segunda-feira , 1 junho 2020
Você está aqui: Capa | Arquivos de Tag: doença (Página 2)

Arquivos de Tag: doença

Surto em Itabira – Febre amarela deixa município em alerta: mais de mil pessoas procuram a Policlínica para imunização

No último sábado (24), Dia D de vacinação contra a febre amarela em Itabira, mais de mil pessoas procuraram a Policlínica Municipal para serem imunizadas contra o vírus. No entanto, foram vacinadas 543 pessoas. De acordo com a diretora de Vigilância Epidemiológica do município, Natália Franco Barbosa de Andrade, o número significativo de atendimentos no Dia D demonstra a preocupação do itabirano com a doença.

Itabira está classificada na categoria 3, ou seja, estamos sofrendo com um surto de febre amarela. Por isso, pedimos para que todas as pessoas que ainda não foram vacinadas procurem uma unidade de saúde o mais depressa possível. No Dia D, muita gente foi até a Policlínica com dúvida se já tinha sido imunizada ou não. Assim, após verificação, constatamos que muitos já haviam sido vacinados e não precisariam tomar uma nova dose. Tivemos casos, inclusive, de pessoas que já haviam recebido duas doses da vacina”, disse.

Os dados atualizados da SMS advertem sobre a importância e necessidade de se imunizar toda a população. As informações levantadas dão conta de que houve um aumento significativo do número de notificações envolvendo a doença em Itabira. Ao todo, temos: 2 óbitos confirmados, 4 óbitos em investigação; 23 casos suspeitos em investigação, 5 descartados.

A campanha da Prefeitura de Itabira, que tem como meta vacinar todas as pessoas que ainda não receberam nenhuma dose da vacina, continua nesta semana. Para isso, a SMS montou uma escala de funcionamento especial para as unidades de saúde. Confira:

Data                         Unidade                             Horário

26/02    Policlínica e UBS Areão/ Amazonas        das 8h às 20h

27/02            Policlínica e UBS Pará                  das 8h às 20h

28/02         Policlínica e UBS Major Lage            das 8h às 20h

01/03    Policlínica e UBS João XXIII/ Machado   das 8h às 20h

02/03            Policlínica e UBS Centro                das 8h às 20h

No sábado (3), acontecerá um novo mutirão de vacinação. Desta vez, as seguintes unidades de saúde estarão abertas das 8h às 16h: Policlínica, UBS João XXIII/ Machado, UBS Água Fresca/ Juca Batista, UBS Ipoema, UBS Senhora do Carmo, UBS Vila Santa Rosa/ Centro, UBS Areão/ Amazonas, UBS Pará e UBS Eldorado.

Todos os usuários devem levar o cartão de vacina. As pessoas acima de 60 anos de idade precisam apresentar uma avaliação médica com autorização para se vacinar. A avaliação também poderá ser feita pelo enfermeiro da UBS a qual o usuário pertence.

Prevenção – Prefeitura promove Dia D da campanha contra febre amarela neste sábado

Toda a população que ainda não foi vacinada deve ir até a Policlínica Municipal para se imunizar.

Para prevenir o avanço da febre amarela no município, doença que tem assustado todo o país, a Prefeitura de Itabira promoverá o Dia D da campanha de vacinação, neste sábado (24), na Policlínica Municipal, das 8h às 16h. A campanha é direcionada às pessoas que ainda não foram vacinadas. Serão aplicadas doses padrão que têm validade para a vida toda.

Se a pessoa está em dúvida se tomou a vacina ou não, ela também deve ir até a Policlínica para tomar se vacinar”, alerta a superintendente de Vigilância em Saúde Thereza Cristina Oliveira Andrade Horta.

A superintendente avisa ainda que todos os usuários devem levar o cartão de vacinação. As pessoas acima de 60 anos de idade precisam apresentar uma avaliação médica com autorização para se vacinar. “O enfermeiro do PSF que a pessoa pertence também poderá avaliar e autorizar a vacinação para os maiores de 60 anos”, disse Thereza Andrade.

A situação na cidade é assustadora. Os últimos dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) alertam sobre a importância e necessidade de se vacinar toda a população. De acordo com as informações levantadas, houve um aumento significativo do número de notificações envolvendo a doença em Itabira. Ao todo, são 23 notificações; 1 óbito confirmado; 4 óbitos em investigação; e 19 casos suspeitos aguardando o resultado.

