segunda-feira , 21 janeiro 2019
Você está aqui: Capa | Arquivos de Tag: Estação de Tratamento de Água

Arquivos de Tag: Estação de Tratamento de Água

Chapada e Serra dos Alves – Prefeitura inicia construção de novas estações de água

Duas importantes regiões do município receberão, ainda no primeiro semestre deste ano, novas Estações de Tratamento de Água (ETA). Nesta semana, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira deu início às obras civis no bairro Chapada e, na localidade rural Serra dos Alves, técnicos da autarquia definirão, nos próximos dias, o terreno da ETA para os trabalhos estruturais começarem ainda este mês.

No bairro Chapada o problema é “crônico”. De acordo com Leonardo Ferreira Lopes, diretor-presidente do Saae, a oferta de água é insuficiente. “O abastecimento é realizado por meio de poço artesiano e o sistema não suportou o crescimento populacional do bairro nos últimos 12 anos. Acompanhando a situação e a necessidade dos moradores, o prefeito Ronaldo (Magalhães) determinou a construção desta estação”.

Já na Serra dos Alves, região turística do distrito Senhora do Carmo, Leonardo Lopes explicou que a água utilizada pela comunidade é imprópria. “É proveniente de uma nascente, não é tratada e eu oriento a qualquer um que estiver lá, a consumir água mineral”. Para o presidente, no entanto, o empreendimento atende a duas questões: saúde pública e diversificação econômica. “Lá o problema é desde sempre e a necessidade de uma ETA é questão de saúde. Além disso, por ser um local de turismo, o Governo Municipal entende como um investimento na área econômica. Por essas razões, o prefeito também determinou a construção da ETA, que vai proporcionar abastecimento público digno e adequado àquela população”, avaliou Leonardo Lopes.

Nos dois locais a capacidade de fornecimento de água das estações – adquiridas ainda no ano passado – será de 10 litros por segundo (l/s) que, como explicou o diretor-presidente do Saae, é suficiente para atender a mais de três mil habitantes. “Em média, um litro por segundo atende a 350 pessoas. Inclusive, na Serra dos Alves, por ser uma localidade turística, a ETA estará dimensionada para o fluxo de visitantes nos períodos de festa, como carnaval por exemplo”.

Esgoto

Durante as obras de instalação da ETA Chapada o Saae implantará também um sistema de esgoto para minimizar o risco de contaminação da água. Segundo Leonardo Lopes, serão necessárias 40 fossas sépticas. “Acima da ETA, onde está o pequeno rio, teremos que colocar fossas nas residências para que não ocorra sua contaminação, pois essa será a água tratada e fornecida pela ETA”. Leonardo Lopes explicou ainda que técnicos da autarquia irão se reunir com os moradores para explicar a situação. “As residências que receberem fossas terão que contribuir com uma pequena tarifa, chamada esgoto estacionário”.

Já no distrito Ipoema, obras de modernização e ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) estão a todo vapor. Com a construção de novas redes coletoras e interceptores, o distrito, de acordo com o Saae, terá 100% de esgoto coletado e tratado ainda no primeiro semestre de 2019.

Foto: ETA Senhora do Carmo

Prefeitura inicia testes na nova ETA Senhora do Carmo

A Prefeitura, por meio do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira, iniciou ontem (20), testes na nova Estação de Tratamento de Água (ETA) do distrito Senhora do Carmo, com inauguração prevista para o próximo dia 8 de abril.

De acordo com Frederico Sander, gerente de produção do Saae, na tarde de ontem, a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) readequou o padrão de energia da ETA, “serviço que não comprometeu o abastecimento de água no distrito, já que o reservatório estava cheio”, explicou. Ainda segundo o gerente, os processos iniciais de tratamento de água serão iniciados nesta sexta-feira (23), ação que interromperá o fornecimento de água em Senhora do Carmo. “Será necessária a paralisação da ETA para realizar a limpeza da adutora de água tratada, que só pode ser feita com o procedimento de corte na rede que interliga a nova ETA ao reservatório”. Possivelmente, segundo Frederico Sander, o serviço será finalizado no final do dia.

Pureza

Também na tarde desta quarta-feira (20), a ETA Pureza interrompeu o fornecimento de água em vários bairros – Gabiroba, Santa Tereza, Hamilton e Jardim dos Ipês – “devido a um serviço da Cemig que não foi programado com o Saae”, ressaltou o gerente Frederico Sander. No entanto, segundo ele, a ETA Pureza já normalizou o bombeamento de água.

Nova Estação de Tratamento de Água – Ronaldo Magalhães faz vistoria na ETA Senhora do Carmo

Na última segunda-feira (29), o prefeito Ronaldo Magalhães esteve no distrito Senhora do Carmo para visitar as obras da nova Estação de Tratamento de Água (ETA) e, também, ceder salas do Centro de Tradições para a associação comunitária dos moradores.

