domingo , 20 setembro 2020
Você está aqui: Capa | Arquivos de Tag: alunos

Arquivos de Tag: alunos

Conscientização – Prefeitura realiza enquete para escolher melhor frase sobre água

A Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMAA) e do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), está promovendo uma enquete para escolher a melhor frase em comemoração ao Dia Mundial da Água. A votação, aberta ao público, acontece no perfil oficial da Prefeitura no Facebook até a próxima terça-feira (20).

As frases foram elaboradas por alunos da rede pública municipal. A frase mais votada será a vencedora e o autor será premiado com uma bicicleta. A premiação será na quinta-feira (22) – Dia Mundial da Água -, no Saae.

O concurso de frases faz parte da Semana da Água de Itabira. O evento tem como objetivo conscientizar os alunos das escolas da rede municipal sobre a importância da preservação e o consumo consciente. Além do concurso de frases, a programação conta com palestras, oficinas e visita técnica à Estação de Tratamento de Água (ETA) Pureza.

Saemi – Secretaria de Educação elabora provas do Sistema de Avaliação do Ensino Municipal de Itabira

Especialistas da Secretaria Municipal de Educação (SME) estão elaborando as provas do 10º Sistema de Avaliação do Ensino Municipal de Itabira (Saemi). O exame será aplicado aos alunos do 3º, 5º e 8º anos do Ensino Fundamental. Além das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática – como nas edições anteriores -, neste ano também haverá prova de Conhecimentos Gerais (História, Geografia e Ciências).

Alunos com necessidades educacionais especiais também são avaliados pelo Saemi. Para isso, a equipe do Centro Municipal de Apoio Educacional (Cemae) realizou um levantamento a fim de orientar os especialistas sobre as adaptações que serão necessárias para a realização do exame, como provas em Braille, ampliadas e outras adequações que atendam às demais demandas dos alunos. O Saemi será aplicado entre os dias 11 e 15 de junho nas escolas municipais.

Criado em 2009 pelo secretário municipal de Educação, José Gonçalves Moreira, o Saemi tem como objetivo dar subsídio para a melhoria da prática pedagógica das escolas municipais, traçar um diagnóstico do ensino e da aprendizagem nas diferentes áreas do conhecimento e favorecer a elaboração de planos de ação a curto, médio e a longo prazo.

Após a correção das provas, haverá análise e tabulação dos dados para estabelecer estratégias e elaboração e aplicação de plano de ação a curto prazo para adoção de práticas para a melhoria do ensino e da aprendizagem. Para novembro, está prevista a elaboração de um plano de ação a médio e longo prazo.

Percebe-se, nesses dez anos de avaliação, que as escolas dispõem dos dados do Saemi para analisar, discutir e definir suas intervenções individuais e coletivas, favorecendo assim a contínua melhoria da qualidade de ensino e aprendizagem na escola e no município”, declarou José Gonçalves.

Entenda o processo:

1º) As provas são elaboradas pela equipe Saemi/ SME;

2º) Análise, pela equipe do Cemae, dos laudos dos alunos com necessidades educacionais especiais para definir as adaptações necessárias a eles;

3º) Alunos do 3º, 5º e 8º anos realizam provas de Língua Portuguesa, Matemática, Conhecimentos Gerais e Produção de Texto;

4º) Aplicação de provas feita por professores internos de cada escola, tendo cuidado para que apliquem em turmas e anos escolares diferentes dos quais trabalham;

5º) Correção das provas e tabulação dos dados, nas escolas, sob orientação de um profissional da SME;

6º) Devolutiva, pelos professores, das provas aos alunos;

7º) Confecção, pela SME, do relatório individual das escolas;

8º) Reunião, ministrada pela equipe do Saemi, para dar a devolutiva do resultado às escolas;

9º) Elaboração e execução do plano de intervenção pelas escolas;

10º) Acompanhamento, pela SME, da execução do plano de intervenção.

Parceria com o Inhotim prepara professores para contato com a arte

A Prefeitura de Itabira apresenta amanhã (20), às 16 horas, no auditório do Paço Municipal, a parceria com o Instituto Inhotim para implantar na rede municipal de ensino o projeto educativo Descentralizando o Acesso.

