terça-feira , 22 setembro 2020
Você está aqui: Capa | Arquivos de Tag: Museu do Tropeiro

Arquivos de Tag: Museu do Tropeiro

Após reforma – Museu do Tropeiro será reaberto neste sábado

A reforma do Museu do Tropeiro, no distrito de Ipoema, foi finalizada. Após quase um ano fechado, neste sábado (18), os visitantes do espaço cultural, que abriga um grande acervo histórico sobre o tropeirismo, poderão desfrutar de um ambiente totalmente revitalizado. A solenidade de reabertura será às 17 horas e contará com exposição de oficina de artesanato, apresentação das Lavadeiras de Ipoema e Estaladores de Chicotes, shows musicais com Quincas da Viola e a dupla Zalico e Zalinho, além de barraquinhas com comidas e bebidas típicas da região.

Em reforma desde o mês de abril do ano passado, o prédio passou por reforço estrutural, recuperação de esquadrias e piso de madeira, revisão do telhado, manutenção das instalações elétricas e hidráulicas, projeto e implantação do sistema de prevenção e combate a incêndio e pintura interna e externa. O valor das obras, que ficou sob responsabilidade da Secretaria Municipal de Obras, Transportes e Trânsito (SMOTT), foi de R$ 95.499,72. O Museu do Tropeiro foi inaugurado em março de 2003 e esta é a primeira vez que o imóvel passa por reforma.

Preservar os espaços antigos do nosso município é proteger a nossa identidade e significa dar a eles a manutenção adequada e modernização de suas estruturas. Foi necessário revitalizar o prédio porque é um espaço que, por sua própria constituição, é vulnerável e contém material altamente vulnerável a ser consumido em um incêndio”, disse o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo (SMDECTIT) – pasta responsável pelo Museu do Tropeiro e outros pontos turísticos de Itabira – José Don Carlos Alves Santos.

Para Ronaldo Magalhães, além da necessária manutenção do imóvel, o sentimento é de gratidão pelos moradores do distrito. “Em Ipoema, a comunidade abraça esse projeto com muita dedicação. Eles cuidam, divulgam e valorizam o Museu do Tropeiro, que vai muito além de uma obra, pois é reconhecido no país inteiro”.

O prefeito ressaltou ainda as oportunidades que o tropeirismo oferece à Itabira. “Nosso trabalho também é abrir caminhos para a diversificação econômica e o turismo é um deles. Estamos, por exemplo, buscando parcerias com outros museus de Minas Gerais, para que o Museu do Tropeiro receba exposições de relevância à cena histórica local”, finalizou Ronaldo Magalhães.

Turismo – Prefeitura reforma Museu do Tropeiro

Os visitantes do Museu do Tropeiro, localizado no distrito de Ipoema, contarão, em breve, com um local inteiramente restaurado. A Prefeitura de Itabira contratou uma empresa de construção para executar a reforma do prédio que abriga um grande acervo histórico sobre o tropeirismo. A mobilização para as obras começou nesta segunda-feira (22). A previsão é de que os trabalhos sejam concluídos em 90 dias.

O valor total do contrato é de R$ 95.499,72. De acordo com a Secretaria Municipal de Obras, Transportes e Trânsito (SMOTT), a empresa contratada executará revisão e manutenção de toda a estrutura, telhado, instalações elétricas e hidráulicas, pintura interna e externa e instalação de sistema de combate a incêndio. Inaugurado em março de 2003, esta é a primeira reforma no prédio.

Para o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo, José Don Carlos Alves Santos, a restauração e manutenção do Museu do Tropeiro é necessária, pois há várias partes do imóvel que estão muito desgastadas pela ação do tempo.

Preservar os espaços antigos do nosso município é proteger a nossa identidade e significa dar a eles a manutenção adequada e modernizar suas estruturas. É necessário proteger e revitalizar o prédio que abriga o Museu porque é um espaço vulnerável pela própria constituição e que contém material altamente suscetível a ser consumido em um incêndio”, explicou Don Carlos.

