terça-feira , 19 fevereiro 2019
Você está aqui: Capa | Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo

Arquivo da categoria: Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo

Assinatura dos Feeds

Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo

Inscrições abertas – Prefeitura e Uaitec promovem Semana de Informações e Conhecimentos

Com o objetivo de levar informação e conhecimento diverso à população, a Prefeitura de Itabira e a Universidade Aberta e Integrada de Minas Gerais (UaitecLab) realizam, a partir da próxima segunda-feira (25), a Semana de Informações e Conhecimentos. A ação, desenvolvida por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo (SMDECTIT), contará com palestras de variados temas, como saúde, segurança, finanças e sustentabilidade.

As atividades são gratuitas e acontecerão no polo UaitecLab (av. Duque de Caxias, 1240, bairro Esplanada da Estação). Para participar é necessário ter idade acima de 16 anos. As inscrições acontecem a partir desta segunda-feira (18) e seguem até a sexta-feira (22), das 9h às 17h, na UaitecLab, mediante apresentação de identidade, CPF e comprovante de endereço.

As palestras serão ministradas por profissionais qualificados. Cada turma será composta por, no máximo, 25 pessoas. As salas são providas com equipamentos de ponta, internet e retroprojetor para melhor aprendizado do aluno. Todos os participantes receberão certificados. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (31) 3839-2522.

Confira a programação:

25 de fevereiro (segunda-feira)

19h às 21h – Saúde Mental

Palestrante: Nathália Gontijo

O tema da palestra consiste em discutir o conceito de Saúde Mental, apresentando uma análise de saúde, mental individual, familiar e comunitária, além de informar sobre as redes de serviços de saúde em Itabira.

26 de fevereiro (terça-feira)

19h às 21h – Sustentabilidade

Palestrante: Ivanir Júnior

O objetivo da palestra é apresentar de maneira lúdica e prática os conceitos de meio ambiente, sustentabilidade e biodiversidade, e explanar sobre dicas de consumo consciente, resíduos sólidos e consumo dos recursos naturais.

27 de fevereiro (quarta-feira)

19h às 21h – Segurança e Saúde no Trabalho

Palestrante: Eunice Oliveira Félix

Informar sobre a importância do comportamento, ética e disciplina no trabalho, a importância do uso de equipamentos de proteção individual (EPI), exames médicos obrigatórios, conceitos de acidentes no trabalho, tipos de acidentes como atos inseguros, condições inseguras e higiene pessoal.

28 de fevereiro (quinta-feira)

19h às 21h – Educação Financeira

Palestrante: Paulo Ferreira

A palestra abordará como controlar os gastos domésticos, identificando-os e fazendo relações entre receitas e despesas e o quanto isso pode comprometer sua renda mensal, orientando quanto a economizar e fazer investimentos.

01 de março (sexta-feira)

19h às 21h – Saúde Bucal

Palestrante: Josiane Costa Guedes

Durante a palestra, a profissional passará informações sobre escovação dentária, uso do fio dental, alimentação cariogênica, alimentação não cariogênica, cáries, doenças da gengiva e cuidados com a saúde bucal de bebês e crianças.

Inscrições abertas – Prefeitura e Instituto Tecendo Itabira oferecem capacitação em costura, artesanato sustentável e bordado

Quem deseja se aperfeiçoar profissionalmente pode ingressar no curso de Capacitação em Costura, Artesanato Sustentável e Bordado oferecido pela Prefeitura de Itabira, por meio de um Termo de Fomento celebrado com o Instituto Tecendo Itabira. O documento prevê a criação de um núcleo cooperativo de trabalho voltado para o artesanato sustentável e costura, com a finalidade de desenvolver o empreendedorismo e a economia solidária no município.

De acordo com o secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo, José Don Carlos Alves, o objetivo da capacitação é “criar um Núcleo Cooperativo de Trabalho focado no empreendedorismo e na economia solidária em Itabira, possibilitando, desta forma, a geração de emprego, renda e capacitação para a comunidade”. São disponibilizadas 160 vagas para pessoas em condição de vulnerabilidade social (desempregados e famílias de baixa renda, por exemplo).

No entanto, em parceria com o projeto Costurando Vidas, idealizado pela promotora Giuliana Talamoni Fonoff, foram criadas mais 20 vagas para a qualificação profissional de mães e mulheres de detentos da Comarca de Itabira. “No total pretendemos qualificar profissionalmente 180 pessoas no prazo de um ano”, explicou Don Carlos.

