segunda-feira , 15 julho 2019
Você está aqui: Capa | Arquivos de Tag: produtor rural

Arquivos de Tag: produtor rural

De 15 a 19 de julho – 26ª Semana do Produtor Rural conta com 20 cursos de capacitação

Com o objetivo de compartilhar conhecimentos técnicos e profissionais, em busca da melhoria da qualidade de vida e da produtividade, a 26ª Semana do Produtor Rural de Itabira contará com 20 cursos de capacitação relacionados à produção e reaproveitamento de alimentos, artesanato, manuseio de maquinário, entre outros temas. Esta edição acontece entre os dias 15 e 19 de julho, no Parque de Exposições Virgílio José Gazire.

Todos os cursos ofertados contam com as novas exigências legais, tecnológicas e agronegócio. O público-alvo são os produtores rurais, agricultores familiares, trabalhadores e profissionais liberais ligados às áreas rurais. As capacitações serão ministradas no Parque de Exposições Virgílio José Gazire e na Fazenda Palestina.

De acordo com a programação, três cursos serão realizados entre os dias 22 e 26, e 29 e 2 de agosto, ou seja, fora da Semana do Produtor: Apicultura, Boas Práticas de Fabricação/ Agricultura Familiar, e Casqueamento e Ferrageamento. As inscrições foram feitas no Sindicato Rural, no bairro Pará. Com vagas limitadas, grande parte dos cursos já estão com as inscrições encerradas.

Este ano, os interessados podem contar ainda com os seguintes cursos: Cuidados com Ordenhadeira Mecânica, Doces Cristalizados/ Geleias e Doce em Barra, Quitandas, Artesanato em Bambu, Artesanato em Coador de Café (Peças Utilitárias), Tratorista, Defumados, Queijos, Operação e Manutenção de Motosserra, Operação e Manutenção de Roçadeira, Cuidados Básicos com Idoso, Cultivos de Frutas/ Pomar, Cria e Recria de Bezerras, Construção de Fossas Sépticas, Proteção e Recuperação de Nascentes, Saúde da Mulher e Solda.

Após a conclusão, os participantes receberão certificados. A entrega será durante o encerramento, que contará ainda com a comemoração do 5º Dia da Comunidade Rural. Durante toda a sexta-feira (19), haverá culto ecumênico, apresentações culturais, palestras, homenagens e sorteio de brindes.

Ainda durante o encerramento das atividades, o público poderá conferir os estandes da Apafi, Aapitar, IEF, Polícia Ambiental, artesãs de senhora do Carmo, entre outros. Fornecedores de equipamentos e insumos para produtores rurais também estarão presentes com suas mercadorias.

A 26ª Semana do Produtor Rural é promovida pela Prefeitura de Itabira, Sindicato dos Produtores Rurais, Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater/MG), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). Grande evento de extensão do município, a primeira edição aconteceu em 1985 e, a partir de 1994, a Semana do Produtor Rural passou a ocorrer anualmente, em comemoração ao Dia do Produtor Rural.

Agricultura – Central de Compras dará melhores condições para os produtores rurais itabiranos

A partir da próxima segunda-feira (10), os produtores rurais itabiranos poderão contar uma Central de Compras para adquirir insumos com preços mais baixos e com melhores condições de pagamento. O projeto foi desenvolvido pela Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (SMAA), em parceria com o Sindicato Rural de Itabira.

Com o objetivo de facilitar o acesso dos pequenos produtores ao processo de compra na modalidade atacado, a Central fortalecerá também o associativismo. Isso é o que garante Evando Avelar, presidente do Sindicado Rural itabirano, que no último seminário Agroin identificou a principal demanda dos produtores. “Insumos e produtos não ofertados no mercado local e preços elevados para a compra no varejo. Por isso, pensamos em criar uma central, pois a compra conjunta aumenta o nosso poder de barganha e possibilita melhores prazos”. Ainda segundo ele, inicialmente a central estará disponível para as compras de adubo e calcário. “Aumentando o número de participantes identificaremos outros produtos necessários”, declarou Evando Avelar.

Os produtores interessados em fazer parte da Central de Compras deverão procurar o Sindicato Rural de Itabira (rua Dr. Nelson Lima Guimarães, nº 10. Bairro Pará.), das 8 às 18 horas, e informar a sua demanda. As mercadorias serão distribuídas de acordo com a rota determinada. Mais informações: 3831-1380.

