quarta-feira , 11 dezembro 2019
Você está aqui: Capa | Arquivos de Tag: leilão

Arquivos de Tag: leilão

Oportunidade – Prefeitura realizará leilão de inservíveis no parque de exposições

No dia 10 de dezembro, a partir das 10 horas, a Prefeitura fará um leilão de bens móveis considerados inservíveis para o município. No entanto, a partir desta segunda-feira (2), os interessados poderão visitar os produtos, das 8 às 11 horas e das 13 às 17 horas, no Parque de Exposições Virgílio José Gazire – local do leilão.

De acordo com o edital 001/2019, serão vendidos veículos, motocicletas, tratores, implementos agrícolas, sucatas etc. É importante ressaltar que os bens serão leiloados no estado e condições em que se encontram, não cabendo, portanto, reclamações futuras quanto à qualidade e garantia dos produtos. Assim como não será responsabilidade da Prefeitura ou da leiloeira realizar consertos, reparos ou desmonte dos bens arrematados.

Por isso, antes do leilão, todos os objetos poderão ser vistoriados pelo público. Inclusive, a documentação inerente aos veículos. Vale lembrar que a averiguação quanto ao modelo, cor, ano de fabricação, potência, problemas mecânicos, número de motor, chassi e outros é de total responsabilidade do comprador.

Leilão

Poderão participar todas as pessoas físicas maiores e capazes, e as pessoas jurídicas devidamente constituídas na forma da lei. De acordo com o artigo 9º, inciso II da Lei 8.666/93, não poderão participar, na condição de arrematantes, os servidores ou dirigentes do comitente, sejam efetivos, comissionados, contratados ou cedidos para órgãos da administração direta ou indireta.

Os interessados poderão participar ainda pela internet, sendo os lances encaminhados por meio do portal www.patricialeiloeira.com.br. Outras informações, ligue para o suporte em horário comercial, nos seguintes contatos: (31) 3243-1107 e 9 9235-2905 ou pelo e-mail: contato@patricialeiloeira.com.br.

Clique aqui para acessar o edital e anexos.

Prefeitura arrecada mais de R$ 3 milhões no primeiro dia do leilão de lotes

Aconteceu nesta terça-feira (20), no auditório da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), o primeiro dia do leilão de lotes do município. Ao todo, 14 lotes públicos, situados na avenida Mauro Ribeiro Lage, avenida das Rosas e bairro Bálsamos, estiveram à venda. Destes, cinco foram vendidos. Com isso, o Município arrecadou R$ 3.653.00,00.

Para o secretário municipal de Obras, Ronaldo Lott Pires, este primeiro momento foi bom. “O andamento do leilão aconteceu dentro do esperado. Alguns lotes tiveram um sobrepreço muito acima, outras nem tiveram oferta. O mercado é algo que não podemos prever”, disse.

O leilão segue até a sexta-feira (23). Ainda há lotes disponíveis nos bairros São Pedro, Colina da Praia, Penha, Novo Amazonas, Santa Inês e Fênix. Para participar, o interessado deve efetuar o depósito mínimo na conta do Município (dados disponíveis no edital) e apresentar o recibo na Coordenadoria de Contratos (2º andar da prefeitura), para emitir a nota de caução, documento que garante a participação nos dias de leilão. Este processo pode ser feito com um dia de antecedência ao leilão.

Infelizmente, algumas pessoas não entenderam um mecanismo que fizemos este ano: se a pessoa fizesse uma nota de caução no valor maior, ela poderia participar de vários itens do leilão. Então, entendendo isso agora, esperamos uma melhora nos próximos dias”, destacou Ronaldo Lott.

O secretário de Obras ressaltou ainda que todo o processo acontece com lisura e transparência. Segundo ele, o resultado financeiro é a consequência de um trabalho realizado com seriedade, organização e clareza. “Esse é o grande fruto. O resultado é o mercado que determina, por exemplo, se o preço está alto ou baixo.”

Para participar do leilão, é necessário retirar o edital completo na Coordenadoria de Contratos da Prefeitura (avenida Carlos de Paula Andrade, nº 135, 2º andar), das 12h às 18 horas. Os interessados também podem solicitar o documento por meio do e-mail contratositabira@yahoo.com.br. Outras informações podem ser obtidas pelo site www.leilaoitabira.com.br.

