quinta-feira , 4 junho 2020
Você está aqui: Capa | Arquivos de Tag: campanha (Página 3)

Arquivos de Tag: campanha

Transita inicia campanha pelo uso correto da viseira

Começa nesta terça-feira (3) uma campanha educativa sobre o uso da viseira de capacete. A ação é da Prefeitura de Itabira, por meio da Superintendência de Transportes e Trânsito (Transita). Até o dia 13 de fevereiro serão realizadas blitzes educativas onde os motociclistas serão orientados sobre o uso correto do item de segurança.

Durante o período, agentes de trânsito distribuirão nas principais avenidas do Centro flyer educativo com instruções sobre a utilização correta da viseira. O trabalho também será feito em pontos de mototáxi. Após a campanha de conscientização, os pilotos e passageiros que forem flagrados em situação irregular serão multados.

Segundo o superintendente da Transita, Flávio Raimon da Silva, as ações são necessárias já que poucos motociclistas utilizam a viseira conforme a Resolução 453/2013 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Outro fator que chamou a atenção foi a grande quantidade de autuações realizadas no município. “A Resolução existe e precisa ser cumprida. Espero que o objetivo seja alcançado, tendo motociclistas conscientes, informados e fazendo o uso correto da viseira ou óculos de proteção. Queremos uma mudança de comportamento e segurança”, ressaltou.

De acordo com a Associação Brasileira de Medicina para o Trânsito (Abramet), deixar de usar a viseira ou óculos de proteção pode causar ressecamento da córnea, perfuração do olho por pedras, ciscos e insetos, além de infecções graves na retina que afetam gravemente a visão.

O que estabelece a Resolução 453/2013

  • O capacete deve ser certificado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro).

  • A viseira não precisa ser totalmente fechada: no caso de capacetes com queixeira, pode haver uma pequena abertura para garantir a circulação do ar.

  • Em um capacete sem viseira, é obrigatório o uso do óculos de proteção que permita ao usuário utilizar, ao mesmo tempo, óculos de sol ou corretivo.

  • Quando a motocicleta estiver parada, é permitido que a viseira seja totalmente levantada, porém, quando o veículo estiver em movimento, é obrigatório que esteja abaixada.

  • É proibido colocar película na viseira ou nos óculos de proteção.

  • É proibido usar o capacete desencaixado ou sem a cinta jugular travada.

Utilidade pública – Mudança no trânsito do bairro Areão neste sábado

A Secretaria Municipal de Ordem Pública (SMOP), por meio da Superintendência de Transportes e Trânsito (Transita), informa que haverá alterações no trânsito próximo à praça do Areão neste sábado (31). O trecho entre a rotatória da avenida Rio Doce e a concessionária de veículos será interditado para montagem da estrutura referente ao encerramento da campanha “Natal Premiado”, realizado pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Itabira.

A mudança quanto ao tráfego de veículos começa a partir do meio-dia e se estenderá até o término do evento. Os motoristas que chegam à cidade deverão fazer o desvio pelo bairro Alto Pereira, passando pelas seguintes ruas: avenida Stella Matutina, rua Israel Pinheiro, rua Tenente Antônio Camilo, avenida Madalena Pereira dos Santos, rua Prefeito Eliziário Barbosa, rua Israel Pinheiro e avenida Rio Doce.

Setores que atendem mulheres vítimas de violência participam de capacitação

Na quarta-feira (10), aconteceu em Itabira o seminário de capacitação dos integrantes da Rede de Atendimento à Mulher Vítima de Violência Doméstica. Ele foi promovido pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Ação Social (SMAS), em parceria com a Polícia Civil e a Comissão de Enfrentamento à Violência Sexual e Doméstica de Itabira. O evento encerrou a campanha do Laço Branco: durante 16 dias, houve mobilizações voltadas para o fim da violência contra a mulher.

