Você está aqui: Capa | Desenvolvimento Urbano

Arquivo da categoria: Desenvolvimento Urbano

Assinatura dos Feeds

Desenvolvimento Urbano

Estacionamento rotativo volta em maio

A possibilidade de os motoristas encontrarem vagas para estacionar será maior a partir do dia 10 de maio, quando a fiscalização da Prefeitura de Itabira voltará com o estacionamento rotativo.

Devido a falta de talões, o estacionamento rotativo na cidade está suspenso desde o começo deste ano. “O contrato com a empresa que fazia a comercialização dos talões de estacionamento terminou no final de dezembro”, explicou Rínio Simões Veloso, secretário adjunto de Desenvolvimento Urbano. A contratação de outra empresa ou a mesma para realizar o serviço, segundo o secretário, só pode acontecer por meio de licitação. “O processo já está em andamento desde fevereiro de 2016. Por causa de denúncias de empresas e da falta de documentos, estava agarrado. Mas, isso já foi solucionado e a licitação está em pleno andamento”, afirmou Rínio Veloso.

Enquanto aguarda a conclusão do processo licitatório, a superintendência de Transportes e Trânsito (Transita) da Prefeitura se organizou para produzir os talões e distribuir aos pontos de venda – cerca de 130 locais, segundo informação da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU). “A Transita mandou fazer os talões em gráfica e ela mesmo vai entregar nos locais de comercialização. Porém, é transitório até que a licitação fique pronta”, ressaltou o secretário adjunto da SMDU.

Desde o início do ano que motoristas registram, diariamente, a insatisfação com relação a falta do estacionamento rotativo. “Tivemos várias reclamações e denúncias na Secretaria de Desenvolvimento Urbano porque não se encontra mais vagas para estacionar, principalmente na zona bancária. Percebemos casos de pessoas que deixam os carros o dia inteiro nos mesmos locais. Então, o estacionamento deixou de ser rotativo”, analisou Rínio Veloso.

A falta de rotatividade, de acordo com Jairo da Silva Ferreira, superintendente da Transita, causa grande impacto na acessibilidade dos usuários. “Sem o sistema rotativo, a probabilidade de achar vaga é quase nula. Isso dificulta muito a acessibilidade dos usuários, já que os motoristas ficam sem condições de estacionar”. Ainda segundo o superintendente, o estacionamento rotativo é uma ferramenta para mitigar as questões de acessibilidade. “Ele democratiza o uso do espaço público para estacionamento, garantindo o acesso de todos às mesmas vagas”, definiu.

Rotativo

A verba gerada pelo estacionamento rotativo é vinculada aos serviços de trânsito. “A Prefeitura só pode usar esse dinheiro para fiscalização, campanhas educativas e colocação ou melhoria das sinalizações vertical (semáforos e placas) e horizontal (faixas e desenhos pintados nas pistas)”, explicou Jairo Ferreira.

O superintendente informou ainda, que a cidade conta com aproximadamente 550 vagas de estacionamento rotativo e o valor do serviço continua R$ 2,50, sendo R$ 25 o talão com dez folhas. De acordo com o artigo 181 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a infração para o motorista que não usar o rotativo é grave, causando a perda de cinco pontos na carteira de habilitação e uma multa no valor de R$ 195,23. Além disso, “os motoristas devem ficar atentos às informações contidas nas placas de estacionamento sobre os dias e horários em que o uso do rotativo é obrigatório”, concluiu Jairo Ferreira.

Prefeitura lança campanha educativa de trânsito

Nesta segunda-feira (13), a superintendência de transportes e trânsito (Transita) da Prefeitura de Itabira, em parceria com a Polícia Militar, lançam a campanha “Pé na Faixa” que, pretende conscientizar a população sobre a correta utilização da faixa de pedestre para reduzir os acidentes no trânsito. A campanha atende exigência do artigo 75 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), é contínua e também será realizada em outras datas.

Nosso objetivo é que a cidade abrace essa causa. A mobilização e a conscientização são fundamentais para que haja uma mudança definitiva de comportamento”, explicou Priscila Braga Martins da Costa, secretária municipal de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente. Ela ainda ressaltou que, “o atropelamento não é fatalidade, é resultado de um comportamento de risco, seja do motorista, do ciclista ou do próprio pedestre”.

