Você está aqui: Capa | Desenvolvimento Urbano

Arquivo da categoria: Desenvolvimento Urbano

Assinatura dos Feeds

Desenvolvimento Urbano

Rotativo de estacionamento continua válido

Diante da paralisação dos agentes da Superintendência de Transportes e Trânsito (Transita), a secretária municipal de Desenvolvimento Urbano, Meio Ambiente e Ordem Pública, Priscila Braga Martins da Costa, esclarece que, mesmo com a redução na fiscalização, a cobrança pelo estacionamento rotativo continua em vigor. Sendo, portanto, necessário que os condutores estejam atentos aos locais onde o uso do bilhete é obrigatório, pois continuam sujeitos à multa.

Ronaldo Magalhães nomeia comissão para estudar viabilidade de terceirização da coleta de lixo

Na manhã desta terça-feira (16), o prefeito Ronaldo Lage Magalhães nomeou uma comissão especial para estudar a viabilidade de terceirização dos serviços de coleta de lixo e operacionalização do aterro sanitário. A comissão é formada por servidoras efetivas do Município e funcionário da Empresa de Desenvolvimento de Itabira Ltda (Itaurb).

De acordo com integrantes da comissão, o objetivo é otimizar o serviço de coleta de lixo na cidade. A Portaria Municipal referente à comissão deverá ser publicada no diário oficial do Município nesta quarta-feira (17).

Prefeitura lança programa para manter a cidade limpa

Na próxima quinta-feira (18), o programa Cidade Limpa começa no bairro Pedreira. A proposta da Prefeitura de Itabira é fazer uma força-tarefa para solucionar os problemas de lixo, dos buracos nas vias, das áreas com excesso de mato e, por fim, com o paisagismo nos espaços públicos, durante toda a gestão do prefeito Ronaldo Magalhães.

O projeto é desenvolvido pelas secretarias municipais de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (SMDUMA), Obras (SMO), com a Empresa de Desenvolvimento de Itabira (Itaurb) e com o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae). De acordo com Priscila Braga Martins da Costa, secretária da SMDUMA, mesmo com a reavaliação financeira do plano de governo, a cidade limpa é uma das metas do prefeito. “Nossa cidade vai voltar a ser limpa e vamos mantê-la assim: toda bonita, arrumada e com muita segurança”.

Ainda segundo a secretária, o trabalho começa com o levantamento de problemas que as equipes do programa realizam em todos os bairros da cidade, sendo que a primeira etapa cuida do recolhimento de entulhos, da operação tapa-buraco e dos serviços de capina, roçada e poda necessários em diversas áreas da cidade. Além disso, segundo Priscila Martins da Costa, “o programa alterna entre os bairros, primeiro é feito em um bairro mais afastado, depois em um mais central. Primeiro lugar é o Pedreira, segundo Vila Paciência e Pará, depois vamos para o João XXIII, Praia, Campestre, Centro e demais bairros. Vamos fazer uma união de trabalho e esforços para as ações necessárias em todos os lugares”.

A última etapa do Cidade Limpa cuidará da recuperação das praças, das vias e com o paisagismo. “Depois que organizarmos os bairros, entraremos com a recuperação dos passeios, com o plantio de mudas que, inclusive, já temos várias e, também vamos arrumar as praças, mas isso é a segunda parte”, ressaltou Priscila Martins da Costa.

Sobre o custo do programa, a secretária informou que a Prefeitura vai utilizar de recursos próprios. “O custo é diluído porque vai ser feito com os funcionários públicos já contratados. Provavelmente, nosso maior gasto será com combustível, que é uma despesa direta da administração. Nós não estamos onerando os recursos financeiros do município, estamos trabalhando com um orçamento bem enxuto”, concluiu Priscila.

