quinta-feira , 4 junho 2020
Você está aqui: Capa | Resultados da pesquisa para: Coronavirus

Resultados da pesquisa para: Coronavirus

Novo coronavírus – Prefeitura de Itabira suspende gratuidade do transporte para idosos nos horários de pico

O Governo Municipal determinou a suspensão da gratuidade no transporte coletivo itabirano para pessoas com 65 anos ou mais em horários de pico. O objetivo da medida é evitar a circulação de idosos em meio ao risco de contágio pelo novo coronavírus (SARS-Cov-2). A regra valerá a partir da próxima quinta-feira, 23 de abril.

O horário de pico compreende o intervalo entre 5h e 8h59, na parte da manhã, e entre 16h e 19h59. A determinação consta no Decreto 3.238/20, que será publicado no Diário Oficial deste sábado (18).

O decreto representa mais um esforço da Administração Municipal para reduzir a aglomeração de pessoas e proteger a terceira idade, um dos grupos de risco em relação ao novo coronavírus.

Novo coronavírus – Decreto Municipal suspende ponto facultativo na segunda-feira para atividades essenciais

A Prefeitura de Itabira suspendeu o ponto facultativo para setores específicos na segunda-feira (20), véspera do feriado nacional de 21 de abril (Dia de Tiradentes). Terão expediente na data os órgãos e seções que operam atividades essenciais: saúde, assistência social, abastecimento de água, coleta de lixo e limpeza pública. Também cumprião horário de trabalho outros setores que dão suporte no combate ao novo coronavírus. A suspensão consta na Portaria 057/2020.

Novo coronavírus – Prefeitura, MP e PM cobram de agências bancárias medidas mais duras para conter covid-19

As aglomerações em filas de agências bancárias preocupam autoridades em Itabira. Hoje (14), representantes da Prefeitura, Câmara de Vereadores, Ministério Público (MP), Polícia Militar (PM) e bancos trataram do assunto em reunião no Paço Municipal. Governo e MP pediram às instituições que reforcem medidas de segurança no acesso e interior das agências.

O MP, representado pela promotora de Justiça Silvia Letícia Amaral, indicou que, se as medidas de controle do público não forem eficazes, ações extremas serão necessárias em uma próxima fase, como o fechamento das agências locais.

A unidade da Caixa Econômica Federal, por exemplo, apresenta maior concentração de filas, segundo informou sua gerência, em função do auxílio financeiro anunciado pela União.

Os representantes citaram que adotam condutas recomendadas pelas matrizes, como disponibilizar um funcionário na parte externa para organização das filas, esclarecendo dúvidas e orientando à população que retorne em outras datas para casos que não sejam urgentes ou utilize os canais on-line.

O reforço de outras providências foi enfatizado no encontro: horário especial para atendimento de grupos de risco, agendamento prévio sempre que possível, priorizar atendimentos essenciais, frisar a sinalização da distância mínima de 1,5m de uma pessoa para outra e uso de máscaras.

O Executivo Municipal somará ainda novas estratégicas com som volante na região dos bancos, de forma a orientar o público-alvo a acessar canais digitais, preferirem o uso de cartões magnéticos e evitarem sair de casa.

14-04-20 - Prefeitura, MP e PM cobram de agencias bancarias medidas mais duras para conter covid-19 (2)

Itabira contabiliza 297 suspeitos do novo coronavírus, 28 descartados para a doença e dois resultados positivos de covid-19 (um dos casos morreu em 6 de abril), de acordo com boletim epidemiológico divulgado nesta terça-feira pela Secretaria Municipal de Saúde.

Conforme o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano, Robson Souza, a Fiscalização de Posturas intensificará a ronda diária em estabelecimentos para coibir a proliferação do vírus. A PM, por sua vez, confere suporte à fiscalização dos estabelecimentos, dentro de sua programação de segurança pública.

Todos os bancos já haviam sido notificados anteriormente, e, agora, chamamos seus representantes para um alinhamento conjunto de ações mais enérgicas para a segurança da população. Trata-se de um serviço essencial e medidas rígidas são necessárias para que os serviços continuem em funcionamento”, disse.

Novo coronavírus – Prefeitura de Itabira decreta situação de calamidade pública

O prefeito de Itabira, Ronaldo Magalhães, assinou nesta terça-feira (07) decreto em que o Município reconhece a situação de calamidade pública em razão do agravamento da pandemia do novo coronavírus. O Decreto Municipal 3.226 será publicado nesta quarta-feira (8) no Diário Oficial do Município.

Com o instrumento, a Prefeitura poderá ter acesso a recursos federais para o enfrentamento do coronavírus e do momento atípico na cidade. Esse fluxo, contudo, depende da disponibilidade orçamentária e financeira por parte da União.

O Município já havia declarado situação de emergência em 16 de março (Decreto 3.164), em decorrência dos primeiros efeitos da pandemia.