O projeto oferece aos educadores da rede pública um contato abrangente com a arte e tem como objetivo principal preparar os professores que visitam o museu com os seus alunos, para atuarem com autonomia nas galerias, podendo, inclusive, ensinar os temas recorrentes do acervo no ambiente escolar. “Por meio de encontros de formação, visitas com alunos e atividades dentro e fora do Inhotim, os professores poderão desenvolver novas práticas educativas em sala de aula, inspirados nas obras de arte expostas no museu”, explicou Sandra Duarte, coordenadora do projeto em Itabira. Também é proposta do Instituto Inhotim incentivar os educadores a investigarem as escolas onde atuam, bem como a cidade, para que seja possível criar processos de reconhecimento e construção de identidades que valorizem a memória e o patrimônio cultural.

Para José Gonçalves Moreira, secretário municipal de Educação, a Prefeitura pretende com esta parceria, valorizar a arte no ensino fundamental. “Nossa intenção é que professores e alunos tenham acesso aos artistas contemporâneos porque o estudo da arte é importante para a formação dos jovens”, avaliou.

Neste ano, segundo a Secretaria Municipal de Educação (SME), 23 professores irão participar do programa e alunos das escolas municipais Coronel José Batista, Cornélio Penna, Américo Giannetti e Água Fresca, do 2º ao 4º ano, visitarão Inhotim. No ano que vem, como informou a SME, todos os professores da rede municipal irão participar do processo de formação. Desde 2008, de acordo com o Instituto Inhotim, o projeto já atuou em 17 municípios mineiros, recebeu a visita de 73.193 alunos e, formou 4.273 professores.

Saiba mais

O Instituto Inhotim abriga um complexo museológico com uma série de pavilhões e galerias com obras de arte e esculturas expostas ao ar livre, em um modelo diferente dos museus urbanos. Além disso, é a única instituição brasileira que exibe continuamente um acervo de excelência internacional de arte contemporânea.

A principal característica do Inhotim é a relação entre arte e natureza, que possibilita aos artistas criarem e exibirem suas obras em condições únicas. Já o espectador, percorre os jardins, as paisagens de florestas e os ambientes rurais para vivenciar as obras de arte, que estão em constante transformação.

Atenção integral ao jovem – Prefeitura realiza 1ª Gincana Integração do programa Conexão Jovem

Com o objetivo de promover a socialização, interação e integração dos estudantes das escolas públicas, a Prefeitura de Itabira realiza nesta quinta-feira (21) a 1ª Gincana Integração do programa Conexão Jovem. O evento, organizado pelas secretarias municipais de Educação (SME) e Esportes, Lazer e Juventude (SMELJ), acontecerá das 8h às 17h no clube Valério Doce.

Ao todo, 300 adolescentes participam do evento. Eles são alunos do Colégio Municipal Professora Didi Andrade; das escolas municipais Antônio Camilo Alvim, José Gomes Vieira, Marina Bragança de Mendonça, Professora Antonina Moreira e da escola estadual fazenda da Bethânia. De acordo com a comissão organizadora, para realizar as atividades propostas durante a gincana, os estudantes deverão desenvolver relações de respeito, harmonia e sabedoria.

Baseada em uma educação focada no pressuposto de que o aluno é o protagonista das ações, às quais proporcionam a construção do conhecimento, apresentamos atividades interdisciplinares, possibilitando a troca de experiências e socialização entre alunos e professores, além de promover um ambiente de respeito e consideração à aprendizagem, com destaque ao eixo norteador, que é a percepção da importância dos valores morais e éticos”, disse a coordenadora do Conexão Jovem, Lucimara de Cássia Ferreira Santos.

Em tempo

A Prefeitura de Itabira lançou o programa Conexão Jovem para desenvolver ações de atenção integral aos adolescentes. Em parceria com as secretarias municipais de Educação (SME), Saúde (SMS) e Assistência Social (SMAS), o programa faz parte da rede de proteção à criança e ao adolescente e, em novo formato, dá continuidade aos antigos Programa de Educação Afetivo-sexual (Peas) e Vale Juventude, desenvolvidos em parceria com a mineradora Vale entre os anos 2003 e 2012.

O objetivo do programa é discutir temas inerentes ao público jovem com os alunos, os pais e com a comunidade. Queremos melhorar as relações entre jovens e adultos nas instituições e nas famílias”, disse Lucimara Santos na época.

