segunda-feira , 10 dezembro 2018
Você está aqui: Capa | Arquivos do Autor: Natália Sant'Ana

Arquivos do Autor: Natália Sant'Ana

Utilidade Pública – Roubo de cabos prejudica abastecimento de água no Fênix

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira informa que, devido a vandalismo, a região abastecida pela Estação de Tratamento de Água (ETA) Rio de Peixe – bairros Santa Ruth, Santa Marta, Monsenhor José Lopes, Valença, Fênix, Belvedere e João XXIII – ficou sem água nas últimas horas.

Diversos cabos de energia foram furtados nesta madrugada (7/12), fato que impossibilitou o processo de abastecimento. O Saae informou ainda que o problema foi solucionado no final da tarde de hoje, mas a normalização do abastecimento deverá ocorrer somente nas próximas horas. Portanto, é necessário que a população atendida pela ETA Rio de Peixe mantenha o uso consciente da água.

Urgente – Telefone do Samu não funcionará nesta quinta-feira

Devido ao corte da energia elétrica solicitado por um comerciante local – para a conclusão de obra – e autorizado pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), o telefone padrão (192) do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) não funcionará nesta quinta-feira (6), das 9 às 15 horas.

Para acionar o Samu neste período, em casos de emergência, estará disponível o seguinte número: (31) 9 8366-2961.

Minha Casa Minha Vida – Prefeitura sorteia 400 apartamentos nesta sexta

A partir das 13 horas, desta sexta-feira (7), no Ginásio Poliesportivo Maestro Silvério Faustino (rua Irmãos D’Caux, no Centro), em cumprimento às portarias nº 163/2016 e 412 do Ministério das Cidades, a Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) sorteará 400 apartamentos do programa federal Minha Casa Minha Vida. As moradias populares estão distribuídas em três empreendimentos – com 50% da construção concluída – nos bairros Fênix (128), Abóboras (128) e Barreiro (144).

Participarão deste sorteio as 820 famílias que se cadastraram ou atualizaram o cadastro entre os dias 1º e 31 de agosto deste ano. O sorteio é a segunda etapa, depois do Cadastro Habitacional, estabelecida pelo Governo Federal. “É importante registrar que a pessoa sorteada comporá uma lista de titulares e os sorteados somente terão a propriedade do imóvel após aprovação da Caixa Econômica Federal, que é a gestora do programa”, explicou Sandra Torres, superintendente de Assistência Social.

Foram selecionadas as inscrições que cumpriram os critérios nacionais e adicionais: famílias residentes em áreas de risco ou insalubres que tenham sido desabrigadas (comprovado por declaração do ente público); famílias com mulheres responsáveis pela unidade familiar (comprovado por autodeclaração) e famílias que tenham pessoas com deficiência (atestado médico com número da Classificação Internacional de Doenças (CID) e descrição da deficiência conforme o decreto nº 5.296/2004). “Estes são os critérios nacionais para priorizar os beneficiários, de acordo com a Portaria nº 412 do Ministério das Cidades”, declarou a superintendente.

Mas, além desses, o Conselho Municipal de Habitação (CMH) aprovou mais três critérios, os adicionais, que também constam no documento federal: famílias que se inscreveram ou atualizaram o cadastro habitacional até 31/8 deste ano; famílias em atendimento de aluguel social (comprovado pelo ente público) e famílias com pessoas atendidas por medida protetiva – Lei Maria da Penha (comprovado por cópia da petição inicial do Ministério Público).

No regulamento do Minha Casa Minha Vida, cada critério adotado vale um ponto no processo de hierarquização. Entretanto, no caso dos idosos titulares do cadastro e deficientes ou famílias com deficientes, isso é feito em uma lista a parte, por empreendimento. “E esse grupo específico é sorteado primeiramente pelas cotas, dentro da legislação vigente”, ressaltou Sandra. Os demais candidatos formam três grupos: I, famílias que somem de quatro a seis pontos; II, de dois a três pontos e III, um ponto ou nenhum.

Na prática

No dia do sorteio, para facilitar o processo, os cadastrados serão distribuídos em cinco urnas – idosos titulares, deficiente ou famílias com deficientes, grupos I, II e III Os primeiros sorteados serão idosos a partir de 60 anos e deficientes, ambos cotistas, onde, em cada empreendimento, 3% dos apartamentos são reservados, ou seja, oito imóveis de cada residencial – Fênix e Abóboras – e 10 do Barreiro. “Caso o número de idosos e deficientes seja maior que a quantidade de apartamentos disponíveis, eles concorrerão também entre os candidatos com a mesma pontuação dentro dos respectivos grupos”, explicou Sandra Torres.