Prefeitura promove Maio amarelo em ações de segurança no trânsito

A superintendência de transportes e trânsito (Transita) da Prefeitura de Itabira, em parceria com a Polícia Militar, promovem entre os dias 29/04 e 13/05, das 9 às 11 horas, blitze educativas nas escolas municipais, estaduais e particulares para orientar os estudantes e transeuntes sobre a correta utilização da faixa de pedestre.

De acordo com Edivânia Fernandes das Mercês, diretora de educação de trânsito e estatística, a ação é uma continuidade da campanha “Pé na Faixa”. No entanto, segundo ela, a Prefeitura aderiu ao movimento Maio amarelo, que tem como proposta chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito. “As ações do movimento este ano em nossa cidade serão dedicadas especialmente à segurança dos pedestres. Isso porque, em uma rede que concentra carros, motos e bicicletas, muitas vezes no mesmo espaço, o pedestre acaba sendo o vértice mais vulnerável”. Ainda segundo Edivânia Fernandes, o principal objetivo é proteger o pedestre e contribuir com a resolução “Década de Ações para a Segurança no Trânsito” – documento elaborado pela Assembleia Geral das Nações Unidas, com base em um estudo da Organização Mundial de Saúde (OMS) que contabilizou, em 2009, cerca de 1,3 milhão de mortes por acidente de trânsito em 178 países. Aproximadamente 50 milhões de pessoas sobreviveram com sequelas – no período de 2011 a 2020.

Maio amarelo

Conforme informações divulgadas no site oficial do movimento, é uma ação coordenada entre o poder público e a sociedade civil, com o objetivo de colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar toda a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil organizada para discutir o tema por meio de ações que propagarão o conhecimento e, também, abordarão toda a amplitude que a questão do trânsito exige.

A marca que simboliza o movimento, o laço na cor amarela, segue a mesma proposta de conscientização já idealizada e bem-sucedida, adotada pelos movimentos de conscientização no combate ao câncer de mama (Outubro rosa), ao de próstata (Novembro azul) e, até mesmo, às campanhas de conscientização contra o vírus HIV. Portanto, a escolha proposital do laço amarelo tem como intenção colocar a necessidade de a sociedade tratar os acidentes de trânsito como uma verdadeira epidemia e, consequentemente, acionar cada cidadão a adotar comportamento mais seguro e responsável, tendo como premissa a preservação da sua própria vida e a dos demais cidadãos.

Utilidade Pública – Interrupção de serviço de transporte público nesta sexta-feira

A Superintendência de Transportes e Trânsito (Transita) comunica que, nesta sexta-feira (28), haverá interrupção da prestação de serviço de transporte coletivo de passageiro. A paralisação será das 13h30 às 17h30 por causa das manifestações previstas para acontecer nas principais ruas da região central de Itabira.

A Transita ressalta que esta é uma decisão da empresa prestadora do serviço de transporte público. Agentes municipais de trânsito estarão nas principais vias de acesso para auxiliar motoristas e pedestres.

Unidades de Saúde

Também devido às paralisações, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) alerta que não haverá vacinação nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) dos bairros Amazonas, Água Fresca, Campestre, Chapada, Barreiro, Gabiroba, Fênix e Jardim das Oliveiras.

Outras informações podem ser obtidas pelos telefones: 3839-2406 e 3839-2679.

Estacionamento rotativo volta em maio

A possibilidade de os motoristas encontrarem vagas para estacionar será maior a partir do dia 10 de maio, quando a fiscalização da Prefeitura de Itabira voltará com o estacionamento rotativo.

Devido a falta de talões, o estacionamento rotativo na cidade está suspenso desde o começo deste ano. “O contrato com a empresa que fazia a comercialização dos talões de estacionamento terminou no final de dezembro”, explicou Rínio Simões Veloso, secretário adjunto de Desenvolvimento Urbano. A contratação de outra empresa ou a mesma para realizar o serviço, segundo o secretário, só pode acontecer por meio de licitação. “O processo já está em andamento desde fevereiro de 2016. Por causa de denúncias de empresas e da falta de documentos, estava agarrado. Mas, isso já foi solucionado e a licitação está em pleno andamento”, afirmou Rínio Veloso.

