quarta-feira , 26 fevereiro 2020
Você está aqui: Capa | Família acolhedora

Família acolhedora

Descrição do serviço: Serviço de Acolhimento na Modalidade de Família Acolhedora Configura-se como uma medida de proteção, pertencente aos serviços da Proteção Social Especial de Alta Complexidade, conforme consta na Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais. Trata-se de um acolhimento em família acolhedora direcionado às crianças e adolescentes, afastados de suas famílias de origem por medida de proteção, e acolhidos em famílias acolhedoras previamente cadastradas.

Local de atendimento: Secretaria Municipal de Assistência Social, endereço: Av. Carlos de Paula de Andrade, 135, Centro, Itabira, MG. Tel: (31) 3839 2812Email: familiaacolhedoraitabira@gmail.com

Requisitos e documentos: Comprovante de Endereço, CPF, RG,Título de Eleitor, Certidão de Casamento ou Declaração de União Estável (se for o caso). Atestado de condições adequadas de saúde física e mental. Atestado de antecedentes criminais. Conta Corrente/ Agência/ Operação para depósito do subsídio financeiro.

Informações e manifestações: O que se espera com o Serviço de Acolhimento em Família Acolhedora? Promover o acolhimento familiar de crianças e adolescentes afastadas temporariamente de sua família de origem, Acolher e dispensar cuidados individualizados em ambiente familiar, Preservar vínculos com a família de origem, salvo determinação judicial em contrário, Possibilitar a convivência comunitária e o acesso à rede de políticas públicas, Apoiar o retorno da criança e do adolescente à família de origem, Reduzir as violações dos direitos socioassistenciais, seus agravamentos ou reincidência,Colaborar para a desinstitucionalização de crianças e adolescentes.

Etapas: Seleção, preparação, cadastramento e acompanhamento das famílias acolhedoras. Orientação e encaminhamentos para a rede de serviços locais. Construção do plano individual e familiar de atendimento. Orientação sociofamiliar. Informação, comunicação e defesa de direitos. Apoio à família na sua função protetiva. Providência de documentação pessoal da criança/adolescente e família de origem. Articulação da rede de serviços socioassistenciais. Articulação com os serviços de políticas públicas setoriais e de defesa de direitos. Mobilização, identificação da família extensa ou ampliada. Mobilização e fortalecimento do convívio e de redes sociais de apoio;

Prazo máximo previsto: Até dois anos.

Forma de prestação de serviço: Totalmente Gratuita

Prioridade e previsão de espera: Atendimento a todos os casos encaminhados pelo Poder Judiciário, com meta de atendimento de até 10 (dez) crianças e adolescentes.

Acompanhamento: A intervenção profissional na etapa inicial do acompanhamento proporciona de modo construtivo, a conscientização por parte da família de origem dos motivos que levaram ao afastamento da criança e/ou do adolescente e das consequências que podem advir do fato. Esta conscientização é fundamental para que as próximas etapas possam ser planejadas, com acordos firmados entre serviço e família, com vistas ao desenvolvimento de ações pró-ativas que contribuam para a superação de situações adversas ou padrões violadores que possam ter levado ao afastamento. A equipe técnica acompanha o trabalho desenvolvido com a família na rede local, mantendo-a informada, inclusive, a respeito de possíveis decisões por parte da Justiça. Durante o período de acolhimento, o serviço encaminha relatórios para a Justiça da Infância e da Juventude.

Link de acesso: Não Possui

Taxa ou Tarifa: Não Possui

 

 

 

 

 

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top