o transporte público: “Ônibus em Tempo Real”. O recurso permitirá que os usuários do aplicativo saibam a localização do ônibus no momento da pesquisa.

Matadouro de Itabira recebe comitiva de São Domingos do Prata dando continuidade à criação do consórcio público no Médio Piracicaba

Nesta sexta-feira (5), às 8 horas, o prefeito de São Domingos do Prata, José Alfredo de Castro Pereira, e sua equipe do serviço de vigilância sanitária visitam o matadouro de Itabira – Frigorífico Millenium – localizado no km 12 da rodovia Itabira/Senhora Carmo, acompanhados pela equipe da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (SMAA) e pelo secretário William Gazire.

De acordo com o secretário, por ser referência na região do Médio Piracicaba, a Prefeitura de São Domingos do Prata estuda a possibilidade de realizar todos os abates bovinos e suínos, em Itabira. “Eles querem conhecer o matadouro porque é o único legalizado na região e que atende às normas sanitárias. São Domingos vai usar o frigorífico de Itabira para garantir o selo de inspeção nos produtos de lá. Além disso, a capacidade de produção do frigorífico certamente conseguirá atender a essa demanda”, explicou William Gazire que também ressaltou a importância para a economia do município. “É bom para Itabira, pois é dinheiro de fora que vem pra cá, já que existe uma taxa de abate. O matadouro é uma indústria e terá mais demanda”.

Amepi

A visita da comitiva de São Domingos do Prata é uma continuidade do projeto de implantação do Serviço de Inspeção Municipal (SIM) nas cidades integrantes da Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Rio Piracicaba (Amepi). Segundo William Gazire, o Consórcio Intermunicipal Multissetorial do Médio Piracicaba (Consmepi) vai gerenciar o SIM de forma regionalizada, criando um selo de qualidade para regulamentar a comercialização dos produtos derivados de carnes, ovos e leite. “Itabira já tem o SIM, faz a inspeção dos alimentos produzidos e que só podem ser vendidos aqui. Mas, a vantagem desse consórcio é que ele amplia o mercado para todos os produtores da região comercializarem em várias cidades. É como se fosse um Mercosul”, comparou o secretário.

Para o município fazer parte do consórcio, o prefeito tem que assinar um termo de consentimento que já está em análise na Prefeitura de Itabira, segundo informação do secretário da SMAA. “Itabira não só está interessada, como tem todo o conhecimento em inspecionar alimentos. A nossa vigilância sanitária está mais evoluída e mais embasada”, salientou William.

Com base na excelência do SIM de Itabira, o secretário acredita que os municípios que não conseguirem implantar seu próprio serviço de inspeção vão buscar uma solução por meio da Amepi. “Então, é provável que com a ajuda da associação o nosso serviço seja ampliado e reestruturado para atender toda a região do consórcio, já que estamos mais preparados para executar esse serviço”, concluiu William Gazire.

Selo de qualidade

De acordo com informações do Consmepi, o movimento para a implantação do SIM, por meio de um consórcio público, começou em 2015, durante uma reunião da Amepi, em Santa Bárbara. Em 2016, a Amepi deu início a fase jurídica do processo, orientando as prefeituras sobre o projeto de lei que teriam que enviar à Câmara de Vereadores, bem como o levantamento dos documentos para a estruturação do SIM. Hoje, a documentação está em análise no Banco do Brasil, para o processo de abertura da conta.

Ainda segundo o Consmepi, apenas os municípios de João Monlevade, São Domingos do Prata e São Gonçalo do Rio Abaixo tiveram os projetos de lei aprovados e estão habilitados a integrar o SIM de forma regionalizada. Itabira já possui o serviço, mas pretende fazer parte do consórcio. Os outros municípios ainda não concluíram seus processos de institucionalização do serviço.

Prefeitura de Itabira busca novas parcerias para o programa de medidas socioeducativas

O prefeito Ronaldo Magalhães esteve nesta manhã (23), no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), para um encontro com representantes de órgãos e instituições itabiranas, alguns já parceiros do centro de referência. A equipe do Creas apresentou o serviço de medida socioeducativa e as diretrizes da assistência social de acordo com o determinado pelo Sistema Único de Assistência Social (SUAS).

