sexta-feira , 19 outubro 2018
Você está aqui: Capa | Arquivos do Autor: Dalton Gonçalves

Arquivos do Autor: Dalton Gonçalves

Módulo 2 – Escolas de Itabira disputam títulos do Jemi neste fim de semana

O desfecho do Módulo ll dos Jogos Estudantis do Município de Itabira (Jemi) será conhecido nesta sexta-feira (19) e sábado (20). Times de escolas públicas e particulares da cidade disputam títulos no vôlei, futsal e basquete, nas modalidades Feminino e Masculino. As partidas serão nas quadras do Ginásio Poliesportivo Maestro Silvério Faustino e Escola Estadual Mestre Zeca Amâncio (Eemza), no Centro.

Nesta sexta, as equipes se enfrentam nas semifinais do campeonato a partir das 13 horas. Os classificados disputam a decisão no sábado, a partir das 8h30.

O Módulo ll recrutou atletas de 15 a 17 anos, de 18 escolas inscritas na competição.  A primeira fase, com competidores até 14 anos, foi realizada em maio.

O Jemi é uma iniciativa da Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Juventude (SMELJ), vinculada à Secretaria Municipal de Educação (SME).

Confira a programação dos jogos para as semifinais:

 

Semifinais (19/10) – Quadra Eemza
Modalidade Hora Chave       Equipe          Equipe
10 Voleibol Fem 13:00 VFSF1 Super + E.E.M.Z.A
11 Voleibol Fem 14:00 VFSF2 CNSD Col. Tiradentes
13 Futsal Fem 15:00 FFSF1 Marciana Magalhães Palmira Morais
14 Futsal Fem 16:00 FFSF2 Col. Tiradentes Trajano Procópio
25 Futsal Masc Sorteio às 17h FM SF1 Trajano Procópio Faz. Bethânia
26 Futsal Masc Sorteio às 17h FM SF2 Antônio Linhares Emílio Pereira

 

Semifinais (19/10) – Poliesportivo
Modalidade Hora Chave        Equipe          Equipe
10 Voleibol Masc 13:00 VM/SF1 Antônio Linhares Col. Tiradentes
11 Voleibol  Masc 14:00 VM/SF2 Emílio Pereira José Ricardo
10 Basquete Masc 15:00 S/F1 Super + Trajano Procópio
11 Basquete Masc 16:00 S/F2 Palmira Morais E.E.M.Z.A
25 Futsal Masc Sorteio às 17h FM SF1 Trajano Procópio Faz. Bethânia
26 Futsal Masc Sorteio às 17h FM SF2 Antônio Linhares Emílio Pereira

Educação e mercado – Prefeitura participa de feira de estágio na Unifei Itabira

A Prefeitura de Itabira está entre os expositores da Feira de Estágio da Engenharia de Produção (FEEP), realizada nesta quinta-feira (18) no campus local da Universidade Federal de Itajubá (Unifei). O evento, aberto à comunidade, oferece ao longo do dia palestras, rodas de conversa e intermedeia vagas de estágio às empresas participantes.

A Prefeitura atende estudantes de educação superior e outras modalidades do ensino. As oportunidades de estágio são oferecidas conforme demanda das seções.

O interessado pode se cadastrar no banco de oportunidades procurando a Diretoria de Desenvolvimento de Recursos Humanos, localizado no segundo andar do edifício sede da Prefeitura de Itabira – avenida Carlos de Paula Andrade, 135, Centro. É necessário apresentar documentos pessoais e currículo.

1 (1)

Procedimentos gratuitos – Prefeitura de Itabira atende mais de 30 pacientes em mutirão de cirurgias de glaucoma

Por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a Prefeitura de Itabira realizou mais um mutirão de cirurgias oftalmológicas nessa terça-feira (16) e quarta-feira (17) no Hospital Municipal Carlos Chagas (HMCC). Ao todo, 31 pacientes passaram por cirurgia para tratar o glaucoma. A campanha é parte de um plano de ação para reduzir a fila de espera na rede pública.

“O glaucoma é uma lesão do nervo óptico que pode provocar a cegueira. A doença, muitas vezes assintomática, causa um aumento rápido na pressão intraocular. Existem casos para os quais a indicação mais adequada de tratamento é a cirurgia, que pode reduzir ou evitar sequelas associadas à doença”, explicou Rosana Linhares, secretária Municipal de Saúde.