Já o secretário municipal de Educação, José Gonçalves Moreira, informou que em princípio o programa é desenvolvido em cinco escolas municipais identificadas com maior número de alunos em situação de vulnerabilidade social (E.M. Antônio Camilo Alvim, E.M. José Gomes Vieira, E.M. Professora Antonina Moreira, E.M. Marina Bragança de Mendonça e C. M. Professora Didi Andrade), para alunos entre 10 e 16 anos. No entanto, o secretário não descartou a possibilidade de expansão do programa para outras instituições.

Educação inclusiva – Em busca de reestruturação do Cemae, comitiva visita Centro de Referência à Educação Inclusiva em Betim

A Prefeitura de Itabira, por meio de uma comitiva da Secretaria Municipal de Educação (SME), visitou o Centro de Referência e Apoio à Educação Inclusiva (Craei), em Betim. O objetivo foi conhecer o trabalho realizado pela instituição, além de trocar experiências e informações técnicas para reestruturar o Centro Municipal de Apoio Educacional (Cemae) de Itabira.

O Craei foi criado em 1994 para atender alunos deficientes, com transtorno global do desenvolvimento e altas habilidades, matriculados nas escolas públicas de Betim (cidade considerada pelo Ministério da Educação município pólo da Educação Inclusiva, oferecendo assessoria para 77 cidades de Minas Gerais). Atualmente, 1209 alunos frequentam o local e as 25 Salas de Recursos Multifuncionais. Eles são atendidos por uma equipe multidisciplinar, formada por professores, pedagogos, psicólogos, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, fisioterapeutas e outros.

De acordo com a superintendente Técnico-Pedagógico da Prefeitura de Itabira, Giovanna Magalhães de Andrade Duarte, quando o Cemae foi criado em 1996, com objetivos similares aos do Craei, possuía sede própria para acolher os alunos. A falta de estrutura adequada para atendimento prejudica o atendimento aos alunos da rede municipal de ensino de Itabira.

Desde sua criação, o Cemae passou por diversas reformulações até que, no final do ano passado, foi fechado. Ao assumir a SME, José Gonçalves nos pediu uma proposta de reestruturação do programa. Assim, conhecemos o Craei, uma entidade respeitada em todo país pelo trabalho realizado na educação inclusiva. Com a visita, percebemos que nossa ideia de reestruturação coincide perfeitamente com o funcionamento do Craei: um prédio criado exclusivamente para atender alunos com alguma necessidade especial. É essa estrutura que queremos para Itabira”, explicou.

Hoje em dia, 200 alunos são atendidos pelo Ceame com os seguintes diagnósticos: Síndrome de Asperger, Deficiência Intelectual, Deficiência Física, Deficiência Auditiva, Autismo Infantil, Deficiência Múltipla, Visão Subnormal, Surdez, Altas Habilidades/ Superdotação e Cegueira. Com a falta de local adequado para trabalhar, os alunos estão sem atendimento especializado.

Como não temos espaço, a equipe técnica (dois especialistas, um terapeuta ocupacional, duas assistentes sociais, quatro fonoaudiólogas e nove psicólogas) está indo para as escolas para auxiliar os professores. Temos que atender essas crianças de maneira adequada e especializada. Por isso, a urgência nessa reestruturação. Planejamos conseguir ainda neste ano. Já estamos em busca de uma casa para o funcionamento do Ceame”, ressaltou Giovanna Duarte.

Em tempo

O Centro Municipal de Apoio Educacional (Cemae) coordena os serviços de Educação Especial na rede municipal de ensino, dando suporte e apoio às escolas no processo de inclusão de alunos com ou sem deficiência, atuando dentro do espaço escolar junto a alunos, familiares e profissionais da educação.

O campo de atuação contempla o acompanhamento ao Atendimento Educacional especializado em salas de recursos multifuncionais do município e o acompanhamento aos serviços de suporte oferecidos aos alunos com deficiência, transtorno global do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação, tais como capacitação e orientação à equipe escolar e professores de apoio.

A equipe atua ainda no favorecimento da Educação Inclusiva para alunos que não apresentam diagnóstico de deficiência, promovendo diversas ações dentro do espaço escolar.

Água Fresca – Prefeitura entrega reforma e ampliação da Escola Municipal Antonina Moreira

A Prefeitura de Itabira entregou para a comunidade a reforma e ampliação da Escola Municipal Professora Antonina Moreira, no bairro Água Fresca. A solenidade aconteceu na noite dessa quinta-feira (30), com apresentação de dança e atividades recreativas. A comunidade escolar comemorou as melhorias. Foram beneficiados 562 alunos, 54 professores, secretárias, pedagogas, direção e auxiliar de serviços gerais, totalizando outros 21 profissionais.