Em seguida, as demais unidades serão sorteadas para o restante dos inscritos aprovados, sendo 60% para o grupo I (72 moradias do Fênix e Abóboras e 80 do Barreiro); 25% para o grupo II (Fênix e Abóboras 30 unidades e Barreiro, 34) e 15% destinados ao grupo III (18 apartamentos Fênix e Abóboras e 20 do Barreiro). “Dentro das referidas portarias, o Município tem a liberdade de analisar e determinar a melhor maneira de realizar o sorteio em menor tempo possível sem ferir o regulamento. Organizamos esse processo de forma transparente, começando pelo programa habitacional de cadastro desenvolvido pela Superintendência de Informática da Prefeitura”. De acordo com a superintendente, com este novo sistema, a SMAS cadastra, atualiza e calcula a pontuação dos titulares do cadastro, além de separar automaticamente os idosos e deficientes. “Inclusive, este programa oferece filtros que agilizam a análise da Caixa, excluindo, por exemplo, pessoas com renda superior a R$ 1,8 mil ou que já tenham recebido algum imóvel ou material de construção pelo Pamfis (Programa de Auxílio à Moradia para Fins Sociais) nos últimos seis anos”.

Também será realizado na sexta-feira, o sorteio de suplentes, que corresponde a 30% dos cotistas e dos candidatos de cada grupo. Esta lista reserva servirá para as vagas dos candidatos titulares desistentes ou excluídos após análise da Caixa Econômica Federal. “É importante lembrar que os sorteados como suplentes continuarão no cadastro habitacional para os próximos empreendimentos”. Sandra Torres ressaltou ainda que a partir da próxima segunda-feira (10/12), a Superintendência de Habitação Popular estará à disposição para informações e esclarecimentos sobre os processos de inscrição, sorteio e habilitação de financiamento do Minha Casa Minha Vida.

Especialização em Desenvolvimento Local – Prefeitura de Itabira é selecionada para curso em Brasília

Desde o dia 19 do mês passado, o secretário municipal José Don Carlos Alves dos Santos está em Brasília, no Distrito Federal, participando da especialização Desenvolvimento Local e Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, promovida pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap), entidade vinculada ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG).

Visando ampliar a capacidade dos municípios em criar estratégias de desenvolvimento econômico local, por meio de políticas públicas que interajam com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo (SMDECTIT) foi uma das 100 selecionadas. No total, cerca de 1,1 mil gestores e cidades foram avaliados para fazer parte da primeira turma nacional deste programa.

Don Carlos disse acreditar que um dos quesitos para habilitar a participação de Itabira foi o processo de implantação dos ODS, em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), iniciado em março do ano passado. “Então, a seleção para este curso coloca o nosso município na plataforma de desenvolvimento local e sustentável do Ministério do Planejamento”. Após a conclusão desta especialização, o secretário informou ainda que Itabira terá como meta a implantação dos Arranjos e Sistemas Produtivos e Inovativos Locais (Aspil), “que nos possibilitará promover a diversificação econômica com o apoio do Governo Federal, já que seremos uma das cidades polo para inserir as metas dos ODS da agenda 2030 da ONU (Organização das Nações Unidas), que associa crescimento econômico, social e ambiental”.

Curso

Para Don Carlos, o programa é “altamente qualificativo”, pois conta com professores da ONU e do MPDG, além de promover um intercâmbio entre secretários e prefeitos de diversas regiões do país. “Estou recebendo um aprendizado limpo e direto da fonte. São esses professores inclusive, que elaboraram o conteúdo. Tem também a integração e troca de informações com os demais 99 gestores dos vários municípios do Brasil”, avaliou o secretário. A participação da Prefeitura de Itabira neste programa é totalmente custeada pela União – curso, transporte, hospedagem e alimentação –. Esta é a primeira etapa que terminará no dia 14 de dezembro e, em março de 2019, a Enap iniciará o segundo módulo.

Enap_Don2

Resultado – Confira a lista dos aprovados no vestibular corporativo da Una

Centro Universitário Una, em parceria com a Prefeitura de Itabira, realizou no dia 18/11, um vestibular exclusivo para servidores municipais.

Confira os servidores aprovados clicando AQUI. Os nomes foram publicados em ordem alfabética.