Todos os usuários foram encaminhados pelas unidades básicas de saúde e passaram por avaliação clínica. Segundo Roque de Assis Júnior, médico oftalmologista do HMCC, o procedimento adotado foi minimamente invasivo e proporcionou ao paciente o retorno imediato para casa após a realização.

“Fizemos a cirurgia por meio de uma tecnologia chamada citofotocoagulação transescleral com laser micropulsado. O objetivo é diminuir a medicação, a pressão intraocular e preservar a visão que o paciente tem”, disse o especialista.

A SMS garantiu à população uma série de procedimentos oftalmológicos ao longo deste ano. Até dezembro, outros mutirões estão previstos para atender usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Oportunidade – Saúde leva mutirão de serviços médicos a Ipoema neste sábado

Neste sábado (20), entre 10 e 17 horas, a Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), em parceria com a Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais (FCM-MG), levará uma série de serviços ao distrito de Ipoema.

Diversos núcleos da instituição belo-horizontina estarão presentes na Praça Augusto Guerra. O “Ciências Médicas na Praça” terá aferição de glicemia, pressão arterial e índice de massa corpórea; orientações relacionadas à obesidade, atividade física e alimentação.

O público também terá à disposição serviços de saúde da mulher como coleta de preventivo, solicitação de mamografias e inserção de dispositivos intrauterinos (DIU).

Para mais, a programação de palestras, orientações e rodas de conversa é ampla. Entre os temas estão prevenção do câncer de mama; prevenção do suicídio; acidente vascular encefálico; doenças cardiovasculares; melanoma (com distribuição de protetores solares); infecções do trato urinário; câncer de colo uterino e leiomiomas.

“O evento tem importância ímpar à comunidade de Ipoema. Além das ações alusivas à campanha do Outubro Rosa, ofereceremos, graças à parceria com a FCM-MG, um leque de outros serviços, proporcionando informação e melhoria da qualidade de vida dos moradores”, destaca Rosana Linhares, secretária Municipal de Saúde.

Serviço: Ciências Médicas na Praça

Data: 20 de outubro de 2018

Horário: entre 10 e 17 horas

Local: Praça Augusto Guerra, Ipoema, Itabira

Gratuito

SME – Cinema nas Escolas continua a partir de sexta-feira

Com atualização. Cronograma alterado em função da previsão do tempo.

A Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), realiza a partir desta sexta-feira (19) a segunda fase do projeto Cinema nas Escolas. O telão itinerante exibe na data, às 18 horas, a animação “Viva: A vida é uma festa” na Escola Municipal Odília Costa, no distrito de Senhora do Carmo. A sessão é gratuita e aberta ao público.

No sábado (20), a sessão de cinema ocorrerá na Escola Municipal Pedreira do Instituto, no bairro homônimo. Na segunda-feira (22), por sua vez, a exibição será no Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Nonato Azevedo, no distrito de Ipoema.

A Escola Municipal Prefeito Virgílio Gazire, no bairro Nossa Senhora das Oliveiras, recebe o projeto na próxima terça-feira (23). Em todas as escolas o filme será exibido às 18 horas.

A SME preparou as instituições para acolher toda a comunidade para um momento de lazer e aprendizado.

O filme escolhido conquistou dois Oscar em 2018, por Melhor Animação e Melhor Canção Original. Conta a história de Miguel, um menino de 12 anos que quer muito ser um músico famoso, mas precisa lidar com sua família que desaprova seu sonho. A aventura, com inspiração no feriado mexicano do Dia dos Mortos, acaba gerando uma extraordinária reunião familiar.

O projeto

A edição do Cinema nas Escolas deste ano começou em setembro, percorrendo instituições da área urbana do município. Para imitar a estrutura das salas de cinema, um telão inflável é levado aos espaços para executar as sessões.

Outras informações podem ser obtidas na SME, por meio do telefone (31) 3839-2670.

Resultados satisfatórios – Operação da Prefeitura de Itabira já retirou 46 carros abandonados das ruas

A Secretaria Municipal de Obras, Transportes e Trânsito (SMOTT) informou nesta segunda-feira (15) novo balanço da ação de advertência e recolhimento de veículos abandonados nas vias de Itabira. Até agora a força-tarefa deflagrada no fim de agosto fez com que 46 carros e sucatas saíssem das ruas e calçadas.

Além da SMOTT, que atua por meio da Superintendência de Transportes e Trânsito (Transita), a ação envolve a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU) e as polícias Militar e Civil.