A abertura aconteceu pela manhã no auditório da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), com a presença do secretário de Governo Edilson de Magalhães Lopes (representando o prefeito Damon Lázaro de Sena), da secretária municipal de Ação Social Valquíria Pascoal de Souza Duarte, da responsável pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher Amanda Machado Celestino e da representante da Polícia Militar de Minas Gerais, sargento Elielma Almeida Rodrigues.

“Temos a missão de tornar os atendimentos acessíveis a todas as mulheres. Precisamos dar tranquilidade a elas para que possam buscar os serviços e denunciar seus agressores. A campanha do Laço Branco procurou conscientizar, principalmente os homens, de que a violência não pode existir dentro dos lares e que nosso município está atento a este fator de risco”, afirmou Valquíria Duarte.

“É importante enfatizar que o governo de Damon Lázaro de Sena tem incentivado muito as campanhas e a valorização das pessoas. Este seminário fortalece a importância de levar informações a toda rede de atendimento para que as mulheres sejam protegidas. As políticas desenvolvidas na cidade tendem a se fortalecer cada vez mais”, acrescentou Edilson Lopes.

A sargento Elielma Rodrigues destacou que “é importante este treinamento, uma vez que fazemos parte da linha de frente: na maioria das vezes, a Polícia Militar é a primeira a fazer contato com a mulher vítima de violência. A maior dificuldade que encontramos é a falta de coragem de muitas delas em denunciar, pois não querem que os maridos ou companheiros sejam presos”.

Já a delegada Amanda Celestino comentou que “a violência doméstica acontece em todas as classes sociais, faixas etárias e níveis de escolaridade. Não escolhe um alvo específico. O combate é complicado, porque entramos na intimidade da pessoa, no lar da família que está desmoronando por conta de uma conduta criminosa”.

Após os discursos, houve apresentações culturais: uma história foi contada pela bibliotecária da Secretaria Municipal de Educação (SME), Zula Assis, e músicas foram apresentadas pelos rappers Thiago SKP, Lukinha DDG e Servo. Em seguida, a coordenadora Especial de Políticas Públicas para Mulheres/ Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Seds), Eliana Piola, ministrou a capacitação para servidores das secretarias municipais de Saúde e Ação Social, membros do Conselho Tutelar, policiais civis e militares, funcionários do Conselho Municipal do Bem-Estar do Menor (Combem), entre outros participantes.

Eliana Piola apontou a necessidade de se desconstruir a cultura machista, além de se promover a constante qualificação das pessoas envolvidas no atendimento às mulheres para que a assistência seja oferecida de forma humanizada. “Mais do que ter um serviço especializado, deve-se ter pessoas especializadas: este é o desafio de cada município. Além da expansão da rede, deve-se pensar na qualificação dos profissionais que atendem”, disse. Ela afirmou ainda que “a Lei Maria da Penha provoca uma mudança cultural. É uma lei preventiva, pedagógica, educativa, que traz proteção à mulher. A punição existe, mas a existência dela é muito mais protetiva”.

Em tempo

Palestras e mobilizações em bares, empresas públicas e privadas fizeram parte da campanha Laço Branco em Itabira. As atividades foram iniciadas no dia 25 de novembro, na Câmara Municipal. As ações tiveram o objetivo de sensibilizar, envolver e mobilizar os homens para que acabem com todas as formas de violência contra a mulher.

Campanha do Laço Branco – Mobilização acontece em órgãos públicos e empresas de Itabira

A campanha do Laço Branco, que busca promover o fim da violência doméstica contra a mulher, continua em Itabira. As atividades são desenvolvidas pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Ação Social (SMAS). Na segunda-feira (1º), os setores públicos foram visitados pela equipe responsável pela campanha: houve distribuição de cartazes, panfletos informativos e laços brancos.

A mobilização prosseguiu durante o evento de apresentação dos novos veículos do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), ocorrido no Paço Municipal. O prefeito Damon Lázaro de Sena, o vice-prefeito Reginaldo Calixto de Oliveira, os vereadores Geraldo Martins da Costa, José Luiz Ferreira dos Santos e Sueliton Cordeiro de Souza, secretários e servidores municipais também aderiram à campanha.

