terça-feira , 25 fevereiro 2020
Você está aqui: Capa | Arquivos de Tag: emprego

Arquivos de Tag: emprego

Emprego – Prefeitura abre concurso para preencher 400 vagas

Foi publicado nesta segunda-feira (14), no portal do Instituto Brasileiro de Gestão e Pesquisa (IBGP), o edital nº 02/2019 do concurso público para provimento de 400 vagas efetivas na Prefeitura de Itabira, sendo 10% desse total destinado aos candidatos com deficiência. As inscrições serão feitas exclusivamente pela internet, a partir do dia 16 de dezembro.

Para participar do processo, que oferece emprego para profissionais com diversas formações, as taxas de inscrição serão de R$ 45 para os cargos de nível fundamental, R$ 60 para os médio e técnico, R$ 75 para as carreiras superiores e R$ 105 para as vagas de médico. Os interessados sem acesso à internet poderão fazer a inscrição na Prefeitura, onde computador e impressora serão disponibilizados pela Diretoria de Desenvolvimento de Recursos Humanos (avenida Carlos de Paula Andrade, nº 135, no 2º andar), de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16 horas.

Esse concurso é composto por provas objetivas de caráter classificatório e eliminatório para todos os cargos, de redação para professor e especialista da educação, de títulos (classificatória) para os cargos superiores e prática (eliminatória) para merendeiro escolar.

O edital completo está disponível no portal do IBGP. Clique aqui.

Saiba mais

As vagas oferecidas pelo Município estão distribuídas para profissionais com instrução fundamental, média, técnica ou superior. Merendeiro escolar (30), auxiliar de creche (40); agentes de serviços de saúde em saúde bucal (1) e em saúde bucal da saúde da família (1); assistente técnico administrativo I (119), monitor de creche (40), assistente de vida diária (2); técnicos de controle de meio ambiente (1), agropecuária (1) e edificações (2); técnicos de serviços de saúde de enfermagem (6), de enfermagem em saúde da família (10) e de radiologia e imagenologia (1) e, topógrafo (1) correspondem aos níveis fundamental, médio e técnico.

Para formação superior: advogado (1); analistas de meio ambiente (2), de sistemas (3) e de rede (1); arquiteto (2), assistente social (3); auditores de controle interno contador (1) e engenheiro civil (1); auditor fiscal de tributos (3), contador (2), engenheiro civil (3), especialista em educação (2), fonoaudiólogo (2); médicos de saúde da família (3) e do trabalho (1); nutricionista (2), pedagogo (1); professores de séries finais do ensino fundamental de educação artística (1), ciências (2), educação física (2), ensino religioso (1), geografia (2), história (2), português (2) e matemática (3); professor de educação infantil (20), profissional de educação física (6), psicólogo (3); técnicos superiores de saúde de assistente social (5), auditor fiscal de meio ambiente (1), auditor fiscal sanitário (3), cirurgião dentista (1), cirurgião dentista saúde da família (15), enfermeiro (6), enfermeiro saúde da família (8), farmacêutico (3), fisioterapeuta clínico (1), médico veterinário (1), nutricionista (1), fonoaudiólogo saúde da família (2), farmacêutico saúde da família (2), nutricionista saúde da família (2), profissional de educação física saúde da família (2), psicólogo clínico saúde da família (2), psicólogo clínico (3) e terapeuta ocupacional (5).

Aplicativo para Android e IOS – Sine Fácil facilita busca por emprego em Itabira

Com o objetivo de facilitar a busca por emprego e facilitar a comunicação entre empregado e empregador, o Ministério do Trabalho lançou, em 2017, o aplicativo Sine Fácil. Disponível para os sistemas Android e IOS, o programa permite ao trabalhador encontrar, de forma rápida e prática, vagas para seu perfil profissional, acompanhar a situação do benefício seguro-desemprego, acessar informações sobre abono salarial e outros serviços. Além disso, por meio do aplicativo, é possível candidatar-se a vagas, marcar entrevistas e manifestar interesse em participar de processos seletivos.