O Município investiu R$ 940.198,50. Foram construídas quatro novas salas para abrigar a secretaria, biblioteca, aulas de reforço e espaço multimídia. A instituição de ensino passou por uma ampla reforma, com a construção de banheiro com acessibilidade para cadeirantes; rampa para os usuários; nivelamento do piso do pátio; troca de portas, construção de guarita e nova pintura. Outros dois banheiros foram reformados e adaptados. Novas instalações elétricas, hidráulicas e rede de esgoto também foram feitas.

A diretora Maria José de Oliveira agradeceu a Prefeitura pelas melhorias e pediu aos alunos que cuidem com carinho do espaço revitalizado. “Estamos em uma nova escola e vivenciar este momento é histórico. Queridos alunos, tomem posse e zelem por esta instituição de ensino. É um privilégio estudar em um espaço adequado e com ensino de qualidade. Essa reforma é um sonho realizado e dizer apenas obrigada não é suficiente. Hoje temos não apenas uma escola, mas um ambiente educativo digno do compromisso que temos com a educação”.

Em depoimento aos presentes a aluna Jaqueline citou como era a escola antes das melhorias. Cursando o 9º ano, aos 14 anos, disse que antes da reforma a instituição de ensino estava condições ruins. “Quando chovia alagava o pátio, havia goteiras nas salas, os banheiros estavam em péssima condição, a pintura do prédio desgastada e feia. As salas de aula não tinham cortina e as maçanetas das portas de quase todas as salas estavam quebradas. Agora temos uma escola bonita, arrumada e que contribui cada vez mais para nosso aprendizado”.

A secretária municipal de Educação Luciane Maria Ribeiro da Cruz Santos ressaltou que é na escola que nascem as potencialidades. Se trabalhadas de forma correta e eficiente se tornam oportunidades profissionais. “Ter um bom trabalho em sala de aula e não ter um espaço adequado, bem cuidado, pensado e seguro para o profissional trabalhar o aluno não é o suficiente. Os recursos empregados na reforma desta escola vieram de um esforço da Prefeitura em continuar os investimentos na educação do município, mesmo diante de um período financeiro difícil. A Administração Municipal coloca a nossa secretaria como prioridade e é isso que possibilitou a conclusão de mais esta obra”.

Em tempo

No final de 2013, a Prefeitura também reformou todo o telhado da Escola Municipal Antonina Moreira. Em época de chuva, a instituição de ensino sofria com goteiras, impossibilitando muitas vezes ter aulas nas salas. Nesta ação, foram aplicados R$ 48.842,52.

Saiba mais em:

http://www.itabira.mg.gov.br

http://www.facebook.com/prefeituraitabira

http://www.youtube.com/itabiraprefeituramunicipal

Esportes – Prefeitura promove 4ª olimpíada da inclusão

A abertura da quarta edição da Olimpíada da Inclusão foi na manhã dessa terça-feira (28) na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Itabira. O evento, promovido pela Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Juventude (SMELJ), conta com a parceria da Apae, do Conselho Municipal do Bem-Estar do Menor (Combem) e da Associação de Proteção à Maternidade e à Infância de Itabira (APMII/ Fazenda da Bethânia).

Nesta 4ª edição, a Olimpíada terá a participação especial de alunos/ atletas da Associação Ocupacional e Assistencial dos Deficientes de Itabira (AOADI) e da Vida Ativa. Com a iniciativa, o Governo Municipal pretende incentivar a prática esportiva em um espírito de cooperação, respeito e solidariedade. Também promove a inclusão social através do esporte, visando romper barreiras dos preconceitos e da marginalização.

Os jogos acontecerão na Apae e ginásio poliesportivo Maestro Silvério Faustino até o dia 30 de junho. As entidades participantes disputarão basquete adaptado (tiro livre), dama, futsal feminino e masculino, vôlei adaptado misto e bocha adaptada.

Representando o prefeito Damon Lázaro de Sena, a secretária municipal de Ação Social Valquíria Pascoal de Souza Duarte ressaltou a importância do evento esportivo. “É uma grande oportunidade para a população, não apenas apaeana, mas para todos de se desenvolverem cada vez mais por meio do esporte. Temos sempre que proporcionar condições para que todas as pessoas com deficiência possam desenvolver suas habilidades. Fica o nosso incentivo e apoio a luta pelos direitos das pessoas com deficiência”.