A campanha será realizada por meio de blitze educativas em diversos pontos da cidade, entre os dias 13 e 24/03, onde condutores e transeuntes serão orientados a novos hábitos que possibilitem mais segurança e qualidade de vida no trânsito. Além disso, agentes de fiscalização de trânsito e policiais militares irão adesivar os veículos. “Vamos ensinar aos pedestres como deixar claro para os motoristas a sua intenção de atravessar, que é fazendo um gesto com o braço”, frisou Edivânia Fernandes das Mercês, diretora de educação de trânsito e estatística. Ainda segundo ela, “também vamos instruir os motoristas sobre como o carro deve ser parado em segurança, para evitar atropelamentos, colisões na traseira de outros veículos e multas”.

Programação

No período da campanha, serão realizadas duas blitze educativas por dia, sempre nos horários, 9 às 10 horas e 10h30 às 11h30. No dia 13, a primeira será na avenida Carlos de Paula Andrade – em frente a Prefeitura e, em seguida, no cruzamento da avenida Carlos Drummond de Andrade com a praça Acrísio Alvarenga. No dia 14, a primeira blitz na avenida Cristina Gazire – em frente a um supermercado e, a segunda, na avenida João Pinheiro – Cobal.

Já no dia 15, as blitze serão na avenida João Pinheiro – esquina com a rua Água Santa – e, em seguida, no cruzamento das ruas Doutor Alexandre Drummond e Dom Prudêncio – próximo ao semáforo. No dia 16, a primeira blitz acontecerá no Centro – na região dos bancos e, a segunda, na praça Centenário – em frente a Escola Municipal Coronel José Batista. No dia 17, a avenida Mauro Ribeiro Lage – rotatória da fonte – receberá a primeira blitz e, a avenida Ozório Sampaio – em frente ao posto de combustível – a segunda.

No dia 20, as blitze serão realizadas, respectivamente, nos bairros Bela Vista – rua Raimundo de Souza, em frente a um supermercado – e Campestre – avenida Cauê, em frente a Escola Estadual Professor Emílio Pereira de Magalhães. No dia 21, a primeira blitz será na avenida Daniel Jardim de Grisolia e, a segunda, na avenida Mauro Ribeiro Lage – em frente a um supermercado. No dia 22, respectivamente, acontecerão blitze na travessa Tabelião Valdemar de Alvarenga Lage, no bairro Gabiroba e na rua Marechal Jofre – em frente a Escola Municipal Água Fresca – no bairro Água Fesca.

Já no dia 23, as blitze educativas irão para, rua Humberto Campos, bairro João XXIII e, avenida Rio Doce, no bairro Areão. Finalizando a campanha no dia 24, uma blitz será realizada novamente na avenida João Pinheiro – Cobal.

Secretária municipal desenvolve ações para melhoria dos serviços de limpeza urbana

Responsável pelas secretarias municipais de Desenvolvimento Urbano (SMDU), Ordem Pública (SMOP) e Meio Ambiente (SMMA), a secretária Priscila Braga Martins da Costa já mostrou a que veio. Mesmo com a falta de recursos financeiros e em menos de uma semana à frente das pastas, Priscila Martins da Costa apresenta vários projetos e ações essenciais para a melhoria da limpeza na cidade.

Um deles é a retomada da limpeza urbana. O contrato entre a Prefeitura de Itabira e a Empresa de Desenvolvimento de Itabira Ltda (Itaurb) é gerido pela SMDU. A secretária garante que a empresa já está trabalhando para apresentar resultados satisfatórios à população.

Estamos desenvolvendo vários projetos relacionados à limpeza, em um sentido geral, para termos uma cidade limpa, bonita, com o lixo bem coletado. Tudo isso é muito importante, pois sem limpeza urbana de qualidade não há uma boa saúde pública”, disse.

Ao mesmo tempo em que foca na melhoria dos serviços de limpeza urbana, que inclui a revitalização dos canteiros das avenidas da cidade, Priscila Martins da Costa assegura a retomada das atividades da SMDU. Para isso, ela conta com o apoio dos servidores da Prefeitura.