Para o responsável pelo Instituto Tecendo Itabira, o estilista Ronaldo Silvestre, o curso é um bom exemplo onde três importantes aspectos da sustentabilidade são atendidos: social, econômico e ambiental. “No aspecto social, os participantes em situação de vulnerabilidade aprendem um novo ofício; no aspecto econômico, eles começam a gerar renda; e no que diz respeito ao aspecto ambiental, reutilizamos tecidos e resíduos têxteis que seriam descartados em aterros”, ressaltou.

Ainda segundo o estilista, o projeto cria a oportunidade de inserção no mercado de trabalho e proporciona uma nova perspectiva aos participantes para que eles possam ter mais autonomia e atuação como empreendedores. Além disso, eles podem se tornar multiplicadores de conhecimento para toda a comunidade.

Com o conhecimento adquirido nesse curso, o aluno poderá trabalhar para empresas de uniformes e confecções, montar seu ateliê de reforma dentro de sua própria casa, ou em associação com outros profissionais criar um grupo de costura para atender a demanda de produção de rede de lojas de departamento e grandes marcas de confecções, possibilitando que essas pessoas possam empreender na área, estabelecendo renda de maneira lícita e autônoma”, disse Ronaldo Silvestre.

O curso será ministrado na sede I do Instituto Tecendo Itabira, localizado na rua Irmãos D´Caux, 238, Centro. Serão duas turmas com 90 alunos, divididos nos turnos matutino e vespertino. O início das aulas para a primeira turma será no dia 11 de março, com término previsto no dia 26 de julho. As aulas acontecem nas segundas, quartas e sextas-feiras. As oficinas contam com 280 horas/ aula de: técnicas de costura (80 h/a), trabalhos manuais (40 h/a), bordado (40 h/a), artesanato sustentável (40 h/a), design e criatividade (30 h/a), aulas complementares (20 h/a), e empreendedorismo e cooperativismo (30 h/a).

As inscrições podem ser feitas até o dia 22 deste mês na Universidade Aberta e Integrada de Minas Gerais (Uaitec) – avenida Duque de Caxias, 1.240, bairro Esplanada da Estação.

Outras informações podem ser obtidas pelos telefones: 3839-2522 (Uaitec) e 3835-1570 (Instituto Tecendo Itabira).

Chamamento público – Prefeitura inicia seleção de novas empresas áreas industriais

As empresas interessadas em obter a concessão de áreas públicas nos distritos industriais participaram nesta terça-feira (22) do chamamento público promovido pelo Município. O ato, composto por duas fases, aconteceu na sala de reuniões do prédio anexo da Prefeitura de Itabira.

Puderam participar do processo quaisquer interessados (exceto pessoas físicas) que desenvolvem atividade industrial, de prestação de serviços ou similar. Ao todo, cinco áreas estão disponíveis. A concessão de uso é onerosa, equivalendo a 0,1% sobre o valor de avaliação do imóvel (terreno e/ou benfeitoria).

Buscamos selecionar empresas cujos produtos, processos ou serviços propostos sejam de base industrial e/ou de prestação de serviços, interessadas em se instalar em nossos distritos industriais, utilizando a Concessão do Direito de Uso da Superfície, a título oneroso, de bens imóveis e suas respectivas benfeitorias”, explicou o responsável pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo (SMDECTIT), José Don Carlos Alves Santos.

Na primeira fase do chamamento público, os representantes legais das nove empresas participantes entregaram envelopes com toda a documentação exigida pelo edital nº 004/2018. Em seguida, a Comissão de Avaliação de Concessões do Direito de Uso da Superfície, formada por cinco membros do Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico (Codecon) e nomeada pelo prefeito Ronaldo Magalhães, analisaram todos os registros.

Após a verificação, duas empresas foram classificadas como inabilitadas para participar da segunda fase do chamamento público, pois, não apresentaram toda a documentação necessária. Assim, foram consideradas habilitadas: Construtora Vale Verde; Mafra Serviços; Ápice; R. Zeferino Comércio de Sucata; Engter Terraplanagem, Locação de Equipamentos e Serviços; Italoc – Itabira Locação de Máquinas e Equipamentos; e USA – Usina Siderúrgica Atlas.