Conforme previsto no artigo 112 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), atos infracionais cometidos por adolescentes podem ser punidos com medidas socioeducativas. Entre as seis estipuladas pelo estatuto, o Creas Itabira trabalha com duas – prestação de serviços à comunidade (III) e liberdade assistida (IV) –. Segundo Fabiana Quintão de Sá, superintendente de Proteção Social, o encontro buscou discutir a necessidade de bons parceiros para executar as intervenções socioeducativas. “Depois que o Poder Judiciário determina a pena e nos encaminha os adolescentes autores de atos infracionais, nossa equipe trabalha com ele e o encaminha para um de nossos parceiros. Nossa proposta hoje é fortalecer as parcerias existentes e também conseguir outras para esse programa”, afirmou Fabiana.

A secretária municipal de Assistência Social, Maria Marli de Oliveira Martins Rosa, explicou que a função do Creas, neste programa, é reintegrar o menor à sociedade. “Nós recuperamos e mostramos um novo rumo para ele não cair na marginalidade. E o Creas é responsável por fazer contato e conquistar parceiros”. Marli Rosa ressaltou ainda, que também é objetivo da Prefeitura integrar diversas secretarias municipais como a de Governo (SMG) e a de Esporte, Lazer e Juventude (SMELJ) por exemplo, para desenvolver melhor o cumprimento da medida prestação de serviços à comunidade. “Hoje temos seis adolescentes cumprindo a medida na Esporte e Lazer (secretaria) e dois no gabinete do prefeito que, inclusive, abriu espaço para mais dois”. Ainda segundo ela, os menores infratores são assistidos por uma equipe técnica do Creas. “Eles (parceiros) não ficam sozinhos com os meninos. Os adolescentes são acompanhados por psicólogo, assistente social e pedagogo”, afirmou a secretária.

Para o prefeito Ronaldo Magalhães, as parcerias são necessárias para o governo alcançar resultados. “O projeto não caminha só com o governo, precisamos muito da contribuição dos parceiros para dar o resultado que a comunidade necessita”. Ainda segundo ele, a execução de medida socioeducativa em Itabira começou em 2004, por meio do Projeto Âncora, na época responsável pela medida de liberdade assistida, em parceria com a Cáritas Diocesana de Itabira. “Desde o nosso primeiro governo, nos preocupamos com aquela criança que comete infração e as vezes não tem oportunidade. É nossa obrigação, sobretudo a do governo, tentar recuperar as pessoas”, frisou Ronaldo.

A principal mudança no Creas, nesta gestão, segundo a secretária Marli Rosa é a maneira de executar a assistência social. “O que muda é a forma de fazer. Vamos fazer com as pessoas e não para elas. Por isso convidamos os atuais e os possíveis parceiros para agradecer e falar que vamos multiplicar e atender melhor. Já que podemos mudar a vida das pessoas, queremos que cada adolescente faça a diferença no mundo”, concluiu.

Creas Itabira

De acordo com Carla Machado de Alvarenga, diretora de Proteção Social Especial, atualmente o Creas atende 163 adolescentes no serviço de medida socioeducativa e 180 famílias nos casos de violência. “Entre esses casos, mulher em situação de violência, idoso, deficiente e criança. Nos casos de violência e violação de direitos, o encaminhamento é feito pelo juíz, Ministério Público, Conselho Tutelar e demais órgãos”.

O Creas é mantido pela Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), e oferece serviços especializados a famílias em situação de vulnerabilidade social – violência física, psicológica e sexual – atuando quando os direitos já foram violados. Tem como objetivo construir um espaço que acolhe e escuta, de maneira a fortalecer os vínculos familiares e comunitários.

A gente tem mesmo muita sorte de viver em uma terra assim!

aniversario-de-itabira-face

Prefeitura realiza 6ª Conferência Municipal das Cidades

A Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU) promoveu na quarta-feira (29) a 6ª Conferência Municipal das Cidades. O evento aconteceu no plenário da Câmara Municipal das 8h às 18h.

