quinta-feira , 20 junho 2019
Você está aqui: Capa | Desenvolvimento Urbano

Arquivo da categoria: Desenvolvimento Urbano

Assinatura dos Feeds

Desenvolvimento Urbano

Utilidade Pública – Saae fará manutenção em redes do bairro São Bento

Neste fim de semana, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira construirá novas redes hidráulicas no bairro São Bento. Para a execução dos trabalhos, a Superintendência de Transportes e Trânsito (Transita) modificará o fluxo de veículos na região.

As obras acontecerão nas ruas Vereador Nenego Prisco e Roraima no sábado (8) e no domingo (9), a partir das 7 horas. Amanhã, o acesso aos bairros Centro e Amazonas será mediado por meio da operação “siga e pare” e, no domingo, o mesmo acesso poderá ser feito pelos bairros Major Lage de Cima e Novo Amazonas.

Saúde Pública – Programa da Prefeitura vai castrar 1.250 cães e gatos em um ano

Após a primeira fase do programa de esterilização de animais domésticos, onde 50 cães de rua foram operados, no mês de maio – de 7 a 31 – a Prefeitura esterilizou mais 147. Com isso, 1.007 animais que possivelmente viveriam em situação de rua, foram impedidos de nascer.

A estimativa é do Controle de Zoonoses da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que calculou uma média de cinco filhotes caninos e três felinos por ciclo estral (reprodutivo), em um período de seis meses para cães e um ano para gatos. “O cálculo é uma estimativa muito importante para o controle populacional. De acordo com o último censo, realizado em 2017, foram registrados, em Itabira, mais de 20 mil animais em situação de rua, semidomiciliados e domiciliados, mas é um número flutuante que pode ter mudado para mais ou para menos”, explicou Robson Costa de Souza, secretário municipal de Desenvolvimento Urbano.

Os procedimentos cirúrgicos aconteceram no castramóvel do Consórcio Intermunicipal Multissetorial do Médio Piracicaba (Consmepi), contratado pela Prefeitura, no Parque de Exposições Prefeito Virgílio José Gazire, onde os animais permanecem abrigados para adoção até esta sexta-feira (7/6), quando retornarão aos pontos de origem. “É importante ressaltar que os cães e gatos não adotados são devolvidos aos locais que estavam, conforme entendimento do Ministério Público”, declarou o secretário.

Além da castração, é implantado um microchip de identificação no dorso de todos os animais. Com esta tecnologia, é possível registrar o histórico de vacinas, remédios, castração e tratamentos, bem como identificar o responsável pelo bicho. “Os animais que são tutelados, ou seja, semidomiciliados, saem com cadastro atrelado e se tiverem alguma intercorrência, sendo novamente capturado, saberemos quem é o responsável. Já os (animais) disponíveis para adoção também são microchipados, mas atrelados ao Município por serem animais de rua”, esclareceu Robson Souza.

Programação

A Prefeitura destinou R$ 300 mil para o programa e 1.250 animais serão castrados em um ano. “Parte do recurso é destinado para a esterilização e outra para a manutenção dos animais no pós-operatório, que demandam medicamentos e ração”, informou o secretário de Desenvolvimento Urbano.

Neste mês, devido a campanha de vacinação antirrábica para cães e gatos e também a agenda comprometida do parque de exposições, a Prefeitura não realizará o programa de castração. No entanto, segundo Robson Souza, a programação retornará em julho. “Faremos quatro eventos nos distritos de Ipoema e Senhora do Carmo e, em seguida, retornaremos com as castrações nos bairros de Itabira. Vamos, inclusive, aproveitar esse mês para levantar locais que ofereçam estrutura mínima, com água e energia, para as operações”.

Benefícios

Segundo Kelley de Pinto Generoso, diretora de Zoonoses, a castração de animais domésticos previne doenças e traz benefícios ao longo do tempo. Na fêmea, é feito uma histerectomia, que consiste na retirada do útero e do ovário. Já no macho, o procedimento é similar a uma vasectomia. “Os machos ficam mais tranquilos, brigam menos nas colônias e na presença de cadela no cio, não haverá grande concentração de animais em volta dela. Quanto à saúde, evita câncer de mama, próstata e útero, aumentando a expectativa de vida deles, em média três anos”, explicou.

Ainda de acordo com a diretora, a esterilização reduz também o Tumor Venéreo Transmissível (TVT), normalmente repassado durante o cruzamento dos animais. “Tem cura, mas antes de detectado a transmissão é indiscriminada. O sangue começa a pingar e essa secreção em contato com mucosa, quando o cachorro lambe, cheira ou senta, transmite a doença. O TVT também pode contaminar o ser humano, caso tenha contato com essa secreção”.

