sábado , 16 dezembro 2017
Você está aqui: Capa | Saúde

Arquivo da categoria: Saúde

Assinatura dos Feeds

Notícias relacionadas à Secretaria de Saúde

Audiência pública da Saúde

Nesta segunda-feira (18), às 9 horas, na Câmara de Vereadores, a Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), apresenta a prestação de contas referente aos últimos oito meses deste ano.

Até 20 de dezembro – Beneficiários do Bolsa Família devem fazer pesagem e medição em Itabira

A partir da próxima segunda-feira (11), os beneficiários do Bolsa Família devem comparecer à unidade básica de saúde (UBS) de sua região para pesagem. O procedimento é um dos pré-requisitos para que a família receba o benefício. A Secretaria Municipal de Ação Social (SMAS), responsável pelo Bolsa Família em Itabira, ressalta que o não cumprimento da pesagem e a falta de matrícula e frequência escolar dos menores de 18 anos é motivo para o cancelamento do auxílio. O prazo vai até o dia 20 de dezembro.

A medição de peso deve ser feita em crianças de 0 a 7 anos e mulheres com idade entre 13 e 45 anos. Para isso, é necessário que sejam apresentadas as carteiras de vacinação dos menores e o cartão do Bolsa Família para as adultas. A pesagem deve ser realizada duas vezes ao ano.

De acordo com o Governo Federal, o Bolsa Família busca proporcionar melhores condições de vida às famílias da cidade em situação de vulnerabilidade, além da inclusão das crianças e jovens nas políticas de educação e saúde, evitando, assim, a evasão escolar.

Em caso de dúvidas, os beneficiários devem procurar a Superintendência de Programas Sociais/ Diretoria do Programa Bolsa Família que funciona no prédio da SMAS – avenida Carlos de Paula Andrade, 135 A, Centro e/ou ligar para o telefone 3839-2865.

Seminário discute integração da Vigilância em Saúde e Atenção Primária

A Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), deu início ontem (4/12), ao seminário “Construção compartilhada de soluções locais – Integração da Vigilância em Saúde e Atenção Primária”. Realizado no auditório da Fide/Sebrae, o evento termina hoje (5), às 17 horas, reunindo gestores e servidores das equipes dos dois setores.

De acordo com Thereza Cristina Oliveira Andrade Horta, superintendente de Vigilância em Saúde, o objetivo deste seminário é planejar e organizar ações que se tornem mecanismos de prevenção de doenças, principalmente, estratégias de combate das arboviroses: dengue, zika e chikungunya. “Acreditamos que a integração das ações vai potencializar a produção e evitar a duplicidade das ações, considerando especialmente o trabalho desenvolvido pelos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e pelos Agentes de Combate às Endemias (ACE). Fazer esta integração fortalece o desenvolvimento de ações capazes de promover a saúde. Uma das razões de propor a integração dos setores é que são os profissionais da atenção primária que fazem o contato diário com a população que procura atendimento nas unidades de saúde”, salienta Thereza Andrade.

O seminário faz parte da programação do Ciclo Saúde, programa de fortalecimento da Atenção Básica, desenvolvido por meio de uma parceria entre Prefeitura e Fundação Vale, que tem a organização não-governamental Centro de Promoção da Saúde (Cedaps) como coordenadora das atividades. O programa atua em duas frentes: o ciclo de formação dos servidores e a entrega de equipamentos diversos como eletroeletrônicos e móveis para as unidades de saúde e pontos de apoio às atividades de combate às endemias, garantindo a infraestrutura de trabalho das equipes.

Para a superintendente de Ações em Saúde Heloísa Helena Martins, este evento coloca Itabira à frente ao iniciar ações de integração entre a Atenção Primária e a Vigilância em Saúde, com o estabelecimento de territórios únicos de atuação, proposta da nova Política Nacional de Atenção Básica, em vigor desde setembro.

Esta etapa do Ciclo Saúde é de suma importância para todo o sistema. Ao concluir essa fase, as atividades de controle e combate às endemias, principalmente as transmitidas pelo Aedes aegypti, deverão ganhar um reforço muito grande. Sabemos que não existe uma fórmula pronta para esse ‘casamento’, mas temos a certeza de que, com a integração, o resultado de cada profissional envolvido será potencializado e a maior beneficiada será a população”, afirma Thereza Andrade.