Ao chegar no distrito, o prefeito visitou a obra de instalação da nova ETA, iniciada em agosto do ano passado. De acordo com Ronaldo Magalhães, a obra, prevista para finalizar em 30 dias, irá solucionar o problema da qualidade da água em Senhora do Carmo, “já que a atual ETA foi instalada há 30 anos e não comporta mais a demanda”, avaliou o prefeito, que ainda ressaltou, “essa ETA era uma reivindicação atinga e, agora, a comunidade vai contar com mais volume de água totalmente tratada. Isso é uma questão de saúde pública, pois o Carmo recebe água de má qualidade há algum tempo.”.

Além disso, Ronaldo Magalhães anunciou a busca de recursos para construir uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) no distrito. “Estamos trabalhando e buscando junto ao Ministério das Cidades, recursos para o tratamento de esgoto. Ipoema já tem e agora falta o Carmo. Gosto de lembrar que nossos dois distritos são maiores que muitos municípios.”.

Em seguida, no Centro de Tradições, o prefeito assinou o decreto nº 1.266, onde a Prefeitura irá permitir por 15 anos o uso de duas salas – situadas na parte inferior do centro – pela associação, que executará projetos sociais e voluntários, começando com as artesãs do distrito. Ainda de acordo com o documento, é responsabilidade da associação arcar com despesas de manutenção, como limpeza, pintura, energia elétrica, água, segurança, telefonia e reformas necessárias.

Para Ronaldo Magalhães, o projeto da associação promete “dias melhores” para Senhora do Carmo. “Se Deus quiser vai ser um projeto de sucesso. Além do nosso apoio, conta também com a Vale e, com certeza, o nosso artesanato terá mais oportunidades”, concluiu o prefeito.

ETA

A Prefeitura investirá, no total, R$ 310.576,85 para a construção da nova ETA Senhora do Carmo. O empreendimento produz 15 litros de água por segundo, com capacidade para atender a cinco mil habitantes.

A atual estação de tratamento do distrito, segundo Leonardo Ferreira Lopes, presidente do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira, irá atender, depois da obra, a população dos bairros Chapada, Boa Esperança e Barro Branco que, hoje, contam com poços artesianos. Segundo ele, a ETA do distrito está em “boas condições” para o número de habitantes desses bairros.

Prefeitura assina ordem de serviço para nova ETA em Senhora do Carmo

No final da tarde da última sexta-feira (11), na sede da administração distrital de Senhora do Carmo, o prefeito Ronaldo Magalhães assinou a ordem de serviço para iniciar a obra de instalação da nova Estação de Tratamento de Água (ETA) de Senhora do Carmo, prevista para começar na próxima semana.

Devido ao embargo judicial do processo de licitação para a nova ETA, iniciado no ano passado, a empresa Arcoverde Engenharia, Consultoria, Treinamento, Fiscalização e Projetos Ltda – vencedora da licitação – ficou impedida de executar os serviços. De acordo com o diretor-presidente do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira, Leonardo Lopes, o departamento jurídico a Prefeitura solicitou ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais uma conclusão para o processo. “Por meio de sentença, a empresa Arcoverde foi autorizada a prosseguir com a obra e, a partir de agora, teremos a oportunidade de oferecer uma água de melhor qualidade para o nosso distrito”. Além disso, segundo ele, a nova ETA é uma necessidade para o distrito Senhora do Carmo, “já que a atual não comporta mais a demanda”, esclareceu Leonardo Lopes.

Para o prefeito Ronaldo Magalhães, os distritos precisam da mesma atenção que é dada ao restante do município. “A região rural precisa ser olhada como o centro da cidade é olhado e a água tem um fator especial, pois não é apenas uma obra, é uma questão de saúde pública”. De acordo com o prefeito, no período chuvoso, mesmo com o tratamento “a água em Senhora do Carmo fica turva e sem a qualidade que precisa”, ressaltou.

Na próxima semana, como informou Leonardo Lopes, a construção da nova ETA será iniciada, inclusive a contratação de mão de obra. “O processo de montagem do canteiro de obra será iniciado nos próximos dias e a empresa também começará a contratação de pessoas, exclusivamente de Senhora do Carmo”, revelou o presidente do Saae.

ETA

A Prefeitura investirá R$ 310.576,85 para a construção da nova ETA Senhora do Carmo que, de acordo com informações do Saae, deve ficar pronta em seis meses. O empreendimento produz 15 litros de água por segundo, com capacidade para atender a cinco mil habitantes.

