segunda-feira , 1 junho 2020
Você está aqui: Capa | Saae (Página 23)

Arquivo da categoria: Saae

Assinatura dos Feeds

Informações relacionadas ao tratamento de água de Itabira

Falta de energia elétrica – Abastecimento de água será interrompido temporariamente nesta sexta-feira

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Itabira (Saae) informa que, devido à falta de energia elétrica, a Estação de Tratamento de Água dos Gatos vai parar de funcionar temporariamente nesta sexta-feira (13). A interrupção emergencial de energia será feita pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) para manutenção de sua rede. Por isso, orienta-se que o consumo de água seja racional para evitar o desabastecimento.

Os bairros que terão o abastecimento de água suspenso são: Bela Vista, Campestre, Cento e Cinco, Cidade Nova, Eldorado, Jardim das Oliveiras, Nova Vista, Pedreira, Penha, Santa Inês, Santo Antônio, São Francisco, São Pedro, Vila Cisne e Vila Paciência.

Abastecimento – Prefeitura abre concorrência pública para elaboração de projetos de captação de água

Abastecimento

Prefeitura abre concorrência pública para elaboração de projetos de captação de água

 

A Prefeitura de Itabira publicou na última semana o edital do processo licitatório 088/2013, que diz respeito à Concorrência Pública nº 001/2013, do tipo menor preço. Esta concorrência tem como objeto a contratação de uma empresa para elaborar o projeto básico e o projeto executivo de captação de água no Rio Tanque. A medida busca melhorar o abastecimento de água no município.

A Comissão Permanente de Licitação também disponibilizou o Caderno do Edital que contém todas as normas para participar do processo licitatório. Os interessados devem recolher uma guia de arrecadação no Departamento de Tributação, efetuar o pagamento e apresentar o comprovante no Departamento de Contratos, localizado no segundo andar da Prefeitura. O valor de cada Caderno é R$ 50, que corresponde ao valor de preparação das cópias impressas e em CD.

Os interessados em participar do processo devem entregar os envelopes de ‘documentação de habilitação’, ‘proposta técnica’ e ‘proposta de preços’, na Seção de Atendimento e Protocolo, na Prefeitura, de 8h às 17h. No dia 8 de novembro, data de início da reunião de abertura dos envelopes, as propostas poderão ser entregues até às 13h30. A reunião iniciará às 14h, no auditório do paço municipal.

Projeto Rio Tanque

O projeto para captação de água do Rio Tanque busca atender o município de Itabira por, no mínimo, 30 anos. De acordo com o engenheiro sanitarista do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), Jorge Borges, o Ministério das Cidades já liberou R$1.221.000,00 para iniciar o projeto. “Inicialmente, o Rio Tanque vai gerar 550 litros de água por segundo. Isso significa três vezes mais que a quantidade operada atualmente pelo Sistema Pureza, que oferece água tratada a 55% da população urbana de Itabira”, disse.

O cronograma físico de execução do projeto é de 13 meses a partir da data de assinatura da ordem de serviço.

Além do projeto do Rio Tanque, o governo municipal, por meio do SAAE, em busca de soluções para ampliar a oferta e reduzir o déficit de abastecimento no município, ainda possui os seguintes projetos de captação em andamento: Rio de Peixe (60 litros por segundo) e Barragem de Santana (100 litros por segundo). O investimento total será de R$ 90 milhões e a expectativa é de que até setembro de 2014 o sistema Rio de Peixe já esteja funcionando.

Economizar para não faltar – Fornecimento de água será controlado e população é chamada a cooperar

Com o período de estiagem, os mananciais que fornecem água para tratamento estão com o volume reduzido. A quantidade tratada não é suficiente para atender toda a demanda, uma vez que o tempo seco e quente provoca aumento de consumo. Por isso, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) informa que será necessário controlar a distribuição de água a partir de hoje (18): em toda a cidade, o abastecimento será interrompido às 8h e voltará ao normal às 16h.

Tal medida é necessária para que os reservatórios sejam recuperados e tenham condições de distribuir água à população. O controle vai prosseguir até que os níveis dos reservatórios voltem ao normal, o que deve ocorrer no período chuvoso e com a cooperação da população.