A secretária municipal de Saúde Rosana Linhares Assis Figueiredo abriu o primeiro dia de atividades e disse que a integração dos serviços representa uma importante união de forças, com atuação única nos territórios.

Caps adulto completa 25 anos

O Centro de Atenção Psicossocial (Caps) de Itabira completa, nesta sexta-feira (24/11), 25 anos de acolhimento a pacientes com transtorno mental em Itabira. Para comemorar, será realizado um seminário para profissionais da rede de atenção psicossocial de Itabira e região, usuários, familiares e servidores. O evento será a partir das 8h30, no auditório do Parque Municipal Mata do Intelecto.

O diretor de Saúde Mental, Marcelo Amorim do Amaral Castro – que faz parte do processo de organização dos atendimentos em saúde mental desde o início –, destaca que o atendimento ao usuário de transtorno mental evoluiu muito em Itabira desde 1986, quando o serviço foi criado pela Secretaria de Estado de Saúde. Naquela época, havia um ambulatório no então Posto de Saúde Dr. Saad, onde atendiam três psicólogos, um psiquiatra e uma assistente social. Em 1989 foi a vez do Município contratar a sua primeira equipe. A partir daí, Estado e Município se uniram e criaram um ambulatório na Policlínica, que atendia pacientes apenas em nível ambulatorial. Casos que necessitassem de internação eram encaminhados para os hospitais referências em Belo Horizonte: Galba Veloso e Raul Soares.

O grande passo, conforme lembra Marcelo Amorim, ocorreu em 1992, quando a equipe conseguiu sensibilizar o então prefeito Luiz Menezes para que criasse o serviço de hospital dia com equipe multiprofissional para minimizar as internações. Foi então que Luiz Menezes implantou o Caps, em 24 de novembro de 1992. A unidade começou a funcionar numa casa alugada no bairro Pará. “Eu fiz parte desse momento e de lá pra cá o serviço avançou bastante. Inclusive, Itabira foi um dos primeiros municípios do Estado a ter um Caps”, salienta Marcelo Amorim.

Já em 1995 o Caps foi transferido para sua sede própria, no bairro Campestre. A equipe foi ampliada e a unidade passou a ser referência em atendimento para 13 municípios da região.

Com o aumento da demanda, unidades especializadas foram criadas ao longo dos anos: em 30 de novembro de 2006, foi instituído o Caps Infantil (Capsi), que oferece atendimento especializado a crianças e adolescentes com transtornos mentais graves; em 2011 foi implantado o Centro de Convivência, onde são recebidos grupos de pessoas em tratamento, para ressocialização; em 7 de outubro de 2014 foi implantado o Caps Álcool e Drogas (Caps AD), que atende pessoas que fazem uso abusivo ou são dependentes de álcool, crack e outras drogas.

Itabira é a única cidade no Centro-Leste mineiro que possui os três tipos: Caps Adulto, Capsi e Caps AD. Isso é uma grande conquista, pois a cidade é uma das poucas do interior do Brasil que possui uma rede tão bem organizada e estruturada”, salienta Marcelo Amorim. Ainda de acordo com o psicólogo, todas as unidades dispõem de equipe multidisciplinar composta por psicólogos, terapeutas ocupacionais, assistentes sociais, enfermeiros e médicos. O usuário e sua família têm atendimentos individuais e em grupo. Um projeto terapêutico é direcionado para cada usuário e a ele e à sua família são ofertadas várias modalidades de atenção psicoterápica e terapêutica, coordenadas por equipe multidisciplinar, além da medicação e consultas psiquiátricas.

Outro avanço obtido ocorreu em 2016, quando foram criados leitos de retaguarda em saúde mental no Hospital Nossa Senhora das Dores. Estes leitos constituem um tratamento substitutivo à internação hospitalar e devem ser indicados apenas em situação de crise aguda do paciente até a estabilização.

Novembro Azul: profissionais de saúde vão à feira orientar homens

Técnicos da Secretaria Municipal de Saúde estarão, no próximo sábado (25/11), na feira do produtor rural, no bairro Esplanada da Estação, orientando os homens sobre a importância do exame para detecção do câncer de próstata. A atividade faz parte da programação da campanha Novembro Azul, desenvolvida pela Secretaria de Saúde desde o início do mês.