Durante o último mês, no entanto, a equipe de Zoonoses enfrentou resistência para castrar os animais tutelados. “Alguns donos acham que é maldade, que o cachorro deixará de ser macho ou que vai esfriar e não conseguirá mais vigiar a casa, por exemplo. Tem os que acham que a fêmea precisa parir porque é natural e ainda, as pessoas que criam para vender”. Por isso, segundo Kelley Generoso, também é necessário fazer um trabalho de conscientização, “porque a população que mais precisa é a que menos quer castrar e é a que mais procria”, concluiu.

A seleção para o procedimento cirúrgico é feita pelos técnicos do departamento Controle de Zoonoses da Prefeitura, que realizam entrevistas com os cuidadores e protetores de animais abandonados interessados no programa. Outro caminho utilizado pela equipe, é o censo de 2017, que indica a localização de animais em situação de rua ou tutelados.

Maio Amarelo – Transita divulga vencedores do concurso de desenho

A Superintendência de Transportes e Trânsito (Transita) divulgou hoje (28) os vencedores do concurso Desenhando o Trânsito de Itabira, que celebrou o movimento Maio Amarelo.

Com o tema No trânsito o sentido é a vida, a estudante Fabíola Oliveira Camilo, da Escola Municipal Matilde Menezes, conquistou o primeiro lugar. A prata ficou para Ana Júlia de Lima Barroso, do Colégio Tiradentes da Polícia Militar e, em terceiro, Felipe Souza Soares, da Escola Municipal Dona Inês Torres, ambos alunos do 2º ano.

Um dos principais objetivos do concurso, de acordo com Vanderci Geraldo dos Santos, diretor de Educação e Controle de Trânsito, foi promover o senso crítico dos estudantes para as condutas no trânsito. “Nossa intenção era fazer as crianças refletirem as atitudes que pedestres e motoristas adotam no trânsito”. Além disso, segundo ele, o processo de criação proporcionou momentos de interação nas escolas, com trocas de informações interdisciplinares que contribuem para novas atitudes no trânsito.

Premiação

Os primeiros colocados – 1º ao 3º – além de certificados, ganharão medalhas e tablets; cinco estudantes sorteados receberão pares de ingressos para o cinema e, 32 desenhos classificados, serão certificados. Também ganharão prêmios – kits de beleza – os professores dos alunos vencedores, bem como suas escolas, que receberão troféus. Os 35 desenhos certificados ficarão expostos no hall da Fundação Calos Drummond de Andrade (FCCDA).

Ao todo participaram 12 escolas itabiranas, totalizando 458 desenhos inscritos. A premiação acontecerá durante a solenidade de encerramento da campanha Maio Amarelo, na Câmara dos Vereadores, nesta sexta-feira (31), às 15 horas.

Confira a lista completa, clicando aqui.

1COLOCADO

Foto da capa: Desenho campeão – Fabíola Oliveira Camilo

2COLOCADO

2º colocado – Ana Júlia de Lima Barroso

3COLOCADO

3º colocado – Felipe Souza Soares

Educação no Trânsito – Palestras e teatro em mais uma ação do Maio Amarelo

Cerca de 150 crianças assistiram nesta quarta-feira (22), no clube Ativa, palestras e apresentação teatral em mais uma ação do movimento Maio Amarelo.

O objetivo do evento, segundo Vanderci Geraldo dos Santos, diretor de Educação e Controle de Trânsito, é reforçar o protagonismo infantil na campanha educativa. “Estamos aqui para incentivar as crianças a serem nossas aliadas na prevenção dos acidentes de trânsito, no sentido de solicitar ao pai, por exemplo, que coloque o cinto de segurança e que não fale ao celular enquanto dirige. Um dos maiores objetivos do Maio Amarelo é a conscientização infantil”.

As palestras ofereceram conselhos para prevenir acidentes e foram desenvolvidas pela Superintendência de Transportes e Trânsito (Transita) e pelos parceiros Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DEER/MG) e polícias militar e rodoviária. O teatro foi apresentado pelo grupo Perecolândia.

WhatsApp Image 2019-05-22 at 16.53.38

WhatsApp Image 2019-05-22 at 14.34.15

Utilidade Pública – Ampliação de rotas e horários

Em atendimento às solicitações dos usuários de transporte coletivo, começam nesta segunda-feira (20), ampliações de rotas e horários das linhas Praia/Pedreira e Bela Vista/Santa Ruth.

