terça-feira , 21 maio 2019
Você está aqui: Capa | Destaques | Ampliação – Prefeitura começará obras da Machado de Assis
Ampliação – Prefeitura começará obras da Machado de Assis

Ampliação – Prefeitura começará obras da Machado de Assis

No final da tarde de hoje (31), o prefeito Ronaldo Magalhães assinou a ordem de serviço para as obras da avenida Machado de Assis – projeto que interligará os bairros Gabiroba e Machado – com início previsto na próxima segunda-feira (4/2).

Vencedora do processo licitatório nº 49/2018, a empresa Terramil Construções e Terraplenagem Ltda, de Betim, tem o prazo de 24 meses para executar a ampliação da via. No entanto, segundo o diretor-executivo da empresa, José Eduardo Moreira Felipe, a intenção é de terminar a obra em 15 meses. O valor do contrato é de R$ 19.023.157,26.

O nosso compromisso com a comunidade e com o chefe do Executivo Municipal é de concretizar essa obra com a maior presteza e o maior rigor que a engenharia nos proporciona”, ressaltou.

O secretário Municipal de Obras, Ronaldo Lott Pires, lembrou que a gestão municipal está trabalhando muito, desde o início do mandato do prefeito Ronaldo Lage Magalhães, em janeiro de 2017. Para ele, algumas ações e projetos demoram mais para acontecer devido às burocracias do serviço público.

Que fique bem claro para muitas pessoas: nesse momento de crise, o Município conseguiu um financiamento de R$ 19 milhões junto ao Governo do Estado. Uma obra desse valor passar por um processo licitatório sem nenhum recurso impetrado. Não é qualquer Município que consegue isso. E, ainda, obter as licenças necessárias, sabendo o tempo que isso demora. Enfim, conseguimos”, declarou o secretário.

Em tempo

Logo que assumiu a Prefeitura de Itabira, em 2017, Ronaldo Magalhães deu início à captação de recursos para a construção da avenida Machado de Assis, por meio do Programa de Apoio aos Municípios Mineradores, promovido pelo Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG).

Neste programa, o banco estadual disponibilizou cerca de R$ 120 milhões em crédito para financiamento a 177 municípios que tiveram queda na arrecadação de royalties nos anos 2015 e 2016.

No serviço público, a burocracia é muito grande. Em 2017, existia um projeto dessa obra, porém o valor apresentado era altíssimo, em torno de R$ 30 milhões. Então, tivemos que refazê-lo para adequá-lo à realidade que estamos vivendo. Depois, fizemos um trabalho intenso na busca por este recurso (R$ 19 milhões), o que, nos dias atuais, não é fácil. Para isso, é necessário ter capacidade orçamentária, mas, acima de tudo, muita persistência. Conseguimos ainda obter as licenças ambientais após um longo período tentando, com muita dificuldade, por meio do empenho da Priscila (Martins da Costa – secretária Municipal de Meio Ambiente) e do Ronaldo Lott”, declarou o prefeito Ronaldo Magalhães.

Ao fim da cerimônia, o chefe do Executivo Municipal agradeceu à Câmara de Vereadores pelo apoio aos projetos apresentados em sua gestão. “Agradeço a todos vocês que analisaram e aprovaram este projeto. Hoje, com muita alegria – depois de muito esforço e empenho – estamos assinando esta ordem de serviço que é uma conquista de todos que desempenharam seu papel. E, agora, a comunidade recebe mais este benefício”, concluiu.

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top