segunda-feira , 21 setembro 2020
Você está aqui: Capa | Saae | Água

Arquivo da categoria: Água

Assinatura dos Feeds

Novo coronavírus – Saae suspende cortes de água para beneficiários da tarifa social

Devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19), o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira foi autorizado nesta quinta-feira (25), em caráter de urgência, a suspender imediatamente os cortes no abastecimento de água por inadimplência. Também não haverá, nesse período de 60 dias, incidência de juros e multas por atraso de pagamento.

As medidas solicitadas pelo Município, e autorizadas pela Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário (Arsae) do Estado de Minas Gerais, são válidas para os beneficiários da tarifa social, hospitais públicos e unidades básicas de saúde.

Dessa forma, o prefeito Ronaldo Magalhães consegue garantir, principalmente para os estabelecimentos da área de saúde, condições de trabalho neste momento de crise, em que a água é essencial para inibir a disseminação da covid-19”, explicou Leonardo Ferreira Lopes, diretor-presidente do Saae. Além disso, segundo ele, os recursos que os hospitais e postos de saúde destinariam às despesas de água, poderão ser investidos em itens para combater a pandemia.

Já os beneficiários da tarifa social, também cobertos pela decisão da Arsae, não ficarão sem abastecimento de água nos próximos dois meses. “Esse pedido do prefeito Ronaldo (Magalhães) protegerá cerca de cinco mil famílias, que, normalmente, ficam mais expostas à pandemia. No momento, a água é fundamental nessa guerra contra o novo coronavírus”, garantiu Leonardo Lopes.

Urgente – Deslizamento de terra rompe adutora da ETA Gatos

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Itabira informa que o abastecimento na Estação de Tratamento de Água (ETA) Gatos será interrompido, de forma emergencial, das 12 às 17 horas.

O motivo da interrupção é um deslizamento de talude, por volta das 10 horas desta sexta-feira (21), que provocou o rompimento parcial de uma adutora. Técnicos do Saae já iniciaram os procedimentos para reverter a situação.

A ETA Gatos abastece os bairros Campestre, Bela Vista, Nova Vista, Nossa Senhora das Oliveiras, Eldorado, São Francisco, Pedreira, Penha, Santo Antônio, São Pedro, Vila Cisne, Vila Paciência, Cento e Cinco, Cidade Nova e Santa Inês.

Taxas de água e esgoto – Procon explica como é feita a cobrança na conta do Saae

Desde 2012, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira trabalha com um sistema de tarifação composto por taxas fixa e variável. Este modelo, considerado o mais justo do país, abrange o consumo real e a infraestrutura dos sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário.

De acordo com Fabrício Chaves, secretário-executivo do órgão de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de Itabira, não existem tarifas distintas para o mesmo serviço. “O que acontece é que temos a taxa fixa de água e de esgoto e a taxa variável de água e esgoto. Parecem e se confundem como se fossem a mesma coisa, mas não são. A taxa fixa é destinada à infraestrutura: reservatórios, manutenção e todo o aparato do Saae para tratar a água e o esgoto. Já a tarifa variável de água e esgoto é referente ao consumo real”, explicou.

Além disso, segundo o secretário, este sistema tarifário foi implantado conforme resolução nº 40 da Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais (Arsae) e da lei nº 11.445/07. Ambas estabelecem condições gerais para prestação e utilização dos serviços públicos de abastecimento de água e de esgotamento sanitário. “É importante deixar bem claro que não há nenhuma ilegalidade nas tarifas do Saae”, ressaltou Fabrício Chaves.

O sistema tarifário, conforme a Lei Federal de Saneamento Básico, é definido exclusivamente pela Arsae e é adotado em mais de 90% dos municípios mineiros. “Para ampliar o uso desse modelo de cobrança, temos que lembrar que é idêntico ao utilizado pela Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais)”, concluiu o secretário-executivo do Procon.

Dúvidas

No dia 21 de janeiro desse ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) determinou arquivamento da reclamação nº 387217092019-2 que questionava possível abuso nos valores cobrados na tarifa de água e esgoto do Saae.

Conforme entendimento do MPMG, os valores que constam na cobrança da autarquia são apresentados de forma discriminada e não cobram pelo mesmo serviço, mas sim, pela disponibilização da água e da infraestrutura necessária para alcançar qualidade no serviço prestado.