Na terça-feira (2), a mobilização aconteceu nas secretarias municipais de Saúde e Educação, Câmara Municipal e empresas terceirizadas que prestam serviço à mineradora Vale. Ao longo da semana, as atividades vão abranger os bares localizados no Centro e nos bairros de Itabira, além de outras empresas privadas que aceitaram aderir à iniciativa. A equipe também se reunirá com integrantes das polícias Militar e Civil para discutir sobre a violência contra as mulheres.

No dia 10 de dezembro, acontecerá o seminário de capacitação dos integrantes da Rede de Atendimento à Mulher Vítima de Violência Doméstica de Itabira: o evento será realizado no auditório da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), das 8h30 às 17h.

Prefeitura promove mobilização na luta contra a Aids

O dia 1º de dezembro foi internacionalmente instituído como o Dia Mundial da Luta contra a Síndrome de Imunodeficiência Adquirida (Aids). A Prefeitura de Itabira, a fim de conscientizar e informar a população sobre a necessidade de prevenção da doença, realizará várias ações durante o mês de dezembro. Para marcar a data, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) distribuiu preservativos, informativos e laços vermelhos, símbolo da campanha, na avenida João Pinheiro.

Segundo estimativas do Ministério da Saúde, o número de pessoas infectadas pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) no Brasil é de aproximadamente 530 mil, sendo que 25,4% não sabem que estão infectadas. Cerca de 30% dos pacientes chegam ao serviço de saúde tardiamente.

De acordo com a diretora para Coordenação de Programas Especiais de Doenças Infectocontagiosas, Janaína Ávila, muitas pessoas ainda têm uma ideia equivocada sobre a Aids. “Campanhas educativas são muito importantes, pois é necessário saber como se prevenir e como se tratar caso seja infectado pelo HIV. Os casos de Aids estão aumentando, principalmente entre os jovens, que precisam se proteger com o sexo seguro”, ressalta.

Ações educativas tiveram início desde o dia 17 de novembro, nas escolas municipais e estaduais para estudantes do 6º ao 9º ano e Ensino Médio. Na ocasião, foram ministradas palestras sobre o tema e houve distribuição de brindes. Bares e restaurantes itabiranos serão abordados entre os dias 2 e 12 de dezembro, com a entrega de materiais informativos e colocação de banners. Outra atividade foi a capacitação dos profissionais da saúde: no último mês, profissionais do Hospital Nossa Senhora das Dores (HNSD) receberam treinamento para testagem anti-HIV.

O encerramento da campanha acontece no dia 15 de dezembro, com um seminário de Doenças Infectocontagiosas, das 13h às 17h, na Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA). Haverá palestras com o tema HIV e Aids, tuberculose e hanseníase. O encontro terá como público-alvo: médicos, enfermeiros, dentistas e psicólogos das unidades de atenção básica, representantes da Policlínica, Centro de Reabilitação, Centro Especializado Odontológico (CEO), Centro de Referência Integrado Viva Vida Hiperdia, Centro de Atenção Piscossocial (Caps), Pronto Socorro, Hospital Carlos Chagas (HCC) e HNSD.

Prefeitura de Itabira promove ações de combate à violência doméstica

A Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Ação Social (SMAS), iniciou atividades no município pelo fim da violência doméstica contra a mulher. As ações fazem parte da Campanha do Laço Branco, que teve início na terça-feira (25), no auditório da Câmara Municipal.

Na solenidade, estiveram presentes a secretária municipal de Ação Social, Valquíria Pascoal de Souza Duarte, representando o prefeito Damon Lázaro de Sena; a delegada de Polícia Civil, Amanda Machado Celestino (responsável pela Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher); o representante da Polícia Militar, capitão Werner Leonardo Pereira Santos; e a representante da Comissão de Atenção às Vítimas de Violência Sexual e Doméstica de Itabira, Natércia Aguiar Barbosa. Também participaram vereadores, alunos e professores da Escola Estadual Mestre Zeca Amâncio (Eemza).

