sábado , 20 outubro 2018
Você está aqui: Capa | Arquivos de Tag: recital

Arquivos de Tag: recital

Escola Livre de Música de Itabira – Recitais começam hoje na Casa do Brás

A Casa do Brás e o teatro da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA) serão palcos a partir da noite desta terça-feira (10), dos alunos da Escola Livre de Música de Itabira (Elmi), que farão recitais de canto, violão, violino e violoncelo.

Os alunos de violão demonstrarão suas habilidades hoje, às 19h30, na Casa do Brás – rua Guarda-Mor Custódio, nº 156, no Centro. No recital, dirigido pelo professor Everton Maia, os alunos apresentarão músicas ensaiadas durante o curso e outras especialmente escolhidas para o concerto, como as composições de Francisco Tárrega, Gaspar Sanz, Tom Jobim e Chico Buarque.

Na quarta-feira (11) será a vez dos alunos de canto, que farão o recital “Raízes”, às 20 horas, no teatro do Centro Cultural – avenida Carlos Drummond de Andrade, no Centro. De acordo com a professora Deni Perotti, será uma apresentação para traduzir nossas raízes, o que proporcionará também a identificação dos espectadores. “É um pouco daquilo que compõe o que de mais profundo guardamos em nossas memórias, aquelas canções ouvidas por nós em diversos momentos da vida”, destacou. O público escutará desde Vinícius de Moraes e Toquinho até Pitty e Ed Sheeran.

Já os estudiosos de violino e violoncelo, acompanhados pelos professores Henrique Toledo e Rafael Ribeiro, apresentarão na quinta-feira (12), às 20 horas, na Casa do Brás, músicas do Pink Floyd, Luiz Gonzaga, Beethoven, Vivaldi e outras referências consagradas.

Os recitais, segundo Viviane Guimarães Alves Silva, coordenadora da Escola Livro de Música de Itabira, são produzidos duas vezes por ano para que os alunos apresentem os conhecimentos e a versatilidade musical dos instrumentos adquiridos ao longo dos meses de estudo. A entrada para todos os recitais é gratuita.

II Jornada da Igualdade Racial – Evento terá participação especial de Zezé Motta

Para comemorar a Semana da Consciência Negra no município, a Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Governo (SMG), promoverá entre os dias 13 e 23 deste mês a II Jornada para a Promoção da Igualdade Racial. No encerramento, às 20 horas, no teatro da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA), a atriz e cantora Zezé Motta fará uma participação especial no show “Um Tributo à Liberdade”, do grupo Itabiranos em Cena.

Com o tema “Resgatando valores e preservando as raízes”, a II Jornada para a Promoção da Igualdade Racial tem como objetivo resgatar valores, preservar memórias e valorizar o diálogo nas relações étnico-raciais, sociais, políticas e culturais. Durante os 10 dias de evento, haverá palestras, mesa redonda, shows, exposições, feira de artesanato, capacitação de pessoal, recital poético, seminário e outros. Na quinta-feira (20), Dia Municipal da Consciência Negra, o prefeito Damon Lázaro de Sena empossará os membros do Conselho Municipal da Promoção da Igualdade Racial.

O evento contará ainda com oficinas culturais com ênfase nas artes afrodescendentes, como guarda de marujos, congados, capoeira, percussão, arte-educação e cultura Hip Hop. Ações para estimular e oportunizar as comunidades quilombolas do Morro Santo Antônio à produção e autossustentabilidade também fazem parte da programação.

CARTAZ - II Jornada

Recital dos alunos de piano na Escola Livre de Música nesta quarta-feira

recital de piano

 

Seminário “Poética e Memória em Drummond” acontece nos dias 23 e 24/10 na FCCDA

Para discutir a obra de Drummond, sua importância na construção de uma visão modernista para a poesia brasileira e resgatar a memória do poeta, a Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA) realiza o Seminário “Poética e Memória em Drummond” com os escritores Roberto Said, Silvana Pessoas, Antônio Carlos Secchin e Letícia Malard. Divididos em dois dias de atividades, os escritores prepararam palestras especiais sobre o papel de Drummond da literatura nacional.

No dia 24 de outubro, a partir das 20h, o seminário começa com o recital “Sete vozes de Drummond” elaborado por Antônio Carlos Secchin. O carioca é professor emérito de Literatura Brasileira da Faculdade de Letras da UFRJ e Doutor em Letras pela mesma Universidade. Além disso, é poeta com seis livros publicados, ensaísta, organizador de várias seletas e obras completas de poetas brasileiros e membro da Academia Brasileira de Letras. Em “Sete vozes de Drummond”, apresenta um passeio à obra poética de Drummond, percorrendo-a a partir de sete eixos temáticos: a infância, a poesia, a família, a solidão, o amor, a morte e a sociedade.

Em seguida, é a vez de Roberto Said: mestre em Teoria da Literatura e Doutor em Literatura Comparada pela UFMG e professor de Teoria da Literatura também pela universidade mineira. Hoje é pesquisador nas áreas de Letras, História e Cultura Brasileira, com ênfase em Literatura Brasileira e História e memória cultural. Além disso, é uma referência em estudos biográficos, poesia contemporânea e arquivos e acervos literários. Em sua explanação “A insuspeita alegria de conviver”, ele discute o movimento paradoxal da obra de Drummond que é por um lado uma obsessiva busca autobiográfica (concretizada em uma série de poemas sobre sua história individual e familiar) e, por outro, busca refletir e se comunicar com o homem comum.

Silvana Pessoa encerra o primeiro dia com a palestra “À mesa com Carlos Drummond de Andrade”. Ela discorre sobre quatro dos textos que compõe o livro de crônicas de Drummond “A bolsa & a vida”. Agrupados sob o subtítulo “O céu da boca”, os textos falam sobre costumes culinários utilizados pela sociedade mineira do século XX. A ideia é analisar em que medida as iguarias “mineiras” assumem, na obra drumondiana, o estatuto de um ritual antropológico. Como complemento a esta reflexão, utiliza a correspondência que o poeta manteve com sua sobrinha Flávia (Favita), na qual dá notícia das guloseimas que lhe eram enviadas de Minas. Silvana é graduada em Letras (Licenciatura em Português e Inglês) pela UFOP, Mestre e Doutora em Estudos Literários pela UFMG e, hoje, é Professora Associada da Faculdade de Letras da mesma instituição.

 Dia 25/10

O segundo dia de seminário acontece a partir das 19h. Nele, Letícia Malard apresenta a palestra “111 anos de Drummond”. Formada em Letras Neolatinas e doutora em Literatura Brasileira pela UFMG, Letícia Malard é Professora Titular Emérita (também na UFMG) de Literatura Brasileira, Teoria da Literatura e Literatura Comparada. Publicou 16 livros, mais de 200 textos em revistas e jornais especializados em Literatura e participou de aproximadamente 180 programas de televisão sobre assuntos culturais. A autora pretende discutir os 111 anos de Drummond, debatendo sua poesia enquanto narrativa do mundo da memória que envolveu sua obra.

O seminário “Poética e Memória em Drummond” acontece na Galeria da FCCDA e está inserido na programação da Feira do Livro.

Outras informações pelo telefone 3835-2102 ou no site www.culturaemitabira.com.br.

A 12ª Semana Drummondiana é uma realização de Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade, com patrocínio da Prefeitura Municipal de Itabira e copatrocínio da Vale.

Scroll To Top