Em exercício – Dalma Barcelos assume prefeitura até dezembro

A partir desta quinta-feira (29), a vice-prefeita Dalma Barcelos assume a prefeitura até o dia 9 de dezembro, devido a viagem administrativa do prefeito Ronaldo Magalhães à China. A transmissão temporária do cargo aconteceu no final da tarde de hoje (28), após comunicado oficial ao Legislativo Municipal.

Durante a solenidade, que contou com a presença de grande parte da equipe de governo – com exceção dos secretários municipais Ronaldo Lott (Obras), José Don Carlos Alves Santos (Desenvolvimento Econômico), Rosana Linhares (Saúde), Robson Souza (Desenvolvimento Urbano), Fernando Muniz (Auditoria) e Geraldo Rubens (Planejamento) que mandaram representantes – o prefeito Ronaldo Magalhães pediu o apoio de todos à vice-prefeita Dalma Barcelos. “Como podem surgir novidades a todo momento, peço a vocês que cooperem o máximo e estejam sempre disponíveis com as informações específicas de cada pasta, para as coisas fluírem normalmente”, solicitou.

Aproveitando o encontro, Ronaldo Magalhães abordou sua viagem ao continente asiático e confirmou a ida do presidente da Câmara de Vereadores, Neidson Dias Freitas, que, na sua opinião é importante para a análise dos projetos. “É fundamental a participação da Câmara neste processo, principalmente pela necessidade de futura aprovação se tudo der certo”. Ainda segundo o prefeito, a possível parceria com os chineses diante da proposta de investimento em projetos ligados à Unifei, é o trabalho do Governo Municipal para desenvolver o futuro da cidade sem o minério de ferro. “Tudo relacionado à China ainda é um embrião, mas com boa perspectiva de se concretizar, principalmente quando a Vale anuncia a exaustão e consequentemente a queda da Cfem (Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais). Por isso, acredito que isso seja um novo caminho pra gente”, salientou Ronaldo Magalhães.

Dalma4

Em sua fala, Dalma Barcelos agradeceu a confiança do prefeito e reforçou o pedido de colaboração da equipe de governo. “Ainda mais neste momento delicado em que precisamos reduzir gastos. Sei da intensidade do trabalho de cada secretaria, mas a fase é complicada. Mesmo sem decretar calamidade financeira, é necessário ter cuidado com os investimentos”, avaliou a vice. Em seguida, após assinatura da transmissão de cargo, a já prefeita em exercício propôs uma oração para encerrar a solenidade.

Dalma3

Em tempo

Em busca de investimentos para a diversificação econômica itabirana, o prefeito Ronaldo Magalhães irá para Pequim, na China, discutir os projetos de construção do Parque Científico-Tecnológico e do aeroporto de carga com representantes do governo chinês e empresários asiáticos, que já conhecem outros projetos desenvolvidos pela Universidade Federal de Itajubá (Unifei). A missão do Executivo Municipal termina no dia 10 de dezembro.

Parque tecnológico e aeroporto – Ronaldo Magalhães buscará investimentos na China

Nesta quinta-feira (29), o prefeito Ronaldo Magalhães, acompanhado dos assessores José Wilson Campos (Projetos e Captação de Recursos) e Celso Matosinho da Silva (Gestão, Programas e Metas), viajará para Pequim, capital da República Popular da China, em busca de investimentos para a diversificação econômica itabirana.

Até o dia 11/12, o prefeito terá reuniões com representantes do governo chinês e empresários asiáticos para tratar de possíveis investimentos na Universidade Federal de Itajubá (Unifei), no Parque Científico Tecnológico e no aeroporto de carga, ambos com projetos básicos já elaborados e enviados à China. “Criamos condições para buscar esses recursos extremamente necessários para o nosso desenvolvimento econômico”, ressaltou o prefeito. Segundo ele, “tudo isso” está na fase inicial, “e nossa visita será o início da conversa. Precisamos entender e estudar o funcionamento de uma possível parceria e, principalmente, analisar se é realmente interessante para o município”. O segundo passo, de acordo com Ronaldo Magalhães, é encontrar uma alternativa jurídica segura, em nível internacional, para oficializar este tipo de parceria.

A Prefeitura de Itabira foi convidada pelo governo chinês por meio do consultor Kleber Guerra, um dos idealizadores do projeto para instalação da Unifei na cidade. “Ele já tem um relacionamento com a China, sempre estuda estas alternativas e também discute programas como esses em outras cidades brasileiras”, afirmou o prefeito.

