segunda-feira , 1 junho 2020
Você está aqui: Capa | Destaques | Situação grave – Sobe para cinco o número de mortes por febre amarela em Itabira
Situação grave – Sobe para cinco o número de mortes por febre amarela em Itabira

Situação grave – Sobe para cinco o número de mortes por febre amarela em Itabira

Sobe para cinco o número de mortes por febre amarela em Itabira neste ano. O número foi confirmado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio da superintendente de Vigilância em Saúde, Thereza Cristina Oliveira Andrade Horta. Segunda ela, nenhuma das vítimas havia sido vacinada. O sexto óbito com sintomas da doença ainda está sendo investigado pela Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte.

Há ainda um paciente internado com a doença e outras 13 internações com sintomas de febre amarela que ainda não tiveram o diagnóstico confirmado. No entanto, 22 casos já foram descartados. Apenas em 2018, 42 casos suspeitos foram notificados em Itabira.

A SMS alerta para a importância da vacinação neste momento. De acordo com Thereza Andrade, a meta do Governo Municipal é imunizar 100% da população que não possui contraindicação para a vacina. Para isso, a SMS intensificou a campanha de vacinação nos últimos dias. Uma nota oficial da Sociedade Mineira de Infectologia (SMI), divulgada na última sexta-feira (2), esclarece que a vacina é eficaz e oferece uma proteção em torno de 98%. “Apesar de ocorrerem raros casos de doença em indivíduos imunizados, formas graves entre as pessoas vacinadas sã bastante incomuns”, diz o boletim.

A vacina é hoje a forma mais eficaz e segura para conter o avanço da doença no município. É importante que todas as pessoas que ainda não foram vacinadas contra a febre amarela procurem uma unidade de saúde e se imunizem. Quanto maior a cobertura vacinal, menor o risco das pessoas adoecerem e do vírus se disseminar”, declarou Thereza Andrade.

Entenda

A febre amarela é transmitida pela picada dos mosquitos transmissores infectados a pessoas não vacinadas. A transmissão de pessoa para pessoa não existe. Assim como os primatas não transmitem o vírus para os seres humanos. A única forma de evitar a febre amarela é a vacinação contra a doença. A vacina é gratuita e está disponível nas unidades de saúde do município. Ela é recomendada a todas as pessoas que habitam ou visitam áreas com risco da doença, como é o caso de Itabira, que está classificada na categoria 3, ou seja, passa por um surto de febre amarela.

As crianças podem ser vacinadas a partir dos 9 meses de idade. No entanto, a vacina é contraindicada a imunodeprimidos (pessoas com o sistema imunológico debilitado) e pessoas alérgicas a gema de ovo. Gestantes e idosos devem passar por avaliação médica. Em Itabira, a avaliação também poderá ser feita pelo enfermeiro da UBS a qual o usuário pertence.

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top