De acordo com a agência do Sistema Nacional de Emprego (Sine) em Itabira, o Sine Fácil também oferece vantagens ao empregador como, por exemplo, a possibilidade de encontrar mais rapidamente o profissional com o perfil desejado. No entanto, mesmo com tantas vantagens na utilização do aplicativo, as filas em frente ao Sine Itabira costumam ficar grandes.

O Sine Fácil leva ao cidadão os serviços do Sine a partir dos dispositivos conectados à internet, como smartphones e tablets. Ou seja, pode ser acessado em qualquer lugar ou horário pelos dados móveis do aparelho ou rede Wi-Fi. Além de ser pequeno, com apenas 9,5 MB, também apresenta baixo consumo de dados e maior facilidade de acesso”, explicou a gerente de serviços do Sine Itabira, Cristina de Carvalho Borges.

Ainda segundo a responsável pela agência no município, por meio do aplicativo o trabalhador pode agendar entrevistas com empregadores, tendo em mãos o endereço do local programado para o encontro e consultar vínculos empregatícios. O Sine Fácil ainda tem outras funcionalidades, como o envio de notificações: o usuário recebe pelo celular, por exemplo, notificações sobre o andamento e liberação do seguro-desemprego.

Ressalto que um diferencial importante é que o aplicativo permite inúmeras consultas a vagas de emprego, sem a necessidade de o trabalhador se deslocar até um posto de atendimento ou gastar tempo em filas de espera”, disse Cristina Borges.

Dados do Ministério do Trabalho mostram que, desde seu lançamento, o Sine Fácil já encaminhou mais de 840 mil trabalhadores em todo o país, além de ter ultrapassado a marca de dois milhões de instalações até o final de 2018.

Como acessar?

O aplicativo gratuito é fácil de usar, mesmo para quem tem pouco conhecimento em tecnologia. Após baixar o Sine Fácil pelo Play Store ou App Store, basta seguir os seguintes passos:

1) Entrar como cidadão.br – nessa opção o cadastro será feito pelo smartphone. O trabalhador é direcionado para um cadastro dos dados pessoais que serão validados pelo Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS). Caso os dados estejam corretos, será preciso acertar quatro das cinco perguntas sobre seu histórico laboral.

2) Entrar com o QR Code – o QR Code pode ser obtido nas unidades de atendimento do Sine ou no portal Emprega Brasil (emprebrasil.mte.gov.br). Após instalar o aplicativo, o trabalhador deve digitalizar o código utilizando a câmera fotográfica do aparelho celular. Em seguida é necessário preencher os dados pessoais principais e as informações de contato.

Concluindo esse processo, será gerada uma senha provisória que poderá ser alterada no primeiro acesso. É muito importante manter os dados, contatos e objetivos profissionais sempre atualizados para uma melhor experiência com o aplicativo.

Recuperação econômica – Itabira fecha trimestre com melhor geração de emprego dos últimos cinco anos

A geração de empregos com carteira assinada mantém crescimento em Itabira, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). No primeiro trimestre deste ano foram abertas 656 vagas formais de trabalho na cidade, o melhor desempenho para o período nos últimos cinco anos.

O dado positivo vem das 2.499 contratações feitas no trimestre, contra 1.843 desligamentos.

Segundo o levantamento, a construção civil lidera a geração de vagas, com 472 novos postos preenchidos. O setor de serviços vem na sequência, com 142 oportunidades criadas de janeiro a março.

WhatsApp Image 2019-04-30 at 18.23.58

Série histórica

O último trimestre indica o melhor desempenho local no intervalo a partir de 2014, quando, naquele ano, 663 vagas foram criadas na cidade entre janeiro e março. Os números foram negativos em 2015, 2016 e 2017, período em que a cidade amargou a perda de 567, 1.104 e 232 empregos nos primeiros trimestres, respectivamente.