A campanha tem por objetivo sensibilizar, envolver e mobilizar os homens em ações que acabem com todas as formas de violência contra a mulher. Na cidade serão desenvolvidas diferentes estratégias como palestras, ações comunitárias e distribuição de material informativo.

Segundo Valquíria Duarte, a campanha é de grande importância. Ela ressaltou que, em breve, será empossado o Conselho Municipal da Mulher, uma conquista relevante para este público e para a cidade. “O prefeito Damon Lázaro de Sena está empenhado em reforçar e contribuir com essas políticas. Estamos abertos a sermos sempre parceiros”.

A delegada Amanda Celestino pediu que os homens não apenas utilizem o laço branco no peito, mas que façam adesão à paz de forma sincera e digam não à violência contra a mulher. “A sociedade precisa se engajar melhor e adotar uma postura mais ativa frente ao problema. Não se calem”.

Como lema, frases de mobilização também serão usadas durante a campanha. São essas: “Itabira, quem não cala, não consente”; “Homens pelo fim da Violência contra as Mulheres: Neste jogo todos ganham”; “Jamais cometer um ato de violência contra as mulheres e não fechar os olhos frente a essa violência”; “Violência contra as mulheres, aqui não”; “O valente não é violento”.

Serão realizadas intervenções junto a empresas do município, com ações nos ônibus que transportam os funcionários para o trabalho, abordando cerca de 6 mil homens e distribuindo laço branco. O mesmo ocorrerá em bares e locais com predominância masculina.

Também haverá a participação de diversos atores do Sistema de Garantia dos Direitos da Mulher, como a Superintendência da Proteção Social, Comissão de Atenção às Vítimas de Violência Sexual e Doméstica do Município, Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher, Ministério Público e Câmara Municipal.

A mobilização com a comunidade se encerra no dia 9 de dezembro. No dia 10, das 8h às 17h, acontece na SMAS uma capacitação dos profissionais que atuam diretamente no atendimento à violência contra a mulher.

Como surgiu a campanha do Laço Branco

No dia 6 de dezembro de 1989, Marc Lepine, 25 anos, invadiu uma sala de aula da Escola Politécnica, na cidade de Montreal, Canadá. Ele ordenou que os homens (aproximadamente 48) se retirassem da sala, permanecendo somente as mulheres. Gritando: “vocês são todas feministas!?”, esse homem começou a atirar enfurecidamente e assassinou 14 mulheres à queima-roupa. Em seguida, suicidou-se. O rapaz deixou uma carta na qual afirmava que havia feito aquilo porque não suportava a ideia de ver mulheres estudando engenharia, um curso tradicionalmente dirigido ao público masculino.

O crime mobilizou a opinião pública de todo o país, gerando amplo debate sobre as desigualdades entre homens e mulheres e a violência gerada por esse desequilíbrio social. Assim, um grupo de homens do Canadá decidiu se organizar para dizer que existem aqueles que cometem a violência contra a mulher, mas há também os que repudiam essa atitude. Eles elegeram o laço branco como símbolo e adotaram como lema: jamais cometer um ato violento contra as mulheres e não fechar os olhos frente a essa violência.

Campanhas de vacinação continuam no próximo sábado

As campanhas de vacinação contra a poliomielite e o sarampo continuam no próximo sábado (22) – dia de mobilização nacional – em todas as unidades de saúde de Itabira que, neste dia, funcionarão das 8h às 17h. Todas as crianças a partir dos seis meses até os menores de cinco anos devem ser vacinadas. Entretanto, aquelas que foram imunizadas nos últimos 30 dias não devem receber novas doses. Crianças com febre acima de 38º e infecção aguda também devem adiar o dia da vacinação.