Na fase seguinte do processo, prevista para acontecer na próxima segunda-feira (28), as empresas habilitadas deverão apresentar à Comissão de Avaliação de Concessões do Direito de Uso da Superfície o plano de negócio que passarão por uma avaliação técnica feita por uma equipe da SMDECTIT. De acordo com José Don Carlos, os planos de negócio serão avaliados e pontuados conforme o Decreto Municipal nº 1579/2018, que aprova o Regulamento do Fundo de Desenvolvimento Econômico e Social de Itabira (Fundesi). “Os técnicos da SMDECTIT vão avaliar os planos de negócio conforme exige o regimento e critérios do Fundesi, para definir qual é o melhor investimento para Itabira”, esclareceu o secretário municipal.

Caso seja necessário, haverá um prazo para correções no plano de negócios após a avaliação técnica. Em seguida, as avaliações seguem para apreciação dos membros do Codecon. Conforme o edital, “em todos os casos, será obedecida a classificação de acordo com a pontuação final do plano de negócio, sempre por ordem de maior pontuação”. O parecer final deverá ser feito pela SMDECTIT e pelo chefe do Executivo Municipal. A data prevista para a assinatura do contrato com as empresas contempladas é 19 de março.

A concessão outorgada terá duração de 15 anos e poderá ser prorrogada conforme contrato de Concessão de Uso de Superfície.

Saiba mais

O Distrito Industrial é um espaço urbano, de tamanho semelhante ao de um ou mais bairros. Possui incentivos fiscais e características de zoneamento industrial. O direito de uso de superfície abrange o direito de usar o solo, subsolo ou espaço aéreo e as áreas das edificações, relativos à área concedida.

Com as concessões de área, pretendemos estimular a criação de novas empresas e a ampliação das empresas existentes, buscando a diversificação econômica e a abertura de novas vagas de emprego, fomentando o comércio local e o crescimento na arrecadação municipal para ampliação dos investimentos de bem comum à população de Itabira”, disse Don Carlos.

Balanço – Novas ações para melhorar e agilizar os serviços públicos

Durante este ano, a Prefeitura de Itabira criou ou melhorou as ferramentas para otimizar alguns serviços executados pelas secretarias municipais de Desenvolvimento Urbano (SMDU) e Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo (SMDECTIT).

Uma delas foi a publicação do edital de notificação para limpeza de lotes e terrenos não edificados, com o objetivo de proteger a saúde pública, evitando a proliferação de animais peçonhentos e do mosquito Aedes aegypti – transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela. Esta medida estabeleceu o prazo de 30 dias para lotes particulares permanecerem em condições adequadas de higiene, ou seja, sem entulhos, lixos e qualquer meio ou objeto que acumulasse água.

Depois deste prazo, a Prefeitura fiscalizou as áreas, com exceção dos terrenos murados, e puniu os responsáveis que não cumpriram as regras. A multa foi de 100 UPFM (Unidade Padrão Fiscal do Município) e para os casos reincidentes, o dobro.

De acordo com Carlos Alexandre Ribeiro, diretor de Serviços Urbanos, mais de 90% dos proprietários atenderam ao edital. Prova disso, é o número inexpressivo das infrações emitidas: 130 de 9.945 lotes não edificados. Entretanto, segundo ele, deste total, 60% tiveram os recursos aceitos, já que os lotes entraram em processo de limpeza depois da fiscalização e antes da multa ser emitida. “O edital foi um sucesso. É uma ferramenta importantíssima para a limpeza dos lotes. Além disso, ajuda no fluxo de trabalho dos fiscais e na logística da secretaria”, informou.

Outra ação importante para o desenvolvimento urbano, foi a criação de novas regras para a análise dos projetos de construção em conformidade com o Plano Diretor Municipal. Visando aprovar ou reprovar os projetos em até 60 dias, a Superintendência de Urbanismo mudou a metodologia de análise e criou um protocolo padrão para a apresentação dos trabalhos.

Com isso, a Prefeitura reduziu as entradas e saídas dos mesmos projetos e valorizou ainda, o empenho dos bons profissionais. Em números, foram expedidas 106 aprovações de projetos e alvarás de construção; 57 regularizações; 76 baixas de construção e Habite-se; 26 retificações de área; 34 desmembramentos e remembramentos e 16 aprovações de projetos de vigilância sanitária.