De 1º a 11 de junho – Jornada de Meio Ambiente mobiliza alunos de escolas públicas

Um grande número de alunos das escolas públicas de Itabira participaram ativamente das atividades proporcionadas pela Jornada de Meio Ambiente, encerrada no sábado (11) com o curso de Recuperação de Nascentes, em Candidópolis. Promovida pela Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), a jornada, que começou no dia 1º de junho, contou com diversos eventos voltados para os estudantes.

No Parque Estadual Mata do Limoeiro (PEML), no dia 3, alunos das escolas municipais Alice Martins Fontes (Sapé) e Manoel Soares (Ipoema) participaram de um minisseminário promovido pela Polícia Militar de Meio Ambiente de Minas Gerais (PMMAMG). O curso foi realizado por meio do Programa de Educação Ambiental (Progea) e teve como objetivos principais tornar os alunos mais flexíveis às questões ambientais e estimulá-los a serem mais competentes e hábeis na adoção de comportamentos socioambientais.

Também participaram da atividade servidores da SMMA e representantes do PEML e da Sociedade Ambiente Vivo (Savi). Durante o minisseminário, os estudantes puderam compartilhar os conhecimentos adquiridos em sala de aula, soltar pássaros apreendidos pela polícia na natureza, plantar árvores e conhecer as salas temáticas do parque.

Já os alunos das escolas estaduais Professor Emílio Pereira e Madre Maria de Jesus participaram do Circuito Olímpico Ambiental. Promovido por servidores da SMMA, o evento aconteceu no Parque Natural Municipal do Intelecto/ Centro Experimental de Educação Ambiental (CEEA), no dia 6. O objetivo da atividade foi esclarecer sobre os impactos ambientais positivos e negativos dos Jogos Olímpicos Rio 2016 sobre o Rio de Janeiro, cidade-sede das olimpíadas. Na ocasião, os alunos também participaram de uma ação desenvolvida pelo Programa Atitude Ambiental Vale sobre o mosquito Aedes aegypti. A Itaurb também esteve presente com uma aula sobre compostagem doméstica.

No dia 10, foi a vez dos alunos da Escola Municipal Manoel Tomaz Pinto Figueiredo Neves (Duas Pontes) receberem os instrutores da SMMA, Atitude Ambiental Vale e do PEML. Eles participaram da primeira atividade da Campanha de Combate e Prevenção a Incêndios Florestais, iniciada na abertura da Jornada de Meio Ambiente. Promovida pelas entidades que compõem o Conselho Consultivo do PEML (entre elas a Prefeitura de Itabira, Funcesi e Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Santo Antônio), a campanha busca orientar, informar, sensibilizar e mobilizar a população, principalmente a que vive próxima às áreas de proteção ambiental (comunidades rurais), a não provocar queimadas e a combatê-las.

Esta atividade foi realmente muito importante porque conseguimos atingir um público específico sobre prevenção de queimadas. Os alunos dessa região (Duas Pontes) poderão auxiliar os pais sobre o assunto, principalmente porque eles vivem no entorno de uma unidade de conservação que no ano passado foi muito atingida”, disse o secretário municipal de Meio Ambiente, Nivaldo Ferreira dos Santos. Segundo ele, dentre os incêndios ocorridos nos entornos das unidades de conservação de Minas Gerais em 2015, os que mais devastaram foram os que aconteceram nos arredores do PEML, consumindo 3.671,97 hectares (ha) da mata nativa. Vale lembrar que 1 ha equivale a 10.000 m², ou seja, um campo de futebol.

Segundo a SMMA, a campanha também vai abranger todas as escolas rurais e a região urbana do município para alertar sobre os danos decorrentes das queimadas, como evitá-las e a quem recorrer em caso de incêndio. “Queremos fazer com que as comunidades entendam o quanto é grave um incêndio. Ele pode trazer perdas humanas e materiais, problemas de saúde e ambientais. Buscamos, principalmente, que a população ajude a evitá-los”, declarou o Nivaldo dos Santos.