Dos 46 veículos citados, a força-tarefa rebocou apenas seis, levados aos pátios do Detran nos bairros Vila Paciência e Boa Esperança. O proprietário somente poderá reaver o automóvel após regularizar os documentos e pagar as taxas do guincho e das diárias no pátio. Em caso contrário, os veículos são levados a leilão em data oportuna.

Os outros – 86% do total – foram removidos de forma espontânea pelos proprietários, o que, na avaliação de Ronaldo Lott, titular da SMOTT, demonstra que a advertência deu certo.

Ao ser verificado um veículo em situação de abandono, fiscais de posturas, agentes de trânsito e policiais colam um adesivo informando a remoção do automóvel caso o dono não o faça em até dez dias. A notificação também é feita por correspondência.

Nesta segunda-feira havia 26 veículos no trâmite de advertência. Os automóveis em situação irregular ocupam vagas, obstruem vias, servem de abrigos para transmissores de doenças e criminosos. “A gente acredita que é uma ação que está dando muito certo, bem acolhida pela comunidade e resultando em melhorias de limpeza, das condições de segurança e saúde de nossa cidade”, comentou o secretário de Obras.

Ronaldo Lott

Denúncias

Outro dado vem das denúncias recebidas pela população: há 65 queixas de abandono de veículos que serão verificadas pela equipe de trabalho. A ação continua nos próximos meses até reduzir de forma drástica o volume de sucatas e carros em abandono. Denúncias podem ser feitas por meio dos telefones 3839-2143, 3839-2414 e 3839-2044.

“Deixamos claro que somente são notificados e recolhidos, caso necessário, os veículos com evidentes sinais de abandono”, ressalta Lott. Entram no critério veículos sem os vidros, retrovisores, faróis, pneus ou rodas, com a carroceria enferrujada, sem o motor, entre outros quadros.

Iniciativa do Município – Módulo 2 do Jemi agita quadras de Itabira

Atletas de 18 escolas itabiranas, públicas e particulares, participam do Módulo ll dos Jogos Estudantis do Município de Itabira (Jemi). Ao menos 600 participantes movimentam as quadras do Ginásio Poliesportivo Maestro Silvério Faustino, Escola Estadual Mestre Zeca Amâncio (Eemza) e Valério Esporte Clube (VEC).

Os jogos são realizados pela Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Juventude (SMELJ), vinculada à Secretaria Municipal de Educação (SME).

O Módulo ll reúne atletas entre 15 e 17 anos, em partidas de futsal, basquete, handebol e vôlei, nas categorias Feminino e Masculino. A competição começou na segunda-feira (1º), com fase eliminatória até este sábado (6). Os competidores até 14 anos estiveram em campo na primeira etapa do Jemi, no mês de maio.

Os que garantirem vaga na final do Módulo ll retornam às quadras após o feriado prolongado de 12 outubro. A decisão será nos dias 17, 18 e 19 deste mês.

Gil César Coutinho Silva, coordenador da competição na SMELJ, fez boa avaliação dos jogos e disse que o Jemi cumpre seu papel ao engajar equipes de todo o segmento escolar de Itabira. Gil citou que neste ano o Município não pôde enviar participantes aos Jogos Escolares de Minas Gerais (Jemg) por questões financeiras, mas, em contrapartida, fortaleceu as disputas locais, com alto rendimento.

“É uma iniciativa valiosa para a gente e com uma avaliação satisfatória dos envolvidos”, afirmou.

Jemg (2)

Handebol

Com menos inscritos, a final do handebol foi ainda nesta sexta (5). No Masculino venceu a competição o elenco da Escola Antônio Linhares Guerra, do bairro Machado. A Escola Estadual Professor Manoel Soares, do distrito de Ipoema, conquistou a segunda colocação, e, Trajano Procópio (Premen), do Água Fresca, o terceiro lugar.

Antônio Linhares Guerra repetiu o título no Feminino. Conquistaram prata e bronze a Escola Estadual Marciana Magalhães (Gabiroba) e o colégio particular Super Mais Educação (Centro), respectivamente.

Município reforça combate ao trabalho infantil com mobilizações nas escolas

Ao menos 6% das crianças e adolescentes com até 14 anos em Itabira estão em situação de trabalho infantil. São condições ilegais como atividade agrícola, serviços domésticos, construção e comércio, a exemplo da venda de picolés e amendoins. O Município e diversos atores somam esforços para combater a prática e garantir proteção social dos atingidos.