Slide1

Audiência Pública – Arsae discute revisão tarifária nesta terça-feira

A audiência pública para discutir a revisão tarifária do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira, organizada e gerenciada exclusivamente pela Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais (Arsae), será realizada nesta terça-feira (17), das 18 às 21 horas, no auditório da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), no Parque Natural Municipal do Intelecto.

Nesse encontro, a diretoria da Arsae apresentará os aspectos técnicos que justificam a manutenção da atual tarifa. Em seguida, os interessados inscritos poderão se manifestar e fazer considerações para orientar a decisão do colegiado da agência reguladora.

A revisão tarifária é uma atribuição da agência, determinada pela lei de saneamento básico (Lei federal nº 11.445/07). A função do órgão regulador é buscar o equilíbrio entre as duas partes, respeitando sobretudo o direito de defesa do consumidor. “É uma ação salutar porque são avaliadas as necessidades da empresa para melhor prestar serviço ao cidadão, bem como a condição do cidadão conseguir pagar por isso. A Arsae zela a concessionária e o usuário igualmente”, explicou Leonardo Ferreira Lopes, diretor-presidente do Saae.

Água

Com a última revisão tarifária, o plano de investimentos da autarquia, na ordem de R$ 5,5 milhões, foi aprovado pela Arsae. “No entanto, com a mesma receita, ou seja, melhor gestão de recursos, o Saae conseguiu dobrar esse investimento e executar diversas ações que somam aproximadamente R$ 11,2 milhões”, garantiu Leonardo Lopes.

O Saae recuperou o poço artesiano I no bairro Areão – desativado desde o início de 2016 – injetando mais 21 litros por segundo (l/s) de água tratada no sistema de abastecimento da cidade; modernizou a rede nos bairros Gianetti, Areão e Major de Laje de Cima, substituindo seis quilômetros de tubulação em amianto por tubos de PEAD e, concluiu a construção da Unidade de Tratamento de Resíduos (UTR) da Estação de Tratamento de Água (ETA) Pureza, que aumentou cerca de nove l/s na produção de água da estação.

No Alto da Barbacena, região do bairro Pedreira, a construção da nova adutora – de aproximadamente 1,5 quilômetro de tubos em ferro fundido – solucionou a falta d’água dos moradores, assim como a implantação de geradores automáticos que resolveu o mesmo problema nos bairros Chapada e Boa Vista, quando a energia elétrica é interrompida. No Chapada também, 820 metros de subadutora estão prontas. Então, de acordo com dados do Saae, de janeiro de 2017 até junho deste ano, foram concluídas 18.528 metros de redes e 1.642 ligações de água.

Os investimos na zona rural atenderam ainda a antigas demandas, como no distrito Senhora do Carmo, onde a empresa construiu novas ETA e UTR. “A produção, antes de oito l/s na antiga estação, subiu para 15 l/s podendo atender a cinco mil habitantes. A capacidade de tratamento da ETA foi otimizada, já que o equipamento é de ponta e permite tratar água com variações de turbidez mais elevada”, ressaltou o responsável pela autarquia.

Agora, estão em andamento as obras das ETAs Chapada e Serra dos Alves, bem como a modernização da ETA Gatos, que acrescentará 100 l/s à oferta atual (90 l/s). Depois da aquisição do material, custeada pelo Saae, também começou a construção dos seis quilômetros do anel hidráulico para interligar as estações Gatos, Pureza, Três Fontes, Areão e Rio de Peixe. Com isso, o sistema será unificado, melhorando a gestão hídrica e beneficiando igualmente toda a população com a distribuição de água.

Saneamento

A partir da última revisão, o Saae avançou no esgotamento sanitário. As redes dos bairros Areão, Amazonas, São Bento, Novo Amazonas, Cônego Guilhermino, São Marcos, São Cristóvão, Juca Rosa e Colina da Praia I, II e III, antes separadas pela Estrada de Ferro Vitória Minas (EFVM), foram interligadas e o tratamento de esgoto, de 44% que era em 2017, subiu para 91% em 2019. Já a coleta do esgoto, de 91% passou para 95,6%. Neste período, foram implantadas mais de 10 quilômetros de novas redes e executadas 2.784 ligações de esgoto.

É importante lembrar que a coleta de esgoto foi levada para o Colina da Praia, um bairro fundado em 1973 que até então não tinha esse serviço essencial de forma adequada”, pontuou Leonardo Lopes.