Utilidade Pública – Unidades de Saúde de Itabira possuem vacina contra febre amarela

A Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), informa que a febre amarela está avançando no município. A situação é grave. “A única maneira de conter a doença é se imunizando. Portanto, todas as pessoas que ainda não foram vacinadas, devem procurar uma unidade de saúde”, alerta a superintendente de Vigilância Sanitária em Saúde, Thereza Cristina Oliveira Andrade Horta.

Além da Policlínica Municipal, as seguintes UBS também possuem a vacina contra a febre amarela: Barreiro, Clóvis Alvim, Gabiroba de Cima e de Baixo, João XXIII e Machado, Centro e Vila Santa Rosa, Pedreira I e II, Eldorado, Praia I, Pará, Chapada, Santa Ruth, Amazonas, Major Lage, Senhora do Carmo e Ipoema.

Secretaria Municipal de Saúde esclarece sobre uso do fumacê

Em períodos de estiagem é comum o aumento da proliferação de pernilongos e – consequentemente – os incômodos a população. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) tem recebido solicitações para o uso do fumacê em diversos bairros de Itabira; no entanto, o material tem critérios para ser utilizado. Segundo normas do Ministério da Saúde, o fumacê não pode ser empregado no combate ao pernilongo comum – Aedes culex.

A diretora de Vigilância Epidemiológica, Lumênia de Souza Duarte, explica que em Itabira o inseticida está sendo utilizado para atender a demanda de dengue, conforme a legislação. Ele é permitido em casos de epidemia de dengue ou febre amarela. “A população acredita que o fumacê nos bairros acabará com todos os mosquitos e pernilongos, o que não é verdade. O fumacê não acaba com os criadouros do mosquito e só pode ser usado em localidades onde existe o alto índice de infestação do Aedes aegypti, equivalente a 5%, e a transmissão da dengue com casos notificados”.

Ela ressalta que a utilização dos carros de fumacê com frequência pode resultar em um efeito inverso e, em vez de eliminar o mosquito, pode contribuir para que ele fique mais resistente à ação do veneno, deixando o combate à doença mais difícil.

A SMS comunica que, durante todo o ano, o município realiza medidas preventivas de combate ao Aedes aegypti e todas as ações influenciam diretamente no combate ao pernilongo comum, já que se reproduzem da mesma forma, em água parada. A Vigilância Epidemiológica também realiza tratamento químico com larvicida em poças visíveis fora das residências, assim como inspeções domiciliares e instruções aos moradores.

Dicas para controle de pernilongos
- Fechar portas e janelas antes do entardecer ou instalar telas;
– Usar mosquiteiros ao dormir;
– Ligar o ventilador é aconselhável, pois desestabiliza o voo do pernilongo,
– Óleos e essências à base de citronela também são ótimas opções por serem repelentes naturais;
– Não deixar recipientes abertos com água parada;
– Jogar creolina ou querosene nos ralinhos e mantê-los tampados;
– Cultivar no jardim plantas repelentes como mamona, erva cidreira, alfavaca, manjericão ou citronela.

Utilidade pública – Secretaria de Saúde desmente informação sobre roubo de uniformes dos ACE

Circula em Itabira, por meio do aplicativo WhatsApp, uma mensagem sobre roubo de coletes, crachás e bolsas de Agentes de Combate a Endemias (ACE). O texto também levanta a suspeita de que os materiais possam ser utilizados para furtos em residências. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) esclarece que as informações são falsas e afirma que não houve nenhum incidente envolvendo os profissionais de combate à dengue na cidade.

A diretora de Vigilância Epidemiológica, Lumênia Souza Duarte, ressalta que a SMS precisa do auxílio dos itabiranos: é necessário receber os ACE nas residências para que seja feito o trabalho de conscientização e combate ao mosquito Aedes aegypti. “Precisamos do apoio da população para receber os agentes de endemias no domicílio e combatermos a dengue. Caso contrário, podemos ter um surto da doença instalado na cidade”, afirmou. Se o morador tiver dúvidas sobre a identificação do agente, pode entrar em contato com o Disque Dengue: 3839-2600. Este número também pode ser usado para denunciar locais onde há focos do mosquito.

Entre os dias 9 e 14 deste mês, houve o Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (Liraa). Conforme a pesquisa, o número de focos do mosquito transmissor da dengue e da febre Chikungunya aumentou em Itabira. O índice médio de infestação é de 8,1%: o tolerado pelo Ministério da Saúde é de 1%. No levantamento realizado em janeiro, o índice foi de 4,8%.

Policlínica oferece tratamento gratuito para hanseníase

Em 25 de janeiro, celebrou-se o Dia Mundial de Luta contra Hanseníase. É uma das doenças de pele mais antigas da história da medicina, conhecida como lepra. Somente em 2014, o Brasil registrou 24.612 casos novos da doença, conforme dados preliminares divulgados pelo Ministério da Saúde. O caminho para a cura é a informação. Em Itabira, o atendimento, tratamento e os remédios são gratuitos.