Às 9 e 14 horas, o ônibus da linha Praia/Pedreira sairá do bairro Praia e passará pelo Colina da Praia. Às 22 horas, o itinerário incluirá ainda o ponto da Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira (Funcesi).

Já a linha Bela Vista/Santa Ruth estenderá sua rota até o bairro Ribeira de Cima, sem alterar o horário de saída (7 horas) e o itinerário normal.

De acordo com a Superintendência de Transportes e Trânsito (Transita), essas modificações suprirão a demanda de diversos usuários, beneficiando também moradores dos bairros Colina da Praia, Pedreira e Ribeira de Cima.

Utilidade Pública – Vias serão interditadas para obras

Neste final de semana, nos dias 18 e 19/5, a Prefeitura executará serviços corretivos e de manutenção em importantes vias da região central cidade.

A partir das 13 horas deste sábado (18), a rua Juca Machado, no bairro 14 de Fevereiro, será interditada para serviços de alteamento de tampão do postos de visitas (PVs), devido aos desníveis em relação à via.

Já no domingo (19), a partir das 7 horas, o trânsito na avenida João Pinheiro será em meia pista para que funcionários do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira realizem a lavagem e sucção da rede de esgoto local.

Alerta Dengue – Crescimento de casos positivos sobe 200% nas últimas semanas

O número de casos positivos para dengue aumentou cerca de 200% em Itabira nas últimas quatro semanas. Os dados são da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) que tem intensificado os trabalhos de prevenção e eliminação dos focos do mosquito Aedes aegypti – transmissor da dengue, zika e chikungunya. Além disso, houve um crescimento de 278% no número de notificações.

O Governo Municipal busca soluções para acabar com a dengue em Itabira. Uma delas é a aplicação do Ultra Baixo Volume (UBV) em bairros que registram maior número de casos notificados das doenças transmitidas pelo mosquito. O trabalho é semelhante ao fumacê, porém, o produto utilizado no UBV combate as larvas do Aedes aegypti, enquanto o método anterior, apenas desloca os mosquitos e agride o meio ambiente (por isso o Ministério da Saúde não mais indica essa prática).

Os agentes que fazem o UBV manualmente – com o equipamento acoplado às costas – têm estado em campo diariamente. O trabalho desta equipe consiste em pulverizar residências onde foram registrados casos suspeitos de doença provocada pelo Aedes aegypti e as vizinhanças num raio de até 500 metros.

As visitas dos agentes de combate a endemias (ACE) têm sido intensificadas. Aumentamos as equipes de bloqueio quando recebemos notificações onde, conforme preconiza o MS, faz-se um rastreamento no domicílio e peridomicílio da pessoa em um raio de 500 metros. Esta ação visa eliminar os focos, tratar – quando não há possibilidade de eliminar – e aplicação de UBV”, explicou a diretora de Vigilância Epidemiológica, Natália Franco Barbosa de Andrade.

Ainda segundo ela, os ACE têm feito educação em saúde nas escolas para orientar sobre as formas de prevenção e combate ao mosquito. A vigilância predial (visitas de rotina nas casas) também foi reforçada. No entanto, a população também tem obrigação de fazer a sua parte. “Não podemos baixar a guarda de jeito nenhum. Então a população deve continuar alerta e eliminar os focos do mosquito. A grande questão é não deixar o mosquito nascer. É necessário eliminar os focos dentro do peridomicílio, que é onde fica 90% dos criadouros”, garantiu a diretora.

A SMS pede que a população ajude no combate ao mosquito Aedes aegypti e não se esqueça das orientações básicas como: limpar e tampar caixas d’água com tampas adequadas; limpar calhas; vistoriar se há água parada em pneus, garrafas, pratos, vasos e outros vasilhames; limpar quintais e lotes; encher de areia os pratos dos vasos de plantas; guardar garrafas de cabeça para baixo; não jogar lixo em terreno baldio; manter bem tampados tonéis e barris de água e colaborar com os ACE.

Situação grave

Os dados são tão alarmantes em Minas Gerais, que a Secretaria de Estado de Saúde (SES) cancelou a realização do segundo Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (Liraa). “A sondagem seria realizada nesta semana, entre os dias 6 e 10, mas neste momento de surto optou-se por intensificar o trabalho de todas as equipes. É fato que o vírus está circulando. Então é hora de agir. Não dá para demandar equipes para fazer levantamentos”, disse Natália Andrade. O último Liraa, realizado em janeiro deste ano, apontou um índice médio de infestação de 5,9%.

Na época, a pesquisa aconteceu em 1.718 domicílios. Para a Organização Mundial de Saúde (OMS) os índices inferiores a 1% são considerados satisfatórios; 1% a 3,9% indicam situação de alerta; e índices superiores a 4% representam risco de surto.

