Você está aqui: Capa | Educação

Arquivo da categoria: Educação

Assinatura dos Feeds

Educação em Itabira/MG

Vagas para 2018 – Cadastro da Educação Infantil começa na segunda-feira

A Prefeitura de Itabira realizará, a partir da segunda-feira (7) até o dia 18 deste mês, o cadastramento escolar da Educação Infantil. A ação é voltada para alunos que pretendem ingressar nas instituições da rede municipal de ensino. O cadastramento é realizado anualmente e busca garantir uma vaga na escola municipal mais próxima da residência da criança.

Devem ser cadastradas nos 1º e 2º períodos da Educação Infantil todas as crianças que completarem 4 e 5 anos até o dia 30 de junho de 2018. A inscrição é gratuita e deve ser feita por pais ou responsáveis pelos candidatos em qualquer escola municipal de Itabira, das 8h às 17h, mesmo que a instituição não ofereça o nível de escolaridade do aluno. Para o cadastro, é necessário apresentar a certidão de nascimento ou carteira de identidade do candidato, comprovante de endereço (uma conta de luz recente em nome dos pais ou responsáveis) e documento de identidade do responsável pelo candidato. Será exigida a apresentação dos documentos originais e cópias correspondentes.

A Secretaria Municipal de Educação (SME), pasta responsável pelo cadastramento, ressalta que o aluno que não for cadastrado não terá vaga garantida em uma escola próxima de sua residência.

Edital de Designação da Secretaria Municipal de Educação

2017 – 07 – 14 – MONITOR CRECHE

Prefeitura anuncia mais vagas e funcionamento das creches nas férias de julho

O tradicional recesso escolar do mês de julho não chegará às creches este ano. A Prefeitura de Itabira definiu a mudança e anunciou o programa de ampliação de vagas até o final do ano.

De acordo com José Gonçalves Moreira, secretário municipal de Educação (SME), atendendo à determinação do prefeito Ronaldo Magalhães, as 16 creches municipais irão funcionar todo o mês de julho. “As creches acompanhavam o calendário escolar do município. No entanto, as monitoras não são professoras e não têm direito ao recesso escolar de julho. Elas tiram férias uma vez por ano igual a qualquer trabalhador. Esse recesso é previsto para  o professorado”, declarou. Ainda segundo ele, também foram extintas as reuniões que aconteciam nas sextas-feiras – duas no mês – em que as crianças eram dispensadas mais cedo. “Agora é uma reunião por mês. Então, essas mudanças trouxeram mais conforto e tranquilidade para os pais, já que ganharam mais duas semanas de creche por assim dizer”.

Com relação às despesas, José Gonçalves afirmou que a medida não onera a Prefeitura. “Não aumenta em nada. O gasto é praticamente o mesmo, primeiro porque o Município tinha que pagar os trabalhadores o mês inteiro, já que eles iam para as creches normalmente, a diferença é que as crianças não iam. O que vai aumentar, se é que vai aumentar, é o consumo de merenda. Mas, ao mesmo tempo, todas as escolas estarão fechadas. Então, o gasto é ínfimo, pois o aumento da despesa com merenda escolar é muito pequeno, principalmente em relação ao ganho da população com essa medida”.

Além da extinção do recesso de julho, o secretário anunciou também a ampliação do número de vagas em todas as creches de Itabira. A creche Madre Maria de Jesus II, no bairro Boa Esperança, abrirá 11 vagas, além das 25 que tem atualmente. Em seguida, a creche Maria de Nazaré, no Nova Vista, poderá receber mais 40 crianças, além das 44 que já são assistidas pela SME. A ampliação, segundo o secretário, só é possível porque os espaços estão sendo modificados. “Não estamos aumentando o número de creches e sim o número de vagas. Estamos readequando os espaços e isso não é mágica, é arquitetura. A partir do momento que você reaproveita o espaço, cria condições para receber mais crianças”. José Gonçalves afirmou ainda, que até o final do ano, o número de vagas será ampliado em todas as creches. “Já estamos fazendo o levantamento das outras e até o final do ano todas receberão mais crianças. O trabalho de ampliação de vagas é incessante, estamos apenas começando”.