Com a implantação do programa de remodelação do sistema de abastecimento de água e esgotamento sanitário, que compreende a construção de poços artesianos, redes de distribuição, instalações hidráulicas e elétricas, hidrometração, afastamento das redes de esgoto e inclusão dos moradores no banco de dados da autarquia, 12 localidades rurais foram atendidas desde 2017: Estiva, Candidópolis, Morro do Chapéu, Turvo, Campo de Gordura, Cutucum, Ribeirão São José de Baixo, Areias, Palmital, Serra dos Alves, Senhora do Carmo e Ipoema.

Todas essas ações geram saúde pública porque saneamento é sinônimo de saúde. Toda vez que conseguimos levar uma melhor condição de saneamento básico às pessoas, estamos prevenindo doenças e economizando. Foi isso que a revisão tarifária 2017/2019 proporcionou aos itabiranos”, enfatizou o diretor-presidente.

Eficiência

Nos anos de 2017 e 2018 as perdas do volume de água distribuído foram reduzidas. De 39,2%, média de 2016, o índice caiu para 36,22% no ano passado e, agora, está em 34,84% (média do primeiro trimestre de 2019). A meta de perda anual, definida pela Arsae em 2012, é de 37,6%.

Para alcançar a marca histórica, o Saae implantou macromedidores que aferem corretamente o volume de água distribuída. Em seguida, instalou manômetros e válvulas em dez regiões do município para medir e regular a pressão da água nas redes, consequentemente diminuindo o desperdício proveniente de vazamentos.

Além disso, o programa de substituição dos hidrômetros para o modelo volumétrico garante o registro correto do consumo de água para os clientes e para a autarquia. Até o final deste ano, o Saae trocará cerca de 12 mil equipamentos ativos no município.

Em tempo

Até o dia 23/9, a Arsae receberá comentários e sugestões para esta revisão tarifária. Usuários, prestadores de serviços, órgãos de defesa do consumidor e demais interessados deverão encaminhar suas considerações para o endereço eletrônico audienciapublica23@arsae.mg.gov.br.

Programa de modernização – Prefeitura conclui rede de água na comunidade Palmital

Foi concluído ontem (21) mais uma etapa do programa de remodelação do abastecimento de água. O Sistema Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira finalizou a construção do segundo poço artesiano na comunidade de Palmital, que, desde 2016, sofria com a falta d’água. Por meio desta ação, 75 residências serão beneficiadas com o fornecimento de água regular.

O programa, que tem como objetivo modernizar e corrigir o abastecimento principalmente na zona rural itabirana, é custeado com recursos da revisão tarifária – 2017/2019 – determinada pela Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgoto (Arsae) de Minas Gerais e compreende a construção de poços artesianos, redes de distribuição, instalações hidráulicas e elétricas, hidrometração e, corrige ainda, o afastamento das redes de esgoto.

De acordo com informações do Saae, somente por meio desse processo que os usuários das localidades rurais podem ser incluídos no banco de dados e serviços da autarquia. “O programa é o único caminho para o Município prestar serviços de saneamento, tratar a água e fazer o seu controle social nestas localidades”, reforçou Leonardo Ferreira Lopes, diretor-presidente do Saae.

Em tempo

O amplo processo de remodelação da distribuição de água municipal já beneficiou também, os moradores das localidades Candidópolis, Estivas, Morro do Chapéu, Turvo, Ribeirão São José de Baixo, Campo de Gordura, Cutucum, Areias, Chapada e Boa Esperança.

Utilidade Pública – Saae interrompe funcionamento da ETA Três Fontes

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira comunica que a Estação de Tratamento de Água (ETA) Três Fontes, no bairro Pará, está em processo de manutenção desde as 7 horas desta sexta-feira (5).

Os serviços serão concluídos às 17 horas e para evitar mais transtornos, é necessário que os moradores da região dos bairros Pará e Centro façam uso consciente da água.

Quase pronta – Prefeitura inicia montagem da ETA Chapada

Atualizada, às 17h33.

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) recebeu nesta manhã de segunda-feira (3) os equipamentos para a construção da Estação de Tratamento de Água (ETA) que abastecerá os moradores dos bairros Chapada e Boa Esperança.

De acordo com informações do Saae, atualmente os trabalhos giram em torno da construção da casa de química e do reservatório. No entanto, técnicos da autarquia iniciarão ainda hoje a montagem da ETA. A conclusão da obra será em até dois meses.