A recuperação foi sentida no ano passado, com saldo positivo de 325 vagas no primeiro trimestre.

Para realizar o levantamento, o Ministério da Economia considera o número de contratações e o de demissões com carteira assinada no período analisado. Caso o número de contratações seja maior do que o de demissões, o saldo é positivo, com geração de vagas. Se o número de demissões ultrapassa o de admissões, o saldo é negativo.

Comparativo anual

A melhora na economia itabirana também pode ser observada no comparativo ano a ano. O Caged ilustra, a partir de 2013, uma profunda recessão no município, com alívio sentido somente em 2018.

Itabira fechou postos de trabalho naquele ano (-1.305); 2014 (-2.339); 2015 (-7.212), sendo o pior da série histórica; 2016 (-2.630) e 2017 (-560). Nos doze meses do ano passado, todavia, o ciclo negativo foi encerrado, havendo uma geração de 493 oportunidades.

Mais fôlego

Entre diversas obras, públicas e privadas, novos empreendimentos em Itabira fomentam a recuperação da economia. De acordo com a agência do Sistema Nacional de Emprego (Sine) em Itabira, 156 pessoas foram contratadas somente neste mês para uma unidade de atacado e varejo em construção no bairro Gabiroba. Nesse e em outros negócios recém-chegados à cidade, centenas de outras vagas são aguardadas.

A Prefeitura de Itabira, além disso, prevê a abertura de mais de 400 oportunidades de trabalho em concurso público a ser lançado em breve. Está em trâmite, ainda, o certame do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), com 38 postos.

Inscrições abertas – Prefeitura e Instituto Tecendo Itabira oferecem capacitação em costura, artesanato sustentável e bordado

Quem deseja se aperfeiçoar profissionalmente pode ingressar no curso de Capacitação em Costura, Artesanato Sustentável e Bordado oferecido pela Prefeitura de Itabira, por meio de um Termo de Fomento celebrado com o Instituto Tecendo Itabira. O documento prevê a criação de um núcleo cooperativo de trabalho voltado para o artesanato sustentável e costura, com a finalidade de desenvolver o empreendedorismo e a economia solidária no município.

De acordo com o secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo, José Don Carlos Alves, o objetivo da capacitação é “criar um Núcleo Cooperativo de Trabalho focado no empreendedorismo e na economia solidária em Itabira, possibilitando, desta forma, a geração de emprego, renda e capacitação para a comunidade”. São disponibilizadas 160 vagas para pessoas em condição de vulnerabilidade social (desempregados e famílias de baixa renda, por exemplo).

No entanto, em parceria com o projeto Costurando Vidas, idealizado pela promotora Giuliana Talamoni Fonoff, foram criadas mais 20 vagas para a qualificação profissional de mães e mulheres de detentos da Comarca de Itabira. “No total pretendemos qualificar profissionalmente 180 pessoas no prazo de um ano”, explicou Don Carlos.

Para o responsável pelo Instituto Tecendo Itabira, o estilista Ronaldo Silvestre, o curso é um bom exemplo onde três importantes aspectos da sustentabilidade são atendidos: social, econômico e ambiental. “No aspecto social, os participantes em situação de vulnerabilidade aprendem um novo ofício; no aspecto econômico, eles começam a gerar renda; e no que diz respeito ao aspecto ambiental, reutilizamos tecidos e resíduos têxteis que seriam descartados em aterros”, ressaltou.

Ainda segundo o estilista, o projeto cria a oportunidade de inserção no mercado de trabalho e proporciona uma nova perspectiva aos participantes para que eles possam ter mais autonomia e atuação como empreendedores. Além disso, eles podem se tornar multiplicadores de conhecimento para toda a comunidade.