Prefeitura promove coletiva de imprensa sobre “leilão” de lotes

Outra coletiva de imprensa movimentou a Prefeitura de Itabira nesta tarde de quarta-feira (27), no auditório do paço municipal, quando os secretários municipais Ronaldo Pires Lott (Obras), Priscila Braga Martins da Costa (Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente) e o procurador jurídico, Leonardo Rosa, se reuniram para explicar detalhes do edital nº 005/2017 de concorrência pública (leilão), destinado à alienação de áreas integrantes (lotes) do município.

De acordo com Ronaldo Lott, entre os dias 20 e 23/02/2018, das 8 às 18 horas, no auditório da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (SMDUMA) – Mata do Intelecto – serão vendidos 48 lotes de variados tamanhos e topografias, distribuídos em sete bairros da cidade – Bálsamos, Colina da Praia, Esplanada da Estação, Fênix, Novo Amazonas, Santa Inês e São Pedro. “São aproximadamente 12 lotes por dia e o processo de concorrência ou leilão dura, em média, 50 minutos”, explicou. Ainda segundo o secretário, o processo é ininterrupto das 8 às 18 horas, “ou seja, não há pausa para almoço e afins, é contínuo em todos os dias.”

Além da receita que a Prefeitura espera com as vendas dessas áreas – cerca de R$ 10,5 milhões – Ronaldo Lott destacou outro ganho para o Município. “Fizemos uma estimativa junto com a secretaria da Fazenda e só o IPTU (Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana) desses lotes à venda, são R$ 45 mil a mais por ano”. Já o Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), segundo ele, geraria mais de R$ 200 mil aos cofres públicos. “São números relevantes. Recursos livres que podem ser usados como folha de pagamento e coisas assim. Hoje esses lotes, ou a maioria deles, dão é prejuízo para a Prefeitura”, ressaltou Ronaldo Lott.

Justificando a afirmação do secretário de Obras, Priscila Martins da Costa afirmou que os custos fixos do Município com esses terrenos vão além da limpeza. “É um gasto enorme. Não é só limpeza. Você tem que vigiar para não ter invasão e tem que pagar a energia elétrica da iluminação pública daquela região. Então, a despesa que nós temos com esses imóveis, nos fez pensar uma forma diferente de usá-los”, avaliou a secretária.

A receita gerada pelo leilão, segundo Ronaldo Lott, será aplicada em obras de infraestrutura referentes às construção dos 400 apartamentos do programa federal Minha Casa Minha Vida e da avenida Machado de Assis. “E temos outras obras de infraestrutura também. Uma delas é a contrapartida do recurso que está aqui na Prefeitura desde 2012, que são as obras do convênio com a Setop (Secretaria Estadual de Transportes e Obras Públicas), na qual fizemos uma licitação no início do ano para o (bairro) Colina da Praia. Hoje esse recurso movimenta em torno de R$ 2,3 milhões e o convênio tem prazo limitado”, afirmou o secretário.

Concorrência pública

Pensando em aumentar o poder de participação dos possíveis compradores, a Prefeitura lançou um mecanismo para facilitar o processo: a “nota de caução”. Antigamente, as pessoas tinham que depositar um sinal – 5% do valor do imóvel – por vez para apresentar uma proposta. Neste novo modelo, os interessados podem participar de todos os lotes que correspondam ao valor do depósito realizado no dia anterior ao leilão. “Por exemplo, tem vários lotes na faixa de R$ 60 mil onde você tem que fazer um caução de R$ 3 mil. Então, agora, com um depósito caução você poderá participar de todos os leilões cujos lotes tenham o valor máximo de R$ 60 mil”, esclareceu Ronaldo Lott, que acrescentou, “com isso, aumentamos o poder de participação dos interessados e evitamos algo muito normal em leilões, das pessoas combinarem antes quem ganha tal lote e quem não ganha”.

Os critérios de avaliação aplicados pela comissão permanente de licitação da Prefeitura são baseados na norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Portanto, como informou Ronaldo Lott, a comissão analisou e adotou um modelo de avaliação para definir os preços de cada lote. “Existem dois tipos de avaliação pela ABNT, aquela mais completa e aquela que é feita pelo valor de mercado. Uma avaliação mais simplificada, mas que também atende as normas da ABNT. Quais foram os parâmetros? A localização, os serviços públicos existentes, o mercado local, como está se posicionado a economia no momento, a topografia, a geografia e seus parâmetros de ocupação”, declarou o secretário.