Viabilidade

O parque científico pode atrair empresas interessadas pela geração de tecnologia e conhecimento. Ter uma universidade sólida, terreno pertencente ao Governo Federal para implantação de sua estrutura (localizado no Posto Agropecuário), bem como a proximidade do local onde poderá ser construído um aeroporto são condições que viabilizam a construção do parque. “O almejado aeroporto tem que ser implantado a, no máximo, cinco quilômetros de distância do parque. Isso garantirá a isenção dos impostos sobre exportação”, explicou Ronaldo Magalhães.

Em tempo

A viagem do prefeito à China aconteceria no mês passado, inclusive para que participasse de um congresso. No entanto, foi adiada devido ao recente problema de saúde enfrentado.

Sétima Arte – Revista celebra primeiro ano do Cinema nas Escolas

Para encerrar a edição do Cinema nas Escolas, os idealizadores do projeto lançaram, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SME), uma revista que registra todas as exibições deste ano. No final da tarde de ontem (26/11), um exemplar foi entregue ao prefeito Ronaldo Magalhães.

Além de fotografar as sessões, a publicação traz depoimentos dos estudantes, alunos e professores. “Nós produzimos esse material para que as escolas tenham também um registro físico do trabalho que foi feito. Deixamos edições com os diretores e para o acervo das escolas, onde os alunos terão acesso às fotos e matérias”, explicou Felipe Rosa Pereira, professor estadual e coordenador do programa.

Pela primeira vez na cidade, o projeto atendeu aproximadamente 2,5 mil pessoas, em oito escolas municipais – Marina Bragança de Mendonça, Ester Pereira Guerra, Antônio Camilo Alvim, Nico Andrade, Pedreira do Instituto, Prefeito Virgílio Gazire e os centros municipais de Educação Infantil (CMEI) dos distritos Senhora do Carmo e Ipoema – e levou a sétima arte para bairros periféricos. “São escolas localizadas em pontos estratégicos, onde as pessoas certamente não têm um acesso fácil à cultura. Ao contrário de outros projetos deste tipo, em que o aluno é levado até o cinema, neste o cinema foi até o pai, a mãe e o irmão, que normalmente não vão para o cinema com o aluno”, ressaltou Felipe Pereira. Outro destaque, segundo ele, foi vivenciar a emoção dos participantes. “Quando o trabalho envolve cultura, presenciamos as reações espontâneas do público e foi muito bonito registrar tudo durante as exibições do filme”.

Para o secretário municipal de Educação, José Gonçalves Moreira, o Cinema nas Escolas criou uma nova possibilidade de integrar os pais à vida escolar dos filhos. “Esse projeto foi de grande valia porque abrimos as portas das escolas para a comunidade, que é o nosso desejo. Foi mais um momento em que a comunidade participou e se viu no próprio cinema. Houve união, pois, antes de cada exibição, as escolas aproveitaram para apresentar trabalhos e projetos de empreendedorismo”.

Ainda de acordo com o secretário, outras escolas receberão a segunda edição do Cinema nas Escolas no próximo ano. “As escolas que não puderam participar estão com ciúmes e reclamando. Por isso, a gente não só pretende repetir o programa nessas oito, como também incluir outras escolas”, concluiu José Gonçalves.

Em tempo

Esta edição do Cinema nas Escolas começou em setembro e percorreu instituições das áreas urbana e rural do município. Para imitar a estrutura das salas de cinema, um telão inflável foi levado aos espaços para executar as sessões do filme “Viva – A Vida é uma Festa” (EUA, 2017).

A animação conta a história do pequeno Miguel, de 12 anos, que quer ser um músico famoso, mas, sua família desaprova seu sonho. Determinado a virar o jogo, o jovem acaba desencadeando uma série de eventos ligados a um mistério de 100 anos. A aventura, com inspiração no feriado mexicano do Dia dos Mortos, acaba gerando uma extraordinária reunião familiar.

critica-viva-a-vida-e-uma-festa-coco-660x330

Educação Ambiental – Itaurb inicia campanha porta a porta amanhã

A Empresa de Desenvolvimento de Itabira (Itaurb) aposta em nova campanha educativa (“É hora de mudar o jeito de tratar seu lixo”) para diminuir os impactos do lixo na natureza, bem como o custo do Município com as etapas de tratamento. Os trabalhos serão realizados no modelo porta a porta, em residências e comércios, a partir desta quarta-feira (28).