Já na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, o prefeito Ronaldo Magalhães aprovou, no mês de maio, o regulamento do Fundo de Desenvolvimento Econômico e Social de Itabira (Fundesi) – decreto nº 1.579 –, que garante imparcialidade, impessoalidade e isonomia dos bens públicos, pois estabelece os modos de operação, relacionamento e gestão do fundo. “Não havia este documento e, no caso das concessões de áreas do Distrito Industrial ou das salas da incubadora de empresas, os concorrentes têm que atender aos critérios estabelecidos. Foi um enorme ganho para a comunidade”, explicou o secretário José Don Carlos Alves dos Santos.

Na última semana, 12 concessões foram firmadas com empresários itabiranos, que ocuparão, a partir do ano que vem, o Distrito Industrial I e a Incubadora de Empresas do bairro Fênix. Para isso, segundo Don Carlos, foi realizado um processo de desocupação e revitalização das áreas ociosas.

Desenvolvimento sustentável na gestão pública

Por meio do programa Cidades Sustentáveis, implantado na Prefeitura ainda no ano passado, em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Itabira e mais 99 cidades foram selecionadas para a especialização Desenvolvimento Local e Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, realizada em Brasília e promovida pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap), entidade vinculada ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG).

Este curso colocou o município na plataforma de desenvolvimento local e sustentável do Ministério do Planejamento. Por isso, a Prefeitura já trabalha com a implantação dos Arranjos e Sistemas Produtivos e Inovativos Locais (Aspil) para promover a diversificação econômica com o apoio do Governo Federal.

A partir do ano que vem, Itabira será uma das cidades polo para inserir as metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU), que associa crescimento econômico, social e ambiental.

Quase todas as secretarias estão no programa Cidades Sustentáveis, que são indicadores que a Prefeitura têm que atender. É uma organização na gestão pública e cada pasta trabalha com metas específicas, por exemplo, erradicação da pobreza: a Secretaria de Assistência Social desenvolve ações para este indicador”, finalizou Don Carlos.

Força-tarefa para a diversificação econômica

Desde o início de sua gestão, um anseio do prefeito Ronaldo Magalhães era solucionar o problema do antigo Center Shopping, conhecido como “elefante branco”. O prédio, localizado na região central da cidade – entre as vias Daniel Jardim de Grisolia, Guarda-Mor Custódio e Doutor Sizenando de Barros – teve sua construção interrompida há mais de 20 anos.

Com todas as pastas mobilizadas, as primeiras providências foram tomadas pela SMDECTIT, que procurou a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros para obter os estudos técnicos, comprovando então, os riscos de desabamento do prédio, pois, além da deterioração externa, a parte interna também estava com infiltração e outras avarias.

Em seguida, os laudos foram apresentados aos proprietários do Center Shopping e, depois de muitas reuniões, autorizaram que a Prefeitura captasse investidores – grandes redes de supermercado e varejistas, por exemplo. Mas, durante este processo, o grupo Ânima, proprietário do Centro Universitário Una, anunciou uma unidade em Itabira.

Com o interesse do grupo em investir, a Prefeitura apresentou o Center Shopping e atuou como facilitadora desta transação, principalmente no que diz repeito à documentação e orientação nos processos de alvarás, registros, Recuperação Fiscal (Refis) e do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). “Portanto, o investimento da Una traduziu o nosso esforço na busca pelo desenvolvimento econômico com a geração de emprego e renda no município”, avaliou o prefeito Ronaldo Magalhães. Hoje, os oito mil m² de área construída do antigo “elefante branco” passam por obras de reforma e revitalização.

Geração de emprego – Ronaldo Magalhães assina concessão de áreas para 12 empresas no Distrito Industrial I e Fênix

A Prefeitura de Itabira deu mais um grande passo no fomento à diversificação econômica da cidade. O prefeito Ronaldo Magalhães recebeu na tarde desta quarta-feira (19), no gabinete, representantes de 12 empresas para concessão e permissão de uso de áreas públicas aos empreendimentos, ora no Distrito Industrial I, ora na Incubadora de Empresas do bairro Fênix. A expectativa é otimista para a geração de futuros postos de trabalho.

A assinatura dos contratos de concessão ocorre após um longo trabalho encabeçado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo (SMDECTIT), com suporte da Procuradoria-Geral do Município.