Com o conhecimento adquirido nesse curso, o aluno poderá trabalhar para empresas de uniformes e confecções, montar seu ateliê de reforma dentro de sua própria casa, ou em associação com outros profissionais criar um grupo de costura para atender a demanda de produção de rede de lojas de departamento e grandes marcas de confecções, possibilitando que essas pessoas possam empreender na área, estabelecendo renda de maneira lícita e autônoma”, disse Ronaldo Silvestre.

O curso será ministrado na sede I do Instituto Tecendo Itabira, localizado na rua Irmãos D´Caux, 238, Centro. Serão duas turmas com 90 alunos, divididos nos turnos matutino e vespertino. O início das aulas para a primeira turma será no dia 11 de março, com término previsto no dia 26 de julho. As aulas acontecem nas segundas, quartas e sextas-feiras. As oficinas contam com 280 horas/ aula de: técnicas de costura (80 h/a), trabalhos manuais (40 h/a), bordado (40 h/a), artesanato sustentável (40 h/a), design e criatividade (30 h/a), aulas complementares (20 h/a), e empreendedorismo e cooperativismo (30 h/a).

As inscrições podem ser feitas até o dia 22 deste mês na Universidade Aberta e Integrada de Minas Gerais (Uaitec) – avenida Duque de Caxias, 1.240, bairro Esplanada da Estação.

Outras informações podem ser obtidas pelos telefones: 3839-2522 (Uaitec) e 3835-1570 (Instituto Tecendo Itabira).

Geração de emprego e renda – Sine Itabira bate recorde em oferta de vagas

A agência do Sistema Nacional de Emprego (Sine) em Itabira, localizada na avenida das Rosas, nº 410, no bairro São Pedro, divulgou no final da tarde de ontem (10), número inédito de vagas oferecidas em apenas um dia.

De acordo com o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo (SMDECTIT), José Don Carlos Alves, nesta terça-feira o Sine ofereceu 50 oportunidades de empregos distribuídas em diversas funções como, auxiliar geral, faxineira, eletricista, servente, vigia, feitor de obras, operador de equipamentos, bombeiro, motorista, sinaleiro, apontador, pedreiro, carpinteiro, greidista e encarregado. “É um momento feliz pra gente. Estamos trabalhando com a geração de emprego e renda e hoje (ontem) tivemos o recorde do ano até o momento”, ressaltou o secretário que, destacou ainda, a “lenta” recuperação do cenário econômico brasileiro. “Isso é um sinal bastante positivo para Itabira e, apesar de muitos desempregados para a mesma vaga, esse número está diminuindo gradativamente”.

No entanto, Don Carlos lamentou que a “intensa” movimentação na agência, causada pelas vagas anunciadas, não pode ser controlada pela Prefeitura. “Como estamos em um momento de desemprego, se tem pessoas na fila, isso quer dizer que estamos com vagas disponíveis. Inevitavelmente, o critério de atendimento é por ordem de chegada”. O secretário frisou também, “que o aparente tumulto na porta é por causa da oferta, mas, o nosso pessoal está preparado para atender e dar todo o suporte. Inclusive, a agência possui banheiros e água para os candidatos”, acrescentou.

Triagem

O trabalho do Sine, como explicou Don Carlos, é intermediar as exigências das empresas com o público. “Precisamos deixar claro que a nossa intermediação é apenas com a empresa. Quem determina os pré-requisitos, qualificação e experiência por exemplo, são os empregadores e a nossa função, portanto, é criar um filtro para a seleção de candidatos conforme as vagas que surgem”, destacou. Além disso, segundo o secretário, “se não fizermos a triagem de acordo com a necessidade da empresa, ela não usará mais os serviços do Sine”.

Treinamento para diaristas é oferecido pelo Sine Itabira

Com o objetivo de direcionar as pessoas interessadas em aperfeiçoar o trabalho, em especial aquelas que estão desempregadas, em busca de recolocação profissional, a agência do Sistema Nacional de Emprego (Sine) de Itabira promoverá um treinamento para diaristas no mês de abril.