Além de orientar moradores e comerciantes sobre a separação dos materiais recicláveis (papel, plástico, metal e vidro), sua destinação e a disposição correta de entulhos, restos de podas, móveis usados e animais mortos, a campanha pretende, principalmente, promover a mudança de hábitos da população em relação ao tratamento do lixo. “Com isso, podemos diminuir seu impacto no meio ambiente, minimizar os riscos de acidentes de trabalho com os coletores, melhorar a limpeza urbana e, também, identificar e catalogar os grandes geradores de resíduos no município”, explicou Sebastião Onofre Silva, diretor-presidente da Itaurb.

Agentes ambientais e estagiários da empresa foram capacitados para ensinar o passo a passo da coleta do lixo por meio da abordagem direta em todos os imóveis itabiranos, aproveitando este contato ainda para divulgar dias e horários das respectivas coletas. “Além desta conversa clara e objetiva com as pessoas para explicar como os resíduos devem ser separados e embalados, vamos distribuir material gráfico explicativo”, informou Sebastião Onofre, que ressaltou também a importância da coleta do lixo ser correta para reduzir o custo nas etapas seguintes: triagem, lavagem, secagem e transporte. “Quando a separação (do lixo) não é bem-feita, isso atrasa os processos seguintes, já que para serem concluídos dependem dos resíduos corretamente segregados”.

Na prática

Os membros das duas equipes que compõem o projeto, identificados com crachá e uniforme, atuarão de segunda a sexta-feira nos turnos da manhã e tarde. Os trabalhos serão iniciados pelos bairros Juca Batista e Centro, pois apresentam muitos registros de depósitos ilegais de lixo, segundo levantamento da Gerência de Limpeza Urbana. “Um dos grandes problemas que enfrentamos é o descarte de resíduos em locais, dias e horários incorretos, o que chamamos de ‘bota-fora clandestino’. Os pacotes ficam expostos ao tempo, animais e coletores informais, que, muitas vezes, rasgam os sacos, vasculham o conteúdo, deixando-os de qualquer maneira”, justificou Geraldo Madeira, gerente de Comunicação da Itaurb. Em seguida, as equipes irão para os bairros Pará e Gabiroba.

16 dias de Ativismo – Itabira inicia campanha de violência contra a mulher nesta segunda-feira

Totalizando quatro anos de adesão ao movimento internacional 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher, a comissão de enfrentamento à violência doméstica e sexual de Itabira – Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), Ministério Público, polícias Civil e Militar, Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Legislativo Municipal e Prefeitura de Itabira – realiza nesta segunda-feira (26), às 14 horas, na Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA), a cerimônia de abertura da campanha.

Neste ano, a novidade será o lançamento do programa Itabira por Eles, onde os autores de violência doméstica e que já respondem à Lei Maria da Penha farão parte de grupos reflexivos, dirigidos por psicólogas e assistente social, a partir do ano que vem. Também participarão da cerimônia, o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e o Parlamento Jovem, que apresentarão seus respectivos balanços sobre as ações desenvolvidas em 2018. Em seguida, uma palestra sobre o projeto Colheres de Ouro que auxilia vítimas de violência doméstica e, para encerrar o evento, apresentação musical dos estudantes do programa Conexão Jovem.

Até o dia 10/12, em diversos locais da cidade, ações como palestras, rodas de conversa e panfletagem irão trabalhar o slogan “Homens pelo fim da violência contra a mulher”. O principal objetivo, segundo a delegada de polícia Amanda Machado Celestino, responsável pela Delegacia Especializada de Itabira de Atendimento à Mulher, é atingir o público masculino, promovendo informações sobre a desigualdade de gênero. “Precisamos levar ao conhecimento da sociedade itabirana os mitos que tornam natural as agressões contra as mulheres, principalmente aquelas realizadas por companheiros, pais e parentes próximos. Entretanto, o engajamento social aliado à prestação de serviços públicos, é de suma importância para consolidar os direitos femininos. Construir um ambiente não violento é dever do Estado, mas também de cada cidadão”, ressaltou a delegada.

Em tempo

A campanha da Organização das Nações Unidas (ONU), 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher, é uma mobilização anual praticada simultaneamente por diversos atores da sociedade civil e poder público engajados nesse enfrentamento. Desde a sua primeira edição, em 1991, já conquistou a adesão de cerca de 160 países. Mundialmente, a campanha se inicia em 25/11 – Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher – e vai até 10/12 – Dia Internacional dos Direitos Humanos –, passando pelo 6/12, que é o Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres.

Scroll To Top