terça-feira , 17 julho 2018
Você está aqui: Capa | Arquivos de Tag: Campanha de vacinação contra a gripe

Arquivos de Tag: Campanha de vacinação contra a gripe

Subtipo do vírus – Itabira registra primeiros casos de Influenza A/H3N2

A Secretaria Municipal de Saúde recebeu, nesta semana, a confirmação da Fundação Ezequiel Dias (Funed) de dois casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) causado pelo vírus Influenza H3N2, subtipo do vírus da Influenza A.

Duas mulheres foram internadas nos dias 7 e 8 de maio, no Hospital Municipal Carlos Chagas e no Hospital Nossa Senhora das Dores, com quadro de gripe. Ambas receberam tratamento preconizado pelo Ministério da Saúde (Tamiflu), porém, uma das pacientes permanece em internação.

A transmissão da Influenza ocorre, principalmente, através do contato com partículas eliminadas por pessoas infectadas ou mãos e objetos contaminados por secreções. É muita elevada em ambiente domiciliar, creches, escolas e em ambientes fechados ou semifechados, dependendo da intensidade dos contatos entre pessoas de diferentes faixas etárias.

A gripe se caracteriza pelo aparecimento súbito de febre, dor de cabeça, dores musculares, tosse, dor de garganta e fadiga. Nos casos mais graves, geralmente existe dificuldade respiratória e a necessidade de hospitalização.

A superintendente de Vigilância em Saúde, Thereza Cristina Oliveira Andrade Horta alerta para a importância de todos se protegerem, principalmente nesta época do ano, quando é maior a incidência. “Alguns cuidados básicos previnem e reduzem as ocorrências, como lavar bem as mãos com água e sabão frequentemente; manter os ambientes ventilados e evitar aglomerações de pessoas; ao tossir ou espirrar, proteger a boca com a parte interna do braço; evitar compartilhar alimentos, copos, talheres, toalhas e outros objetos de uso pessoal.”, explica.

Thereza Andrade também orienta: “em casos de suspeita de gripe, a pessoa deve procurar o PSF mais próximo para um diagnóstico precoce e tratamento adequado. Também é importante não usar medicamentos sem orientação do profissional de saúde”.

Ela também alerta a importância da imunização. “Estamos realizando a campanha de vacinação contra a Influenza no período de 23 de abril a 1º de junho. Como existe um grupo que é mais vulnerável às possíveis complicações causadas pelo vírus, o Ministério da Saúde define um grupo prioritário, como crianças, gestantes, puérperas e homens e mulheres com mais de 60 anos. Essa vacina protege a pessoa contra os três subtipos do vírus de maior incidência: H1N1, H3N2 e o Influenza B. Quem faz parte do grupo prioritário deve se vacinar”, orienta.

Em Itabira, já foram imunizados 73% do público-alvo. A meta estabelecida pelo Ministério da Saúde é vacinar, ao menos, 90% do público-alvo. Thereza Andrade convoca a todos que ainda não se imunizaram a procurarem uma unidade de saúde. “Embora estejamos com um bom percentual de cobertura, ainda tem um universo de 6 mil pessoas que não tomaram a dose da vacina este ano. Essas pessoas têm até o dia 1º para procurarem uma unidade de saúde e se vacinarem. Elas não devem protelar”, informa Thereza Andrade.

Campanha de vacinação contra a gripe continua para grupo prioritário

A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza (H1N1) termina nesta sexta-feira (9) e continua imunizando apenas o público prioritário – crianças de seis meses a menores de cinco anos; gestantes e mulheres no período até 45 dias após o parto – neste caso, mediante apresentação de certidão de nascimento do filho, cartão da gestante ou documento do hospital que comprove o parto; trabalhador da Saúde – públicos e privados; povos indígenas; indivíduos com 60 anos ou mais; adolescentes e jovens entre 12 e 21 anos de idade que estejam sob medidas socioeducativas; detentos e funcionários do sistema prisional; pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, independente da idade – em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) com sala de vacinação.

Apesar de o Ministério da Saúde ter recomendado, na semana passada, que toda a população fosse vacinada independente do público-alvo, a Prefeitura de Itabira foi informada pela Gerência Regional de Saúde (GRS) que 14 estados brasileiros, incluindo Minas Gerais, devem continuar imunizando apenas o grupo prioritário até amanhã (9). Segundo Thereza Cristina Oliveira Andrade, superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o município não conta com doses suficientes para imunizar o restante da população. “Já atingimos 90% de cobertura no público-alvo e as doses ainda disponíveis são para gestantes e referentes à segunda dose”, concluiu a superintendente.

Para vacinar

A população pode se vacinar nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) dos bairros Água Fresca/Juca Batista, Amazonas/Areão, Barreiro, Campestre, Chapada, Clóvis Alvim, Eldorado, Fênix, Gabiroba de Baixo e de Cima, João XXIII/Machado, Juca Rosa, Pará, Pedreira, Santa Ruth/Santa Marta, Praia, Nossa Senhora das Oliveiras, Policlínica, além dos distritos Ipoema e Senhora do Carmo, das 9 às 16 horas.

Vacinação contra a gripe começou hoje

Começou hoje (18), a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza, sendo 13 de maio, o dia de mobilização nacional – Dia D.

A Gerência Regional de Saúde (GRS) entregou ontem (17), três mil doses da vacina, quantidade que corresponde ao primeiro lote e, amanhã (19), novo lote será entregue à Secretaria Municipal de Saúde (SMS). “Assim como ocorre todos os anos, a GRS entrega as doses em vários lotes ao longo da campanha”, explicou Thereza Cristina Oliveira Andrade, superintendente de Vigilância em Saúde.

Até o dia 26 de maio, das 9 às 16 horas, a população pode se vacinar nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) dos bairros Água Fresca/Juca Batista, Amazonas/Areão, Barreiro, Campestre, Chapada, Clóvis Alvim, Eldorado, Fênix, Gabiroba de Baixo e de Cima, João XXIII/Machado, Juca Rosa, Pará, Pedreira, Santa Ruth/Santa Marta, Praia, Nossa Senhora das Oliveiras, Policlínica, além dos distritos Ipoema e Senhora do Carmo.

De acordo com Thereza Andrade, neste ano a relação de público-alvo da campanha foi ampliada e professores, em sala da aula, terão prioridade para se vacinar. Para isso, é necessário apresentar declaração original da instituição em que leciona, documento de identidade com foto, contracheque recente e cartão de vacina. “Nossa expectativa é de vacinar 1.500 professores”, ressaltou a superintendente. Ainda segundo ela, o público-alvo preestabelecido pelo Ministério da Saúde é de 55 a 60 mil pessoas e o objetivo da Prefeitura é imunizar, no mínimo, 90% desse público.

Prioridade

De acordo com o Ministério da Saúde, os grupos prioritários são: crianças de seis meses a menores de cinco anos; gestantes e mulheres no período até 45 dias após o parto – neste caso, mediante apresentação de certidão de nascimento do filho, cartão da gestante ou documento do hospital que comprove o parto; trabalhador da Saúde – públicos e privados; povos indígenas; indivíduos com 60 anos ou mais; adolescentes e jovens entre 12 e 21 anos de idade que estejam sob medidas socioeducativas; detentos e funcionários do sistema prisional; pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, independente da idade.

Scroll To Top