Novo coronavírus – Prefeitura tem feito sua parte, mas parte da população não colabora, lamenta Ronaldo Magalhães

Ministério da Saúde e especialistas da área preveem que o Brasil terá pico dos casos de Covid-19 em abril e maio. Acompanhando o que é apontado pelas autoridades, o prefeito Ronaldo Magalhães apela à população de Itabira para que evite sair de casa ou reunir familiares, amigos e conhecidos. Ronaldo reconhece que a diminuição da circulação de pessoas é uma medida extrema, porém essencial para a proteção social neste momento.

O pedido do gestor se dá em meio ao aumento do vaivém de pessoas observado em agências bancárias, ruas e avenidas, áreas comerciais e outros espaços de aglomeração. “Eu faço um apelo para que cada um faça a sua parte. Muito antes de termos suspeitos viemos concentrando esforços para combater essa pandemia. Porém, nada do que fizermos será suficiente e eficaz se as pessoas não cumprirem com o isolamento social”, disse.

Nessa segunda-feira (6), Ronaldo voltou a alinhar com representantes de entidades comerciais as restrições às atividades e serviços não prioritários no Município. “Comerciantes estão se sacrificando, com portas fechadas, e a população continua se aglomerando mesmo com as ações tomadas”, continuou o prefeito.

Prevenção antecipada

Desde os primeiros relatos de Covid-19 no Brasil, a Prefeitura de Itabira tomou medidas para conter a propagação do vírus na cidade, desde a suspensão de alvarás de comércios considerados não essenciais à interrupção das aulas nas escolas, creches, cursos e universidades.

Em 11 de março, servidores da saúde já recebiam capacitação sobre a nova doença. À época, a cidade não apresentava nenhum caso suspeito de Covid-19.

Já em 16 de março, Ronaldo Magalhães assinou o Decreto Municipal 3.164 colocando Itabira em situação de emergência em saúde pública, e determinando ações para enfrentamento ao novo coronavírus. No ato, foi instituído o Centro de Operações de Emergência em Saúde (Coes), além de uma comissão especial no assunto; eventos públicos e privados tiveram que ser suspensos; servidores que fazem parte dos grupos de risco foram enviados para casa; entre outras providências. Nesse momento, Itabira apresentava dois casos suspeitos e já tinha um descartado.

A suspensão de alvarás de bares, casas de shows, feiras, exposições e mais estabelecimentos comerciais com potencial de aglomeração de pessoas se deu a partir de 21 de março, ocasião em que Itabira já apresentava sete casos suspeitos de infecção causada por SARS-CoV-2.

Ampliação da rede

Outros procedimentos foram adotados para servidores e funcionamento dos órgãos públicos. A Prefeitura de Itabira também ampliou a assistência hospitalar no enfrentamento ao novo coronavírus com a instalação de novos leitos, aquisição de 10 mil testes rápidos para Covid-19 e outros 10 mil para influenza. Investiu, ademais, nas políticas de assistência social, viabilizando atendimento integral à população em situação de rua com hospedagem, alimentação, vestuário e material de higiene pessoal.

Prefeitura-amplia-rede-de-enfrentamento-a-Covid-19-2-660x330

Prefeitura amplia rede de assistência hospitalar

Pontos de ônibus, rodoviária e ambientes públicos passam por desinfecção – funcionários executam a limpeza com cloro e sabão, auxiliados por um caminhão-pipa abastecido com água. Para mais, a equipe de fiscalização da Secretaria Executiva de Defesa do Consumidor (Procon) e da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos atuam na visita, orientação e autuação, se necessária, de estabelecimentos que descumprem as normas de restrições.

unnamed

Prefeitura realiza desinfecção de pontos de ônibus e acessos a unidades de saúde

O Município reforçou ainda sua comunicação contra a pandemia: carros de som e emissoras de rádios pedem à população que não saia de casa; as redes sociais e canais oficiais da Prefeitura informam em tempo real sobre a Covid-19.

Novo coronavírus – Prefeitura de Itabira suspende ponto facultativo na quinta-feira para atividades essenciais

O Governo Municipal decidiu suspender o ponto facultativo desta quinta-feira (9) para setores específicos. Os órgãos e seções que operam atividades essenciais terão expediente normal na data: saúde, assistência social, abastecimento de água, coleta de lixo, limpeza pública e outros que dão suporte ao trabalho de prevenção e combate ao contágio do novo coronavírus.

A suspensão consta na Portaria 053, publicada no Diário Oficial do Município desta terça-feira (7), e reduz o período de interrupção de serviços públicos entre o feriado da Paixão de Cristo, na sexta (10), e o domingo de Páscoa (12).

Novo coronavírus – Itabira investiga primeiro óbito por Covid-19

A Secretaria Municipal de Saúde investiga a primeira morte suspeita por Covid-19 em Itabira.