WhatsApp Image 2019-06-03 at 16.49.48

Em tempo

A nova ETA, segundo Leonardo Ferreira Lopes, diretor-presidente do Saae, resolverá definitivamente o problema da falta d’água, já que, atualmente, a região é atendida por apenas dois poços artesianos. A oferta do produto é insuficiente e a situação se agravou, principalmente, devido ao crescimento populacional nos últimos 12 anos.

Para funcionar, a ETA Chapada irá captar água do córrego que passa pelo bairro, com uma vazão de 10 litros por segundo. “Acrescentando isso aos antigos poços artesianos, a produção será suficiente para atender de forma adequada a população dos bairros Chapada e Boa Esperança”, reforçou Leonardo Lopes.

64 anos – Saae comemora aniversário com homenagens e anúncio de obras

Ao completar 64 anos nesta segunda-feira (20), o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira homenageou dez funcionários que completaram de 5 a 35 anos na autarquia. Cada profissional recebeu do diretor-presidente da autarquia, Leonardo Ferreira Lopes, uma placa de agradecimento pelos serviços prestados ao município.

A solenidade aconteceu na sede do Saae, no bairro Pará. Participaram do ato, vereadores, secretários, servidores municipais, funcionários da autarquia, imprensa e convidados. Durante o evento, houve uma celebração ecumênica – bênção aos participantes – presidida pelos religiosos padre Welington Silva (Paróquia Nossa Senhora da Penha e Santuário São Geraldo) e pastor Flávio Márcio (Igreja Batista Central).

Leonardo Lopes agradeceu aos funcionários pelo empanho e dedicação à empresa e à cidade. Ele ressaltou que todas as conquistas do Saae, como o serviço de remodelação da rede de esgoto e água na comunidade de Palmital e a construção da estação de tratamento de água (ETA) no bairro Chapada, são resultados do esforço de cada funcionário da autarquia.

O Saae foi fundado há 64 anos para captar, tratar e levar a àgua até a casa das pessoas e colher o esgoto da cidade. Temos feito isso com muito esforço. Essa empresa trabalha o ano inteiro, 24 horas por dia. Não paramos. No entanto, devemos agradecer e refletir sobre todas as conquistas que vocês construíram ao longo de todos esses anos. Quando levamos água ou tratamos o esgoto de uma região, estamos falando de saneamento básico. Isso equivale a levar saúde para a população. Nessa semana, em particular, obtivemos vitórias que vocês conquistaram. Hoje iniciamos a preparação de um poço para a comunidade de Palmital. Isso é uma vitória de todos vocês”, disse.

Leonardo Lopes também lembrou que, durante sua gestão, a sede da empresa foi revitalizada e foi construído um vestiário com cerca de 200 m², com armários novos, para todos os funcionários.

Representando o prefeito Ronaldo Magalhães, o secretário municipal de Governo Ilton Magalhães disse que aquele era um momento de muita gratidão à autarquia. “Neste dia em que comemoramos os 64 anos do Saae, estamos conscientes que o foco tem sido sempre de fazer o melhor. Todo o sucesso é fruto de um trabalho árduo da equipe do Saae. Parabenizamos a todos pela competência, harmonia e unidade de esforços com o objetivo de oferecer à população de Itabira uma das melhores águas da região e um excelente trabalho de colher e tratar o esgoto do nosso município”.

Os homenageados

Receberam uma placa de agradecimento os funcionários José dos Santos Tiago, Jorge Martins Borges, Nilce de Oliveira, José Tomaz, Damião Vidal, Cláudio Jorge, Antônio Caio Rodrigues, Ailton Fernandes Ribeiro, Nilda Clésia Dantas e Flammarion André.

Saneamento Rural

Nesta segunda-feira (20), o Saae iniciou as obras de modernização e correção das redes de água e esgoto da comunidade de Palmital. No local, serão construídos um poço artesiano e sua automação; padrão de energia elétrica e a rede de distribuição. Conclusão dos serviços em até 45 dias.

Ainda no fim de semana, uma equipe do Departamento de Saneamento Básico (Desa) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) esteve em Senhora do Carmo, neste sábado (18), para mais uma etapa de estudo do projeto de concepção de uma futura Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) no distrito.

