Você está aqui: Capa | Educação

Arquivo da categoria: Educação

Assinatura dos Feeds

Educação em Itabira/MG

Parceria com o Inhotim prepara professores para contato com a arte

A Prefeitura de Itabira apresenta amanhã (20), às 16 horas, no auditório do Paço Municipal, a parceria com o Instituto Inhotim para implantar na rede municipal de ensino o projeto educativo Descentralizando o Acesso.

O projeto oferece aos educadores da rede pública um contato abrangente com a arte e tem como objetivo principal preparar os professores que visitam o museu com os seus alunos, para atuarem com autonomia nas galerias, podendo, inclusive, ensinar os temas recorrentes do acervo no ambiente escolar. “Por meio de encontros de formação, visitas com alunos e atividades dentro e fora do Inhotim, os professores poderão desenvolver novas práticas educativas em sala de aula, inspirados nas obras de arte expostas no museu”, explicou Sandra Duarte, coordenadora do projeto em Itabira. Também é proposta do Instituto Inhotim incentivar os educadores a investigarem as escolas onde atuam, bem como a cidade, para que seja possível criar processos de reconhecimento e construção de identidades que valorizem a memória e o patrimônio cultural.

Para José Gonçalves Moreira, secretário municipal de Educação, a Prefeitura pretende com esta parceria, valorizar a arte no ensino fundamental. “Nossa intenção é que professores e alunos tenham acesso aos artistas contemporâneos porque o estudo da arte é importante para a formação dos jovens”, avaliou.

Neste ano, segundo a Secretaria Municipal de Educação (SME), 23 professores irão participar do programa e alunos das escolas municipais Coronel José Batista, Cornélio Penna, Américo Giannetti e Água Fresca, do 2º ao 4º ano, visitarão Inhotim. No ano que vem, como informou a SME, todos os professores da rede municipal irão participar do processo de formação. Desde 2008, de acordo com o Instituto Inhotim, o projeto já atuou em 17 municípios mineiros, recebeu a visita de 73.193 alunos e, formou 4.273 professores.

Saiba mais

O Instituto Inhotim abriga um complexo museológico com uma série de pavilhões e galerias com obras de arte e esculturas expostas ao ar livre, em um modelo diferente dos museus urbanos. Além disso, é a única instituição brasileira que exibe continuamente um acervo de excelência internacional de arte contemporânea.

A principal característica do Inhotim é a relação entre arte e natureza, que possibilita aos artistas criarem e exibirem suas obras em condições únicas. Já o espectador, percorre os jardins, as paisagens de florestas e os ambientes rurais para vivenciar as obras de arte, que estão em constante transformação.

Prefeitura conclui evento que avalia o Plano Municipal de Educação

O 3º Encontro de Monitoramento e Avaliação do Plano Municipal de Educação, realizado desde ontem (2) no auditório da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (SMDUMA) – Mata do Intelecto –, foi encerrado hoje com a participação do prefeito Ronaldo Magalhães.

O evento reuniu 20 cidades mineiras – Dionísio, Ferros, Itambé, João Monlevade, Passabém, Nova Era, Rio Piracicaba, Santa Maria de Itabira, Santo Antônio do Rio Abaixo, São Domingos do Prata, São Gonçalo do Rio Abaixo, São José do Goiabal, São Sebastião do Rio Preto, Marliéria, Jaguaraçu, Bela Vista de Minas, Santana do Paraíso, Braúnas, Mesquita e Joanésia – além de Itabira, com o objetivo de avaliar o desenvolvimento do Plano Municipal de Educação (PME) de cada município. De acordo com o secretário municipal de Educação, José Gonçalves Moreira, o Ministério da Educação (MEC) dividiu o país em áreas para monitorar o cumprimento dos planos educacionais. “Cada um tem o seu plano, que varia de acordo com a realidade de cada município. Mas, o PME precisa se adequar ao Plano Nacional de Educação (PNE). Por isso, os encontros são coordenados por um representante do MEC, que é o responsável por conferir o desempenho de cada equipe”.