A Superintendência de Urbanismo realizou um mutirão para colocar em andamento todos os processos parados. Tudo aquilo que estava atrasado, já despachamos e estamos com a agenda em dia. Para isso, contamos com o apoio dos servidores. Temos uma equipe muito entusiasmada e envolvida no trabalho em busca de uma Itabira bem limpa e organizada”, declarou a secretária.

Assistência Social – Prefeitura de Itabira afirma auxiliar moradores de casa desmoronada

A Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Ação Social (SMAS), esclarece que está auxiliando os moradores de uma casa localizada na Vila Paciência. O imóvel está com risco de desmoronamento, após um deslizamento de terra. Segundo a secretária municipal de Ação Social, Valquíria Pascoal de Souza Duarte, este esclarecimento se faz necessário por causa das últimas notícias veiculadas em alguns meios de comunicação locais.

Alegaram que não estamos assistindo as famílias atingidas pelo desabamento. Isso não é verdade. O Município está prestando toda a assistência possível aos moradores. Temos, inclusive, o relatório de atendimento”.

Assistentes sociais do município visitaram a residência que era composta por três quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço. Com o deslizamento, dois quartos, uma parte da cozinha e toda a área de serviço desabaram. Na oportunidade, segundo consta no relatório de atendimento, a proprietária do imóvel, Sara Maria Solano Ferreira dos Santos, disse entender que o “problema ocorreu em terrenos particulares em decorrência de uma ação particular, não sendo causado por nenhuma ação do poder público”.

Durante a visita das servidoras públicas, foi oferecida assistência por meio do Programa de Auxílio à Moradia para Fins Sociais (Pamfis), no qual as famílias recebem os materiais do governo e executam as reformas ou reconstruções dos imóveis. No entanto, Sara Maria Santos alegou que não possuía local para a construção.

Também foram oferecidos outros benefícios disponibilizados pelo SMAS, como cesta básica, filtro, colchões, edredons e uma bolsa aluguel. A proprietária solicitou dar o retorno sobre a proposta do aluguel depois de conversar com o marido. Até o momento, a SMAS não obteve a resposta da família.

Na casa vizinha, onde reside a família de Kelly Silva Costa, não houve queda de nenhuma parte do imóvel. Apesar disso, existe uma grande possibilidade do desabamento ocorrido na residência de Sara Maria Santos puxar a casa de Kelly Costa. Assim, por orientação do Corpo de Bombeiros, a família deveria desocupar o local imediatamente. Os benefícios disponibilizados pela SMAS também foram oferecidos à Kelly Costa. Ela foi incluída no aluguel na quarta-feira (23).

Entenda

Na última semana, as fortes chuvas que atingiram o município provocaram um deslizamento de terra e, consequentemente, o desabamento de parte de duas casas localizadas na rua México, na Vila Paciência. Na ocasião, os imóveis foram vistoriados pela Defesa Civil e pelo Corpo de Bombeiros. Felizmente, não houve feridos. No entanto, mesmo com risco de novos desabamentos, os moradores ainda não deixaram os imóveis.

Prefeitura realiza 6ª Conferência Municipal das Cidades

A Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU) promoveu na quarta-feira (29) a 6ª Conferência Municipal das Cidades. O evento aconteceu no plenário da Câmara Municipal das 8h às 18h.

Com o tema “Função social da cidade e da propriedade” e o lema “Cidades inclusivas, participativas e socialmente justas”, a 6ª Conferência Municipal das Cidades debateu propostas e soluções voltadas à realidade de Itabira. Durante o evento houve palestras sobre mobilidade urbana, plano diretor e regularização fundiária, além da eleição de delegados.

O evento precedeu as Conferências Estaduais e do Distrito Federal, acontecerá de 1º de novembro de 2016 a 31 de março de 2017. Já a 6ª Conferência Nacional das Cidades ocorrerá entre os dias 5 e 9 de junho de 2017, em Brasília, espaço onde a sociedade organizada, representada por seus delegados, cumprirá mais uma etapa, a fim de transformar a cidade que temos na cidade que queremos.