Com o tema “Função social da cidade e da propriedade” e o lema “Cidades inclusivas, participativas e socialmente justas”, a 6ª Conferência Municipal das Cidades debateu propostas e soluções voltadas à realidade de Itabira. Durante o evento houve palestras sobre mobilidade urbana, plano diretor e regularização fundiária, além da eleição de delegados.

O evento precedeu as Conferências Estaduais e do Distrito Federal, acontecerá de 1º de novembro de 2016 a 31 de março de 2017. Já a 6ª Conferência Nacional das Cidades ocorrerá entre os dias 5 e 9 de junho de 2017, em Brasília, espaço onde a sociedade organizada, representada por seus delegados, cumprirá mais uma etapa, a fim de transformar a cidade que temos na cidade que queremos.

Saiba mais em:

http://www.itabira.mg.gov.br

http://www.facebook.com/prefeituraitabira

http://www.youtube.com/itabiraprefeituramunicipal

FCCDA lança edital para o 42º Festival de Inverno de Itabira e convida artistas de todo o país para ocuparem as ruas da cidade

Em 2016, a Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA) se orgulha de comemorar os 42 anos, ininterruptos, de existência do Festival de Inverno de Itabira. Um dos principais eventos do tipo realizados no país, o Festival de Inverno reafirma o papel da cidade natal de Drummond como importante ferramenta na busca constante pela vitalidade e pela renovação da cultura. O 42º Festival de Inverno de Itabira está programado para acontecer entre os dias 4 e 24 de julho.

Visando expandir ainda mais o alcance do Festival, a FCCDA lança o edital para a 42º edição com o tema “E se essa rua fosse minha?”. A arte de rua, que inspira o tema, foi criada e fomentada por pessoas que fazem sua arte em meios “fora do eixo”, e reúne todo tipo de artista que, em sua maioria, usa a rua como forma de explorar o fazer cultural. A cultura de rua é aberta, pública e “de todos para todos”. É a cultura da ocupação dos espaços, da apropriação da cidade, do respeito e, acima de tudo, da resistência.

Ao trazer à tona essa temática, a FCCDA pretende explorar um universo de novas possibilidades ainda pouco vistas em Itabira, descobrindo novos talentos e explorando caminhos diversos no uso da arte para transformar a rotina dos moradores da cidade, incitando neles o sentimento de pertencimento.

Por meio do tema, a FCCDA espera reunir artistas que têm a rua como palco de sua arte, colocá-los sob o holofote e, além de vê-los atuar nos espaços públicos onde já estão acostumados, fazer o movimento inverso: levar a rua para dentro de nossos espaços! Além disso, lançar para os artistas interessados em participar do edital o questionamento: “e se essa rua fosse sua, como você a transformaria?”.

SOBRE O EDITAL

Os interessados poderão enviar quantas propostas quiserem nas áreas de oficinas, palestras, contação de histórias, performances poéticas, exposições de artes plásticas ou visuais, mostras de vídeo/cinema, lançamentos de livros, artes cênicas (dança, circo, teatro) e música (shows, recitais, concertos, entre outros).

As inscrições estarão abertas até o dia 25 de março de 2016, de forma gratuita. Podem participação quaisquer profissionais, pessoas físicas (instituições privadas, com ou sem fins lucrativos, de natureza artística e/ou cultural inscritas no CNPJ de todo o território nacional) ou pessoas jurídicas (produtores e artistas autônomos).

Nessa edição, o edital define, previamente, as categorias de participação e a remuneração correspondente a cada uma delas. Seguindo uma tendência recomendada pelo Ministério da Cultura e já adotada em outros editais como o do Festival de Inverno de São João Del Rey, a FCCDA determina os valores que poderá praticar por categoria. Assim, as propostas enviadas devem ser adequadas aos valores estipulados.

O edital e seus anexos já estão publicados no site www.fccda.mg.gov.br. A equipe da FCCDA está preparada para sanar as dúvidas e auxiliar os artistas que tiverem o interesse de mandar propostas. Em caso de dúvidas, basta enviar e-mail para fccdafestival@gmail.com ou ligar 31 – 3835.2102.

Confira programação do Seminário de Educação Integral em Itabira

convite seminario educacao (3)

Programação Semana da Consciência Negra em Itabira

semana c negra - cartaz

Scroll To Top