Além do mapeamento e recuperação das áreas ociosas e propensas a empreendimentos, o governo local atualizou a legislação em 2018 para estabelecer normas objetivas e mais transparentes ao processo de autorização de uso (Lei 5.032/18), mediante licitação ou edital de chamamento público.

José Don Carlos, titular da SMDECTIT, citou que no passado a escolha das empresas beneficiadas com áreas públicas não seguia critérios claros. A regularização desse procedimento, segundo ele, teve anuência do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG).

Don Carlos definiu a assinatura dos contratos e a consequente instalação de novas empresas na cidade como um “marco histórico”. “A maior contrapartida ao Município é a geração de emprego”, continuou. O secretário estima que as 12 empresas possam gerar 400 empregos diretos e indiretos. Ainda segundo ele, um edital é finalizado para a oferta de mais seis áreas no Distrito Industrial no início de 2019.

Ronaldo Magalhães louvou a iniciativa e reforçou seu compromisso em alavancar o desenvolvimento local. “Quando a coisa acontece no desenvolvimento econômico, com geração de emprego e renda, o social vem junto. É dessa forma que estamos trabalhando. Nos motiva ver empresários apostando na cidade e dispostos a investir em Itabira”, disse Ronaldo Magalhães, ao render agradecimentos aos empresários presentes e à equipe de governo envolvida no trabalho de regularização das concessões.

Potencial

Entre as empresas que obtiveram concessão de uso está a Delar Transportes e Locação, de Timóteo, no Vale do Aço. Sócio da empresa que se instalará no Distrito Industrial, Bruno Rubim falou da receptividade encontrada em Itabira e da transparência em que todo o processo foi conduzido pela Prefeitura. “Estamos muito satisfeitos. Acreditamos em Itabira, acreditamos muito na região”, disse.

Empresas e contrapartida

Os contratos preveem concessão onerosa às empresas. Dessa forma, as instaladas no Distrito Industrial I pagarão uma taxa de uso, que corresponde a 0,1% sobre o valor de avaliação do imóvel, além do Imposto Predial e Territorial urbano (IPTU). No Distrito, a legislação municipal permite uma concessão de 15 anos, mediante pagamento da taxa em 180 parcelas.

Das empresas que celebraram concessão no Distrito Industrial I nesta quarta-feira, a Delar Transporte e Locação terá mensalidade equivalente a R$ 794,78; Gilson Móveis Planejados, R$ 51,86; Itamilho Indústria e Comércio de Alimentação, R$ 246,29; Linart, R$ 149; Make Empreendimentos e Construtora, R$ 143; e Petromul Indústria e Comércio Óleo, R$ 520,82.

Os empreendedores instalados na Incubadora de Empresas do bairro Fênix também pagarão taxa pelo uso, durante a vigência do contrato, que varia de três a cinco anos, calculada por Unidade Padrão Fiscal do Município (UPFM). Para cada sala, a taxa estipulada é de 100 UPFM, ou seja, R$ 309,41 na cotação atual.

As salas foram cedidas às empresas Eberte Marques (100 UPFM); Fruto de Minas Indústria e Comércio (200 UPFM); José Martins da Costa (100 UPFM) Komer Komer Indústria Comércio de Alimentos (100 UPFM); Virgínia Maria (100 UPFM) e Sanderly Produtos Congelados (100 UPFM).

Natal Luz e Poesia – Praça Acrísio ganha placas com versos de Drummond

Neste fim de ano, a poesia de Carlos Drummond de Andrade complementa o cenário natalino da Praça Doutor Acrísio Alvarenga, no Centro. A Prefeitura de Itabira afixou 20 placas na Praça Redonda com trechos da obra do poeta. A inserção das peças faz parte do projeto “Natal Luz e Poesia”, executado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo.

A praça, iluminada, tem atraído centenas de pessoas todos os dias. O antigo espelho d’água deu lugar à Vila Noel, instalada sobre um tablado gramado. O cenário recebeu uma árvore metálica de oito metros, revestida e iluminada por meio de lâmpadas LED; a Casinha do Papal Noel, onde as crianças podem escrever cartinhas ao bom velhinho; além dos trenós, renas, bengalas e jardim.

A iluminação percorre toda a praça. As árvores ganharam holofotes e fios de microlâmpadas LED no tronco e galhos, que por sua vez formam cortinas, aros e outras formas. Toda a decoração poderá ser apreciada pelo público até o Dia dos Reis Magos, celebrado em 6 de janeiro.