Prefeitura promove a 24ª Semana do Produtor Rural de Itabira

Começa nesta segunda-feira (3), a 24ª Semana do Produtor Rural de Itabira. Em parceria com os Sindicato dos Produtores Rurais de Itabira, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater/MG), a Prefeitura de Itabira oferecerá 16 cursos para a produção de alimentos e artesanatos e, uso de equipamentos agrícolas, além de palestras e atividades voltadas ao desenvolvimento profissional no âmbito rural.

O objetivo, segundo William Gazire, secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, é levar conhecimento específico aos participantes. “Nossa intenção é que os participantes conciliem a teoria adquirida com a prática diária, transformando isso em fonte de renda”. Para o secretário, a semana do produtor fomenta a valorização das atividades rurais, “já que ganharão visibilidade, expansão e possibilidades de novos negócios”, ressaltou.

O encerramento da semana será no dia 14, às 17 horas, no Parque de Exposições Virgílio José Gazire, com a participação de Valmir Roza Lima em palestra show “Rebecas e Violas”.

Cursos

Os 16 cursos serão ministrados no parque de exposições, com aulas teóricas e práticas. Entre os dias 3 e 7/7, serão realizados os cursos de Doces Cristalizados e Casqueamento, ambos com as vagas esgotadas. De 10 a 14/7, cursos de Defumados, Derivados do Leite – queijos, Tapeçaria – aproveitamento de malha, Artesanato com Bambu – móveis, Equitação, nova turma para Casqueamento, Tratorista, Proteção e Recuperação de Nascentes e Motosserra. Entre os dias 11 e 14/7, curso de Jardineiro e de 12 a 14/7, Apicultura.

Já entre os dias 13 e 15/7, cursos de Roçadeira, Recuperação de Áreas Degradadas e Produção de Frutas – Emater. No dia 14, curso de Saneamento Básico Rural – Emater. De 17 a 21/7, outra turma para o curso de Equitação.

Para participar, é necessário se inscrever na Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento – rua Santana, no bairro Penha – ou no Sindicato dos Produtores Rurais de Itabira – praça Dr. Nelson Lima Guimarães, no bairro Pará. O participante terá que pagar R$ 15 por dia, referente à taxa de alimentação. Mais informações pelos telefones: 3831-1380 ou 3839-2262.

Feira itinerante da agricultura familiar começa em maio

A Prefeitura de Itabira inaugura no próximo dia 04/05, das 7 às 12 horas, no bairro Centro, na Rodoviária – próximo à entrada do Parque da Água Santa – a primeira edição da feira Terra Nossa.

De acordo com o decreto regulamentador nº 628 – assinado pelo prefeito Ronaldo Magalhães no dia 28/03 – a feira será realizada uma vez por semana, sempre às quintas-feiras, em um dos sete bairros selecionados da cidade – Bela Vista, na rua Anastácio de Brito; Caminho Novo, na rua Cristal; Praia, avenida Cristina Gazire, na área verde, em frente ao centro comercial do bairro; Gabiroba, na rua Almir Pessoa de Magalhães; João XXIII, avenida Jorge Ferraz, esquina com a rua Humberto Campos; Amazonas, na rua Amapá, entre os cruzamentos das avenidas Brasil e Ipiranga – além dos distritos Ipoema e Senhora do Carmo.

Feira

A feira itinerante é uma parceria entre a Prefeitura de Itabira com a Associação dos Produtores da Agricultura Familiar de Itabira (Apafi) e tem como objetivo escoar a produção da agricultura familiar do município, além de aproximar os produtores dos consumidores. São 15 barracas, com três produtores em cada, comercializando frutas, legumes, verduras, tubérculos, cereais, aves vivas e abatidas, carnes suína e bovina, quitandas, ovos, mel, derivados do leite e do milho, doces e artesanatos. Segundo informação da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (SMAA), os produtos de origem animal são inspecionados pelo Serviço de Inspeção Municipal (SIM) com o devido selo que garante a qualidade da mercadoria.

Para participar da Terra Nossa, é necessário que o produtor seja, exclusivamente, da agricultura familiar e apresente a Declaração de Aptidão (DAP) ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), emitida pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater/MG).

História

O programa Apoio à Geração e Incremento de Renda (Agir), da Fundação Vale, incentivou a criação da feira itinerante, capacitando os produtores por meio de cursos que ensinaram novas técnicas para aumentar e diversificar a produção.