Saiba mais em:

http://www.itabira.mg.gov.br

http://www.facebook.com/prefeituraitabira

http://www.youtube.com/itabiraprefeituramunicipal

6ª edição – Inscrições abertas para Conferência Municipal das Cidades

As inscrições para a 6ª Conferência Municipal das Cidades, promovida pela Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU), já estão abertas. O evento acontecerá na quarta-feira (29), das 8h às 18h, na Câmara Municipal de Itabira.

Com o tema “Função social da cidade e da propriedade: cidades inclusivas, participativas e socialmente justas”, a conferência é aberta a toda a população. Os interessados em participar devem se inscrever por meio do endereço eletrônico urbanismo.smdu@gmail.com ou pelos telefones (31) 3839-2111/ (31) 3839-2133.

Com o tema “Função social da cidade e da propriedade” e o lema “Cidades inclusivas, participativas e socialmente justas”, a 6ª Conferência Municipal das Cidades busca debater propostas e soluções voltadas à realidade de Itabira. Durante o evento haverá palestras sobre mobilidade urbana, plano diretor e regularização fundiária, além da eleição de delegados.

O evento precede as Conferências Estaduais e do Distrito Federal, que deverão acontecer de 1º de novembro de 2016 a 31 de março de 2017. Já a 6ª Conferência Nacional das Cidades ocorrerá entre os dias 5 e 9 de junho de 2017, em Brasília, espaço onde a sociedade organizada, representada por seus delegados, cumprirá mais uma etapa, a fim de transformar a cidade que temos na cidade que queremos.

O Regimento da 6ª Conferência, aprovado pelo Conselho das Cidades (Concidades), Resolução Normativa nº 19, de setembro de 2015, é o documento balizador da realização do evento. A Conferência elegerá as entidades para o sexto mandato do Concidades.

Entenda

Desde a metade do século XX, o Brasil deixou de ser um país rural e passou a ser uma nação intensamente urbanizada. Atualmente, cerca de 160 milhões de brasileiros estão vivendo nas cidades. Essa concentração da população nas áreas urbanas, sem o planejamento adequado, trouxe alguns problemas para a qualidade de vida da atual geração e comprometeu a sustentabilidade no futuro. As soluções para esses problemas serão discutidas na sexta edição da Conferência Nacional das Cidades, um dos espaços de diálogo entre o Governo e a sociedade.

CARTAZ CONFERENCIA CIDADES

Prefeitura notifica e embarga instalação da Fenacouro

Nesta terça-feira (23), a Prefeitura de Itabira notificou e embargou a instalação da estrutura da feira itinerante Fenacouro Promoções e Eventos em Itabira. A ação aconteceu por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU)/ Superintendência de Urbanismo que detectou algumas ilegalidades no local.

De acordo com a SMDU, a empresa não estava devidamente habilitada pelo Município para edificar um galpão na avenida Mauro Ribeiro Lage. A Notificação aconteceu pela ausência de projeto aprovado e documentos exigidos no local da obra, a edificação está fora do nivelamento e alinhamento necessário, e é uma construção irregular. O fiscal que notificou a feira itinerante observou que a locação do galpão de lona não respeitou os seis metros de afastamento frontal (artigo 64 do Plano Diretor de Desenvolvimento Sustentável do Município) e ainda; as vagas de estacionamento estão indisponíveis, tendo em vista que há um barranco no local, o que impede o acesso de veículos.

Já o Auto de Embargo foi lavrado uma vez que a obra está sem Alvará de Construção. A SMDU ressaltou que, tanto a Notificação quanto o Auto de Embargo foram feitos com base no Plano Diretor de Desenvolvimento Sustentável do Município (Lei Complementar 4034/2006), principalmente no que diz respeito aos artigos 64 e 128. A empresa tem 15 dias para apresentar defesa perante a Prefeitura. Caso a Notificação não seja atendida, a mesma transforma-se automaticamente em Auto de Infração.

A Prefeitura esclarece que é imprescindível o respeito ao Plano Diretor do Município, independentemente de quem seja, para organizar melhor o espaço urbano e, consequentemente, proporcionar melhor qualidade de vida à população.