As vagas são limitadas e as inscrições gratuitas podem ser feitas a partir desta terça-feira (20), das 8 às 10 horas e das 14 às 17 horas no setor de Projetos do Sine, na avenida das Rosas nº 410, bairro São Pedro. Os interessados devem portar carteira de identidade e CPF, além de carta de recomendação e ter classificação na carteira de trabalho como diarista.

Entre outros temas, serão ministradas aulas de competências profissionais, Previdência Social, Deveres e Direitos, Relação Interpessoal, Ética, Higiene, e Marketing Pessoal e Profissional.

O treinamento acontecerá entre os dias 4 e 6 de abril, das 8 às 11 horas, na sala de entrevistas do Sine.

Vagas limitadas – Parceria entre Prefeitura e Governo de Minas promove curso gratuito para itabiranos

Uma parceria entre a Prefeitura de Itabira e o Governo de Minas Gerais traz ao município o Qualifica-se, um programa de competências profissionais e sociais para o trabalhador. São palestras ou cursos gratuitos destinados ao público geral, prioritariamente, jovens maiores de 18 anos que buscam os serviços oferecidos nas agências do Sistema Nacional de Emprego (Sine), nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e nos municípios para a inserção e/ou recolocação no mercado de trabalho.

Em Itabira, o curso será ministrado entre os dias 11 e 15 de dezembro, na agência do Sine. Serão duas turmas de 25 alunos, com carga horária de 20 horas. Os participantes serão certificados pela Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese).

O curso tem por objetivos fomentar, promover e expandir as competências profissionais e sociais para ampliar as oportunidades de inserção do trabalhador, especialmente jovem e em vulnerabilidade social para a geração de renda, por meio da inserção no mercado de trabalho formal, informal ou empreendedorismo”, disse o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo (SMDECTIT), José Don Carlos Alves Santos.

As inscrições acontecem no Sine a partir do próximo dia 4, das 9h às 16 h, e seguem até o dia 7 de dezembro. Para se inscrever, o interessado deve apresentar a Carteira de Identidade, CPF, Carteira de Trabalho e comprovante de residência.

A agência do Sine funciona na avenida das Rosas, nº 1.115, bairro São Pedro. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (31) 3839-2140.

Minas Fácil de Itabira sobe para 8º no ranking estadual

O processo para abertura de empresas em Itabira, realizado pelo Minas Fácil, é concluído em poucos dias e supera o prazo de outras unidades do Estado. Os empresários e trabalhadores itabiranos têm acesso a diversos serviços na avenida das Rosas, nº 1.115, no bairro São Pedro – local de funcionamento do Sine e do Minas Fácil – de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas.

Os empreendedores que procuram o Minas Fácil de Itabira para formalizar o próprio negócio encontram mais agilidade no serviço. Prova disso, segundo Danielli Teixeira Gomes, diretora de Plantas Industriais da Prefeitura, é a evolução de Itabira no ranking da Junta Comercial do Estado de Minas Gerais (Jucemg), que hoje está em 8º lugar. “No começo do ano estávamos em 67º lugar, passamos para o 34º quando percebi a existência desse ranking. Hoje, estamos em 8º por causa do nosso trabalho, já que abrimos uma empresa em seis dias”.

Ainda segundo ela, o prazo máximo estipulado pela Jucemg é de nove dias para que os empresários tenham acesso ao contrato social registrado, CNPJ, inscrições municipal e estadual e, alvará de localização. “Então, quando a gente consegue atingir ou diminuir o prazo para essas formalizações, vamos subindo na classificação”, explicou Danielli Gomes. O ranking é divulgado mensalmente pela Jucemg e, de acordo com a diretora, o esforço é contínuo para manter a unidade de Itabira no topo. “Por exemplo, mês passado ficamos em 10º lugar. Então, o trabalho não pode parar”.