O programa contribui para o fortalecimento de negócios sociais, respeitando as vocações e criando oportunidades de trabalho e aumento de renda nas comunidades onde atua. O participante recebe capacitações, assessorias, orientações, investimentos e acompanhamento dos projetos de empreendedorismo (incubação ou aceleração). Em Itabira, o Agir conta com a parceria da Prefeitura e da Incubadora Social do Instituto Kairós (Nova Lima/ MG) como entidade técnica executora.

Encontro apresenta trabalhos desenvolvidos nas áreas rural e ambiental em Itabira

Para apresentar os trabalhos desenvolvidos em Itabira, a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) promoveu o 1º Encontro da Fazenda Experimental para o Desenvolvimento Rural e Ambiental Sustentável. A atividade aconteceu na manhã desta quinta-feira (29) e reuniu representantes de entidades civis, órgãos públicos, empresas e instituições de ensino do município.

O evento contou com a parceria da Prefeitura, por meio das secretarias municipais de Agricultura e Abastecimento e Meio Ambiente. O prefeito Damon Lázaro de Sena, o vereador Sueliton Cordeiro de Sousa e secretários municipais participaram do encontro.

“A Fazenda Experimental oferece treinamentos, cursos, palestras, desenvolve projetos e pesquisas para levar uma solução tecnológica ao produtor rural. Há 30 fazendas em todo o estado e cada uma trabalha a vocação da região. Esta Epamig foi criada com a intenção de ser o núcleo do leste de Minas Gerais”, explicou o gerente da Fazenda Experimental da Epamig/Itabira, Ivys Marlon Kelles Lage. Criação de gado, cultivo do feijão e de mudas de cana-de-açúcar são algumas atividades desenvolvidas no local.

O secretário de Agricultura e Abastecimento/ Meio Ambiente, Nivaldo Ferreira dos Santos, acrescentou que “um dos objetivos do encontro é trazer os representantes das instituições aqui, para que as pessoas saibam que essa estrutura existe e que podemos desenvolver muitos trabalhos juntos. Parceria e integração são duas palavras essenciais: por isso, é necessário intensificá-las, envolvendo órgãos do município, do Estado e da iniciativa privada para que o trabalho seja expandido”.

Posteriormente, o prefeito Damon Lázaro de Sena enumerou algumas ações desenvolvidas pelo governo municipal, como investimento em captação de água, criação do programa Preservar para não Secar, conservação das estradas rurais, instalação de mata-burros, construção de pontes, implantação do Sistema de Inspeção Municipal (SIM), compra de alimentos fornecidos pelos produtores rurais da cidade, entre outras. “Temos uma população na área rural em torno de 15% e somos uma cidade com histórico essencialmente operário. Por isso, nas discussões sobre diversificação econômica, temos que ampliar as discussões quanto ao setor rural, porque temos uma potencialidade muito grande”, afirmou.

Damon empossa primeira composição do Conselho de Segurança Alimentar

O prefeito Damon Lázaro de Sena empossou, na manhã de sexta-feira (18), os membros do Conselho Municipal de Segurança Alimentar. Criado em julho, essa é a primeira composição do conselho que tem 56 membros.

O evento fez parte do encontro de gestores dos municípios que integram a Rede Leste de Banco de Alimentos (Relba). Eles estiveram em Itabira para discutirem “A importância da integração dos Bancos de Alimentos”. O presidente da Relba, João Paulo de Paiva Ramos, fez questão de parabenizar o município. “Itabira está tendo uma evolução muito rápida com as questões agrícolas e, principalmente com a agricultura familiar. A criação e posse do conselho em tempo recorde é uma prova disso. Muitos municípios ainda não conseguiram implantar”, disse. Conforme lembrou João Paulo, a criação do conselho é critério primordial para a liberação de recursos estadual e federal para projetos de segurança alimentar nos municípios.

A conselheira Maria Aparecida de Oliveira fez um discurso emocionado. “Há muitos anos a gente está tentando implantar este conselho, mas não tivemos apoio. Agradeço à Prefeitura que está criando este conselho”, disse a conselheira. Ela lembrou outra ação que irá favorecer a segurança alimentar na cidade: a construção do restaurante popular. “A gente que trabalha na área da saúde sabe da importância, da necessidade deste restaurante. Agradeço à gestão do Damon que está realizando isso também”, disse, fazendo referência à publicação do edital de licitação para contratação da empresa que irá construir o restaurante popular. Maria Aparecida reconheceu a participação do vereador Sebastião Ferreira Leite “Tãozinho” – também presente no evento –, autor do projeto de lei aprovado na Câmara Municipal em 2011, para consolidar o restaurante.