Novos espaços públicos – Parklets são alternativas de recreação e socialização para o itabirano

Os itabiranos ganharão novos espaços públicos de convivência: os parklets. São minipraças que ocupam o lugar de uma ou duas vagas de estacionamento na rua. As estruturas são construídas como uma extensão da calçada e funcionam como uma área pública de lazer e interação para qualquer cidadão. A Prefeitura de Itabira regulamentou a instalação dos equipamentos que será feita em parceria com pessoas físicas ou jurídicas.

A ideia dos parklets nasceu na Califórnia, nos Estados Unidos, e foi bem recebida em São Paulo, Fortaleza e Porto Alegre. A iniciativa de criar estas áreas em Itabira é do prefeito Damon Lázaro de Sena, após conhecer as instalações na capital paulista. Seu objetivo é cuidar do itabirano e dar-lhe mais oportunidades de recreação, descanso, conforto e socialização. Além disso, os estabelecimentos comerciais poderão aproveitar o espaço para suas atividades, desde que não os restrinja à utilização exclusiva, já que o local é público.

A superintendente de urbanismo Adeslislene Marciano ressalta que os parklets serão fiscalizados pelos fiscais de Postura e caso o comerciante descumpra qualquer item do decreto poderá até perder seu alvará de funcionamento. “O espaço do parklet é público. O dono do estabelecimento pode utilizá-lo, mas não pode privatizar o acesso. A calçada também precisa ficar desobstruída”.

O equipamento terá bancos, mesas, cadeiras e será feito de madeira ecológica, diminuindo o valor e beneficiando o meio ambiente. O Município fornecerá o projeto padrão e a autorização. Os custos de instalação e manutenção ficarão a cargo do interessado, que assinará um termo de cooperação com a Administração Municipal. Os parklets serão implantados, preferencialmente, em áreas com maior fluxo de pedestres e presença significativa de comércio ou moradias.

A instalação só poderá ocorrer em áreas de estacionamento, sendo proibida em vagas destinadas a idosos ou pessoas com deficiência. O local deverá dispor de sinalização refletiva na parte externa e atender as normas de segurança e acessibilidade.

Em Itabira, o primeiro parklet é construído na Avenida Rio Doce, no bairro Areão. Segundo a Adeslislene Marciano, algumas pessoas ficaram com receio de ocorrer acidentes no local. Para evitar este risco, já foi solicitado a Superintendência de Transportes e Trânsito (Transita) a possibilidade de instalar redutores de velocidade na via. “Outros comerciantes já fizeram o pedido de autorização para a construção da minipraça. Salientamos para a população que os ficais de posturas, durante a obra, estarão orientando os proprietários dos estabelecimentos sobre o cumprimento da legislação”.

O interessado em obter mais informações e a autorização para a instalação pode entrar em contato com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU) pelo telefone 3839-2133 ou 3839-2414.

Prefeitura entrega casarão do santeiro Alfredo Duval totalmente restaurado

Os apreciadores de história, cultura e arquitetura colonial comemoraram a entrega de uma das mais esperadas restaurações em Itabira: o casarão que pertenceu a Alfredo Duval, o santeiro eternizado em poesias de Carlos Drummond de Andrade. A cerimônia aconteceu na tarde de sexta-feira (20) e contou com a presença dos atuais moradores do local e de diversas autoridades.

Durante a solenidade, o integrante do Projeto Drummonzinhos, da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade, Rafael Madeira, recitou os poemas “Confidência do Itabirano”, “A Alfredo Duval” e “Homem Livre”, do poeta itabirano. Houve ainda o descerramento da placa inaugural e entrega das chaves da casa aos proprietários.

A restauração foi realizada pela Prefeitura de Itabira, por meio de recursos do Fundo Municipal de Proteção ao Patrimônio Cultural. Em estilo colonial mineiro, o casarão foi construído em madeira, com vedação de pau-a-pique e adobe sobre embasamento de pedra. Antes das obras de restauração, o imóvel encontrava-se em processo de ruína.

A diretora de Patrimônio Histórico e Cultural da Prefeitura, Gláucia Emiliana Oliveira Araújo, explicou que o casarão já havia passado por intervenções anteriores, causando a descaracterização da arquitetura original ao longo dos anos. Com a restauração promovida pelo Governo Municipal, algumas intervenções foram feitas no interior da casa para adaptar e abrigar as funções de alguns anexos que foram demolidos. Assim, a edificação voltou ao máximo para sua volumetria original, respeitando as intervenções de época.