Tradição mantida – Luzes e decoração de Natal encantam público na Praça Acrísio Alvarenga

Mesmo em meio à crise financeira que assola o Município, agravada pelo reiterado atraso de repasses do Estado, o brilho do Natal permanece vivo em Itabira. A Prefeitura inaugurou na noite dessa quinta-feira (6) o “Natal Luz e Poesia”, com um espetáculo de luzes na Praça Doutor Acrísio Alvarenga (Praça Redonda), no Centro. Toda a decoração poderá ser apreciada pelo público até o Dia dos Reis Magos, celebrado em 6 de janeiro.

O antigo espelho d’água da praça deu lugar à Vila Noel, instalada sobre um tablado gramado. O cenário recebeu uma árvore metálica de oito metros, revestida e iluminada por meio de lâmpadas LED; a Casinha do Papal Noel, onde as crianças podem escrever cartinhas ao bom velhinho; além dos trenós, renas, bengalas e jardim.

A iluminação percorre toda a praça. As árvores ganharam holofotes e fios de microlâmpadas LED no tronco e galhos, que por sua vez formam cortinas, aros e outras formas. O projeto foi encampado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo.

Natal Luz e Poesia3

O acendimento das luzes reuniu grande público e autoridades locais – a prefeita em exercício Dalma Barcelos (o prefeito Ronaldo Magalhães cumpre agenda de trabalho na China), secretários municipais e representantes de entidades.

Em sua mensagem, Dalma agradeceu a cada um dos trabalhadores que tornaram o projeto realidade. A gestora citou que a programação é simples diante das dificuldades econômicas da administração, contudo feita com dedicação e mantendo o tradicionalismo das festas de fim de ano.

Sabemos que as coisas não foram e não estão fáceis. Mas, o Natal nos traz uma mensagem de esperança. É um momento de paz, de renovação, de luz. Que possamos ser luz, sermos multiplicadores de esperança. Que tenhamos um ano muito melhor em 2019”, disse ela aos presentes.

Atrações culturais foram preparadas para encantar a população. A cerimônia recebeu apresentações da Corporacão Musical Santa Cecilia, das crianças do projeto sociocultural Drummonzinhos e das vozes do projeto “Canto Combem”, coral do Conselho Municipal do Bem-Estar do Menor (Combem).

Natal Luz e Poesia

Especialização em Desenvolvimento Local – Prefeitura de Itabira é selecionada para curso em Brasília

Desde o dia 19 do mês passado, o secretário municipal José Don Carlos Alves dos Santos está em Brasília, no Distrito Federal, participando da especialização Desenvolvimento Local e Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, promovida pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap), entidade vinculada ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG).

Visando ampliar a capacidade dos municípios em criar estratégias de desenvolvimento econômico local, por meio de políticas públicas que interajam com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo (SMDECTIT) foi uma das 100 selecionadas. No total, cerca de 1,1 mil gestores e cidades foram avaliados para fazer parte da primeira turma nacional deste programa.

Don Carlos disse acreditar que um dos quesitos para habilitar a participação de Itabira foi o processo de implantação dos ODS, em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), iniciado em março do ano passado. “Então, a seleção para este curso coloca o nosso município na plataforma de desenvolvimento local e sustentável do Ministério do Planejamento”. Após a conclusão desta especialização, o secretário informou ainda que Itabira terá como meta a implantação dos Arranjos e Sistemas Produtivos e Inovativos Locais (Aspil), “que nos possibilitará promover a diversificação econômica com o apoio do Governo Federal, já que seremos uma das cidades polo para inserir as metas dos ODS da agenda 2030 da ONU (Organização das Nações Unidas), que associa crescimento econômico, social e ambiental”.

Curso

Para Don Carlos, o programa é “altamente qualificativo”, pois conta com professores da ONU e do MPDG, além de promover um intercâmbio entre secretários e prefeitos de diversas regiões do país. “Estou recebendo um aprendizado limpo e direto da fonte. São esses professores inclusive, que elaboraram o conteúdo. Tem também a integração e troca de informações com os demais 99 gestores dos vários municípios do Brasil”, avaliou o secretário. A participação da Prefeitura de Itabira neste programa é totalmente custeada pela União – curso, transporte, hospedagem e alimentação –. Esta é a primeira etapa que terminará no dia 14 de dezembro e, em março de 2019, a Enap iniciará o segundo módulo.