O período de seca ocorre em quase todas as cidades brasileiras e em Itabira não é diferente. É importante a colaboração de cada habitante para economizar água. Algumas dicas para reduzir o consumo são:

– não varrer lixo com a mangueira: utilizar vassoura e baldes de água para fazer a limpeza das calçadas;

– lavar os veículos utilizando baldes ao invés de mangueira;

– reutilizar água de tanquinhos e máquinas para lavar passeio, área de serviço e quintal;

– não deixar a torneira aberta continuamente ao lavar louças, escovar os dentes ou fazer a barba;

– reduzir o tempo com o chuveiro aberto.

Saiba mais:

O SAAE está tomando providências para resolver definitivamente o problema de abastecimento em Itabira, que é antigo e se agravou com o aumento da população. Projetos para captação de água do Rio de Peixe (60 litros por segundo), Barragem Santana (100 litros por segundo) e Rio Tanque (550 a 950 litros por segundo) estão em andamento. O investimento total será da ordem de R$ 90 milhões e a expectativa é de que até setembro de 2014 o sistema Rio do Peixe já esteja em operação.

ETE Laboreaux recebe melhorias em sua estrutura física e reforma administrativa

A Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Laboreaux acaba de receber uma série de melhorias em sua estrutura física. O local há tempos necessitava de serviços de conservação e manutenção. O prefeito, Damon Lázaro de Sena, pediu ao diretor-presidente do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), Jacir Primo, que a questão fosse tratada como prioridade e todas as instalações foram reformadas.

De acordo com informações do Saae – autarquia responsável pela ETE, o prédio da administração e o laboratório local estavam tomados por infiltrações provenientes do telhado, e pisos e paredes com cerâmicas soltas e quebradas. As estruturas metálicas e de concreto estavam comprometidas pela ação do tempo e pelos agentes agressivos, ou seja, gases resultantes do tratamento de esgoto. O pátio e áreas adjacentes estavam tomados pela grama alta, uma vez que a ETE Laboreaux não possuía contrato com uma empresa de prestação de serviços de limpeza.

Segundo o supervisor de Estação de Tratamento de Esgoto, Weber Francisco Fonseca, devido à falta de manutenção, até mesmo alguns equipamentos essenciais para o bom funcionamento da estação, estavam com problemas: filtros biológicos percoladores constantemente parados e filtro prensa com dificuldade de funcionamento.

Durante a reforma, além da pintura das instalações, tratamento e pintura das ferragens corroídas e oxidadas, foi necessário também trocar todo o revestimento do piso de cerâmica. Houve ainda uma melhor manutenção dos filtros biológicos percoladores e otimização do funcionamento do filtro prensa com treinamento de todos os operadores. As ações foram realizadas em seis meses.

Já a limpeza e conservação do pátio, ficaram por conta dos servidores da ETE Laboreaux. Sem contrato com uma empresa de prestação de serviços de limpeza há alguns anos, os servidores se reuniram em mutirão e fizeram a roçada e serviços de jardinagem local. O resultado pode ser visto até mesmo por quem passa pela estrada que liga Itabira à Nova Era.

Servidor de carreira há 22 anos, Weber Fonseca afirmou que, agora, todos os equipamentos estão funcionando normalmente. “Como havia deficiência de manutenção preventiva a operação da ETE encontrava-se sempre comprometida”, informou.

Ademais, após o trabalho realizado pelas equipes de manutenção de esgoto do Saae nos interceptores e a ligação de novas redes contribuidoras, houve um aumento de 50% da vazão de esgoto na ETE Laboreaux.

01

 Reforma Administrativa

A ETE Laboreaux também passou por uma adequação do número de servidores para atender à Nota Técnica 02/2012 da Agência Reguladora de Serviços de Água e de Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais (Arsae/ MG). Tal Nota determinou que, para um funcionamento de qualidade, a ETE poderia ter apenas 14 funcionários.

Sendo assim, a estação de Laboreaux conta com 10 operadores de estação de tratamento de esgoto, um técnico em saneamento, um supervisor e um auxiliar de serviços gerais. Para Weber Fonseca, além de atender à exigência da Arsae, esta adequação também valoriza o servidor, uma vez que, com menos funcionários, cada um se torna ainda mais responsável pela qualidade de seus serviços.

Scroll To Top