Prefeitura apresenta equipe pedagógica da Educação Infantil Municipal

Na próxima segunda-feira (19), no auditório da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (SMDUMA) – Parque Natural Municipal do Intelecto – a Prefeitura de Itabira promove o 3º Encontro Pedagógico de Educação Infantil, das 13h30 às 16h30.

O objetivo, de acordo com informações da Secretaria Municipal de Educação (SME), é apresentar a nova equipe de coordenação da Educação Infantil, composta pelas professoras Márcia Vitório, Nilvânia Torquato e Sandra Duarte e, compartilhar a nova proposta de trabalho em rede conforme as diretrizes curriculares nacionais. “O rumo da Educação Infantil em Itabira vai mudar a partir desse encontro. Vamos apresentar uma nova proposta de trabalho, já que não existia um plano sólido, em consonância com a base nacional comum curricular”, explicou Renata Fraga, diretora de Acompanhamento Pedagógico da SME. Além disso, segundo a diretora, também será discutida a relevância das experiências artísticas na Educação Infantil.

Programação

As coordenadoras municipais da Educação Infantil apresentarão a nova proposta educacional para o ensino infantil – com base nas diretrizes curriculares nacionais – pedagogia para a infância; relação da criança com as concepções de ensino e de aprendizagem e Arte na Educação Infantil. No momento cultural do evento, apresentações dos Drummonzinhos, dos alunos de educação infantil da Escola Municipal Virgílio José Gazire e dos alunos Bruno Serrano e Luana Reis.

Prefeitura lança programa sobre empreendedorismo

Com o objetivo de inserir o empreendedorismo no currículo escolar e oportunizar aos educadores novas possibilidades de atuação e compreensão dos conceitos do processo ensino-aprendizagem para o desenvolvimento de competências empreendedoras, a Prefeitura de Itabira lança nesta quarta-feira (24) o programa Cultura Empreendedora nas Escolas. A cerimônia será às 14 horas, no teatro do Centro Cultural Carlos Drummond de Andrade.

Realizada por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), a ação é resultado de uma parceria entre o Município e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Durante a solenidade, alunos das escolas municipais serão contemplados com apresentações artísticas, realizadas por profissionais da rede municipal de ensino. O evento contará ainda com a presença de autoridades municipais.

Precisamos preparar nossos alunos para o mercado de trabalho. As crianças de seis a nove anos ainda não pensam no futuro, mas nós, educadores, temos que pensar para elas. Queremos despertar um espírito de competitividade saudável nos alunos, para, no futuro, as empresas disputarem esses funcionários e não o contrário”, disse o secretário municipal de educação, José Gonçalves Moreira.

De acordo com a SME, o programa Cultura Empreendedora nas Escolas acontecerá em três etapas. São elas:

1) Formação dos educadores – com carga horária de 24 horas (presencial) e 21 horas do projeto de implantação do programa nas escolas. O curso será ministrado por consultores do Sebrae e tem como base teórica os temas “Teorias Educacionais e Fundamentação das Pedagogias”, “Teorias do Empreendedorismo”, “O empreendedor”, “Perfil do Empreendedor”, “Protagonismo Juvenil e Plano de Negócios”, “Ciclo de Aprendizagem Vivencial”, “Ferramentas do Programa” e “Oficina de Experimentação”.

A capacitação dos professores foi iniciada na segunda-feira (15), no auditório da SME. As turmas são compostas por cerca de 30 profissionais da Educação, entre eles diretores escolares, vice-diretores, pedagogos e professores. A meta da SME é capacitar todos os professores do 1º ao 6º ano. Após a capacitação, os profissionais desenvolverão a metodologia nas escolas onde atuam. Essa etapa acontece até o mês de junho.

2) Monitoramento e implantação do programa nas escolas, entre os meses de agosto e dezembro.

3) Encerramento das atividades do ano com a Feira do Jovem Empreendedor, em dezembro.

O programa

O programa Cultura Empreendedora nas Escolas faz parte do Programa Nacional de Educação Empreendedora, desenvolvido pelo Sebrae, e busca soluções educacionais com professores e alunos, atuando no desenvolvimento de competências empreendedoras e inserção no mercado de trabalho. Para isso, cada escola participante elege uma ideia empreendedora para desenvolver um projeto que seja rentável financeiramente.