Na feira, profissionais de saúde distribuirão material explicativo e abordarão os homens. As mulheres também serão interpeladas para que orientem e incentivem os homens de sua convivência a cuidarem da saúde.

Ainda de acordo com a programação, na próxima terça-feira o médico Geraldo André Nunes Domingues fará a palestra “Saúde do homem – quebrando barreiras” para os servidores municipais. A discussão será no auditório da Prefeitura em dois horários: 9h30 e 14h30, para atender aos servidores que trabalham nos dois turnos.

Durante todo o mês, profissionais das unidades de saúde promoveram blitzes educativas, atividades recreativas e palestras para os usuários das áreas de abrangências. Também nas unidades de saúde, os profissionais orientaram sobre a importância da prevenção.

Saiba mais

A cada 36 minutos, um homem morre no Brasil vítima de câncer de próstata. Segundo dados do Ministério da Saúde, 14.484 homens morreram em decorrência da doença no país em 2015. Chamar a atenção para a necessidade de diagnosticar precocemente esse tipo de câncer, que é o segundo mais comum entre os homens brasileiros, é um dos objetivos da campanha Novembro Azul.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia, 20% dos pacientes são diagnosticados em estágios avançados da doença, o que faz com a taxa de mortalidade chegue a 25% dos pacientes. O principal motivo para as altas taxas é o preconceito dos homens em fazer o exame de toque retal, fundamental para descobrir a doença.

Cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem em homens com mais de 65 anos. Quando diagnosticado e tratado no início, tem os riscos de mortalidade reduzidos. No Brasil, é a quarta causa de morte por câncer e corresponde a 6% do total de óbitos por este grupo.

Resultado dos pedidos de isenção do valor da taxa de inscrição – Processo Seletivo – Edital nº 01/2017 – Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Municipal de Administração e Secretaria Municipal de Assistência Social

A Prefeitura Municipal de Itabira, no uso de suas atribuições legais, e nos termos do Edital 01/2017 – Processo Seletivo Simplificado, torna público o resultado dos pedidos de isenção do valor da taxa de inscrição.

Confira no link abaixo:

Resultado analise isencao taxa

Índice de infestação cai, mas situação ainda é de alerta

O índice de infestação predial reduziu neste mês de outubro, conforme o Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (Liraa) realizado no período de 16 a 20 de outubro. Em março, o indicador apontava que havia focos do mosquito em 5,2% dos imóveis pesquisados. Neste mês foram encontrados focos em 1,8%.

A situação ainda é preocupante e inspira bastante cuidado, conforme explica a superintendente de Vigilância em Saúde Thereza Cristina Oliveira Andrade Horta. “De acordo com a classificação da Organização Mundial de Saúde, com um índice geral de 1,8% de infestação, Itabira está em situação de alerta. Isso é preocupante porque geralmente o indicador cai bastante no mês de outubro por causa do tempo seco dos meses anteriores. Porém, estamos nos aproximando de um período de muito sol e chuva, que criam ambientes favoráveis para a proliferação do Aedes aegypti. Com um índice superior a 1%, teremos que redobrar nossos esforços”, explica.

A situação mais alarmante é da comunidade de Vargem, com índice de 33,33%, seguido dos bairros Abóboras (22,22%), Areão (12%) e Vila São Geraldo (11,76%). Outros nove bairros também estão com índices altos, acima de 4%, que configura risco de surto. Os demais bairros pesquisados apresentaram índices superiores a 1,14%.

O valor do indicador deste ano também é inferior à medição de igual período do ano passado, quando o índice de infestação foi de 1,9%. Em comparação com o mesmo período de 2014 e 2015, o índice se manteve inalterado.

Apesar da situação de alerta, devemos ressaltar o trabalho árduo feito em todo município pela equipe da Secretaria de Desenvolvimento Urbano que está realizando o programa Cidade Limpa. Esta equipe já limpou, retirou entulho e recolheu toneladas de inservíveis de quase todos os bairros da cidade. Isso tem ajudado muito nas ações de combate ao Aedes aegypti. Também vale a pena ressaltar o trabalho voluntário desenvolvido pelas comunidades e a campanha permanente realizada pelos agentes de combate a endemias. O tratamento focal de casa em casa, as orientações individuais feitas pelas agentes, são ações ininterruptas que temos mantido. Estamos utilizando de muita criatividade e disposição para desenvolvermos várias ações preventivas, mesmo com menos recursos financeiros”, salienta Thereza Andrade.