O levantamento é feito por amostragem, por meio de um programa do MS, que sorteia os bairros, quarteirões e imóveis a serem visitados. Quando temos um índice de 100% em um determinado bairro, significa que foram encontrados focos do Aedes aegypti em todas as amostras coletadas”, comentou Natália Andrade então.

A SMS solicita à população que denuncie sobre locais onde há possíveis focos do mosquito por meio do Disque Dengue: 3839-2600.

Lotes sujos também são perigosos

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU) divulgou nesta semana o aumento de multas para os proprietários de lotes na cidade. O edital de notificação para limpeza dessas áreas particulares é uma ferramenta criada pelo Governo Municipal, com vigência anual, que estabelece aos donos deste tipo de imóvel, a obrigatoriedade da manutenção, capina e recolhimento de lixo como determina o Código de Posturas Municipais (CPM).

O objetivo do documento é proteger a saúde pública, evitando a proliferação de animais peçonhentos e do mosquito Aedes aegypti. “O foco não é penalizar as pessoas, é ressaltar para o dono do terreno que a responsabilidade de cuidar e manter limpo é dele”, lembrou o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano, Robson Costa de Souza.

De acordo com dados da SMDU, no ano passado, quando o edital foi publicado pela primeira vez, cerca de 90% dos proprietários atenderam aos critérios exigidos no documento. De todos os lotes notificados e fiscalizados em seguida, apenas 129 foram multados, ou seja, permaneceram com os terrenos sujos.

Em 2018 nós tivemos de 80 a 90% de êxito no edital. Por exemplo, a cada 100 lotes fiscalizados continuamente, 90 estavam higienizados. Com isso, nós entendemos que a publicação cumpriu o seu objetivo principal: que é o de educar o cidadão”, explicou Carlos Alexandre Ribeiro, diretor de Serviços Urbanos.

No entanto, em 2019, o edital parece ter perdido a eficácia. Isso é o que os dados sugerem. “Até o momento percorremos apenas 40% dos lotes da cidade e já chegamos a 240 autuações”, ressaltou o diretor. Ainda segundo ele, o edital de notificação foi criado apenas para agilizar o processo de fiscalização dos terrenos particulares e não para alterar a legislação vigente. “Este documento único nos poupa 50% do percurso porque já coloca todos os proprietários dentro do município de Itabira com status de notificados. O serviço de notificação nada mais é que um lembrete para as pessoas sanarem uma contravenção no código de posturas, caso tenham”, reforçou Carlos Alexandre.

lixo-dengue

Fique atento

O intervalo entre a picada do mosquito e a manifestação da doença é chamado de incubação e tem duração média de cinco a seis dias. Geralmente os sintomas só aparecem depois dessa fase.

Os principais sintomas da dengue são: febre alta, dor de cabeça, dor muscular, dor nas articulações, cansaço e indisposição, tontura, enjoos, vômitos, perda de paladar e apetite, manchas vermelhas pelo corpo e dor abdominal. A qualquer sinal desses sintomas, o paciente deve procurar os serviços de saúde imediatamente.

Saúde Pública – Prefeitura inicia programa de castração de animais domésticos

A Prefeitura termina hoje (8) a fase piloto do programa de esterilização de animais domésticos. Ao todo, foram castrados 50 cachorros recolhidos nas ruas itabiranas. As operações começaram nesta terça-feira (7), no Parque de Exposições Prefeito Virgílio José Gazire, onde os animais permanecem abrigados.

Isso é um problema que precisamos enfrentar como saúde pública. São muitos animais abandonados e sem nenhuma qualidade de vida. Por isso, buscamos parcerias para viabilizar o serviço e controlar o aumento desordenado da população animal. É um evento para entendermos o processo”, avaliou Robson Costa de Souza, secretário municipal de Desenvolvimento Urbano.

A ação é uma parceria da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU) com o Controle de Zoonoses da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e com a Organização Não-Governamental (ONG) Associação de Moradores e Protetores dos Animais da Região de Itabira (Ampari). Os procedimentos são executados no castramóvel do Consórcio Intermunicipal Multissetorial do Médio Piracicaba (Consmepi) e a Prefeitura investiu cerca de R$ 15 mil.

WhatsApp Image 2019-05-08 at 11.38.12 (2)

Após concluir esta fase, a SMDU fará um balanço antes de prosseguir com o programa. “Depois desses eventos, analisaremos os resultados para definir o que precisa melhorar e como podemos ampliar o serviço, porque a demanda principal é dar assistência aos animais no pós-operatório”, explicou Robson Souza.

