segunda-feira , 17 fevereiro 2020
Você está aqui: Capa | Saúde

Arquivo da categoria: Saúde

Assinatura dos Feeds

Notícias relacionadas à Secretaria de Saúde

Implantado pela Prefeitura – Interagir oferece espaço de convivência aos usuários da rede de saúde mental

Sede do centro de convivência foi inaugurada na tarde desta quarta-feira (12). O local conta com espaços como recepção, oficinas, salas para atividades coletivas, entre outros.

Como parte da estratégia de proporcionar à população uma saúde pública mais eficaz, a Prefeitura de Itabira inaugurou a sede do Centro de Convivência Interagir, na tarde desta quarta-feira (12). A nova unidade de saúde – um equipamento que compõe a rede de atenção psicossocial – oferece aos cidadãos em situação de sofrimento mental um espaço de convivência, socialização, produção cultural e intervenção na cidade. Assim, o programa busca facilitar a construção de laços sociais e a inclusão dos usuários.

Na oportunidade, também foi inaugurado, no mesmo local, o escritório de representação da Organização das Nações Unidas (ONU) em Itabira. Participaram da solenidade a vice-prefeita Dalma Helena Barcelos Silva, a secretária municipal de Saúde Rosana Linhares de Assis Figueiredo, o diretor de Saúde Mental de Itabira Marcelo Amorim, a coordenadora de Saúde Mental da Prefeitura de Belo Horizonte e terapeuta ocupacional Marta Soares, o presidente do Conselho Municipal de Saúde Danilton Duarte, o vereador Júlio Rodrigues, representantes de entidades sociais, secretários, servidores municipais, familiares e usuários do Interagir.

Este momento é a concretização de mais um equipamento primordial da rede de atenção substitutiva em saúde mental, no município de Itabira. Dentro da política de Saúde Mental do SUS, os Centros de Convivência e Cultura constituem-se como espaços para fomentar atividades coletivas de inclusão social, cultural, geração de renda e socialização voltados para os usuários dos Caps. Entendo como estratégicas e estruturadoras as ações deste equipamento de saúde. Estamos neste momento entregando à comunidade a sede própria do Centro de Convivência Interagir, formalizando e ampliando seu horário de funcionamento – que passa a ser de segunda a sexta-feira – com várias oficinas, nos períodos da manhã e tarde”, declarou Rosana Linhares.

Dalma Barcelos fez um balanço das ações desenvolvidas pelo Governo Municipal na área da saúde. Ela lembrou que, mesmo com a falta de repasses financeiros do Governo do Estado, importantes intervenções foram realizadas como a renovação completa da frota do Samu; inauguração de novas unidades básicas de saúde (UBS), aquisição de 24 novos veículos para atendimento à população; inauguração de nova Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) no Hospital Nossa Senhora das Dores (HNSD) e ampliação de quatro leitos na UTI do Hospital Municipal Carlos Chagas (HMCC); implantação do serviço de diálise de agudos no HMCC; ampliação do número de internações e procedimentos cirúrgicos, além de exames; entre diversas outras.

Durante a cerimônia, Marta Soares palestrou sobre a importância dos Centros de Convivência e seus impactos. Ao final do evento, os participantes conheceram as novas instalações e estrutura física do prédio.

Sobre o Interagir

Desde 2010, o Centro de Convivência Interagir é um programa oferecido pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio do Centro de Atenção Psicossocial (Caps), que atualmente acompanha 80 usuários. Esta é a primeira vez que o programa conta com um espaço próprio – até o momento, os usuários se reuniam em vários locais, incluindo a sede da Associação Comunitária do bairro João XXIII.

O Centro de Convivência Interagir possui uma equipe multiprofissional composta por gerente e oficineiros (psicólogos e terapeutas ocupacionais). No novo espaço, serão ofertadas oficinas de culinária, cerâmica, horta/ jardinagem, reciclagem, mandalas, bordado, arte em papel, desenho e pintura, música e movimento. Além disso, haverá momentos para outras atividades como contação de história, meditação, dança circular, jogos cooperativos, Lian Gong, caminhada, tenda do conto, sessão de cinema na Câmara Municipal e visitação aos Caminhos Drummondianos. Os usuários contarão também com educação em saúde, formação para cidadania e reuniões com familiares.

O serviço é oferecido na rua Emídio Alves Ferreira, 794, bairro Penha, de segunda a sexta-feira, das 7 às 17 horas. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3839-2192 (Caps).