O programa será trabalhado com alunos do primeiro ano do ensino fundamental I, hoje com seis anos de idade e, nas séries seguintes, ao longo dos anos.

Sensibilização – Semana de Vacinação pelos Bons Tratos terá intensa programação

Começa na segunda-feira (15) a Semana de Vacinação pelos Bons Tratos. Promovida pela Prefeitura de Itabira, por meio das secretarias municipais de Educação (SME), Saúde (SMS) e Ação Social (SMAS), a iniciativa contará com uma programação ampla e intensa para toda a comunidade.

A Vacinação pelos Bons Tratos é uma campanha de sensibilização pública sobre situações de maus tratos contra crianças e adolescentes. Além disso, é também uma campanha de protagonismo infantojuvenil: as próprias crianças e adolescentes promovem melhores relacionamentos na sociedade, respeitando a integridade e dignidade.

Os participantes, por meio de atividades criativas, chamam a atenção dos adultos e os convidam para tomar uma “dose da vacina” contra os maus-tratos. A “vacinação” consiste em receber uma bala, por exemplo, como símbolo da doçura necessária nas relações e gestos cotidianos. Os adultos ganham também um “cartão de vacinação” que deve ser preenchido pelo vacinado. A partir disso, são solicitados a difundir a experiência em seu meio social.

Durante as atividades da semana de Vacinação pelos Bons Tratos, também será abordado o Dia da Luta Antimanicomial (18 de maio). A data foi instaurada em 1987 e busca questionar as relações de estigma e exclusão que se estabeleceram para as pessoas que vivem e convivem com os “transtornos mentais”, além de propor mudanças no cenário da Atenção à Saúde Mental.

Confira a programação:

15/05 (segunda-feira)

09h – Abertura

Local: Auditório da Prefeitura

09h – Início da vacinação nas escolas

Local: Escolas municipais do 6º ao 9º ano

16/05 (terça-feira)

Vacinação e mobilização

Locais: Escolas, Câmara Municipal, SME, SMS, Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade

17/05 (quarta-feira)

Vacinação

Locais: Escolas municipais do 6º ao 9º ano

18/05 (quinta-feira) – Dia D

a partir das 13h – Concentração da equipe, mobilização da comunidade por meio dos alunos da Unifei e da Comissão Organizadora, criação de uma fanpage abordando a temática de trabalho.

Local: Praça Acrísio

19/05 (sexta-feira)

Vacinação

Locais: Escolas municipais do 6º ao 9º ano

Resultado Final da Análise de Títulos – Edital 002/2017- Processo Seletivo Simplificado Aprender Mais

2017 – 05 – 03 – RESULTADO FINAL – ANALISE DE TITULOS – PROJETO APRENDER MAIS

Processo Seletivo da SME – Edital 002/2017 – Resultado da Análise de Títulos

2017 – 04 – 28 – RESULTADO ANALISE DE TITULOS – PROJETO APRENDER MAIS

Errata I – Homologação das Inscrições – Processo Seletivo Projeto Aprender Mais / SME – Edital 002/2017

ERRATA I – EDITAL 002-2017- PROJETO APRENDER MAIS

Programa Conexão Jovem atuará com pais e alunos da rede municipal de ensino

A Prefeitura de Itabira lança amanhã (20), às 9 horas, no auditório da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (SMDUMA) – Mata do Intelecto – o programa Conexão Jovem, que desenvolve ações de atenção integral ao jovem.

Em parceria com as secretarias municipais de Educação, Saúde e Assistência Social, o programa faz parte da rede de proteção à criança e ao adolescente e, em novo formato, dará continuidade aos antigos Programa de Educação Afetivo-sexual (Peas) e Vale Juventude, desenvolvidos em parceria com a mineradora Vale, entre os anos 2003 e 2012.