Mais servidores – Para reforçar a equipe de combate a endemias, a Secretaria de Saúde vai contratar mais 38 agentes por meio de processo seletivo. As inscrições começaram ontem (24/10) e continuam até o dia 14 de novembro. As provas serão dia 3 de dezembro.

No mesmo processo também serão selecionados profissionais para outros 29 cargos. Ao todo, estão sendo oferecidas 96 vagas. Informações e inscrições podem ser feitas no site www.gestaodeconcursos.com.br.

Nova regra nas farmácias públicas entra em vigor em janeiro

Levando em consideração o que estabelece o Decreto 7.508, que regulamenta a lei federal 8080, a partir do dia 1º de janeiro de 2018, a Farmácia Municipal e as unidades que funcionam nos PSFs, Caps, pronto-socorro e Hospital Municipal Carlos Chagas somente aviarão medicamentos mediante apresentação de receituário proveniente de atendimentos feitos na rede pública.

Conforme explica Raquel Alves Guimarães, superintendente de Assistência Farmacêutica, Insumos e Nutrição, a decisão é amparada – e determinada – nos incisos I e II do artigo 28 do decreto 7.508, que diz: “o acesso universal e igualitário à assistência farmacêutica pressupõe, cumulativamente: estar o usuário assistido por ações e serviços de saúde do SUS e ter o medicamento sido prescrito por profissional de saúde, no exercício regular de suas funções no SUS”. “A medida foi necessária para que possamos atender aos usuários do SUS, que são as pessoas que mais precisam do medicamento gratuito, de forma mais eficaz”, justifica.

Ainda de acordo com Raquel Guimarães, as unidades de saúde orientarão as pessoas que possuem receituário proveniente da rede privada a procurarem as farmácias comerciais que trabalham com o programa “Aqui tem Farmácia Popular”. “Nestes estabelecimentos são oferecidos medicamentos com preços muito mais acessíveis e, dependendo do item, ele é distribuído gratuitamente”, explica.

Além de atender a uma determinação legal, Raquel Guimarães explica que a decisão é uma das várias medidas que o Município tem adotado para redução de despesas. “Apesar dos vários ajustes que foram feitos, a Prefeitura ainda não alcançou o equilíbrio orçamentário necessário, por isso, algumas medidas de contenção têm que ser feitas para que o serviço não fique totalmente prejudicado. Com essa adequação, pretendemos conseguir melhor atender o usuário do SUS, aquele que não tem condições de pagar por uma consulta e nem pelo medicamento”, argumenta.

A decisão foi comunicada ao Conselho Municipal de Saúde, durante a reunião ordinária dos conselheiros do último dia 4. Todas as unidades começarão a orientar os usuários a partir da semana que vem.

A proposta, no caso do minério de ferro, é alterar de 2% para 4% sobre o faturamento bruto das mineradoras. Hoje, o repasse das empresas aos municípios e estados corresponde a 2% sobre o faturamento líquido.

Processo Seletivo – Edital nº 01/2017 – Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Municipal de Administração e Secretaria Municipal de Assistência Social

A Prefeitura de Itabira, por meio das Secretarias Municipais de Saúde, de Administração e de Assistência Social, divulga o Edital do Processo Seletivo Simplificado n. 01/2017,  que visa o preenchimento de vagas para os cargos de: Agente de Combate a Endemias (ACE), Agente de Serviços de Saúde/Auxiliar de Enfermagem, Agente de Serviços de Saúde/Auxiliar de Enfermagem PSF, Agente de Serviços de Saúde/Aux. Consultório Dentário (40h), Agente de Serviços de Saúde/Aux. Consultório Dentário (plantão), Técnico em Radiologia e Imagiologia, Técnico Superior em Saúde/Terapeuta Ocupacional, Técnico Superior em Saúde/Profissional de Educação Física, Técnico Superior em Saúde/Cirurgião Dentista (40h), Técnico Superior em Saúde/Cirurgião Dentista (Plantão), Técnico Superior em Saúde/Cirurgião Dentista (Periodontista), Técnico Superior em Saúde/Cirurgião Dentista (Protesista), Técnico Superior em Saúde/Cirurgião Dentista (Endodontista), Técnico Superior em Saúde/Cirurgião Dentista (Buco-Maxilo), Técnico Superior em Saúde/Enfermeiro, Técnico Superior em Saúde/Enfermeiro PSF, Técnico Superior em Saúde/Nutricionista, Técnico Superior em Saúde/Nutricionista PSF, Técnico Superior em Saúde/Farmacêutico, Técnico Superior em Saúde/Psicólogo Clínico, Técnico Superior em Saúde/Fisioterapeuta, Técnico Superior em Saúde/Médico Veterinário, Médico PSF, Técnico Superior em Saúde/Assistente Social, Técnico Superior em Saúde/Cirurgião Dentista (Odontopediatra), Médico (na função Perito), Analista de Sistemas, Engenheiro de Segurança do Trabalho, Assistente Social, Psicólogo. Os cargos mencionados atenderão as Secretarias Municipais de Saúde, de Administração ou Assistência Social.