Ainda de acordo com o secretário municipal, com o prédio reestruturado a gestão pública tem mais tranquilidade para receber os turistas e manter a beleza e o acervo histórico com qualidade e segurança. “Além da reforma, estamos trabalhando para aumentar os acervos e atrativos, de maneira a manter, e até mesmo aumentar, as visitações. Vamos conectar o Museu na cultura material e imaterial de Itabira, oferecendo oficinas de viola na roça, artesanatos como souvenir e muitas outras manifestações culturais”, declarou.

Tradição – Museu do Tropeiro celebra 16 anos e lota Ipoema

Como manda a tradição, o 16º aniversário do Museu do Tropeiro reuniu milhares de pessoas e movimentou Ipoema. Na ensolarada tarde do sábado (6), 17 comitivas receberam a bênção de Nossa Senhora da Aparecida.

Cerca de 1,5 mil cavaleiros chegaram ao Museu do Tropeiro por volta das 17 horas, onde o padre Francisco Guerra, as Lavadeiras de Ipoema, o prefeito Ronaldo Magalhães e outras autoridades aguardavam para o início da cerimônia, que começou homenageando um dos tropeiros mais antigos da região, Onelvino Coelho, falecido no último mês, aos 96 anos de idade.

“Hoje estamos lembrando do senhor Onelvino, tropeiro durante muitos anos, que valorizou esse trabalho, essa profissão e, acima de tudo, sempre buscou contar as histórias e realizações do tropeirismo nessa região. Certamente, ele foi muito importante para manter a cultura e história de Ipoema”, homenageou o prefeito Ronaldo Magalhães.

Também no discurso, o prefeito ressaltou sua gratidão pelos moradores do distrito. “É muito importante reforçar que a comunidade de Ipoema abraça esse projeto em nome de Itabira. Se não fosse vocês, que cuidam, divulgam e valorizam essa realização, que é mais que uma obra, o museu não seria essa capacidade que é divulgada para o Brasil inteiro. Temos que agradecer à comunidade de Ipoema toda a dedicação que tem pelo museu”, salientou Ronaldo Magalhães.

Em seguida, show de Roanne e Augusto, apresentações dos Estaladores de Chicotes, Lavadeiras de Ipoema e da Orquestra de Viola Sementinha de Itabira celebraram os 16 anos do museu. A festa continuou com o show de Rondinele Viola e Glauciano e foi encerrada por Bruno Bahia e Rock Sanfoneiro.

museu_2

Economia

Por meio da cultura tropeira, Ipoema se desenvolveu economicamente. Segundo Ronaldo Magalhães, o distrito tem duas histórias, “uma antes e outra depois do museu. Hoje, recebemos turistas de várias partes do país e do mundo. Ipoema tem várias pousadas e restaurantes sempre bem ocupados, gerando emprego, renda e fixando a população local na região, inclusive as pessoas que vivem nas localidades rurais do distrito”, avaliou o prefeito.

Para o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Cultura, Tecnologia, Inovação e Turismo, José Don Carlos Alves, Ipoema traduz o trabalho que é desenvolvido há muito tempo. “Além das belezas naturais, todo o trabalho realizado com o tropeirismo deu visibilidade ao distrito, trouxe investimentos, inseriu Itabira na rota do turismo mineiro e consequentemente houve uma melhoria socioeconômica”.

Já o vereador Neidson Freitas, afirmou que o turismo é um dos principais meios de arrecadação. “É muito importante ressaltar a força dos nossos distritos. Ipoema é, sem dúvida, um fomentador da economia da nossa cidade. As pousadas estão lotadas, o distrito está cheio e o turismo é importantíssimo meio de arrecadar recursos. Claro que isso é reflexo de um evento bem planejado e organizado”, concluiu o parlamentar.

Evento

A festa começou na sexta-feira (5), em Santa Bárbara, com a bênção e saída dos cavaleiros rumo a Ipoema. As comitivas passaram por Bom Jesus do Amparo, Taquaraçu de Minas, foram abençoadas e, finalmente, partiram para a comemoração do aniversário do Museu do Tropeiro. Em cada uma dessas cidades, os cavaleiros foram recepcionados pela população.

Esse ano, com o objetivo de prevenir acidentes e manter a festa organizada, a Prefeitura de Itabira disponibilizou, além dos agentes de trânsito, seguranças particulares durante todo o evento. A Polícia Militar fiscalizou ainda todas as estradas de acesso ao distrito.