De acordo com o edital, é necessário que o vencedor da compra pague em única parcela o valor integral do terreno. “Venceu a licitação, o pagamento é à vista e a pessoa tem até três dias úteis. Se não fizer o pagamento, perde os 5% do depósito caução. Não é diferente das condições comerciais”, disse Ronaldo, que garantiu ainda, a documentação pronta de todos os terrenos nos dias do leilão.

Sobre a regularidade dos lotes, Ronaldo Lott afirmou que todos são de propriedade da Prefeitura e estão corretamente registrados no cartório de imóveis. “Não tem nenhum imóvel irregular. Quando foram para a Câmara (dos vereadores), já estavam autorizadas a desafetação deles, que é um processo junto ao cartório”.

Em 2018, caso não sejam vendidos todos os lotes, a Prefeitura pretende realizar outro processo de concorrência, incluindo terrenos que ainda estão irregulares.

Informações

O edital completo pode ser retirado na Coordenadoria de Contratos da Prefeitura (avenida Carlos de Paula Andrade, nº 135. 2º andar), de segunda a sexta-feira, das 12 às 18 horas. Os interessados também podem solicitar o documento por meio do e-mail contratositabira@yahoo.com.br.

Prefeitura publica edital para “leilão” de lotes

A Prefeitura de Itabira publicou nesta sexta-feira (22), no jornal Diário de Itabira, o resumo do edital nº 005/2017 de concorrência pública (leilão) destinada à alienação de áreas integrantes (lotes) do município.

De acordo com o certame, disponível na Coordenadoria de Contratos da Prefeitura (avenida Carlos de Paula Andrade, nº 135. 2º andar), das 12 às 18 horas, serão leiloados 48 lotes em diversos bairros – Esplanada da Estação, São Pedro, Bálsamos, Colina da Praia, Penha, Novo Amazonas, Santa Inês e Fênix.

Os depósitos, referentes a 5% do valor de avaliação mínima realizada pelo Município, devem ser feitos entre os dias 19 e 22/02/2018. As propostas serão recebidas e abertas entre os dias 20 e 23/02/2018.

Os interessados também podem solicitar o edital completo por meio do e-mail contratositabira@yahoo.com.br.

Promovido pela Prefeitura – Leilão público de bens inservíveis será no dia 22 de julho

Os interessados em adquirir bens usados por meio de venda pública já podem se programar. No dia 22 de julho, a Prefeitura de Itabira vai promover um leilão para arremate de bens móveis considerados inservíveis para a Administração Pública. O evento será no Parque de Exposições Virgílio José Gazire, às 11h.

De acordo com a Secretaria Municipal de Administração (SMA), o leilão é um procedimento simplificado de venda de bens inservíveis usados. O Leiloeiro Oficial é responsável pela condução da venda dos lotes, um a um, colhendo a melhor oferta/ lance do público.

Neste leilão, os bens foram distribuídos em 35 lotes. Eles estão disponíveis para visitação até o dia 21, somente nos dias úteis, das 8h às 11h e das 13h às 16h, no Parque de Exposições. São diversos produtos: vários modelos de automóveis, motocicletas, máquinas agrícolas jericos, freezers, bebedouros d’água, fogões, ar-condicionado, lavadoras de roupas, equipamentos de informática sucateados, equipamentos eletrônicos e eletrodomésticos, mobiliário de escritório, equipamentos hospitalares, dentre outros.

Todos os itens e os valores referentes aos lotes estão descritos no Edital de Leilão nº 001/2015. O documento completo pode ser obtido na Prefeitura de Itabira/ Superintendência de Contratos (av. Carlos de Paula Andrade, 135), das 8h às 18h; via e-mail (contratositabira@yahoo.com.br) ou nos sites www.itabira.mg.gov.br e www.luizcampolina.com.br. No dia do evento, o edital será lido ao público e as normas vigentes no leilão divulgadas.

Qualquer pessoa, física ou jurídica, poderá participar do leilão. Para isso, basta ser maior de 18 anos e estar de posse dos documentos (RG, CPF/ CNPJ). Os bens serão entregues no estado em que se encontram, não cabendo aos arrematantes reclamações posteriores. O valor dos bens arrematados mais a comissão de 5% do leiloeiro devem ser pagos à vista. Os servidores públicos municipais não poderão participar com lances durante o leilão.