Esta é, inclusive, uma determinação da Lei Federal 13.005/2015”, afirmou Glória Giúdice, avaliadora educacional do MEC, que definiu o encontro como uma ferramenta para auxiliar os Municípios a implementarem o PME. “Ontem e hoje, nós trabalhamos a questão da consonância do plano municipal com o plano nacional. Verificamos todos os pontos, principalmente os que deveriam ter para estar em consonância com o PNE”, explicou a avaliadora. Ainda segundo ela, desde a criação dos planos municipais, em 2015, o monitoramento é contínuo, feito por meio dos encontros, internet e conferências.

O PME tem o prazo de dez anos para ser cumprido e, segundo José Gonçalves, todas as questões relacionadas à Educação são estabelecidas pelo plano. “É nele que tratamos o aumento do número de vagas nas creches, questões da educação infantil, salário de professor, eleição direta para diretor etc. Enfim, o nosso foi estabelecido em 2015 e será cumprido até 2025”.

Sobre o desempenho das 21 cidades, Glória Giúdice garantiu que “praticamente” 100% estão em fase adiantada na avaliação. “Praticamente todos deste grupo estão adiantados nos trabalhos que realizamos em cima dos desafios propostos, além de 100% de presença nos municípios”, frisou. Já o secretário municipal, afirmou que o desempenho

do plano de Itabira está adiantado. “Nós prestamos conta dos últimos dois anos na audiência pública (realizada em agosto) e posso dizer que estamos bem na fita, ou seja, estamos cumprindo com as vagas nas creches, na educação infantil e na universalização do ensino, onde mais pessoas podem concluir o primeiro e o segundo grau”. O próximo passo, segundo ele, é realizar uma conferência municipal sobre o PME até dezembro deste ano.

Para o prefeito Ronaldo Magalhães, apoiar medidas estaduais e federais, contribui indiretamente para o PME. “Quando apoiamos as escolas estaduais, para que mais alunos tenham segundo grau e, apoiamos ainda a criação de novos cursos técnicos e superiores, isso também faz parte, indiretamente, do plano municipal de educação”. O prefeito disse ainda, que devido à complexidade da Educação no país, “muitas vezes os governos Estadual e Federal não conseguem acompanhar os pequenos detalhes de cada Município. Portanto, é papel do Município fazer a sua parte bem-feita, principalmente na Educação, que nos permite, juntos, buscar uma condição melhor para a sociedade”, concluiu Ronaldo Magalhães.

Ronaldo Magalhães participa do 3º Encontro de Monitoramento e Avaliação do Plano Municipal de Educação

O prefeito Ronaldo Magalhães participa amanhã (3), a partir das 9 horas, do encerramento do 3º Encontro de Monitoramento e Avaliação do Plano Municipal de Educação, no auditório da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (SMDUMA) – Mata do Intelecto – que acontece das 8 às 17 horas.

O evento, que começou hoje, reúne representantes das redes de ensino municipal, estadual e particular de outras 21 cidades mineiras, além de Itabira, com o objetivo de avaliar o desenvolvimento das metas propostas em audiência pública, no último mês de agosto “e, ainda, planejar outras ações necessárias para atender os anseios da população e consolidar os Plano Municipal de Educação (PME) e o Plano Nacional de Educação (PNE)”, explicou José Gonçalves Moreira, secretário municipal de Educação.

Planejamento

O PME foi elaborado com a participação de representantes de escolas municipais, estaduais, técnicas, faculdades e universidades. Na proposta, foram definidas metas que devem ser cumpridas pelo Município nos próximos dez anos, buscando o avanço na política de atendimento educacional. Assim como o PNE, que é um plano nacional com o objetivo de planejar e consolidar as ações definidas para a Educação, também por um período de dez anos.

PROCESSO SELETIVO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO – Edital 010/2017

2017 – 09 – 26 – PROCESSO SELETIVO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCACAO – EDITAL 010-2017

Atenção integral ao jovem – Prefeitura realiza 1ª Gincana Integração do programa Conexão Jovem

Com o objetivo de promover a socialização, interação e integração dos estudantes das escolas públicas, a Prefeitura de Itabira realiza nesta quinta-feira (21) a 1ª Gincana Integração do programa Conexão Jovem. O evento, organizado pelas secretarias municipais de Educação (SME) e Esportes, Lazer e Juventude (SMELJ), acontecerá das 8h às 17h no clube Valério Doce.