O Minas Fácil é um serviço prestado pela Jucemg, em parceria com as Receita Federal; secretarias de Estado de Fazenda (SEF), Planejamento e Gestão (SEPG) e Meio Ambiente (SEMAD); Vigilância Sanitária (Visa) e Corpo de Bombeiros, além da Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo (SMDECTIT).

Funciona também, no mesmo endereço, a unidade Itabira do Sistema Nacional de Empregos (Sine), destinada aos trabalhadores que, além das oportunidades de emprego, oferece a confecção de currículo, a emissão da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) e o suporte para o trabalhador dar entrada no seguro-desemprego. As empresas que anunciam as vagas de trabalho no Sine também são auxiliadas pela equipe no momento de selecionar os trabalhadores. Além disso, contam com uma sala para realizar as entrevistas e dar início ao processo de contratação.

A CTPS é confeccionada gratuitamente na agência de Itabira e o trabalhador sai com o documento no mesmo dia. “Somos a única unidade em Minas Gerais que tem a impressora de produção da carteira e, por isso, conseguimos entregá-la em poucas horas”, justificou Danielli Gomes que, ressaltou também a crescente demanda pelo serviço. “Muitos moradores de outras cidades, como Belo Horizonte e Ipatinga por exemplo, utilizam o Sine Itabira para fazer a CTPS”.

Emprego

Desde o mês de julho, as vagas de emprego disponíveis na agência são divulgadas no dia anterior ao início do processo seletivo. A partir das 16 horas, de segunda a sexta-feira, as oportunidades são afixadas na parte externa do Sine e, também, distribuídas para todos os veículos de comunicação da cidade.

Esta decisão foi tomada, segundo Danielli Gomes, para diminuir as filas no local. “Nosso objetivo é acabar com as filas desnecessárias e promover mais comodidade pra os usuários. Como as vagas já foram antecipadas no dia anterior, com os seus respectivos requisitos, as pessoas não precisam mais amanhecer na porta da agência”. A diretora lembrou ainda, que os requisitos para preencher as vagas são definidos pelas empresas. “Com relação às exigências de escolaridade, experiência e qualificação são determinações dos contratantes. O Sine apenas acata, faz a triagem das pessoas e as encaminha para as empresas com a carta de entrevista”.

Indicadores

De acordo com dados da SMDECTIT, registrados em junho deste ano, estão formalizados e em atividade 7.302 negócios. Desse total, 3.709 são empresas – 1.572 do comércio, 323 do segmento indústria e 1.814 de serviço – e 3.593 são microempreendedores individuais (MEI). Desde o início do ano, 58 novas empresas foram constituídas e 44 extintas. O prazo médio para abertura de empresas é de seis dias, no entanto, em fevereiro, girava em torno de 14 dias.

O Sine emitiu até junho, 1.495 carteiras de trabalho para pessoas de outras 15 cidades, além de Itabira e, produziu ainda, 755 currículos. Em janeiro a quantidade de desempregados registrada foi de 788 pessoas. Em junho, esse número caiu para 591. Em contrapartida, a quantidade de pessoas empregadas em janeiro era de 808 e, em junho, de 584. No último balanço do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, referente ao mês de junho, foram admitidos em Itabira, 627 pessoas, contra 617 demissões.

Oportunidade – Usuários da assistência social participam de curso gratuito de artesanato

A parceria entre a Prefeitura e o Sindicato dos Produtores Rurais de Itabira continua produzindo bons frutos para a população. Nesta segunda-feira (7), dez pessoas selecionadas pela Secretaria Municipal de Ação Social (SMAS) iniciaram o curso gratuito de Artesanato em Fibras Naturais Rígidas – Móveis de Bambu, na Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA).