Campanha Nacional – Prefeitura inicia vacinação contra o sarampo nesta segunda

Considerando que até janeiro deste ano a circulação do vírus de sarampo permaneceu ativa em todo o país, começa nessa segunda-feira (10), seguindo até o dia 13 de março, a primeira etapa da campanha de vacinação contra o sarampo. O dia D de mobilização nacional será no sábado (15) da semana que vem.

Nesta fase, o público-alvo corresponde à faixa etária entre cinco e 19 anos que, segundo o Ministério da Saúde (MS), é fundamental que seja imunizada para garantir a devida proteção da população contra a doença e interromper a circulação do vírus. Isso, também, é um importante passo para a recertificação da eliminação da doença no país.

O objetivo, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), é resgatar as pessoas de cinco a 19 anos não vacinadas ou com esquema de vacinação incompleto para o sarampo.

Portanto, todas as salas de vacina em Itabira (20 unidades) estarão abertas de segunda a sexta-feira, das 8 às 16 horas. No sábado, o dia D acontecerá das 8 às 17 horas, nas seguintes Unidades Básicas de Saúde (UBS): Água Fresca/Juca rosa, Amazonas/Areão, Chapada, Eldorado, João XXIII/ Machado, Gabiroba I e II, Juca Rosa/ Praia II, Pedreira I e II, Santa Ruth/Santa Marta, Policlínica Municipal e nos distritos Ipoema e Senhora do Carmo.

Mutirão – Prefeitura concluirá centenas de cirurgias oftalmológicas

Começou ontem (29), no Consórcio Intermunicipal de Saúde Centro Leste (Ciscel), a conclusão do mutirão de cataratas realizado no final do ano passado. No total, 11 cirurgias foram executadas. De hoje (30) até sábado (1º/2), serão mais 162 procedimentos, no Hospital Municipal Carlos Chagas (HMCC).

De acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), desta vez, o Município está investindo aproximadamente R$ 200 mil e objetivo é finalizar o procedimento nos usuários atendidos em outubro de 2019, uma vez que, em cada mutirão, a intervenção é feita em apenas um dos olhos, ficando o segundo para depois da cicatrização completa.

A maioria das intervenções são ambulatoriais e o paciente é liberado no mesmo dia. Normalmente o pós-operatório não é doloroso e o tempo de recuperação e repouso é curto. A equipe responsável pelo mutirão é formada por dois médicos, um técnico em enfermagem, um instrumentador, uma secretária, um apoio administrativo e um motorista.

Especialização – HMCC abre processo seletivo para residência médica em 2020

Entre os dias 6 e 10 de fevereiro, médicos e graduandos em medicina poderão participar do primeiro processo seletivo para o Programa de Residência Médica do Hospital Municipal Carlos Chagas (HMCC). Ao todo, serão oferecidas seis vagas para as especialidades: Programa de Pré-Requisito em Área Cirúrgica Básica, Clínica Médica e Medicina Intensiva.

O concurso será realizado pela Associação de Apoio à Residência Médica de Minas Gerais (Aremg) e as inscrições acontecerão no site www.aremg.org.br. O programa, com duração de dois a três anos, é credenciado pela Comissão Nacional de Residência Médica do Ministério da Educação (CNRM/MEC).

Os estudantes selecionados atuarão, a partir do mês de março, nas dependências do HMCC, na Policlínica e nos locais de atendimento do Programa Saúde da Família (PSF), em uma carga horária semanal de 60 horas, conforme legislação vigente. O resultado do processo seletivo será divulgado no dia 27/2, no site da Aremg.

É com grande satisfação que anunciamos esse programa de residência no Hospital Municipal Carlos Chagas de Itabira. Vamos trazer bons profissionais para a cidade e mostrar as dependências das nossas unidades, passando para eles a nossa forma de trabalho, que tem dado muito certo”, avaliou Rosana Linhares, secretária municipal de Saúde.

Edital completo estará no site www.hospitalcarloschagas.com.br.

Dengue, zika e chikungunya – 39 bairros de Itabira correm risco de surto

A Prefeitura divulgou hoje (24) o primeiro Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (Liraa) do ano, realizado entre os dias 13 e 17 deste mês, em todo o município. O índice médio de infestação ficou em 5,3% – mais baixo que o registrado no mesmo período do ano passado (5,9%) – deixando Itabira em situação de risco de surto para as doenças dengue, zika e chikungunya.