O prefeito Damon Lázaro de Sena lembrou que o foco de seu governo é preparar a cidade para a diversificação econômica e, por isso, tem investido em vários setores que possam facilitar a sua concretização. Conforme ressaltou, nos últimos anos o município renovou a frota de veículos e máquinas que atendem o produtor rural; investiu no desenvolvimento dos programas Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) e de Aquisição de Alimentos (PAA) e criou o programa Preservar pra não secar, que remunera o produtor que conserva áreas importantes para a biodiversidade e preservação dos recursos naturais.

Damon Lázaro de Sena também lembrou que em breve a agricultura poderá ter um grande aporte, com a construção do restaurante popular. “Eu gostaria de lembrar que as discussões para construção do restaurante popular em Itabira começaram em Betim, quando eu e Alexandre Banana estivemos com Patrus Ananias, em 2008. Na época ele era ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Naquele encontro começamos a discutir o restaurante popular. O vereador Tãozinho Leite foi importante nesse processo porque, em 2011, apresentou um projeto de lei. Quando assumimos a Prefeitura descobrimos que os recursos para a obra já estavam depositados em conta desde 2011, mas não houve vontade para levar o projeto adiante. Tivemos um grande trabalho para destravar alguns empecilhos, o Tãozinho sempre nos cobrando e agora, já estamos licitando a obra”, contou o prefeito. Em seu entendimento, a agricultura familiar pode ser uma das grandes beneficiadas com a construção do restaurante, fornecendo produtos para ele. “E o Conselho de Segurança Alimentar terá um papel preponderante, pois uma das atribuições dele é ajudar a definir as diretrizes da política e do plano municipal de segurança alimentar e nutricional a serem implementadas”, finalizou.

Mais atividades Após a posse do Conselho Municipal de Segurança Alimentar, os membros da Relba continuaram o encontro. A delegada federal de Desenvolvimento Agrário em Minas Gerais Adriana Veiga Aranha apresentou a palestra “O programa Banco de Alimentos no Brasil e seu papel no combate à fome. Em seguida houve o debate sobre a importância da integração dos Bancos de Alimentos.

À tarde foi realizado o encontro de gestores municipais do Médio Piracicaba “Elaboração de propostas para a agricultura familiar: as alternativas para enfrentamento da crise econômica que aflige as regiões mineradoras”.

De 6 a 10 de julho – Vagas disponíveis para cursos da 22ª Semana do Produtor Rural de Itabira

Os interessados em adquirir mais conhecimento e qualidade em produção rural ainda podem se inscrever em três cursos que serão oferecidos durante a 22ª Semana do Produtor Rural de Itabira: Fabricação de Queijos (R$ 60,00), Construção de Fossas Sépticas (R$ 40,00) e Vaqueiro (R$ 60,00). As matrículas podem ser feitas até sexta-feira (3/7), das 8h às 17h, no Sindicato Rural de Itabira – praça Dr. Nelson Lima Guimarães, 10, Pará.

A Semana do Produtor Rural será realizada entre os dias 6 e 10 de julho no Parque de Exposições Virgílio José Gazire, local onde também serão ministrados os cursos. Para a inscrição, é necessário apresentar a carteira de identidade, CPF e documento comprovante de atividade rural como, por exemplo, a certidão do terreno ou o Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR).

Ao todo, serão 12 participantes em cada programa de formação e qualificação. De acordo com o Sindicato Rural de Itabira, os interessados podem se inscrever até mesmo nos cursos em que as vagas já estão esgotadas. Nesses casos, a instituição vai elaborar uma lista de espera para, posteriormente, formar novas turmas.

Neste ano, são oferecidos nove cursos com duração de três a cinco dias, e quatro minicursos com duração de um e dois dias. Todas as aulas serão lecionadas das 8h às 17h. Entre os temas, serão abordados assuntos relacionados ao meio ambiente, alimentação, artesanato e manutenção de maquinário. Haverá ainda palestras e mostra de produtos da região. Entre os cursos oferecidos estão: Defumados, Equitação, Casqueamento e Ferrageamento, Doces Cristalizados, Artesanato em Palha de Banana e Milho, Artesanato em Bambu/ Peças Pequenas e Operação e Manutenção de Motosserra.