As campanhas começaram no dia 8 de novembro: até o momento, 48,30% dos menores de cinco anos foram imunizados no município. No entanto, a meta do Ministério da Saúde é atingir 95% da cobertura vacinal em cada campanha. Em Itabira, a Secretaria Municipal de Saúde pretende imunizar 100% das crianças que pertencem à faixa etária estipulada para receber as vacinas.

Para a diretora de Vigilância Epidemiológica, Lumênia Souza Duarte, é importante que os pais levem os filhos aos postos de saúde para a imunização, munidos com o cartão de vacina, tendo em vista a gravidade das doenças altamente contagiosas. “A paralisia infantil (poliomielite) pode ser mortal se as células dos centros nervosos que controlam os músculos respiratórios forem infectadas pelo vírus. Por isso, é muito importante a imunização de todas as crianças nesta faixa etária. Os pais devem ficar atentos às cadernetas de vacinação e participar de todas as campanhas oferecidas pelo município. A vacina é o meio mais eficaz de prevenção”, alertou.

As vacinas são seguras e casos de reações associadas às mesmas, raros. As campanhas de imunização contra poliomielite e sarampo seguem até o dia 28. A partir de segunda-feira (24), as doses serão oferecidas nas seguintes unidades de saúde que possuem sala de vacinação: Água Fresca, Amazonas, Barreiro, Campestre, Chapada, Clóvis Alvim, Eldorado, Gabiroba de Cima, Gabiroba de Baixo, João XXIII, Juca Rosa, Major Lage, Nossa Senhora das Oliveiras, Pará, Pedreira, Praia, Santa Ruth, Policlínica, Ipoema, Senhora do Carmo.

Caminhada, teatro e teste de glicemia no Dia Mundial de Combate ao Diabetes

Nesta sexta-feira (14), a Prefeitura de Itabira promoveu ações relacionadas ao Dia Mundial de Combate ao Diabetes. Pela manhã, houve caminhada e teatro na avenida Mauro Ribeiro Lage. Já as pessoas que passaram pela avenida João Pinheiro puderam fazer testes gratuitos de glicemia, oferecidos pelo Centro Integrado Viva Vida Hiperdia Dr. Sad. Nos dois eventos, também foram distribuídos panfletos e bottons referentes à campanha Novembro Azul, que alerta sobre o câncer de próstata.

A concentração para a caminhada aconteceu em frente à estação ferroviária e contou com a presença do prefeito Damon Lázaro de Sena, vereadores Ilton Araújo Magalhães e Sueliton Cordeiro de Souza, profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e usuários das unidades do Programa Saúde da Família (PSF) dos bairros Major Lage, Areão, Centro e Vila Santa Rosa.

O diabetes compromete uma parcela significativa da população e, por isso, os programas de conscientização nas unidades de saúde são importantes. Ele está relacionado a vários fatores, mas é importante que as pessoas mantenham a doença controlada. A prática de atividade física e o uso adequado da medicação ajudam nesse controle”, destacou Damon Lázaro de Sena, que também é médico.

Antes da atividade, os participantes aferiram a pressão e ouviram orientações dos profissionais de saúde: a cirurgiã-dentista do PSF Major Lage, Rosane Bretas, falou sobre a relação entre saúde bucal e diabetes, assunto que também foi abordado na peça teatral apresentada pelos alunos do Conselho Municipal do Bem-Estar do Menor (Combem). Posteriormente, o médico do PSF Vila Santa Rosa, Tales Barbosa, destacou a importância dos hábitos saudáveis na prevenção de doenças.

Já no Centro Viva Vida, foi montada uma tenda para realização de testes de glicemia: em poucos segundos, a pessoa era informada sobre o nível de açúcar no sangue naquele momento. Enfermeiros e nutricionistas também orientaram sobre a importância da alimentação adequada para prevenir o diabetes e dos exames que detectam precocemente o câncer de próstata. As atividades começaram às 8 horas e foram concluídas no início da tarde.