Com duração de 40 horas, a oficina é promovida pela SMAS/ Programa Nacional de Promoção do Acesso ao Mundo do Trabalho (Acessuas Trabalho) e ministrada por profissionais do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). Os participantes são adolescentes atendidos pelo Centro Especializado de Assistência Social (Creas) que no momento cumprem medidas socioeducativas, usuários do programa Bolsa-Família e pessoas cadastradas no Acessuas em busca de emprego e qualificação profissional.

De acordo com a coordenadora do Acessuas Trabalho, Vivian Gonçalves Coelho, nos últimos quatro anos o programa promoveu diversos cursos gratuitos para a comunidade. O público-alvo é formado por usuários da assistência social do município. “Temos um público-alvo, mas também atendemos a toda comunidade. Há pessoas que nos procuram em busca de uma qualificação profissional para poder se readequar nesse cenário de crise. Para o próximo ano, estamos planejando outros cursos como fabricação de doces, produção de quitandas, corte e costura, entre outros”, explicou.

Segundo a mobilizadora do Senar e secretária do Sindicato dos Produtores Rurais de Itabira, Ana Maria Soares Pena, o curso oferece aos participantes a oportunidade de uma nova fonte de renda.

Os móveis produzidos com bambu têm uma grande aceitação no mercado. Com isso, o participante vai poder angariar um pouco mais de valor ao produto e conseguir uma fonte de renda melhor. Se a produção não for para venda, a pessoa vai poder, por exemplo, mobiliar a própria casa e evitar maiores gastos”, disse Ana Maria Pena.

Morador do bairro Bálsamos, Gustavo Silva Ribeiro acredita que durante o curso aprenderá um novo ofício e, assim, aumentará a renda familiar. “O curso é bom para aprender novas coisas. Espero repassar o que aprender aqui para outras pessoas também”.

O prefeito Damon Lázaro de Sena participou da primeira aula e deu boas-vindas aos alunos. Entre outras coisas, ele ressaltou a importância de proporcionar novas oportunidades à população.

Nosso governo tem como princípio ofertar uma educação de qualidade a todos os jovens do município e isso não poderia ser diferente com qualquer grupo que fosse. O objetivo desse curso é proporcionar melhores condições para nossos jovens, além de construir oportunidades para agregar renda e valor. Este curso mostrará a eles que as possibilidades de melhoria existem e estão aí para todos. Tudo isso por meio da educação, que deve ser de excelência. No entanto, antes da educação, está Deus e a família. A família bem estruturada, aliada à fé e à educação de qualidade, estabiliza qualquer sociedade. É nesse processo que acreditamos”.

Entenda

O Acessuas Trabalho é um programa desenvolvido na cidade por meio de convênio firmado entre o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e a Prefeitura/ SMAS. Por meio dele, jovens, adolescentes e adultos têm a oportunidade de se qualificarem profissionalmente. Mais informações podem ser obtidas na SMAS (avenida Carlos de Paula Andrade, 135 A, Centro) ou pelo telefone (31) 3839-2808.

Emprego em tempos de crise – Sine Itabira oferece palestra gratuita à população

Com a crise econômica e o aumento do número de desempregados em todo o país, a preocupação em conseguir uma vaga e se manter no mercado de trabalho é constante. Pensando nisso, a agência do Serviço Nacional de Emprego (Sine) em Itabira está oferecendo a palestra “Como conseguir um emprego em tempos de crise?” para toda a população. O evento será realizado na próxima quinta-feira (14), às 9h30, no Sine (av. das Rosas, 1.115 – bairro São Pedro).

Entre os assuntos abordados pelo palestrante e consultor de negócios Rogério Mendes destaca-se a motivação na busca pelos objetivos de cada um, maneiras de como driblar a crise, como ser um profissional melhor e ainda, como destacar-se no mercado profissional. A palestra acontece por meio do projeto “Vamos pensar juntos” e é gratuita. As vagas são limitadas. Todos os participantes receberão certificado.

As inscrições podem ser feitas pelo telefone 3831-2284 ou pelo site www.vamospensarjuntos.com.br.

Scroll To Top