A Semana do Produtor Rural é promovida pela Prefeitura de Itabira/ Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (SMAA), Sindicato Rural de Itabira, Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), em parceria com a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig).

De 6 a 10 de julho – Inscrições abertas para 13 cursos e minicursos da 22ª Semana do Produtor Rural de Itabira

Os interessados em participar dos 13 cursos e minicursos oferecidos na 22ª Semana do Produtor Rural de Itabira, que acontecerá de 6 a 10 de julho no Parque de Exposições Virgílio José Gazire, já podem se inscrever. As matrículas estão abertas e devem ser feitas no Sindicato Rural de Itabira (praça Dr. Nelson Lima Guimarães, 10 – Pará), de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Para efetuar a inscrição, o participante deve apresentar a carteira de identidade, CPF e documento que comprove a atividade rural como, por exemplo, um documento do terreno ou o Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR). As inscrições serão realizadas enquanto houver vagas: serão 12 participantes em cada programa de formação.

Ao todo, são nove cursos com duração de três a cinco dias, e quatro minicursos com duração de um e dois dias. Todas as aulas serão ministradas das 8h às 17h. Entre os temas, serão abordados assuntos relacionados ao meio ambiente, alimentação, artesanato e manutenção de maquinário. Haverá ainda palestras e mostra de produtos da região.

A Semana do Produtor Rural é realizada pela Prefeitura de Itabira/ Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (SMAA), Sindicato Rural de Itabira, Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), em parceria com a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig). Com o evento, o Governo Municipal e as entidades buscam compartilhar conhecimentos técnicos e profissionais, visando o desenvolvimento socioambiental e a melhoria da produtividade rural.

 Confira os cursos:

- Defumados

Valor: R$ 60,00 (para alimentação)

Início: 06/07/2015 – Término: 10/07/2015

 - Equitação

Valor: R$ 48,00

Início: 07/07/2015 – Término: 10/07/2015

- Fabricação de Queijos

Valor: R$ 60,00 (para alimentação)

Início: 06/07/2015 – Término: 10/07/2015

 – Casqueamento e Ferrageamento

Valor: R$ 60,00

Início: 06/07/2015 – Término: 10/07/2015

 - Vaqueiro

Valor: R$ 60,00

Início: 06/07/2015 – Término: 10/07/2015

 - Doces Cristalizados

Valor: R$ 60,00

Início: 06/07/2015 – Término: 10/07/2015

 - Artesanato em Palha de Banana e Milho

Valor: R$ 60,00

Início: 06/07/2015 – Término: 10/07/2015

 - Artesanato em Bambu/ Peças Pequenas

Valor: R$ 60,00

Início: 06/07/2015 – Término: 10/07/2015

 - Operação e Manutenção de Motosserra

Valor: R$ 36,00

Início: 06/07/2015 – Término: 08/07/2015

Minicursos:

- Quitanda

Valor: R$ 40,00

Início: 03/07/2015 – Término: 04/07/2015

 – Construção de Fossas Sépticas

Valor: R$ 40,00

Início e término: 08/07/2015

 – Cultivo e Manutenção de Pomares

Valor: R$ 40,00

Início: 09/07/2015 – Término: 10/07/2015

 – Operação e Manutenção de Roçadeira

Valor: R$ 24,00

Início: 09/07/2015 – Término: 10/07/2015

Prefeitura distribui mais de 67 mil kg de produtos a entidades assistenciais

A Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (SMAA), trabalha pela valorização do produtor rural ao oferecer programas e oportunidades de crescimento. O Banco de Alimentos é um importante instrumento que beneficia este público-alvo e, ao mesmo tempo, atende a quem precisa: em 2014, foram comprados R$ 106.991,55 em produtos rurais e 67.246,480 kg de alimentos foram distribuídos a entidades assistenciais do município.

O Banco de Alimentos foi criado para servir como apoio à comercialização dos produtos vindos da agricultura familiar e atender as entidades filantrópicas por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). É um projeto do Ministério do Desenvolvimento Agrário, gerido pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

O Conab compra os alimentos dos produtores rurais de Itabira e repassa os produtos ao Banco de Alimentos. Este é responsável por doá-los às entidades. Cada agricultor pode receber no máximo R$ 6.500,00 por ano.