De acordo com o documento, a situação é séria em 39 bairros – localidades com altos índices de larvas do mosquito –, uma vez que a Organização Mundial de Saúde (OMS) preconiza a seguinte referência: percentuais inferiores a 1% são considerados satisfatórios; de 1% a 3,9%, significam situação de alerta e superiores a 4%, representam risco de surto.

O cenário mais alarmante é no bairro São Bento, onde foi registrado um índice de 33,33%. Também correm risco de surto os bairros Retiro das Serras (25%), Boa Esperança (22,22%), Amazonas (21,42%), Conceição e Vila Técnica Conceição (20%), Juca Rosa (15,5%), Área Verde (15%), Santa Tereza (14,81%), Pedras do Vale (12%); Chapada, Santa Ruth e São Francisco (11,11%), Colina da Praia 3 (10,5%); Clóvis Alvim I, Hamilton e Vila Salica (10%), Eldorado (9,09%); Bálsamos e Santa Marta (8,69%), Bairro de Fátima e Santo Antônio (8,33%), Bela Vista (7,5%), Valença e São Marcos (7,14%), São Pedro (6,94%), Caminho Novo (6,89%), Novo Amazonas (6,81%); Vila São Joaquim, Abóboras, Areão, Fênix e Baixada Grande (6,66%), Machado (6,45%), João XXIII (6,32%), Estação Rodoviária (6,25%), Gabiroba (5,63%), Major Lage (4,76%) e Distrito Industrial II (4,55%).

Já os bairros Vila Piedade e Jardim Gabiroba I (3,84%), 14 de Fevereiro (3,44%), Nossa Senhora das Oliveiras (2,63%), Jardim Gabiroba (2,6%), Campestre (2,22%), Colina da Praia (1,78%) e Pedreira (1,58%) estão em situação de alerta.

A pesquisa, executada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio dos agentes comunitários de Endemias (ACE) e de Saúde (ACS), aconteceu em 2.082 domicílios e foram encontrados 110 focos. Até o momento, segundo Thereza Cristina Oliveira Andrade Horta, superintendente de Vigilância em Saúde, foram notificados 71 casos de dengue, sendo três positivos.

Esse Liraa indica que o comportamento do mosquito está similar ao registrado em janeiro passado. Por isso, temos que lembrar que ao longo do ano anterior tivemos muitos casos notificados e a tendência continua a mesma”, alertou Thereza Andrade. Em 2019, foram notificados 1.934 casos de dengue, sendo 390 positivos.

Focos

O Liraa classificou também a situação de criadouros do Aedes aegypti no município. Segundo o levantamento, foram identificados mais criadouros em depósitos móveis: vasos e frascos, pratos, garrafas, pingadeiras, recipientes de degelo em geladeiras, bebedouros em geral, pequenas fontes e materiais de construção (sanitários estocados).

O segundo lugar com mais registros são os depósitos ao nível do solo: tonel, tambor, barril, caixas d’água etc. Em seguida, estão os recipientes plásticos, garrafas, latas, sucatas em locais abertos (quintal e pátio) e ferros velhos, além de entulho de construção.

Classificados em quarto na lista de berçários do Aedes aegypti, os depósitos fixos: borracharias, hortas, calhas, sanitários sem uso, piscinas não tratadas, fontes ornamentais, floreiras de cemitério, cacos de vidro em muros e toldos. Com menos incidência de criadouros, estão os pneus e outros materiais rodantes; depósitos de água elevados (caixas d’água, sistemas de captação mecânica em poço etc) e, por último, os depósitos naturais: bromélias e buracos em árvores e rochas.

Mais investimento – Prefeitura oficializa entrega de novos veículos para a Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) recebeu mais quatro veículos modelo Sandero Expression 1.6, da marca Renault, ano 2019/2020, na manhã desta sexta-feira (17). O prefeito Ronaldo Magalhães fez a entrega das chaves à secretária municipal Rosana Linhares Assis Figueiredo durante cerimônia na sede da SMS, no bairro Campestre.

Os veículos foram doados por meio das portarias 1087/18 (emenda parlamentar do deputado federal Carlos Melles), no valor de R$ 100 mil, e 1650/17 (emenda parlamentar do deputado federal Mário Heringer), no valor de R$ 249.940,00, e serão utilizados para atender as atividades e equipes da SMS. Rosana Linhares salientou que os veículos vieram em hora oportuna, pois servirão ao setor de transportes da secretaria que centraliza todas as demandas das equipes e profissionais de saúde.