Enquanto aguarda a conclusão do processo licitatório, a superintendência de Transportes e Trânsito (Transita) da Prefeitura se organizou para produzir os talões e distribuir aos pontos de venda – cerca de 130 locais, segundo informação da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU). “A Transita mandou fazer os talões em gráfica e ela mesmo vai entregar nos locais de comercialização. Porém, é transitório até que a licitação fique pronta”, ressaltou o secretário adjunto da SMDU.

Desde o início do ano que motoristas registram, diariamente, a insatisfação com relação a falta do estacionamento rotativo. “Tivemos várias reclamações e denúncias na Secretaria de Desenvolvimento Urbano porque não se encontra mais vagas para estacionar, principalmente na zona bancária. Percebemos casos de pessoas que deixam os carros o dia inteiro nos mesmos locais. Então, o estacionamento deixou de ser rotativo”, analisou Rínio Veloso.

A falta de rotatividade, de acordo com Jairo da Silva Ferreira, superintendente da Transita, causa grande impacto na acessibilidade dos usuários. “Sem o sistema rotativo, a probabilidade de achar vaga é quase nula. Isso dificulta muito a acessibilidade dos usuários, já que os motoristas ficam sem condições de estacionar”. Ainda segundo o superintendente, o estacionamento rotativo é uma ferramenta para mitigar as questões de acessibilidade. “Ele democratiza o uso do espaço público para estacionamento, garantindo o acesso de todos às mesmas vagas”, definiu.

Rotativo

A verba gerada pelo estacionamento rotativo é vinculada aos serviços de trânsito. “A Prefeitura só pode usar esse dinheiro para fiscalização, campanhas educativas e colocação ou melhoria das sinalizações vertical (semáforos e placas) e horizontal (faixas e desenhos pintados nas pistas)”, explicou Jairo Ferreira.

O superintendente informou ainda, que a cidade conta com aproximadamente 550 vagas de estacionamento rotativo e o valor do serviço continua R$ 2,50, sendo R$ 25 o talão com dez folhas. De acordo com o artigo 181 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a infração para o motorista que não usar o rotativo é grave, causando a perda de cinco pontos na carteira de habilitação e uma multa no valor de R$ 195,23. Além disso, “os motoristas devem ficar atentos às informações contidas nas placas de estacionamento sobre os dias e horários em que o uso do rotativo é obrigatório”, concluiu Jairo Ferreira.

Prefeitura lança campanha educativa de trânsito

Nesta segunda-feira (13), a superintendência de transportes e trânsito (Transita) da Prefeitura de Itabira, em parceria com a Polícia Militar, lançam a campanha “Pé na Faixa” que, pretende conscientizar a população sobre a correta utilização da faixa de pedestre para reduzir os acidentes no trânsito. A campanha atende exigência do artigo 75 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), é contínua e também será realizada em outras datas.

Nosso objetivo é que a cidade abrace essa causa. A mobilização e a conscientização são fundamentais para que haja uma mudança definitiva de comportamento”, explicou Priscila Braga Martins da Costa, secretária municipal de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente. Ela ainda ressaltou que, “o atropelamento não é fatalidade, é resultado de um comportamento de risco, seja do motorista, do ciclista ou do próprio pedestre”.

A campanha será realizada por meio de blitze educativas em diversos pontos da cidade, entre os dias 13 e 24/03, onde condutores e transeuntes serão orientados a novos hábitos que possibilitem mais segurança e qualidade de vida no trânsito. Além disso, agentes de fiscalização de trânsito e policiais militares irão adesivar os veículos. “Vamos ensinar aos pedestres como deixar claro para os motoristas a sua intenção de atravessar, que é fazendo um gesto com o braço”, frisou Edivânia Fernandes das Mercês, diretora de educação de trânsito e estatística. Ainda segundo ela, “também vamos instruir os motoristas sobre como o carro deve ser parado em segurança, para evitar atropelamentos, colisões na traseira de outros veículos e multas”.