Fazem parte do Banco de Alimentos 44 produtores filiados ao programa da Agricultura Familiar. Todos recebem mensalmente o pagamento pelos produtos adquiridos: verduras, legumes, frutas, mel, ovos, dentre outros. O secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, Geraldo Roberto Ferreira da Silva, ressalta a importância do projeto. “Ele possibilitou ao homem do campo ter uma renda fixa pela venda de seu produto, que na maioria das vezes era perdido caso não fosse comercializado em tempo hábil”.

A Prefeitura ainda oferece todo o apoio necessário para o produtor rural, principalmente em logística. Existe também um suporte que vai desde a análise do solo, compra de sementes, mudas, armazenamento até o transporte dos produtos à venda.

O objetivo é expandir e fortalecer o projeto. Para isso, é necessária a criação do Conselho Municipal de Segurança Alimentar que possibilitaria transformar o Banco de Alimentos em um grande captador e incentivar maiores doações pelos produtores rurais.

Os produtores rurais participantes reconhecem os benefícios que o Banco de Alimentos trouxe para a vida de suas famílias. Nelson de Souza Ferreira, que fornece banana e verduras, disse que o projeto diminuiu a perda de mercadorias como acontecia antes. “Sabemos também que o alimento que produzimos é direcionado a quem precisa e isso é muito bom”, ressaltou.

Para o fornecedor de mel e feijão, Aeliton Rodrigues Almeida, após a implantação do Banco de Alimentos a vida do produtor rural mudou muito de forma positiva. “Hoje tudo que produzimos temos como escoar e isso nos dá uma renda fixa. Recebemos muito apoio da Prefeitura, o que nos traz crescimento. Estamos satisfeitos”, finalizou.

Atualmente, são beneficiadas as seguintes instituições: Associação Municipal Assistencial Itabirana (Amai), Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Creche Bom Pastor, Cáritas Diocesana, Conselho Municipal do Bem-Estar do Menor (Combem), Creche Nosso Lar, Lar de Ozanan, Hospital Carlos Chagas, Hospital Nossa Senhora das Dores, SOS Obras Sociais, Secretaria Municipal de Ação Social (SMAS) e Secretaria Municipal de Educação (SME), contribuindo para o reforço da merenda escolar.

24ª Cavalgada de Senhora do Carmo vai promover integração entre produtores rurais dos distritos

A Prefeitura Municipal de Itabira promove neste final de semana, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, a 24ª Cavalgada de Senhora do Carmo e 6ª Queima do Judas. Na programação, concurso de marchas, shows musicais, barracas com comidas típicas e queima do boneco representando o Judas.

cartaz 24 cavalgada de senhora do carmo

Além de atrair itabiranos e turistas, a já tradicional cavalgada reúne anualmente os moradores das comunidades rurais de diversas regiões e dos dois distritos. Este ano a festa terá como importante diferencial, para o criador e produtor rural, o concurso de marchas que reunirá além de cavalos e éguas comuns, animais das raças Campolina, Mangalarga Marchador, Pequira e Muares, divididas em 18 categorias diferentes. O concurso de marchas começa no domingo ao meio-dia.

Com o objetivo principal de promover maior integração entre os produtores rurais dos distritos de Senhora do Carmo e Ipoema e das localidades de Conquista, Laranjeira, Campo do Gordura, Macuco, Serra dos Alves, Serra dos Linhares e Bongue, entre outras, a secretaria de Agricultura disponibilizará três ônibus para atender a população.

Um dos ônibus sairá da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA), às 18 horas, com destino a Senhora do Carmo, enquanto outros dois ônibus atenderão as comunidades do Borrachudo, Salgado e Campo do Gordura. Os três veículos seguirão com destino às comunidades de Serra dos Linhares, Boa Vista, Bongue, Angico, Fazenda da Conquista e Bom Jardim, para transportar os moradores destas seis localidades.

A festa começa no sábado (19), a partir de 15 horas, com a tradicional busca pelos cavaleiros, do boneco representando o Judas, na localidade de Conquista, seguindo depois para Senhora do Carmo, onde por volta da meia-noite realizam a queima do Judas no campo de futebol.

Ainda no sábado, dentro da programação da cavalgada, a partir de 22 horas a banda Forró Balanço Bom faz o primeiro show da noite. Na seqüência, quem sobe ao palco é a dupla sertaneja Zé Neto e Cristiano. No domingo (20), a cantora de Itabira, Seny Fernandes faz o show de encerramento, a partir das 19 horas.

Nos dois dias de festa a população terá à disposição ambulância para assistência médica, segurança particular, atuação da Polícia Militar e controle do trânsito por agentes da Transita.

Scroll To Top