A Jornada de Meio Ambiente contou ainda com atividades de proteção e recuperação da nascente do Parque Natural Municipal do Intelecto para melhorar o sistema de captação de água nascente (Senar Minas); oficina de compostagem para que os interessados possam reaproveitar os resíduos orgânicos de origem vegetal; e o I Ciclo de Palestras em Gestão Ambiental, que contou com a presença de alunos da Universidade Federal de Itajubá (Unifei) campus Itabira, servidores da SMMA e convidados. Todas as palestras foram ministradas por graduandos do curso de Engenharia Ambiental da Unifei.

Foram parceiros da Jornada de Meio Ambiente: Itaurb, Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Santo Antônio, Programa Atitude Ambiental Vale, Unifei, Apae, CEEA, PEML, Parque Natural Municipal do Intelecto, Instituto Estadual de Florestas (IEF), Funcesi, Sindicato Rural de Itabira, Governo do Estado de Minas Gerais e Polícia Militar de Minas Gerais.

Saiba mais em:

http://www.itabira.mg.gov.br

http://www.facebook.com/prefeituraitabira

http://www.youtube.com/itabiraprefeituramunicipal

Vagas para 2017 – Prefeitura realiza I Cadastro da Educação Infantil

Começou nesta terça-feira (17), e segue até o dia 03 de junho, o I Cadastramento da Educação Infantil de Itabira. Realizado pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), é voltado para os alunos da Educação Infantil do município.

Devem ser cadastradas no 1º e 2º período da educação infantil crianças que completam 4 e 5 anos até o dia 30 de junho de 2017. O cadastro atende a Meta 1 do Plano Nacional de Educação (Lei nº 13.005/2014) e a Meta 1 do Plano Municipal de Educação (Lei nº 4.813/2015), que garantem a universalização da educação infantil de 4 e 5 anos até 2016. A ação tem o objetivo de garantir vagas nas escolas públicas municipais para todos os alunos registrados.

O cadastramento escolar deve ser feito pelos pais ou responsáveis pelos alunos na escola municipal mais próxima à residência, mesmo que esta não ofereça o segmento da educação infantil. É necessário apresentar a certidão de nascimento do aluno, uma conta de luz recente (comprovante de endereço) e documento de identidade do responsável pelo candidato. Será exigida a apresentação dos documentos originais e cópias correspondentes.

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3839-2602.

cadastro escolar-itabira

Prefeito Honesto – Estudantes criam grupo de whatsapp para conversar com Damon

Os estudantes Jaime Figueiredo Filho, 14 anos e João Constâncio, 13, criaram um grupo de Whatsapp para conversar com o prefeito Damon Lázaro de Sena. Intitulado “o prefeito honesto”, o grupo virtual já possui 21 alunos de três escolas – duas particulares e uma municipal. Na última sexta-feira (15), o Chefe do Executivo recebeu os integrantes em seu gabinete. Os estudantes puderam conhecê-lo pessoalmente, entender melhor sobre a administração pública e questionar sobre diversos assuntos referentes ao município.

Segundo Jaime Figueiredo, a ideia de criar o grupo surgiu após um amigo lhe informar o número do celular do prefeito Damon Lazáro de Sena. O objetivo é ter a oportunidade de discutir, sugerir e se informar melhor das ações da gestão da atual administração. Durante o encontro no gabinete, os alunos se mostraram antenados com o que acontece em Itabira e fizeram questionamentos sobre saúde, educação, animais nas ruas, via pública, dentre outros.

As discussões puderam extrapolar as barreiras virtuais. Para Jaime, a oportunidade de conhecer e conversar pessoalmente com Damon Lázaro de Sena foi excelente. “Ele nos passou uma imagem muito positiva e o diálogo nos enriqueceu muito. Ainda somos jovens e não votamos, mas queremos ser cidadãos conscientes e informados do que está sendo feito em nossa cidade e sugerir soluções para que Itabira cresça e se desenvolva. Todos do grupo ficaram muito satisfeitos”.

O prefeito Damon Lázaro de Sena ressaltou que a criação do grupo apenas foi possível devido a exposição de seu número de celular nas redes sociais, o que considera positivo. “Estes jovens possuem uma cultura evoluída com relação as questões da cidade. São pessoas maduras, com bons questionamentos e se mostraram entendidos diante das explicações. Percebi também que são jovens com alto nível escolar e de famílias bem estruturadas. Eles revelam que o nosso futuro pode ser promissor. É uma geração que vai ajudar a dirigir a cidade, o Estado, o país para caminhos melhores”.

Scroll To Top