Programação

No período da campanha, serão realizadas duas blitze educativas por dia, sempre nos horários, 9 às 10 horas e 10h30 às 11h30. No dia 13, a primeira será na avenida Carlos de Paula Andrade – em frente a Prefeitura e, em seguida, no cruzamento da avenida Carlos Drummond de Andrade com a praça Acrísio Alvarenga. No dia 14, a primeira blitz na avenida Cristina Gazire – em frente a um supermercado e, a segunda, na avenida João Pinheiro – Cobal.

Já no dia 15, as blitze serão na avenida João Pinheiro – esquina com a rua Água Santa – e, em seguida, no cruzamento das ruas Doutor Alexandre Drummond e Dom Prudêncio – próximo ao semáforo. No dia 16, a primeira blitz acontecerá no Centro – na região dos bancos e, a segunda, na praça Centenário – em frente a Escola Municipal Coronel José Batista. No dia 17, a avenida Mauro Ribeiro Lage – rotatória da fonte – receberá a primeira blitz e, a avenida Ozório Sampaio – em frente ao posto de combustível – a segunda.

No dia 20, as blitze serão realizadas, respectivamente, nos bairros Bela Vista – rua Raimundo de Souza, em frente a um supermercado – e Campestre – avenida Cauê, em frente a Escola Estadual Professor Emílio Pereira de Magalhães. No dia 21, a primeira blitz será na avenida Daniel Jardim de Grisolia e, a segunda, na avenida Mauro Ribeiro Lage – em frente a um supermercado. No dia 22, respectivamente, acontecerão blitze na travessa Tabelião Valdemar de Alvarenga Lage, no bairro Gabiroba e na rua Marechal Jofre – em frente a Escola Municipal Água Fresca – no bairro Água Fesca.

Já no dia 23, as blitze educativas irão para, rua Humberto Campos, bairro João XXIII e, avenida Rio Doce, no bairro Areão. Finalizando a campanha no dia 24, uma blitz será realizada novamente na avenida João Pinheiro – Cobal.

Secretária municipal desenvolve ações para melhoria dos serviços de limpeza urbana

Responsável pelas secretarias municipais de Desenvolvimento Urbano (SMDU), Ordem Pública (SMOP) e Meio Ambiente (SMMA), a secretária Priscila Braga Martins da Costa já mostrou a que veio. Mesmo com a falta de recursos financeiros e em menos de uma semana à frente das pastas, Priscila Martins da Costa apresenta vários projetos e ações essenciais para a melhoria da limpeza na cidade.

Um deles é a retomada da limpeza urbana. O contrato entre a Prefeitura de Itabira e a Empresa de Desenvolvimento de Itabira Ltda (Itaurb) é gerido pela SMDU. A secretária garante que a empresa já está trabalhando para apresentar resultados satisfatórios à população.

Estamos desenvolvendo vários projetos relacionados à limpeza, em um sentido geral, para termos uma cidade limpa, bonita, com o lixo bem coletado. Tudo isso é muito importante, pois sem limpeza urbana de qualidade não há uma boa saúde pública”, disse.

Ao mesmo tempo em que foca na melhoria dos serviços de limpeza urbana, que inclui a revitalização dos canteiros das avenidas da cidade, Priscila Martins da Costa assegura a retomada das atividades da SMDU. Para isso, ela conta com o apoio dos servidores da Prefeitura.

A Superintendência de Urbanismo realizou um mutirão para colocar em andamento todos os processos parados. Tudo aquilo que estava atrasado, já despachamos e estamos com a agenda em dia. Para isso, contamos com o apoio dos servidores. Temos uma equipe muito entusiasmada e envolvida no trabalho em busca de uma Itabira bem limpa e organizada”, declarou a secretária.