A atual estação de tratamento do distrito, segundo Leonardo Lopes, irá atender, depois da obra, a população dos bairros Chapada, Boa Esperança e Barro Branco que, hoje, contam com poços artesianos. “E a solução definitiva para esses bairros é a construção de uma ETA, inclusive, anseio antigo dos moradores”, avaliou o presidente que, ressaltou ainda, as boas condições da ETA Senhora do Carmo para o número de habitantes dessa região. “A ETA Senhora do Carmo está em perfeitas condições, ela só não atende mais a população do distrito, que cresceu nos últimos 30 anos, quando a ETA foi instalada”.

Conhecimento – Alunos da Escola Municipal de Candidópolis visitam ETA Rio de Peixe

Os alunos da Escola Municipal de Candidópolis conheceram nesta terça-feira (26), a Estação de Tratamento de Água (ETA) Rio de Peixe. O local foi apresentado aos estudantes pelo prefeito Damon Lázaro de Sena e por técnicos do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae). Secretários municipais também participaram da visita.

A iniciativa da Secretaria Municipal de Educação (SME) tem o objetivo de mostrar aos alunos das escolas municipais o funcionamento da ETA e promover a conscientização da importância de utilizar a água de forma racional para que não falte. Antes, os estudantes também conheceram o novo prédio da Universidade Federal de Itajubá (Unifei) Itabira.

A diretora da instituição de ensino, Lúcia Otoni, ressaltou que a visita foi muito importante e significativa. “As crianças tiveram a oportunidade de conhecer todo o processo de tratamento da água. Elas gostaram muito e, com certeza, daremos continuidade a este trabalho na escola. Como são multiplicadores, os resultados desta visita afetaram de forma benéfica a família de cada um”.

O prefeito Damon Lázaro de Sena disse que as crianças chegaram estimuladas. “Água de qualidade evita doenças e agora os alunos sabem o que é feito para que eles recebam água tratada em casa. É importante que eles tenham informação de onde o gestor público está investindo o dinheiro para melhorar a vida da população. Seguiremos neste projeto educativo, mostrando para as crianças que trabalhamos cuidando das pessoas e para dar-lhes um futuro promissor”.

Dia Mundial da Água – ETA Rio de Peixe é inaugurada após 30 anos sem investimento em captação

Após 30 anos sem investimentos em captação de água, a Prefeitura de Itabira inaugurou nesta terça-feira (22) a Estação de Tratamento de Água (ETA) Rio de Peixe. A consolidação deste projeto atende os anseios da população, que aguardava há décadas por soluções quanto ao abastecimento de água na cidade. Sob o aplauso de autoridades, servidores e principalmente dos líderes comunitários dos bairros que serão atendidos pela ETA, a placa de inauguração foi descerrada.

Localizada na região do bairro Bálsamos, a obra é da Prefeitura em parceria com a Vale e o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae). A estação de tratamento atenderá 25 mil pessoas nas regiões dos bairros Santa Ruth, Santa Marta, Monsenhor José Lopes, Valença, Fênix e João XXIII. Estima-se que essa população consuma 32 litros por segundo (l/s) do volume total de 60 l/s. Os outros 28 l/s serão transferidos para o reservatório do Milhão, no Juca Batista, o que permitirá atender até 65 mil pessoas na cidade.

Jacir Primo, diretor do Saae mencionou os desafios diários enfrentados pela autarquia para garantir água nas residências e ressaltou que em 30 anos, os investimentos em captação se resumiram apenas a estudos ou projetos básicos que não saiam do papel. “Itabira produz cerca de 330 l/s para atender uma população de 110 mil habitantes, quando são necessários 465 l/s. A ETA Rio de Peixe vai reduzir este déficit em 75 l/s. Este governo é o responsável por investir nos projetos de captação para que Itabira possa ter sustentabilidade hídrica e forneça água que a população e a indústria necessitam. Caminhamos para o futuro”.

O prefeito Damon Lázaro de Sena disse que a obra é um marco na história de Itabira. “Estamos investindo R$ 48 milhões em captação de água e Tratamento de Esgoto, provenientes de recursos próprios, Governo Federal e Vale. Estamos construindo em parceria com a iniciativa privada e sociedade organizada. A ETA é um grande passo para o desenvolvimento da cidade, mas devemos continuar a usar a água de forma consciente. A administração municipal trabalha para cuidar das pessoas e fomentar meios para um futuro com qualidade de vida para a população”.

Foram investidos R$ 5.124.320,08 milhões, dos quais a Prefeitura custeou R$ 3.624.320,08. A mineradora participou com aporte de R$ 1,5 milhão e cessão da outorga para captação.

A solenidade também contou com a presença do diretor de Ferrosos Sudeste da mineradora Antônio Daher Padovezi, gerente-geral da Vale Fernando Carneiro, vereadores, o e o presidente da Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Agropecuária de Itabira (Acita) Eugênio Muller.