De acordo com a coordenadora do programa, Lucimara de Cássia Ferreira Santos, o objetivo é discutir temas inerentes ao público jovem com os alunos, os pais e com a comunidade. “Queremos melhorar as relações entre jovens e adultos nas instituições e na família”. O programa, segundo ela, ainda possibilita desenvolver ações das três secretarias envolvidas – SME, SMS e SMAS – já que aborda os temas violência doméstica, sexual e contra a mulher, álcool e drogas, bullying, saúde sexual e reprodutiva, diversidade sexual, transgêneros etc. Além da rede municipal de ensino, o Conexão Jovem atuará nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) dos bairros Juca Rosa, Santa Marta/Santa Ruth, Barreiro e Água Fresca e nos Centros de Referência e Assistência Social (Cras) dos bairros Gabiroba, Pedreira, Santa Marta/Santa Ruth e Jardim das Oliveiras.

Em princípio, como informou o secretário municipal de Educação, José Gonçalves Moreira, o programa será desenvolvido em cinco escolas municipais identificadas com maior número de alunos em situação de vulnerabilidade social – escolas municipais Antônio Camilo Alvim, José Gomes Vieira, Professora Antonina Moreira, Marina Bragança e Didi Andrade – para estudantes entre 10 e 16 anos.

Ações

Encontros de adolescentes, de pais, caminhadas, blitzen, visitas às entidades e reuniões dos profissionais envolvidos no desenvolvimento do programa são as ações previstas, até o final do ano, para fortalecer a rede de cuidados aos jovens e adolescentes e “promover a participação democrática de todas as pessoas interessadas nesta temática”, ressaltou Lucimara Santos.

Temas

No início do ano letivo, a Prefeitura realizou uma pesquisa com os alunos dessas escolas municipais, onde um formulário virtual foi respondido por 1.206 alunos – meninos 53,6% e meninas 46,4% – entre as perguntas, os adolescentes responderam sobre felicidade, sendo que 90,7% se consideram felizes e 9,3%, infelizes. Sobre a perspectiva para o futuro, 49,3% estão otimistas, 45,6% muito otimistas, e 5,1% se sentem pessimistas.

No entanto, com relação ao tema drogas lícitas e ilícitas, 90,8% dos participantes nunca usaram, 4,3% fazem uso de álcool e 2,6% de maconha. Também foram citados “Loló” (0,9%), cigarro (0,4%), outras drogas (0,4%) e crack (0,3%). Drogas já foram oferecidas a 22,1% dos alunos e 77,9% nunca foram abordados.

Sobre sexualidade, 84,1% dos participantes nunca tiveram relações sexuais, contra 15,5% que responderam à pesquisa terem tido. 84,3% dos alunos não utilizam nenhum método contraceptivo e de prevenção às Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs); 13% usam camisinha, 1,8% outros métodos e 0,9% fazem uso da pílula anticoncepcional. Um dado preocupante, segundo Lucimara Santos, é que 83,2% dos alunos não sabem o que são DSTs e apenas 16,8% afirmaram saber.

Os adolescentes também foram questionados sobre violência e 81,1% nunca sofreram, contra 18,9% que passaram por algum tipo de agressão – 12,2% (verbal), 8,5% (física), 3,4% (emocional), 0,9% (outros), 0,7% (sexual) e 74,3% (nenhuma).

Ainda de acordo com o diagnóstico, os alunos citaram os assuntos que devem ser discutidos na escola. Bullying (68,6%), violência e abuso sexual (61,5%), álcool e outras drogas (59,3%), preconceito racial (53,3%), gravidez não planejada (43,3%), autoestima (36,5%), projeto de vida (35,6%), família (32%), relação de gênero (22,9%) e outros temas (2,6%).

Como o tema mais citado na pesquisa, segundo a coordenadora Lucimara, foi o bullying, na última segunda-feira (17/04), o grupo gestor do programa Conexão Jovem se reuniu para definir como o assunto será abordado. “Então, até 17 de maio, faremos palestras e oficinas sobre bullying nas escolas, nas unidades de saúde e nos Cras”. A coordenadora também anunciou que o primeiro encontro do programa com os pais, acontecerá no dia 27/05, na Escola Municipal Marina Bragança de Mendonça, no bairro Santa Marta. “Apresentaremos a palestra Violência Sexual e Doméstica e, em seguida, faremos uma oficina com eles”, concluiu Lucimara Santos.

Scroll To Top