A Prefeitura mantém uma equipe multiprofissional com médico, enfermeiro, psicólogo, nutricionista e farmacêutico que fazem parte do Programa Municipal de Referência em Hanseníase. O atendimento é feito diariamente na Policlínica, das 7h às 17h. Os profissionais são responsáveis por fazer o diagnóstico por meio de exame clínico e análise laboratorial do tecido da pele. O tratamento é iniciado imediatamente e pode durar de seis a 12 meses com supervisão mensal do médico e enfermeiro.

A doença afeta a pele e os nervos, especialmente os dos braços, pernas e rosto. Os sintomas são manchas brancas ou avermelhadas dormentes em qualquer parte do corpo, que não coçam e não doem, além do aparecimento de caroços e partes com formigamento. “Estas manchas são diferenciadas pela falta de transpiração, de sensibilidade e não adesão à poeira no local. A hanseníase atinge indivíduos de qualquer idade que tenha contato com alguém doente e ainda não iniciou o tratamento”, explica a superintendente da Policlínica, Lídia Moraes de Lima Pena.

Segundo a superintendente, o Programa Municipal conta atualmente com um baixo número de pacientes em tratamento e a equipe estima que haja casos não diagnosticados em Itabira. “A doença sempre foi cercada por um grande estigma e preconceito, devido às deformidades que podem acontecer quando o tratamento não é feito precocemente e de modo adequado. É importante salientar que, iniciado o tratamento, o paciente não transmite mais a hanseníase para as pessoas com quem convive”.

A hanseníase é transmitida somente por meio de um infectado que não esteja se tratando. Os primeiros sintomas demoram de dois a cinco anos para aparecerem. O bacilo é transmitido pelas vias respiratórias (fluidos do nariz ou boca). Não há contagio com aperto de mão ou um abraço.

Qualquer pessoa que tenha dúvida deve procurar imediatamente o serviço na Policlínica ou uma unidade do Programa de Saúde da Família (PSF). Mais informações pelo telefone 3839-2399.

Prefeitura promove mobilização na luta contra a Aids

O dia 1º de dezembro foi internacionalmente instituído como o Dia Mundial da Luta contra a Síndrome de Imunodeficiência Adquirida (Aids). A Prefeitura de Itabira, a fim de conscientizar e informar a população sobre a necessidade de prevenção da doença, realizará várias ações durante o mês de dezembro. Para marcar a data, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) distribuiu preservativos, informativos e laços vermelhos, símbolo da campanha, na avenida João Pinheiro.

Segundo estimativas do Ministério da Saúde, o número de pessoas infectadas pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) no Brasil é de aproximadamente 530 mil, sendo que 25,4% não sabem que estão infectadas. Cerca de 30% dos pacientes chegam ao serviço de saúde tardiamente.

De acordo com a diretora para Coordenação de Programas Especiais de Doenças Infectocontagiosas, Janaína Ávila, muitas pessoas ainda têm uma ideia equivocada sobre a Aids. “Campanhas educativas são muito importantes, pois é necessário saber como se prevenir e como se tratar caso seja infectado pelo HIV. Os casos de Aids estão aumentando, principalmente entre os jovens, que precisam se proteger com o sexo seguro”, ressalta.

Ações educativas tiveram início desde o dia 17 de novembro, nas escolas municipais e estaduais para estudantes do 6º ao 9º ano e Ensino Médio. Na ocasião, foram ministradas palestras sobre o tema e houve distribuição de brindes. Bares e restaurantes itabiranos serão abordados entre os dias 2 e 12 de dezembro, com a entrega de materiais informativos e colocação de banners. Outra atividade foi a capacitação dos profissionais da saúde: no último mês, profissionais do Hospital Nossa Senhora das Dores (HNSD) receberam treinamento para testagem anti-HIV.

O encerramento da campanha acontece no dia 15 de dezembro, com um seminário de Doenças Infectocontagiosas, das 13h às 17h, na Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA). Haverá palestras com o tema HIV e Aids, tuberculose e hanseníase. O encontro terá como público-alvo: médicos, enfermeiros, dentistas e psicólogos das unidades de atenção básica, representantes da Policlínica, Centro de Reabilitação, Centro Especializado Odontológico (CEO), Centro de Referência Integrado Viva Vida Hiperdia, Centro de Atenção Piscossocial (Caps), Pronto Socorro, Hospital Carlos Chagas (HCC) e HNSD.