O dado local é do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), pesquisado há oito anos, e que pode ser mais expressivo atualmente. Ele foi citado nesta quinta-feira (4), Dia D do Programa Conexão Jovem, onde alunos de 11 escolas públicas da cidade apresentaram trabalhos culturais alusivos ao tema.

O evento ocorreu na Escola Municipal Marina Bragança, no bairro Monsenhor José Lopes, resultado de uma mobilização assumida na rede de ensino pela Secretaria Municipal de Educação (SME), no âmbito do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI).

O PETI foi lançado no município no início deste ano, com estratégias engajadas pela Prefeitura de Itabira em seções como Assistência Social (SMAS), Saúde (SMS) e Educação (SME).

Nélia Cunha, assistente social da Prefeitura, fez o alerta sobre o quadro e informou que atualmente dez famílias são acompanhadas pela SMAS, após denúncias e identificação de crianças em situação de trabalho. Segundo ela, essas famílias foram incluídas em programas de assistência do Governo Federal, por meio do CadÚnico; participam de programas de capacitação e empreendedorismo; as crianças são mantidas nas escolas, e, se maiores de 14 anos, podem ser incluídas no programa Aprendiz Social, lançado recentemente pela PMI, com a possibilidade do jovem aprender um ofício na administração pública de forma remunerada e no contraturno escolar.

As ações envolvem esforços do Conselho Tutelar, Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas).

 45054535902_666cf2b5fa_z

Desafio

A legislação brasileira proíbe que menores de 13 anos exerçam qualquer tipo de atividade de trabalho, remunerado ou não. Só é permitido trabalhar a partir dos 14 anos, mas, sob condições específicas, como menor aprendiz.

Fiscalizar e combater o trabalho infantil são tarefas complicadas, diz Nélia. “O que precisamos quebrar é a cultura de que não há problemas no trabalho infantil, de que começar a trabalhar desde muito cedo é algo muito bom. Crianças e adolescentes nessas condições perdem oportunidades, sofrem consequências e agravos na saúde, entre tantos outros. É um público que precisa estar estudando e se desenvolver, tendo lazer, diversão, descanso e não trabalhando”, salienta.

Nélia Cunha afirma também que o trabalho infantil pode ser porta de entrada para as demais violações de direitos de crianças e adolescentes. “A comunidade pode contribuir denunciando. Ao ver situações de trabalho infantil, denuncie ao Conselho Tutelar de Itabira – (31) 3839-2211 – ou Disque 100”, alerta a assistente social.

 31229862858_a1a3397626_z

Dia D

Participaram do Dia D alunos das escolas municipais Antônio Camilo Alvim, José Gomes Vieira, Professora Antonina Moreira, Professora Didi Andrade e das escolas estaduais Antônio Linhares Guerra, Dona Eleonora Nunes Pereira, Major Lage, Fazenda da Bethânia, Mestre Zeca Amâncio (Eemza) e Emílio Pereira.

O Conexão Jovem é um programa desenvolvido pela SME, de fortalecimento juvenil e prevenção de vulnerabilidades sociais. A iniciativa vai de encontro ao trabalho proposto pelo PETI. “Todas as escolas trouxeram hoje um pouco do que é desenvolvido ao longo dos últimos meses”, destacou Lucimara de Cássia Ferreira Santos, coordenadora do programa municipal.

Nesta quinta houve apresentações de teatro, música e poesias, além de brincadeiras. “Cada escola trabalha o tema de diferentes formas – oficinas, nas artes e disciplinas diversas. O mais importante é que o alerta contra o trabalho infantil chegue aos alunos, e que eles levem às famílias”, continuou Lucimara.

45103661951_6531e01d65_z

Solenidade – Ronaldo Magalhães empossa membros eleitos para o Codema

Nesta quinta-feira (4), o prefeito de Itabira, Ronaldo Magalhães, deu posse aos membros eleitos para o biênio 2018-2020 do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Codema). O colegiado é composto por representantes de órgãos municipais, entidades de classe, clube de serviços, universidades, empresas e associações civis.

A solenidade foi realizada no auditório da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), no Parque Natural Municipal do Intelecto.

O Codema é composto por 26 membros, entre titulares e suplentes. As cadeiras foram renovadas em eleição no dia 3 de setembro. O termo de posse foi assinado, além dos eleitos e do prefeito Ronaldo, pela secretária de Meio Ambiente, Priscila Braga Martins da Costa, e o presidente da Câmara Municipal, Neidson Freitas.