Áudio sobre captação de água que circula em aplicativos refere-se a Governador Valadares

Por meio de aplicativos de mensagem instantânea (como o WhatsApp), moradores de Itabira estão recebendo um áudio que alerta sobre a interrupção da captação de água. A mensagem informa sobre a necessidade de se estocar água, já que o fornecimento será interrompido até o dia 17 de novembro.

A Prefeitura de Itabira esclarece que o aviso refere-se à cidade de Governador Valadares, município que capta água do rio Doce – atingido pela lama proveniente das barragens que se romperam em Bento Rodrigues, distrito de Mariana, na última semana.

Apesar da longa estiagem e do período de racionamento, a Prefeitura de Itabira e o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) trabalham para que toda a comunidade seja abastecida. As Estações de Tratamento de Água (ETA) Pureza e Gatos estão funcionando normalmente. Também está em operação a ETA Rio de Peixe, construída durante o atual governo após 30 anos sem investimentos em captação de água.

Comunicado – Falta d’água nos bairros atendidos pela ETA Rio de Peixe

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira comunica a todos que, em função da baixa vazão fornecida para a Estação de Tratamento de Água (ETA) Rio de Peixe (40 litros por segundo nos dias 07 e 08/11 e inoperante hoje – 09/11), os bairros abaixo discriminados estão com o abastecimento comprometido. Espera-se que a situação se normalize até as 17 horas de terça-feira (10). Bairros que serão afetados: Fênix, Santa Ruth, Conceição, Abóboras, Santa Marta e Bálsamos.

Sem chuva, mananciais que abastecem Itabira estão vazios

Por causa da longa estiagem que assola a região, os mananciais que abastecem Itabira estão vazios. Além da falta de chuva, com as altas temperaturas, há um índice enorme de evaporação e baixa reposição de água nos reservatórios. Por isso, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Itabira (Saae) ressalta que o racionamento continua e a interrupção do fornecimento de água ocorre de acordo com a necessidade. A medida é necessária para garantir que todas as regiões possam receber água de maneira justa e adequada.

Entretanto, apenas o racionamento não é suficiente para resolver o problema do desabastecimento na cidade. “A contribuição deve vir da população, por meio do uso consciente da água”, afirma o diretor-presidente interino da autarquia, Domício Carlos Bragança Guerra. Segundo ele, com o aumento do calor, muitas pessoas estão gastando mais água. “A situação no município é grave: o consumo aumentou e nossos reservatórios estão vazios”, alertou Domício Guerra.

Dados do Saae mostram que a captação na Estação de Tratamento de Água (ETA) Pureza, que tem uma vazão normal de 186 litros por segundo (l/s), atualmente é de 115 l/s (com reforço da ETA Rio de Peixe). Ou seja, uma redução de 71 l/s. Vale lembrar que a ETA Pureza é responsável por abastecer 55% do município. Já a ETA Gatos, que normalmente opera com uma vazão de 88 l/s, apresenta hoje uma vazão de 65 l/s (com reforço do Sistema Girau).

Para amenizar o problema, o Saae e a Prefeitura de Itabira alugaram um gerador e o instalaram na ETA Rio de Peixe. Desde o último dia 15, o aparato está abastecendo os reservatórios do bairro Fênix.

Saiba mais sobre o funcionamento da ETA Rio de Peixe

Desde a semana passada, está em funcionamento a Estação de Tratamento de Água (ETA) Rio de Peixe, instalada próxima ao bairro Bálsamos. A obra resulta da parceria entre Prefeitura de Itabira, Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) e Vale e o investimento total é de R$ 5.554.472,00.

A ETA permite a captação de 60 litros de água por segundo (l/s) para abastecer os bairros Santa Ruth, Santa Marta, Monsenhor José Lopes, Valença, Fênix e João XXIII. O volume excedente é destinado ao reservatório do Milhão, no Juca Batista. Segundo o Saae, a nova estação permite que o reservatório da região do Fênix permaneça cheio durante o dia, algo que nunca ocorreu antes.

Como o local aguarda a instalação da rede elétrica, a Prefeitura alugou um gerador para funcionamento da ETA pelo valor de R$ 7.600,00 para o período de um mês. O Saae arca com as despesas dos combustíveis dos três geradores em funcionamento: um bombeia água do Rio de Peixe para a ETA Pureza; outro é responsável pelo funcionamento da ETA Rio de Peixe; e o terceiro bombeia água do Sistema Girau para a ETA Gatos. São consumidos cerca de 1.100 litros de diesel por dia, representando uma despesa de aproximadamente R$ 3.300,00.

Scroll To Top