“É com muita alegria que hoje vejo essa casa sendo entregue, não só à família de Alfredo Duval, mas a toda a comunidade itabirana. Como patrimônio histórico, este imóvel é mais que um lar: é um bem de toda a sociedade. É um bem individual, um casarão emblemático do seu tempo, de uma arquitetura que não é opulenta. Não é um sobrado, mas representa como era a maior parte das construções de Itabira nessa época”, declarou Gláucia Araújo.

Idealizador do projeto de reforma dos casarões do sítio histórico de Itabira, o prefeito Damon Lázaro de Sena declarou que a restauração dos imóveis é uma das maneiras de resgatar a história e cultura do município. “O que fazemos é para o bem-estar da população e da cidade. Este é o princípio básico da nossa gestão. Itabira possui um futuro promissor, mas precisamos olhar para trás também, pois temos uma história a ser preservada. Nosso compromisso é construir uma cidade melhor e, para isso, precisamos preservar as raízes que estão inseridas na nossa história, no seio de nossa família, nos valores que recebemos. Entendemos e assumimos o compromisso de ajudar a recuperar o patrimônio histórico que tanto foi relegado em Itabira”, disse.

Outros dois casarões também estão sendo restaurados pela Prefeitura de Itabira: o imóvel onde funcionou o antigo Hospital Nossa Senhora das Dores, na rua Major Paulo; e uma casa na praça do Centenário, conhecida como “casa da Catarina”.

Curiosidade

Citado na obra de Carlos Drummond de Andrade, como no poema “Confidência do Itabirano”, Alfredo Duval foi um artesão especializado na produção de peças sacras. A casa que pertenceu ao santeiro é uma construção do século XIX e está localizada na rua Monsenhor Júlio Engrácia, 145, no centro histórico de Itabira. Ela estava condenada, pois corria risco de desabamento imediato. Além da arquitetura colonial de inestimável valor cultural, o imóvel faz parte da história religiosa do município, uma vez que funcionava como oficina do artífice.

Prefeitura inaugura reforma de praça no bairro Pará

A reforma da praça Doutor Nelson Lima Guimarães, no bairro Pará, foi inaugurada na noite de sexta-feira (23). A obra é resultado de um acordo firmado entre a Prefeitura de Itabira e a Planejar Engenharia de Projetos e Negócios, em contrapartida a um loteamento comercializado na cidade. Autoridades municipais, familiares de Nelson Guimarães e comunidade local marcaram presença no evento.

A praça recebeu novos bancos, mesas de jogos, área de parquinho infantil com brinquedos e piso emborrachado, corrimão nas escadas, rampa de acessibilidade, travessia de pedestre elevada interligando a praça à Escola Estadual Major Lage, além de nova iluminação e paisagismo.

“Agradecemos ao Município, na pessoa do prefeito Damon de Sena, assim como ao vereador Pacelli Moreira, autor do projeto de lei que resultou na reforma e revitalização da praça. Essa obra vai proporcionar lazer para todos, especialmente para as crianças”, disse o presidente da Associação de Amigos do Bairro Pará (Amapará), Adirney Cordeiro Jabour.

O prefeito Damon Lázaro de Sena falou sobre as parcerias estabelecidas com o setor privado para revitalização de espaços na cidade. “Conseguimos trazer para a comunidade o entendimento das empresas por meio da credibilidade que o governo possui. A revitalização desta praça era necessária para a população do bairro Pará e adjacências e isso vai agregar muito à qualidade de vida dos frequentadores”.

“A praça permite a aproximação da comunidade. Esperamos que venha a ser um ponto de integração e que a população saiba preservar e cuidar do espaço”, disse Solange Ferreira, moradora do bairro. Maria Regina Lage também reside no bairro Pará e disse que frequenta a praça desde criança. “Acredito que é um espaço que tem como propósito resgatar o hábito de se conversar com os vizinhos e amigos”, comentou.

Após a inauguração da reforma, houve apresentação dos alunos da Escola Estadual Major Lage, demonstração de treinamento funcional promovida pelo Studio Thales Costa e show com Nonoca.

Scroll To Top