Assistência Social – Prefeitura de Itabira afirma auxiliar moradores de casa desmoronada

A Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Ação Social (SMAS), esclarece que está auxiliando os moradores de uma casa localizada na Vila Paciência. O imóvel está com risco de desmoronamento, após um deslizamento de terra. Segundo a secretária municipal de Ação Social, Valquíria Pascoal de Souza Duarte, este esclarecimento se faz necessário por causa das últimas notícias veiculadas em alguns meios de comunicação locais.

Alegaram que não estamos assistindo as famílias atingidas pelo desabamento. Isso não é verdade. O Município está prestando toda a assistência possível aos moradores. Temos, inclusive, o relatório de atendimento”.

Assistentes sociais do município visitaram a residência que era composta por três quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço. Com o deslizamento, dois quartos, uma parte da cozinha e toda a área de serviço desabaram. Na oportunidade, segundo consta no relatório de atendimento, a proprietária do imóvel, Sara Maria Solano Ferreira dos Santos, disse entender que o “problema ocorreu em terrenos particulares em decorrência de uma ação particular, não sendo causado por nenhuma ação do poder público”.

Durante a visita das servidoras públicas, foi oferecida assistência por meio do Programa de Auxílio à Moradia para Fins Sociais (Pamfis), no qual as famílias recebem os materiais do governo e executam as reformas ou reconstruções dos imóveis. No entanto, Sara Maria Santos alegou que não possuía local para a construção.

Também foram oferecidos outros benefícios disponibilizados pelo SMAS, como cesta básica, filtro, colchões, edredons e uma bolsa aluguel. A proprietária solicitou dar o retorno sobre a proposta do aluguel depois de conversar com o marido. Até o momento, a SMAS não obteve a resposta da família.

Na casa vizinha, onde reside a família de Kelly Silva Costa, não houve queda de nenhuma parte do imóvel. Apesar disso, existe uma grande possibilidade do desabamento ocorrido na residência de Sara Maria Santos puxar a casa de Kelly Costa. Assim, por orientação do Corpo de Bombeiros, a família deveria desocupar o local imediatamente. Os benefícios disponibilizados pela SMAS também foram oferecidos à Kelly Costa. Ela foi incluída no aluguel na quarta-feira (23).

Entenda

Na última semana, as fortes chuvas que atingiram o município provocaram um deslizamento de terra e, consequentemente, o desabamento de parte de duas casas localizadas na rua México, na Vila Paciência. Na ocasião, os imóveis foram vistoriados pela Defesa Civil e pelo Corpo de Bombeiros. Felizmente, não houve feridos. No entanto, mesmo com risco de novos desabamentos, os moradores ainda não deixaram os imóveis.

Prefeitura realiza 6ª Conferência Municipal das Cidades

A Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU) promoveu na quarta-feira (29) a 6ª Conferência Municipal das Cidades. O evento aconteceu no plenário da Câmara Municipal das 8h às 18h.

Com o tema “Função social da cidade e da propriedade” e o lema “Cidades inclusivas, participativas e socialmente justas”, a 6ª Conferência Municipal das Cidades debateu propostas e soluções voltadas à realidade de Itabira. Durante o evento houve palestras sobre mobilidade urbana, plano diretor e regularização fundiária, além da eleição de delegados.

O evento precedeu as Conferências Estaduais e do Distrito Federal, acontecerá de 1º de novembro de 2016 a 31 de março de 2017. Já a 6ª Conferência Nacional das Cidades ocorrerá entre os dias 5 e 9 de junho de 2017, em Brasília, espaço onde a sociedade organizada, representada por seus delegados, cumprirá mais uma etapa, a fim de transformar a cidade que temos na cidade que queremos.

Saiba mais em:

http://www.itabira.mg.gov.br

http://www.facebook.com/prefeituraitabira

http://www.youtube.com/itabiraprefeituramunicipal

Scroll To Top