Trata-se de jovem, do sexo masculino, com óbito constatado na madrugada desta segunda-feira (06), no domicílio.

Amostras laboratoriais foram enviadas a Fundação Ezequiel Dias, em Belo Horizonte, e o resultado é aguardado.

O boletim epidemiológico desta segunda-feira registra 226 casos suspeitos sob investigação na cidade, 20 casos descartados e mantém 1 confirmado.

Novo coronavírus – Novo horário de funcionamento do Pronto Socorro Odontológico

Considerando o cenário emergencial da saúde pública mundial devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), decretou pela Resolução nº 4/2020, que o Pronto Socorro Odontológico (PSO) funcionará das 7 às 22 horas, enquanto durar a situação de emergência.

Neste documento, a SMS cumpre recomendações técnicas dos órgãos oficiais de Saúde em relação ao isolamento social, proteção da população e dos profissionais de saúde, bem como o uso racional dos equipamentos de proteção individual (EPI).

A SMS garante que esta medida não resultará em impacto negativo para a população, uma vez que, em decorrência da decretação de emergência de saúde pública, não houve nenhum registro de procura por atendimento no serviço após as 22 horas.

Por fim, a Secretaria esclarece que as emergências odontológicas com maior agravo e risco permanecem sendo atendidas no Pronto Socorro Municipal de Itabira (PSMI).

Para ler na íntegra a Resolução nº4/2020, clique aqui.

Novo coronavírus – Prefeitura lança canal telefônico para orientações sobre covid-19

A Prefeitura de Itabira mantém um canal de telemedicina – serviço de orientação médica à distância – por meio do telefone local 3839-2133. O serviço funciona todos os dias, das 7 às 19 horas, com um médico à disposição do usuário.

O foco desse atendimento telefônico está nos sintomas gripais, sendo um atendimento inicial aos possíveis casos de covid-19, evitando aglomerações desnecessárias em unidades de saúde ou centros hospitalares – que precisam priorizar as situações de urgência e emergência.

A teleconsulta possibilita ao médico de prontidão o atendimento pré-clínico, o suporte assistencial e o encaminhamento. Através do canal, o paciente será orientado em como proceder ou para onde ir, conforme seu quadro apresentado.

O uso da telemedicina durante a pandemia do novo coronavírus está autorizado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

Novo coronavírus – Procon intensifica fiscalização em supermercados e farmácias de Itabira

A equipe de fiscalização da Secretaria Executiva de Defesa do Consumidor (Procon) de Itabira visitou, nesta semana, 20 estabelecimentos comerciais – supermercados e farmácias – para apurar as reclamações dos consumidores sobre o aumento abusivo de preços em diversos itens necessários ao enfrentamento da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Segundo relatório do Procon, as visitas foram realizadas para orientar os proprietários e/ou responsáveis sobre a ilegalidade de elevar, sem justa causa, os preços das mercadorias necessárias à proteção pessoal (álcool gel, máscaras e luvas) em relação à Covid-19 e dos produtos básicos de alimentação, visando somente o lucro financeiro sem considerar a função social do comércio, principalmente na atual fragilidade econômica do país.

Durante as visitas, a equipe apresentou a notificação do Procon Itabira e a recomendação do Ministério Público de Minas Gerais sobre a prática abusiva de preços, que é caracterizada pelo aumento superior a 20% comparados nos últimos três meses. A conduta é considerada crime contra as relações de consumo, cabendo, inclusive, multa e prisão de dois a cinco anos.

Os fiscais solicitaram também as notas fiscais referentes às compras de mercadorias efetuadas nos meses de dezembro do ano passado até março e a planilha de preços praticados antes e depois da pandemia. Com isso, será possível verificar se existe, ou não, aumento injustificado nos preços. Os proprietários terão até 72 horas para encaminhar os documentos ao Procon Itabira.

A fiscalização esteve nos seguintes estabelecimentos: supermercados Nova Europa, Pag Pouco, Bretas, JL, Diógenes, SJ, Nova América e Santa Ruth; hipermercados Villefort e Martminas; farmácias Drogaita, Alcântara, Drogasil, Natrium, Ultrapopular, Minas Farma, Cardoso, Rede Farma, Indiana e Pacheco.

 

Saiba mais

Para comparar e verificar se os estabelecimentos de Itabira estão agindo dentro do permitido, o Procon Itabira criou um canal para o consumidor denunciar preços abusivos em produtos e serviços. As reclamações devem ser enviadas para o e-mail procon@itabira.mg.gov.br ou pelos telefones 3839-2220, 2441.

Ao denunciar, o consumidor deve se identificar, apresentar elementos que comprovem a má conduta – data, registro fotográfico do preço, nota ou cupom fiscal de compra –, além do nome e endereço do estabelecimento comercial. 

Para ler na íntegra a nota técnica do Procon Itabira, clique aqui.

Recomendação do Ministério Público, clique aqui.

Scroll To Top