Prefeitura de Itabira encerra ações do Novembro Azul nesta quinta-feira

Na noite desta quinta-feira (27), a Prefeitura de Itabira encerra as ações da campanha Novembro Azul. Será realizada no auditório da Câmara Municipal, às 19 horas, uma mesa redonda sobre a importância da identificação precoce do câncer de próstata. O encontro terá a presença do secretário municipal de Saúde Reynaldo Damasceno Gonçalves, da superintendente do Centro Integrado Viva Vida Hiperdia Vanessa Maimone, do médico urologista Fernando Roberto Bicalho Fonseca e da vereadora Marcela Cristina Lopes da Silva.

Durante todo o mês, aconteceram diversas ações no município com o objetivo de alertar sobre o câncer de próstata e a importância dos exames preventivos, que possibilitam a identificação da doença no estágio inicial e aumentam a possibilidade de cura. Uma caminhada no centro da cidade fez parte da programação no último dia 8: materiais informativos foram distribuídos aos pedestres e comerciantes na avenida João Pinheiro.

Também ocorreram atividades sobre prevenção nas unidades do Programa Saúde da Família (PSF), Centros de Referência e Assistência Social (Cras), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e Centro Integrado Viva Vida Hiperdia.

Saiba mais
De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), o câncer de próstata é o segundo tipo de câncer mais frequente em homens – o primeiro são os tumores de pele. Os fatores de risco são: idade (cerca de 62% dos casos são registrados acima de 65 anos), histórico familiar, raça (maior incidência entre os negros), alimentação inadequada e obesidade. Há necessidade de exames constantes, pois os sinais da doença começam a aparecer quando cerca de 95% dos tumores já estão em estágio avançado.

Os principais sintomas são: dor óssea, dores ao urinar, vontade de urinar com frequência e presença de sangue na urina e/ou no sêmen. O tratamento da doença é definido conforme a fase do tumor e as características do paciente.

Seminário orienta sobre tratamento da anemia falciforme

Para esclarecer dúvidas sobre a anemia falciforme e os tratamentos que proporcionam melhor qualidade de vida aos pacientes, a Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Governo (SMG), promoveu o seminário “Falciforme: uma doença étnica”. O evento ocorrido na quarta-feira (19) fez parte da 2ª Jornada para a Promoção da Igualdade Racial, em comemoração à Semana da Consciência Negra. As palestras foram ministradas pela psicóloga Débora Lopes Paiva e pela enfermeira Ana Paula Gonçalves Moreira.

O encontro contou com a presença do prefeito Damon Lázaro de Sena, do secretário municipal de Governo Edilson de Magalhães Lopes e da diretora de Promoção da Igualdade Racial Marinete Nunes, além da secretária-adjunta de Saúde Áurea Aparecida Cardoso Marques de Sena, da presidente da Interassociação Rosemary Álvares de Souza e profissionais das unidades de saúde do município.

Na abertura do seminário, Marinete Nunes explicou que, em Minas Gerais, 11 municípios possuem coordenadorias ou diretorias para a Promoção da Igualdade Racial nas prefeituras, sendo que Itabira está entre eles. “O setor tem como principal missão desenvolver ações socioeducativas e políticas, abrangendo comunidades negras, quilombolas e toda a população da cidade. Entendemos que o Dia da Consciência Negra, comemorado em 20 de novembro, não deve ser feriado, e sim um dia de movimentação, para que ações sejam efetivadas e posteriormente transformem-se em políticas públicas”, comentou.

Edilson Lopes lembrou o empenho do prefeito em efetivar os trabalhos desenvolvidos pela diretoria (anteriormente denominada Seção para Assuntos da Comunidade Negra). “Quando assumimos o governo, a proposta era fazer uma mudança, trazendo a sustentabilidade nas ações que estavam dormentes ao longo do tempo. A diretoria tem um ano e três meses de existência e já celebra conquistas, como o resgate do diálogo com as comunidades, atendimento por meio do transporte municipal e intermunicipal para consultas médicas e mobilização para criação do Conselho Municipal para a Promoção da Igualdade Racial”, relatou.

Damon Lázaro de Sena elogiou o trabalho voltado ao benefício coletivo desempenhado pela diretoria. “Temos a grata satisfação de ver o poder público chegar onde as pessoas estão. Estamos discutindo a igualdade racial: devemos nos impor como seres que devem ser respeitados. Se as pessoas tiverem o entendimento de que somos uma mistura de raças, não haveria tanto comportamento discriminatório. Devemos respeitar uns aos outros, com suas características individuais. Isso promove a construção de uma sociedade melhor a cada dia”, finalizou o prefeito.