A secretária ressaltou ainda as inúmeras atividades que acontecerão ao longo do ano de 2020. No verão, por exemplo, serão intensificadas as ações para prevenção das doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti.

A Secretaria de Saúde vive este momento com o sentimento de que tem trilhado o caminho certo na gestão da saúde pública em Itabira. Assumimos a pasta com mais de um terço da frota de veículos sem condições de uso. Outro terço precisando de importantes manutenções. Hoje, passados três anos de árdua luta e gestão efetiva de uma enorme crise que aos poucos vai sendo resolvida, estamos mais uma vez demonstrando nosso propósito que é trabalhar e prol de entregar melhores serviços à comunidade”, enfatizou Rosana Linhares.

Ronaldo Magalhães lembrou as parcerias feitas junto ao Governo Federal para a área da saúde. Ele destacou que o reconhecimento conquistado por Itabira é resultado das ações desenvolvidas pelo Governo Municipal com parcerias importantes no legislativo.

Várias emendas foram feitas e tivemos em torno de R$ 4 milhões em 2019 para os hospitais e secretaria de saúde. Então, é um trabalho árduo e, para conseguir, não é só chegar em Brasília. Temos que apresentar vários projetos, ir no momento certo, ter orçamento disponível e buscar aquele deputado que realmente se preocupa com a nossa região. Estamos trabalhando com o esforço de todos para que as coisas realmente aconteçam. Quero agradecer e reforçar que 2020 será um ano melhor para a saúde e ainda melhor para Itabira, que vai ser colocada no lugar que realmente merece”, concluiu o prefeito.

Mais avanço na saúde – HMCC apresenta equipamentos do novo consultório oftalmológico e hospitalares

O prefeito de Itabira Ronaldo Lage Magalhães e a secretária municipal de saúde Rosana Linhares Assis Figueiredo estiveram na tarde desta quarta-feira (15) no Hospital Municipal Carlos Chagas (HMCC) para conhecer os equipamentos adquiridos para equipar o novo consultório oftalmológico da instituição. No espaço, serão atendidos todos os pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) com problemas de visão.

Os aparelhos, de alta tecnologia, foram adquiridos com recursos provenientes da Portaria 2638/2017 – Emenda Parlamentar nº 29380006, do ex-senador Zezé Perrella (R$ 200 mil), e Emenda Parlamentar nº 35950007, do deputado federal Lincoln Portela (R$ 349.943,00). Ao todo, foram disponibilizados R$ 549.943,00 para a compra de campimetro, oftalmoscópio binocular indireto, topógrafo de córnea, projetor oftalmológico, coluna oftalmológica, biometro ultrassônico/ecobiometro, cadeira oftalmológica e cadeira fixa, mesa ginecologica elétrica e facoemulsificador. Estão em processo de compra equipamentos como lâmpada de fenda, tonômetro de aplanação, cardioversor, eletrocardiógrafo digital e bisturi eletrônico.

Rosana Linhares destacou a importância das novas ferramentas para a qualidade do atendimento aos usuários do hospital. “Essa aquisição vem consolidar a qualidade da assistência do Centro Oftalmológico deste hospital e nos possibilitará ampliar os serviços cirúrgicos à comunidade”.

A aquisição dos equipamentos também representa a ampliação da agenda de exames, consultas e cirurgias oftalmológicas e melhoria na prestação de serviços hospitalares, e, consequentemente, o investimento do Governo Municipal na área da saúde. Apenas no hospital municipal, a Prefeitura de Itabira investe, por ano, mais de R$ 30 milhões na maternidade, UTI Adulto, internações e exames laboratoriais e de imagem. Além disso, nos últimos três anos, foram realizados vários mutirões de cirurgias oftalmológicas nos seguintes procedimentos: catarata, pterígio, trabeculectomia, calázio, estrabismo e blefaroplastia.

Entre os anos de 2017 e 2019, ofertamos uma média mensal de 469 consultas oftalmológicas, o que representa um aumento significativo na oferta do serviço. Apenas em nossa gestão ofertamos 16.908 consultas oftalmológicas. Em 2019, após esforços contínuos, conseguimos dobrar a capacidade de atendimentos do Centro Oftalmológico do HMCC. Um crescimento responsável, viabilizado por meio de recursos próprios do Município. Soma-se ainda, aproximadamente, mais três mil atendimentos aos usuários de diagnóstico com glaucoma que, no ano passado, totalizaram 6.786 consultas no Programa de Glaucoma”, explicou a secretária de saúde.