Processo Seletivo nº: 01/2017 – FUNDEP Gestão de Concursos

Período de Inscrição: das 9 horas do dia 24 de outubro às 20 horas do dia 14 de novembro 2017

Data da prova: 3 de dezembro de 2017

 Confira o Edital e Anexos nos links abaixo:

Edital 01.2017 PSS Itabira

Anexo I – Cargos, salario, carga horaria

Anexo IB – Descricao das atividades

Anexo II – Quadro das Provas

ANEXO III – Programas e bibliografias

Para acessar o site da Fundep, clique aqui:

https://www.gestaodeconcursos.com.br/site/site/DetalheConcurso.aspx?CodigoConcurso=1193

Eventos alertam sobre conscientização do câncer de mama

Com o objetivo de intensificar as recomendações para o diagnóstico precoce e rastreamento do câncer de mama indicadas pelo Ministério da Saúde, a Prefeitura de Itabira promove atividades que fortalecem o movimento Outubro Rosa.

Durante o mês, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) irá realizar uma série de ações em comemoração ao movimento como, por exemplo, a intensificação da oferta de mamografias para investigar a doença. Esta ação atenderá gratuitamente mulheres de 50 a 69 anos de idade que não fizeram o exame nos últimos dois anos.

A programação começou no último dia 8, durante o Domingando no Parque, na praça da Rodoviária, onde profissionais de saúde orientaram as mulheres sobre atendimento na rede pública e como fazer o autoexame. A equipe também deu início à campanha de arrecadação de lenços para os pacientes em tratamento. As doações serão repassadas ao Serviço de Oncologia do Hospital Nossa Senhora das Dores e à ONG “Que seja leve, que seja breve”. Todas as unidades básicas de saúde (UBS), além da Policlínica (rua Luiz Ventura, n° 75, Vila Piedade) e do Centro Estadual de Atenção Especializada (avenida João Pinheiro, nº 791) recolherão lenços entre os dias 16 e 29 de outubro.

No dia 18, a equipe da UBS Praia II/Juca Rosa, com o apoio do Núcleo de Apoio a Saúde da Família (Nasf) da UBS Pará, irá promover a caminhada “Todos unidos contra o câncer de mama”. A concentração será às 7h30 na UBS Praia II (avenida Li Guerra) e os participantes seguirão até o estacionamento do Supermercado Nova Europa do bairro Praia. No local, as pessoas poderão participar de uma sessão de Liang Gong, atividade terapêutica utilizada para prevenção e tratamento de dores, ansiedade, estresse, má respiração e problemas de pressão arterial.

Já no dia 23, às 19 horas, no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), o médico mastologista Danilo Costa fará a palestra “Prevenir-se: a melhor forma de cuidado. O encerramento, no dia 29, será com atividades físicas, durante uma rua de lazer. A partir das 9 horas, na avenida Mauro Ribeiro Lage, a Prefeitura de Itabira, em parceria com o grupo Pedal Girls, promoverá passeio ciclístico, caminhada, brincadeiras, orientações e atividades de relaxamento.

Saiba mais

O movimento conhecido como Outubro Rosa nasceu nos Estados Unidos, na década de 1990, para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. A data é celebrada anualmente com o objetivo de compartilhar informações e promover a conscientização sobre a importância da detecção precoce da doença.

Scroll To Top