Edital de Leilão PMI/SMA 001/2015 – Bens Inservíveis

A Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Administração (SMA), divulgou o edital referente ao leilão de bens inservíveis. Confira no link abaixo:

Edital 001-2015

Operação para recolhimento de carros abandonados nas ruas começa nesta sexta-feira

Começa nesta sexta-feira (30) uma operação para retirar os carros que estão abandonados nas ruas de Itabira. A ação será realizada pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU), em parceria com a Polícia Civil. Um levantamento da Administração Municipal aponta cerca de 150 carros ou carcaças de automóveis nesta situação.

De acordo com o policial civil responsável pelo pátio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Emerson Fonseca Valgas da Silva, grande parte dos veículos deixados na rua está com documentação vencida e outras irregularidades. “Na maioria dos casos, regularizar o carro fica muito mais caro que o seu valor de mercado e o proprietário resolve abandoná-lo. Alguns ainda depenam o carro antes, tiram tudo que é de valor para vender. Eles acreditam que abandonando o veículo a responsabilidade deixa de ser deles, o que não é verdade”, explica.

A operação terá início pelo Centro e seguirá para os bairros da cidade. Será colado no carro um adesivo como forma de identificação e alerta ao proprietário. Caso ele seja encontrado, também será notificado. A partir da data que for afixado o adesivo, o dono terá 10 dias úteis para retirar o automóvel do local.

Segundo o superintendente de Serviço Urbano Claudemir Fernando Damasceno, se o proprietário não tomar as devidas providências, o veículo (carcaça, chassi ou parte abandonada) será recolhido e encaminhado ao pátio do Detran, onde permanecerá por 60 dias para ser reclamado. Para liberar o carro, é preciso sanar todas as pendências.

Caso ninguém reclame o veículo nesse prazo, ele se torna propriedade do município e leiloado após 90 dias, conforme determinação do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Prefeitura promove leilão para arrematação de bens inservíveis

No dia 1º de abril, a Prefeitura de Itabira vai promover um leilão, por meio de Leiloeiro Oficial, para arrematação de bens móveis considerados inservíveis. O evento será realizado às 10h, no Parque de Exposições Virgílio José Gazire.

Os bens, distribuídos em 39 lotes, estão disponíveis para visitação até o dia 31, somente nos dias úteis, das 08h às 11h e das 13h às 16h. São diversos produtos: sucatas em geral, madeiras, roçadeiras, trator de esteira, motores elétricos, armários e arquivos de aço, mesas e cadeiras, cadeiras de roda, andadores, ventiladores, televisores, geladeiras, CPU´s, motos, automóveis e outros. Todos os itens, bem como os valores referentes aos lotes, estão descritos no Edital de Leilão nº 001/2014, disponível no quadro de avisos da Prefeitura de Itabira, no Departamento de Contratos e no site da Prefeitura: www.itabira.mg.gov.br.

No dia do leilão, poderão oferecer lances as pessoas que possuem CPF e RG, além de Pessoas Jurídicas inscritas no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ). Os servidores públicos municipais não poderão participar com lances durante o leilão.

De acordo com o secretário-adjunto da Secretaria Municipal de Administração, Rogério Dias Moreira, os bens serão leiloados um a um, no estado de conservação que se encontram. “Como consta no edital, não caberá ao município a responsabilidade quanto a conservação e reparos, uma vez que os bens são considerados inservíveis. Também é de responsabilidade do arrematante a retirada e transporte dos bens arrematados”, disse Rogério Moreira. O arrematante terá um prazo de três dias, após o pregão do leilão, para retirar os bens. Após esse prazo, o arrematante vencedor perderá o direito aos produtos adquiridos, bem como ao pagamento já efetuado.

O valor do lance deverá ser pago integralmente no ato da compra ao Leiloeiro. A forma aceita será por meio de cheque nominal em favor da Prefeitura de Itabira.

Edital de Leilão PMI/SMA/Decon 001/2014 – Bens inservíveis

A Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Administração, divulgou o edital referente ao leilão de bens inservíveis. Confira no link abaixo:

Leilão Decon 001-2014

Scroll To Top