Rosana Linhares ressaltou ainda que, com a implantação dos novos equipamentos e o novo consultório oftalmológico, o Município está preparado para ampliar a oferta para mais de 1.300 consultas por mês, sendo 800 atendimentos de refração e outras patologias e 500 consultas para o Programa de Glaucoma. “Temos orgulho de fazer parte deste momento e desta gestão. É importante frisar que existe um plano de ação, já em execução, para acabar com a demanda reprimida por consultas em oftalmologia e vamos manter o ritmo dos serviços já desenvolvidos”, garantiu.

Para o prefeito Ronaldo Magalhães, “o investimento em saúde é uma das prioridades da nossa gestão. Mesmo com a dificuldade em receber os repasses estaduais, conseguimos aplicar mais de 30% do orçamento municipal na saúde. Ressalto que o investimento mínimo de recursos a serem aplicados na saúde é de 15% da receita do município. Os avanços conquistados nesses últimos anos, principalmente na saúde primária, podem ser percebidos pela população”.

Logo após a apresentação, pacientes foram atendidos pelos oftalmologistas do corpo clínico do HMCC. A partir de agora, estão previstos, mensalmente, 220 exames e 90 cirurgias, além de 1300 consultas, entre atendimentos de refração e glaucoma.

COMUNICADO – Orientações sobre a suspensão da venda de lotes de cerveja da marca “Belorizontina”

Considerando os recentes fatos noticiados que envolvem a cerveja da marca “Belorizontina”, a Secretaria Municipal de Saúde de Itabira, por intermédio da Vigilância Sanitária, informa que está disponível para receber cervejas, exclusivamente da marca em questão, de moradores de Itabira e distritos que possuem o produto para consumo próprio.

O material ficará sob a custódia da Secretaria Municipal de Saúde para encaminhamento às investigações necessárias. A entrega deverá ser feita diretamente na Superintendência de Vigilância em Saúde, situada à Rua Jacutinga, número, 15, bairro Campestre, de segunda à sexta-feira, no horário das 8h às 11h e das 13h às 17h. Não serão recebidas as cervejas de bares, restaurantes, supermercados e comércio em geral.

Quanto aos lotes sob investigação (L1 1348, L2 1348, L2 1354 e outros que vierem a ser citados pela Polícia Civil de Minas Gerais ou Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais), a Secretaria Municipal de Saúde de Itabira recomenda a não comercialização dos mesmos e a sua custódia pelo estabelecimento comercial até finda investigação.

Itabira, 13 de janeiro de 2020.

Rosana Linhares Assis Figueiredo

Secretária Municipal de Saúde

Valorização da saúde pública – Prefeitura encaminha projeto de lei à Câmara sobre doação de terreno ao HNSD

Vereadores aprovaram a doação em primeira reunião nesta terça-feira (17). No entanto, o projeto só deve virar lei após a votação da reunião extraordinária dessa sexta-feira (20) e sanção do prefeito Ronaldo Magalhães.

Na terça-feira (17), um Projeto de Lei (PL) de autoria do prefeito Ronaldo Lage Magalhães foi encaminhado pela Prefeitura para análise da Câmara Municipal. O documento estabelece a doação de dois terrenos à Irmandade Nossa Senhora das Dores (INSD), mantenedora do Hospital Nossa Senhora das Dores (HNSD), com o objetivo de expandir as dependências da unidade de saúde, incluindo a hemodiálise.

As áreas para doação são denominadas Gleba 1, que possui 7.385,51 m², e Gleba 2, compreendida em 5.065,85 m². Ambas estão identificadas como Área Institucional, situadas na Vila Paciência. O projeto foi lido e aprovado pelos vereadores em uma primeira reunião nesta terça-feira. No entanto, para virar lei e a área ser efetivamente doada, deverá haver uma nova votação em reunião extraordinária na sexta-feira (20), a partir das 16 horas, no plenário da Câmara. Após a aprovação em segunda reunião, o PL volta para a Prefeitura para a sanção do prefeito Ronaldo Magalhães.

Em contrapartida, o INSD se dispõe a oferecer treinamentos para os servidores da área técnica que atuam na atenção primária e secundária, ministrados por profissionais capacitados do HNSD, com foco nos processos assistenciais e sob demanda do município. Além disso, com as obras de expansão, haverá geração de emprego e mais qualidade e maior quantidade de atendimento à população.