Saiba mais
A anemia falciforme é uma doença genética hereditária, causada pela alteração dos glóbulos vermelhos do sangue. Eles perdem a forma arredondada e elástica, adquirem o aspecto de uma foice e endurecem, dificultando a passagem do sangue pelos vasos sanguíneos e a oxigenação dos tecidos e órgãos.

A incidência do problema é maior em etnias negras: porém, com a miscigenação da população brasileira, também é possível encontrar pessoas brancas portadoras da doença. Alguns sintomas são: icterícia (olhos e pele amarelados), anemia crônica, crises dolorosas nos ossos e músculos, fadiga intensa e tendência a infecções.

Programação da 2ª Jornada para a Promoção da Igualdade Racial

20 de Novembro – quinta-feira
Dia Municipal da Consciência Negra
17h – Posse do Conselho Municipal para a Promoção da Igualdade Racial
Local: Prefeitura

Quinta Cultural, uma homenagem à Consciência Negra
19h – Back Ferraz e Trio
20h45 – Recital poético com Carlos Farias
21h30 – Lukinha DDG, Thiago SKP e convidados
Local: Paredão da rua Tiradentes

23 de Novembro – domingo
Das 8h às 15h
Domingo no Quilombo
Feira com produtos da terra e comidas típicas, marujada, apresentação do Cres@Arte, Renato N 22, Lukinha DDG e convidados, Roda de Samba Quilombola com Romário Araújo e Banda
Local: Morro Santo Antônio

20h – Itabiranos em Cena: Tributo à Liberdade
Participação especial da atriz e cantora Zezé Motta
Ingressos: 1 caixa de leite
Local: Teatro da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade

Caminhada, teatro e teste de glicemia no Dia Mundial de Combate ao Diabetes

Nesta sexta-feira (14), a Prefeitura de Itabira promoveu ações relacionadas ao Dia Mundial de Combate ao Diabetes. Pela manhã, houve caminhada e teatro na avenida Mauro Ribeiro Lage. Já as pessoas que passaram pela avenida João Pinheiro puderam fazer testes gratuitos de glicemia, oferecidos pelo Centro Integrado Viva Vida Hiperdia Dr. Sad. Nos dois eventos, também foram distribuídos panfletos e bottons referentes à campanha Novembro Azul, que alerta sobre o câncer de próstata.

A concentração para a caminhada aconteceu em frente à estação ferroviária e contou com a presença do prefeito Damon Lázaro de Sena, vereadores Ilton Araújo Magalhães e Sueliton Cordeiro de Souza, profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e usuários das unidades do Programa Saúde da Família (PSF) dos bairros Major Lage, Areão, Centro e Vila Santa Rosa.

O diabetes compromete uma parcela significativa da população e, por isso, os programas de conscientização nas unidades de saúde são importantes. Ele está relacionado a vários fatores, mas é importante que as pessoas mantenham a doença controlada. A prática de atividade física e o uso adequado da medicação ajudam nesse controle”, destacou Damon Lázaro de Sena, que também é médico.

Antes da atividade, os participantes aferiram a pressão e ouviram orientações dos profissionais de saúde: a cirurgiã-dentista do PSF Major Lage, Rosane Bretas, falou sobre a relação entre saúde bucal e diabetes, assunto que também foi abordado na peça teatral apresentada pelos alunos do Conselho Municipal do Bem-Estar do Menor (Combem). Posteriormente, o médico do PSF Vila Santa Rosa, Tales Barbosa, destacou a importância dos hábitos saudáveis na prevenção de doenças.

Já no Centro Viva Vida, foi montada uma tenda para realização de testes de glicemia: em poucos segundos, a pessoa era informada sobre o nível de açúcar no sangue naquele momento. Enfermeiros e nutricionistas também orientaram sobre a importância da alimentação adequada para prevenir o diabetes e dos exames que detectam precocemente o câncer de próstata. As atividades começaram às 8 horas e foram concluídas no início da tarde.

Saiba mais

De acordo com o Ministério da Saúde, cerca de 14 milhões de pessoas no Brasil têm diabetes e 500 novos casos surgem a cada dia. Atualmente, 4.115 pacientes da rede pública em Itabira fazem controle da doença, conforme dados da SMS. Sede e urina excessivas, aumento do apetite, perda de peso, cansaço, visão embaçada e infecções (sendo as de pele mais frequentes) são alguns sinais que podem indicar a existência da doença. É necessário procurar um médico para realização dos exames e definição do tratamento. 

Scroll To Top