DSCN4800

Ronaldo enalteceu o trabalho do Conselho e frisou sua contribuição ao desenvolvimento sustentável de Itabira. Citou a realidade dos municípios mineradores e a necessidade de discutir o segmento. “A questão ambiental é hoje um dos temas mais importantes em gestão pública”, enfatizou.

Por sua vez, Priscila Braga elogiou a participação jovem no Codema. A seu ver, o colegiado se revela “plural e de nível elevado”. “Temos uma equipe brilhante, que contribui para uma cidade melhor”, salientou. Neidson Freitas destacou o protagonismo do grupo, “presente em decisões de grande importância tomadas na cidade”.

Uma reunião do grupo sucedeu a solenidade.

Confira a lista de membros empossados:

Representantes das associações de classes profissionais:

Bernardo Souza Rosa – titular (OAB)

Sidney Ataíde de Andrade – suplente (OAB)

Representantes das associações de classes de atividades econômicas:

Marli Áurea da Matta Lacerda Lage – titular (Acita)

João Mário de Brito – suplente (Acita)

Representantes das entidades mantenedoras de ensino superior:

Laila Carolina de Paula – titular (Funcesi)

Cristina Maria de Souza Garcia – suplente (UNA)

Representantes da companhia mineradora:

Breno Sales Caldeira Brant – titular (Vale)

Franciane Guerra de Assis – suplente (Vale)

Representantes das atividades minerárias:

Herlaine Silva – titular (Belmont)

Gislene Fernandes de Oliveira – suplente (Belmont)

Representantes das entidades civis de defesa dos interesses dos moradores:

Maria Aparecida de Oliveira – titular (Associação dos Moradores do Bairro Bela Vista)

Fernando Muniz da Neiva – suplente (Associação dos Moradores do Bairro Novo Amazonas)

Representantes das entidades civis de defesa dos interesses dos moradores – Distrito:

Celso Charneca Leopoldino – titular (Interassociação)

Adriana Magalhães Figueiredo – suplente (Amai)

Representantes de clube de serviços:

Glaudios Detoffol Bragança – titular (Loja Macônica União e Paz)

Willame Aguiar de Almeida – suplente (Loja Macônica União e Paz)

Representantes dos Sindicatos dos Trabalhadores:

José Geraldo Milânio – titular (Sindicato dos Rodoviários de Itabira)

Emídio Xavier Filho – suplente (Sindicato dos Rodoviários de Itabira)

Representantes das empresas loteadoras ou incorporadoras:

Fabiola de Paula Silva Neiva Fernandes – titular (PHR)

Hugo Guerra de Andrade – suplente (MD Predial)

Representantes do Sindicato Patronal:

Itaélio José Cabral Guerra – titular (Sindicato dos Produtores Rurais)

Evando Lage Avelar – suplente (Sindicato dos Produtores Rurais)

Representantes das entidades civis de defesa da qualidade do meio ambiente:

Sydney Almeida Lage – titular (Rotary)

Guilherme Vaz Oliver – suplente (Unicesumar)

Representantes das entidades técnicas relacionadas ao setor de saneamento básico:

Sérgio Sampaio – titular (ASSEAG)

Eduardo Barros – suplente (ASSEAG)

SME – Dia D do Conexão Jovem será nesta quinta-feira, com mobilização contra trabalho infantil

A Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), realiza nesta quinta-feira (4), o Dia D do Programa Conexão Jovem. O evento será realizado entre 8 e 10 horas na Escola Municipal Marina Bragança, no bairro Monsenhor José Lopes.

Haverá apresentações de estudantes de 11 escolas públicas de Itabira – municipais e estaduais. Os trabalhos ocorrem no âmbito do Programa de Erradicação do Trabalho Escravo (Peti), desenvolvido no município deste o início deste ano.

São aguardados alunos das escolas municipais Antônio Camilo Alvim, José Gomes Vieira, Professora Antonina Moreira, Professora Didi Andrade e das escolas estaduais Antônio Linhares Guerra, Dona Eleonora Nunes Pereira, Major Lage, Fazenda da Bethânia, Mestre Zeca Amâncio (Eemza) e Emílio Pereira.

O Conexão Jovem é um programa desenvolvido pela SME de fortalecimento juvenil e prevenção de vulnerabilidades sociais.

Scroll To Top