Sempre com o objetivo filantrópico, essa secular instituição atravessou e suportou diversas dificuldades, que, no entanto, não impediram o desenvolvimento de materiais, equipamentos e medicamentos para tratar várias doenças. E ainda em razão da sua localização e importância, o hospital sempre foi – e cada vez se torna mais – referência regional, abrangendo uma população de mais de 600 mil pessoas. Áreas como nefrologia, com a hemodiálise, que já efetua mais de 40 mil sessões anuais, registra hoje a mortalidade para pacientes dialíticos menor que em países europeus. Essa redução se deu em razão dos avanços, estruturação e agregação de especialidades e especialistas nas áreas cardiovascular e Centro de Tratamento Intensivo (CTI) com 20 leitos”, defendeu Ronaldo Magalhães.

A partir do apoio do Governo Municipal, os avanços no HNSD são inegáveis. Houve melhoria do Pronto Atendimento que, atualmente, encaminha menos de dez pacientes/ mês para atendimento em outras cidades. Outra importante conquista foi a criação do tratamento oncológico, que propiciou o atendimento e a procura de pacientes de várias cidades. Inclusive, essa tendência se manifesta em outras especialidades.

Com a implantação do centro de imagens, teremos um hospital com capacidade semelhante a hospitais de Belo Horizonte e São Paulo. Também, o hospital se apresenta como opção de estágio e pesquisa para a Unifei, Funcesi, UNA, Unicesumar e outras faculdades, com teses de conclusão de cursos de mestrado e doutorado. E não podemos esquecer que o Nossa Senhora das Dores é filantrópico: atende a todos e mantém, com excelência, grande abrangência social, realizando quase mil cirurgias por mês”, afirmou o prefeito.

Até 49 anos – Dia D de vacinação contra sarampo será neste sábado

Neste sábado (30) acontece a segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo. Em Itabira, estarão abertas 13 unidades básicas de saúde, incluindo a Policlínica Municipal, funcionado das 8 às 17 horas. Nesta etapa, o público prioritário são adultos até 49 anos.

Lançada em outubro, a campanha priorizou dois grupos. Na primeira fase (de 7 a 25/10), o foco foi a imunização das crianças de seis meses a menores de cinco anos. Já no segundo momento, que começou no dia 18 deste mês e segue até o sábado, a campanha é direcionada aos adultos que ainda não atualizaram a cartão de vacinação. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), este grupo foi determinado devido ao número expressivo de casos confirmados nesta faixa de idade.

Como divulgado pelo Ministério da Saúde (MS), o país vive um surto de sarampo desde maio deste ano. Foram confirmados 9.304 casos da doença, destes, 7.511 (80,7%) foram determinados pelo critério laboratorial e 1.793 (19,3%) por critério clínico epidemiológico. Grande parte dos registros (97%) ocorreram no estado de São Paulo. Já em Minas Gerais, foram confirmados 45. Em todo Brasil, no que diz respeito ao índice de morte, são 13 óbitos por sarampo. A SMS alerta, no entanto, que a procura pela imunização está baixa no município e ressalta a importância da vacinação.

As pessoas dentro dessa faixa etária devem procurar sua unidade de saúde com o cartão de vacina. Mesmo aqueles que já receberam a vacina na infância devem procurar uma sala de vacinação. Isso porque as taxas de vacinação são especialmente baixas entre os adultos de 20 a 29 anos de idade e o esquema de aplicação era diferente – e menos eficaz – quando essa turma nasceu”, explicou a secretária municipal de Saúde, Rosana Linhares Assis Figueiredo.

Sarampo

É uma doença aguda, altamente contagiosa transmitida por gotículas de pessoas doentes ao espirrar, tossir, falar ou respirar. Os sintomas mais comuns são febre, tosse seca, manchas avermelhadas, coriza e conjuntivite. A vacina é o meio mais eficaz de prevenção.

Unidades em funcionamento neste sábado

UBS Agua Fresca/ Juca Rosa, UBS Amazonas/Areão, UBS Barreiro, UBS Chapada, UBS Eldorado, UBS Fênix, UBS Gabiroba 1 e 2, UBS Ipoema, UBS Juca Rosa/Praia ll, UBS Pedreira l e ll, UBS Santa Ruth/Santa Marta, UBS Senhora do Carmo e Policlínica Municipal.

Scroll To Top