Saiba mais

De acordo com o Ministério da Saúde, cerca de 14 milhões de pessoas no Brasil têm diabetes e 500 novos casos surgem a cada dia. Atualmente, 4.115 pacientes da rede pública em Itabira fazem controle da doença, conforme dados da SMS. Sede e urina excessivas, aumento do apetite, perda de peso, cansaço, visão embaçada e infecções (sendo as de pele mais frequentes) são alguns sinais que podem indicar a existência da doença. É necessário procurar um médico para realização dos exames e definição do tratamento. 

Novembro Azul – Itabira inicia campanha sobre prevenção do câncer de próstata

Na tarde de quinta-feira (6), a Prefeitura de Itabira iniciou a campanha Novembro Azul. A ação busca alertar sobre o câncer de próstata e a importância dos exames preventivos, que podem identificar a doença no estágio inicial e aumentar a possibilidade de cura. O Instituto Nacional do Câncer (Inca) estima que 68.800 novos casos sejam identificados no país, ou seja, 7,8 casos por hora.

A solenidade aconteceu no Centro Integrado Viva Vida Hiperdia Dr. Sad com a presença do prefeito Damon Lázaro de Sena, do secretário municipal de Saúde Reynaldo Damasceno Gonçalves, da coordenadora do Centro Viva Vida Hiperdia Vanessa Cristina Maimone, do presidente do Comitê Municipal em Defesa da Vida Giovane Mesquita de Pinho, dos vereadores Marcela Cristina Lopes da Silva e Ilton Araújo Magalhães, além de servidores públicos municipais.

Como vivemos em uma sociedade onde o homem não tem a cultura de prevenção, é importante mobilizá-los para que busquem mais a saúde, que é sempre melhor do que remediar”, afirmou Vanessa Maimone. Já Reynaldo Damasceno comentou que “é importante ver o nível de organização das equipes de saúde e o alinhamento com as políticas públicas do Estado e do Ministério da Saúde. Isso é importante para avançar e promover, cada vez mais, a saúde preventiva”.

Damon Lázaro de Sena afirmou que “os homens ainda estão presos a questões culturais, ao machismo, e não procuram o caminho adequado para cuidar de sua saúde. O câncer de próstata é silencioso: se diagnosticado no momento adequado, pode-se ter até 95% de chance de cura. Prevenção é a ação adequada para se ter uma vida mais longa”.

Ele acrescentou que o trabalho de conscientização deve ser perene em todos os setores da saúde e que os próprios profissionais também devem se submeter aos exames, para que sejam exemplos às demais pessoas.

Programação
No próximo sábado (8), às 9 horas, haverá a Caminhada e a Mobilização pela Saúde: a concentração será na praça Laércio Brandão (ao lado da rodoviária). Os participantes vão percorrer a avenida João Pinheiro e distribuir materiais informativos sobre o câncer de próstata aos pedestres e comerciantes.

No dia 27, às 19 horas, acontecerá a mesa redonda sobre a importância da identificação precoce da doença. O encontro na Câmara Municipal terá a presença do secretário municipal de Saúde Reynaldo Damasceno, da superintendente do Centro Integrado Viva Vida Hiperdia Vanessa Maimone, do médico urologista Fernando Roberto Bicalho Fonseca e da vereadora Marcela Cristina Lopes da Silva.

Durante todo o mês, haverá atividades sobre a prevenção do câncer de próstata nas unidades do Programa Saúde da Família (PSF), Centro de Referência e Assistência Social (Cras), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e Centro Integrado Viva Vida Hiperdia.

Saiba mais
De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), o câncer de próstata é o segundo tipo de câncer mais frequente em homens – o primeiro são os tumores de pele. Os fatores de risco para desenvolvimento da doença são: idade (cerca de 62% dos casos são registrados acima de 65 anos), histórico familiar, raça (maior incidência entre os negros), alimentação inadequada e obesidade.