De acordo com Leonardo Ferreira Lopes, diretor-presidente do Saae, o Município tem um contrato com a universidade que já pesquisa sobre a utilização do lodo gerado pela ETE Laboreaux na agricultura de Itabira. “Além disso, a UFMG faz uma análise do proveniente da ETE para futura geração de energia e, a partir desta interação, surgiu a oportunidade de discutir o tratamento de esgoto no Carmo”.

Rio Tanque – Lei de parceria público-privada entra em vigor

Foi publicada hoje (10), no diário oficial, a lei nº 5.123 que autoriza o Executivo Municipal a firmar parcerias público-privadas (PPP) para os empreendimentos relacionados ao abastecimento de água em Itabira.

Com isso, segundo Leonardo Ferreira Lopes, diretor-presidente do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), o processo de licitação para a construção da Estação de Tratamento de Água (ETA) do Rio Tanque será retomado. “Hoje, com a publicação da autorização legislativa, Itabira superou mais um degrau na jornada pelo abastecimento público justo e perfeito. A próxima etapa será a reabertura do edital para finalmente contratar a PPP”, declarou o diretor-presidente.

Nesta licitação, a Prefeitura irá contratar a PPP, na modalidade concessão administrativa – no prazo de 30 anos –, para a construção, manutenção e operação da ETA Rio Tanque. O valor estimado da obra é de R$ 55 milhões.

Em tempo

De acordo com todos os estudos técnicos realizados, a nova ETA é a única solução a longo prazo para o abastecimento municipal, já que serão acrescentados 200 litros por segundo (l/s) ao volume existente hoje. Este aumento garantirá a estabilidade de água, para toda a cidade, pelos próximos 30 anos.

Alto da Gaivota – Prefeitura realiza obras de pavimentação para novo acesso ao bairro Pedreira

Visando melhorar o acesso da população à parte alta do bairro Pedreira, a Prefeitura de Itabira iniciou no mês de março, obras de pavimentação da via que liga o bairro à rodovia MG-434, no trecho conhecido como Corta Madeira. Os trabalhos seguem intensos e devem ser concluídos em até dois meses.

O prefeito Ronaldo Magalhães esteve no local e ressaltou que o principal objetivo da obra é proporcionar mais conforto aos moradores da parte alta do Pedreira, que impossibilita o acesso de automóveis e ônibus. “Esse bairro existe há mais de 50 anos e tive a oportunidade, no passado, de implantar o ensino médio e o PSF (Programa de Saúde da Família), urbanizamos ruas e fizemos redes de esgoto. Fico feliz porque agora tenho novamente a oportunidade de trazer benfeitorias para essa comunidade”.

Ainda segundo Ronaldo Magalhães, “a obra está avançada e acredito que dentro de 60 dias será finalizada. Portanto, as pessoas não terão mais que subir toda essa via a pé, elas serão atendidas pelo transporte público”.

Para Isaías Flávio, produtor rural, a pavimentação das vias contribuirá para a economia local. “Há anos falam em fazer essas ruas e, graças a Deus, chegou o dia. Estou na roça, fazendo a terra produzir para mim e outros mais. É um ganho para o meu trabalho também. Estamos muito felizes e só temos a agradecer”, declarou.

Já o pedreiro Elson Gonçalves da Conceição Santos esperava o asfaltamento desde sua mudança para o bairro. “Tem quatro anos que moramos aqui e esperamos esta obra. Estamos muito satisfeitos com a força dada à nossa comunidade e, com certeza, isso vai mudar a vida de muita gente”.

pedreira_1

Água

A Prefeitura está solucionando também outro problema da parte alta do bairro Pedreira: a constante falta d’água. O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira executa a construção de um quilômetro de rede de água, que irá melhorar o abastecimento.

De acordo com Ronaldo Lott, “existe uma tubulação, mas ao longo do tempo os moradores fizeram ligações domiciliares de forma não planejada. Com isso, a pressão da água não é suficiente para encher o reservatório e abastecer todos os moradores. Com o investimento do Saae, a água chegará ao reservatório e terá pressão para resolver o problema”, explicou o secretário.

Segundo Leonardo Ferreira Lopes, diretor-presidente do Saae, a implantação da nova rede de água é prioridade, será concluída ainda este mês e solucionará definitivamente a questão.O esforço do Saae representa o comprometimento, carinho e compromisso do prefeito Ronaldo com Itabira. Esse arruamento, aliado à distribuição de água justa e perfeita, proporcionará desenvolvimento e dignidade àquela comunidade”, garantiu o diretor-presidente da autarquia.

Scroll To Top