Ao todo, 300 adolescentes participam do evento. Eles são alunos do Colégio Municipal Professora Didi Andrade; das escolas municipais Antônio Camilo Alvim, José Gomes Vieira, Marina Bragança de Mendonça, Professora Antonina Moreira e da escola estadual fazenda da Bethânia. De acordo com a comissão organizadora, para realizar as atividades propostas durante a gincana, os estudantes deverão desenvolver relações de respeito, harmonia e sabedoria.

Baseada em uma educação focada no pressuposto de que o aluno é o protagonista das ações, às quais proporcionam a construção do conhecimento, apresentamos atividades interdisciplinares, possibilitando a troca de experiências e socialização entre alunos e professores, além de promover um ambiente de respeito e consideração à aprendizagem, com destaque ao eixo norteador, que é a percepção da importância dos valores morais e éticos”, disse a coordenadora do Conexão Jovem, Lucimara de Cássia Ferreira Santos.

Em tempo

A Prefeitura de Itabira lançou o programa Conexão Jovem para desenvolver ações de atenção integral aos adolescentes. Em parceria com as secretarias municipais de Educação (SME), Saúde (SMS) e Assistência Social (SMAS), o programa faz parte da rede de proteção à criança e ao adolescente e, em novo formato, dá continuidade aos antigos Programa de Educação Afetivo-sexual (Peas) e Vale Juventude, desenvolvidos em parceria com a mineradora Vale entre os anos 2003 e 2012.

O objetivo do programa é discutir temas inerentes ao público jovem com os alunos, os pais e com a comunidade. Queremos melhorar as relações entre jovens e adultos nas instituições e nas famílias”, disse Lucimara Santos na época.

Já o secretário municipal de Educação, José Gonçalves Moreira, informou que em princípio o programa é desenvolvido em cinco escolas municipais identificadas com maior número de alunos em situação de vulnerabilidade social (E.M. Antônio Camilo Alvim, E.M. José Gomes Vieira, E.M. Professora Antonina Moreira, E.M. Marina Bragança de Mendonça e C. M. Professora Didi Andrade), para alunos entre 10 e 16 anos. No entanto, o secretário não descartou a possibilidade de expansão do programa para outras instituições.

Audiência pública – Prefeitura apresenta Plano Municipal de Educação

Na próxima sexta-feira (25), às 15 horas, a Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), realizará uma audiência pública para apresentar e discutir o Plano Municipal de Educação (PME). O encontro, no auditório da Fundação Itabirana Difusora de Ensino (Fide), será aberto ao público.

O PME foi elaborado com a participação de representantes de escolas municipais, estaduais, técnicas, faculdades e universidades. Na proposta, foram definidas metas que devem ser cumpridas pelo Município nos próximos 10 anos, buscando o avanço na política de atendimento educacional.

Durante a audiência pública, serão apontadas as contribuições populares para a elaboração do plano. Haverá ainda um debate sobre os aspectos e propostas em que não há consenso entre os participantes. De acordo com a SME, após as discussões poderá ocorrer uma votação e/ou deliberação entre os membros da comissão representativa.

Vá lá: Fide – avenida Carlos Drummond de Andrade, nº 549 – Centro.

Vagas para 2018 – Cadastro da Educação Infantil começa na segunda-feira

A Prefeitura de Itabira realizará, a partir da segunda-feira (7) até o dia 18 deste mês, o cadastramento escolar da Educação Infantil. A ação é voltada para alunos que pretendem ingressar nas instituições da rede municipal de ensino. O cadastramento é realizado anualmente e busca garantir uma vaga na escola municipal mais próxima da residência da criança.

Devem ser cadastradas nos 1º e 2º períodos da Educação Infantil todas as crianças que completarem 4 e 5 anos até o dia 30 de junho de 2018. A inscrição é gratuita e deve ser feita por pais ou responsáveis pelos candidatos em qualquer escola municipal de Itabira, das 8h às 17h, mesmo que a instituição não ofereça o nível de escolaridade do aluno. Para o cadastro, é necessário apresentar a certidão de nascimento ou carteira de identidade do candidato, comprovante de endereço (uma conta de luz recente em nome dos pais ou responsáveis) e documento de identidade do responsável pelo candidato. Será exigida a apresentação dos documentos originais e cópias correspondentes.

A Secretaria Municipal de Educação (SME), pasta responsável pelo cadastramento, ressalta que o aluno que não for cadastrado não terá vaga garantida em uma escola próxima de sua residência.