A instituição alerta que o câncer de próstata pode demorar a se manifestar, exigindo exames preventivos constantes. Geralmente, não apresenta sintomas na fase inicial: quando alguns sinais começam a aparecer, cerca de 95% dos tumores já estão em estágio avançado. Os principais sintomas são: dor óssea, dores ao urinar, vontade de urinar com frequência e presença de sangue na urina e/ou no sêmen. O tratamento da doença é definido conforme a fase do tumor e as características do paciente.

Mesmo com a falta de sintomas, homens a partir dos 45 anos com fatores de risco, ou 50 anos sem estes fatores, devem ir anualmente ao urologista para fazer o exame de toque retal (método indolor e rápido, que permite ao médico avaliar alterações da próstata), além do exame de sangue relacionado ao Antígeno Prostático Específico (PSA).

Campanhas de vacinação contra poliomielite e sarampo começam neste sábado

Começam neste sábado (8), e seguem até o dia 28, as campanhas de vacinação contra a poliomielite e o sarampo. As ações do Ministério da Saúde (MS) acontecem em Itabira por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), e buscam imunizar crianças a partir dos seis meses de idade até os menores de cinco anos.

As campanhas contam com dois dias de mobilização nacional: 8 e 22 de novembro, nos quais todas as unidades de saúde do município funcionarão das 8h às 17h e oferecerão as doses necessárias. Nos outros dias, elas estarão disponíveis somente nas unidades que possuem sala de vacinação. É imprescindível levar o cartão de vacina.

De acordo com o MS, a meta mínima a ser alcançada corresponde a 95% de cobertura vacinal em cada campanha. No caso da poliomielite, a atividade tem por objetivo manter elevada a cobertura de vacinação contra a doença, de forma homogênea, em todos os municípios do país. Já no caso da campanha de seguimento contra o sarampo, a finalidade é resgatar os menores de cinco anos ainda não vacinados. Outro objetivo é garantir que a eliminação das doenças no país seja mantida.

Todas as crianças dentro da faixa etária estipulada devem ser imunizadas. Porém, aquelas que tomaram a vacina nos últimos 30 dias estão dispensadas. Segundo a SMS, os bebês de seis meses e crianças de um ano e três meses já são imunizados contra a poliomielite no calendário vacinal. “É importante ressaltar que as crianças que tomaram essas vacinas nos últimos 30 dias não podem tomar novamente, pois deve-se respeitar esse período para ministrar uma nova dose. Mas, todos os pais ou responsáveis devem levar suas crianças às unidades de saúde para ter certeza que está tudo em dia no cartão de vacinação”, alertou a diretora de Vigilância Epidemiológica Lumênia Souza Duarte.

De acordo com a diretora, as vacinas são seguras e casos de reações associadas às mesmas, raros. Ela salientou que “as crianças que estiverem com infecções agudas e febre acima de 38º devem adiar o dia da vacinação”.

A poliomielite, também conhecida como paralisia infantil, é uma doença altamente contagiosa causada pelo poliovírus. Transmitida por meio de alimentos e água contaminados, atinge principalmente crianças menores de cinco anos. Seus principais sintomas são febre, mal-estar, dores de cabeça e nos membros e rigidez no pescoço. O último caso da doença registrado no Brasil foi em 1989.

Já o sarampo é uma doença aguda, altamente contagiosa, também transmitida por vírus. Os sintomas mais comuns são febre, tosse seca, manchas avermelhadas, coriza e conjuntivite. A transmissão acontece por meio de secreções expelidas pelo doente ao tossir, falar ou respirar. A vacina é o meio mais eficaz de prevenção.

PSF’s que possuem sala de vacinação: Água Fresca, Amazonas, Barreiro, Campestre, Chapada, Clóvis Alvim, Eldorado, Gabiroba de Cima, Gabiroba de Baixo, João XXIII, Juca Rosa, Major Lage, Nossa Senhora das Oliveiras, Pará, Pedreira, Praia, Santa Ruth, Policlínica, Ipoema e Senhora do Carmo.  Os PSF´s funcionam das 8h às 16h30 e a Policlínica até às 18h.

Scroll To Top