Inicialmente, segundo o secretário, a proposta é definir diversos locais na cidade para realizar as castrações e o objetivo é esterilizar, até o final do ano, 500 animais. “Antes dos próximos eventos vamos procurar locais que ofereçam água e energia elétrica para fazer as operações. Por exemplo, no bairro Gabiroba, temos o ginásio poliesportivo com essa estrutura mínima. Faremos este levantamento em outros bairros e definiremos também como será o processo de cadastro dos animais”, finalizou Robson Souza.

Uso de celular ao volante ainda é o maior causador de multas em 2018

 

Está no Código de Trânsito Brasileiro (CTB): usar o celular enquanto dirige é proibido. De acordo com o artigo 252, o motorista que for flagrado ao telefone ou mandando mensagens cometerá infração gravíssima, com pagamento de multa no valor de R$ 293,47, além de sete pontos da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A situação em Itabira ainda é grave. Embora tenha reduzido o número de infrações pelo uso do celular ou fone de ouvido conectado ao aparelho, de 2017 para 2018, esse ainda é o maior causador de multas na cidade.

No ano passado, a Superintendência de Transportes e Trânsito (Transita) expediu 5.283 multas, sendo 1.026 para condutores flagrados ao telefone enquanto dirigia. Em 2017, esse número foi ainda maior: 2.011 infrações. Houve uma redução de 51%.

Compartilhe essa notícia e ajude a fazer um trânsito melhor!

Materia

Maio Amarelo – Abertura oficial da campanha reúne autoridades no 26º Batalhão da Polícia Militar

A cerimônia de abertura da campanha internacional do Maio Amarelo reuniu o prefeito Ronaldo Magalhães e diversas autoridades municipais no início desta segunda-feira (6), no auditório do 26º Batalhão da Polícia Militar de Minas Gerais (BPM).

Com o lema Em Itabira a gentileza e a vida têm prioridade, a proposta da Superintendência de Transportes e Trânsito (Transita) – coordenadora da campanha – é educar e conscientizar principalmente as crianças. Parceiro da Transita nesta ação, o secretário municipal de Educação, José Gonçalves Moreira, garantiu as portas abertas nas escolas municipais.

Nós temos que começar é cedo, educar as crianças antes delas se tornarem motoristas. Tem uma série de questões, como por exemplo, respeitar a faixa de pedestre, usar corretamente ciclovias, já que o uso de bicicletas nas ruas aumentou e usar o cinto de segurança, que precisam ser tratadas para o trânsito não se tornar selvagem. Por isso, nossas escolas estão abertas para esse trabalho. Com um trânsito mais educado, o número de acidentes e mortes caem e, consequentemente, os gastos com hospitais e medicamentos também reduzirão. Todo mundo ganha”, avaliou José Gonçalves.

Para o tenente-coronel Hudson Matos Ferraz Júnior, comandante do 26º BPM, conscientizar as crianças é um trabalho de prevenção. “Não tem outra maneira, temos que educar o adulto enquanto criança. A forma de educar o adulto enquanto adulto possui mecanismos já previstos no Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Educar o trânsito são momentos, existe o antes, a infração e as consequências, mas todos perpassam pela prevenção. Respeitar o trânsito é respeitar a família e é isso que temos que ter em mente”, ressaltou.

Ronaldo Magalhães encerrou o evento reforçando a necessidade de abrir as escolas para os trabalhos de conscientização. “Abrir as portas das escolas para esse trabalho de conscientização e do exercício diário da gentileza entre as crianças, é o caminho para uma mudança efetiva no comportamento das pessoas. Eu entendo que as crianças e os jovens absorvem ainda mais esse trabalho, levando-o para todos os cantos da cidade. A gentileza tem que ser praticada todos os dias e, hoje, no trânsito, isso é quase uma obrigação para facilitar o trabalho”, concluiu o prefeito.

Dados

O comandante Hudson Matos Ferraz Júnior apresentou números sobre a redução de infrações no período de janeiro do ano passado até janeiro de 2019. No quesito direção e motorista inabilitado, houve uma redução de 50%; condução de veículo por motorista alcoolizado também caiu 40% e dirigir veículo sem permissão, 45%.

Os números são interessantes e remetem que os objetivos estão sendo alcançados, ou seja, houve uma melhoria no trânsito. Radares, placas de sinalização e sinal são formas de controle, mas quando as pessoas percebem que depende exclusivamente delas, a mudança acontece. É isso que a ONU (Organização das Nações Unidas) busca com o Maio Amarelo e destaca que as ações contínuas fazem um mundo melhor.

Scroll To Top