Enap_Don2

Entre as 30 finalistas – Itabira concorreu ao X Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

Na noite desta terça-feira (13/11), em Belo Horizonte, o prefeito Ronaldo Magalhães participou da cerimônia de premiação da 10ª edição do programa Prefeito Empreendedor, promovido pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Também estiveram presentes o secretário José Don Carlos Alves Santos (Desenvolvimento Econômico) e o assessor José Wilson Campos (Projetos e Captação de Recursos).

De acordo com o prefeito, esta foi a segunda vez que Itabira concorreu ao prêmio, já que em 2002, em seu primeiro governo, a cidade também foi finalista. “Esse prêmio é interessante porque traduz a motivação dos projetos municipais. Tudo acontece nos municípios. Apesar dos grandes orçamentos e todas as verbas do Governo Federal, quem trabalha e luta junto às comunidades, são os municípios”, destacou Ronaldo Magalhães.

Neste ano, com o projeto ItabiraHUB, primeiro coworking público do estado, Itabira concorreu na categoria Cooperação Intermunicipal para o Desenvolvimento Econômico e ficou entre os 30 finalistas. No total, foram 106 prefeituras inscritas, 96 projetos habilitados e apenas oito vencedores. “Itabira ficou bem classificada, foram mais de 100 projetos apresentados e chegamos novamente à final. Isso representa o trabalho que estamos fazendo, principalmente na área de tecnologia, buscando parcerias com as faculdades e com a Unifei para desenvolver as startups que contribuem para o desenvolvimento econômico da nossa região e talvez até do Brasil, pois são poucos os coworkings públicos”, avaliou o prefeito.

Para o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae Minas, Teodomiro Diniz Camargos, os projetos desenvolvidos pelas prefeituras resultam em municípios mais independentes e autônomos. “Para o Sebrae hoje é um dia de festa porque nosso objetivo é incentivar cada vez mais os 853 municípios. Esse prêmio traz à mostra todo o suor que os prefeitos têm despendido para fazerem a administração pública mais eficiente e resgatar a nação”, concluiu.

Apesar de não ter ganhado o prêmio, Itabira como finalista recebeu um certificado de eficiência do Sebrae e receberá também uma consultoria completa do projeto inscrito, contendo análise e sugestões para evoluir ainda mais.

Sebrae_XPREMIO2

Prefeito Empreendedor

É um programa de reconhecimento aos prefeitos e administradores regionais que implantaram projetos com resultados comprovados com foco no desenvolvimento dos pequenos negócios do município. São avaliados projetos que promovem sustentabilidade, acesso ao crédito, políticas voltadas aos microempreendedores, aumento da produtividade, comércio local, produção rural e estímulo à cultura.

Oportunidade – Prefeitura abre inscrições para nova rodada de cursos do Qualifica-se

O programa Qualifica-se, oferecido pela Prefeitura de Itabira, abrirá nova turma entre os dias 26 e 30 de novembro. As inscrições serão abertas nesta segunda-feira (12) e são gratuitas. Podem participar todas as pessoas acima dos 16 anos e alfabetizadas.

O programa é focado em quem procura emprego. Os participantes são instruídos em temas como marketing pessoal, como se comportar em uma entrevista de trabalho, relações interpessoais, ética e qualidade no trabalho, empreendedorismo, inteligência foco-temporal e outros assuntos.

As aulas são realizadas à noite, entre 18h30 e 21h30, na Universidade Aberta e Integrada de Minas Gerais (Uaitec) – avenida Duque de Caxias, 1.240, bairro Esplanada da Estação.

Para se inscrever é preciso ir ao Sistema Nacional de Emprego (Sine) – avenida das Rosas, 410, bairro São Pedro – portando um documento com foto. O interessado deve procurar o setor de Gerência de Projetos, das 7 às 11h30 ou das 13 às 15 horas.

Certificados

O curso, que chega à quinta edição, é uma parceria da Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo (SMDECTIT), com a Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese).

Ao término das rodadas, os participantes recebem certificado emitido pela Sedese. “Na última edição formamos 26 pessoas, que estão recebendo os certificados. Quem faz o curso gosta e recomenda a conhecidos. É uma excelente oportunidade de se preparar para o mercado”, diz Cristiano Menezes, gerente de projetos do Sine.

WhatsApp Image 2018-11-09 at 13.41.32

Scroll To Top