Edital de Designação da Secretaria Municipal de Educação

2017 – 07 – 14 – MONITOR CRECHE

Prefeitura anuncia mais vagas e funcionamento das creches nas férias de julho

O tradicional recesso escolar do mês de julho não chegará às creches este ano. A Prefeitura de Itabira definiu a mudança e anunciou o programa de ampliação de vagas até o final do ano.

De acordo com José Gonçalves Moreira, secretário municipal de Educação (SME), atendendo à determinação do prefeito Ronaldo Magalhães, as 16 creches municipais irão funcionar todo o mês de julho. “As creches acompanhavam o calendário escolar do município. No entanto, as monitoras não são professoras e não têm direito ao recesso escolar de julho. Elas tiram férias uma vez por ano igual a qualquer trabalhador. Esse recesso é previsto para  o professorado”, declarou. Ainda segundo ele, também foram extintas as reuniões que aconteciam nas sextas-feiras – duas no mês – em que as crianças eram dispensadas mais cedo. “Agora é uma reunião por mês. Então, essas mudanças trouxeram mais conforto e tranquilidade para os pais, já que ganharam mais duas semanas de creche por assim dizer”.

Com relação às despesas, José Gonçalves afirmou que a medida não onera a Prefeitura. “Não aumenta em nada. O gasto é praticamente o mesmo, primeiro porque o Município tinha que pagar os trabalhadores o mês inteiro, já que eles iam para as creches normalmente, a diferença é que as crianças não iam. O que vai aumentar, se é que vai aumentar, é o consumo de merenda. Mas, ao mesmo tempo, todas as escolas estarão fechadas. Então, o gasto é ínfimo, pois o aumento da despesa com merenda escolar é muito pequeno, principalmente em relação ao ganho da população com essa medida”.

Além da extinção do recesso de julho, o secretário anunciou também a ampliação do número de vagas em todas as creches de Itabira. A creche Madre Maria de Jesus II, no bairro Boa Esperança, abrirá 11 vagas, além das 25 que tem atualmente. Em seguida, a creche Maria de Nazaré, no Nova Vista, poderá receber mais 40 crianças, além das 44 que já são assistidas pela SME. A ampliação, segundo o secretário, só é possível porque os espaços estão sendo modificados. “Não estamos aumentando o número de creches e sim o número de vagas. Estamos readequando os espaços e isso não é mágica, é arquitetura. A partir do momento que você reaproveita o espaço, cria condições para receber mais crianças”. José Gonçalves afirmou ainda, que até o final do ano, o número de vagas será ampliado em todas as creches. “Já estamos fazendo o levantamento das outras e até o final do ano todas receberão mais crianças. O trabalho de ampliação de vagas é incessante, estamos apenas começando”.

Prefeitura apresenta equipe pedagógica da Educação Infantil Municipal

Na próxima segunda-feira (19), no auditório da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (SMDUMA) – Parque Natural Municipal do Intelecto – a Prefeitura de Itabira promove o 3º Encontro Pedagógico de Educação Infantil, das 13h30 às 16h30.

O objetivo, de acordo com informações da Secretaria Municipal de Educação (SME), é apresentar a nova equipe de coordenação da Educação Infantil, composta pelas professoras Márcia Vitório, Nilvânia Torquato e Sandra Duarte e, compartilhar a nova proposta de trabalho em rede conforme as diretrizes curriculares nacionais. “O rumo da Educação Infantil em Itabira vai mudar a partir desse encontro. Vamos apresentar uma nova proposta de trabalho, já que não existia um plano sólido, em consonância com a base nacional comum curricular”, explicou Renata Fraga, diretora de Acompanhamento Pedagógico da SME. Além disso, segundo a diretora, também será discutida a relevância das experiências artísticas na Educação Infantil.

Programação

As coordenadoras municipais da Educação Infantil apresentarão a nova proposta educacional para o ensino infantil – com base nas diretrizes curriculares nacionais – pedagogia para a infância; relação da criança com as concepções de ensino e de aprendizagem e Arte na Educação Infantil. No momento cultural do evento, apresentações dos Drummonzinhos, dos alunos de educação infantil da Escola Municipal Virgílio José Gazire e dos alunos Bruno Serrano e Luana Reis.

Scroll To Top