Usuários do Caps e Capsad visitam Mata do Limoeiro e Museu do Tropeiro

Os usuários do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) e do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Capsad) participaram de uma excursão ao Parque Estadual Mata do Limoeiro, no distrito de Ipoema, no dia 28 de março. Acompanhados por servidores da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), eles puderam conhecer uma das unidades de conservação ambiental mais importantes de Minas Gerais. Na oportunidade, os visitantes também conheceram o Museu do Tropeiro.

De acordo com a SMS, os passeios têm o objetivo de valorizar os momentos de lazer e a socialização dos usuários. “Esse tipo de estratégia vem sendo adotada, cada vez mais, para diversificar as atividades terapêuticas”, disse a gerente do Caps, Jacira Helena Silva.

Saiba mais

O Parque Estadual Mata do Limoeiro está localizado na Serra do Espinhaço, a cerca de sete quilômetros do Parque Nacional da Serra do Cipó. Sua área, que é de 2.056,7084 hectares, está situada no distrito de Ipoema. Nela podem ser observados fragmentos de Mata Atlântica e Cerrado.

No local já foram identificadas pelo menos três espécies ameaçadas de extinção: o jacarandá-caviúna, a braúna-preta e o samambaiuçu. Com relação à fauna, existem espécies raras como o rato do mato (típico do Cerrado) e o gambá-de-orelha-branca (presente somente em áreas de Mata Atlântica).

A unidade de conservação ambiental possui diversos atrativos turísticos, com destaque para as cacheiras Três Quedas, Paredão, Gabriel e Lagoa do Limoeiro, e abriga, ainda, corredeiras, mirantes e grutas.

Programação cultural – Ipoema terá Roda de Viola neste sábado

A edição da Roda de Viola do mês de agosto ocorre neste sábado (25), no distrito de Ipoema. A festa é realizada a partir das 21 horas, em frente ao Museu do Tropeiro. O evento é uma realização da Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo (SMDECTIT).

A programação tem manifestações culturais conhecidas e prestigiadas na comunidade, como o Ritual do Fogo, as apresentações dos Estaladores de Chicotes e o coral das Lavadeiras de Ipoema. Haverá também shows com os artistas Jhony France e Rondinele Viola e Glauciano.

A Roda de Viola é um costume em noites de lua cheia, e tem como um dos principais objetivos valorizar e preservar antigas tradições da cultura tropeira. Além das atrações culturais, os visitantes têm a oportunidade de se servirem com comidas típicas vendidas nas barracas.

Viola da Roça – Jeep Club Itabira formaliza projeto social em Ipoema com apoio da Prefeitura

O prefeito Ronaldo Magalhães recebeu nesta manhã de sexta-feira (29), em seu gabinete, o deputado estadual Raimundo Nonato “Nozinho” e a diretoria do Jeep Club Itabira para oficializar o projeto Viola na Roça e, ainda, entregar o certificado de associação de utilidade pública estadual para o clube.

O projeto, que nasceu há cinco anos por iniciativa de um empresário “ipoemense”, será executado pela Prefeitura de Itabira, em Ipoema. De acordo com Celso Moreira, presidente do Jeep Club, a ideia original era dar aulas de viola para os alunos dos distritos na escola estadual da região. “Mas, mesmo com as violas compradas e dentro da escola, não foi possível contratar um professor com a colaboração do Estado. Então, vimos o projeto parado e tivemos a ideia de levá-lo para o Museu do Tropeiro”, explicou.

Com o apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo (SMDECTIT), as violas foram legalmente transferidas para o museu em maio deste ano. “Achamos interessante personalizar ainda mais o museu e, agora, a Prefeitura está regularizando a contratação de um professor de viola. Esperamos que até em agosto deste ano as aulas já estejam acontecendo”, completou Celso Moreira.

Para Ronaldo Magalhães, é obrigação de qualquer governo apoiar ações que beneficiam a população. “Principalmente quando é um projeto que começa com as crianças, pois são elas que influenciam os adultos e levam os melhores exemplos. Além disso, tropeirismo e viola casam muito bem”, ressaltou o prefeito.

Inicialmente, segundo informações da SMDECTIT, as aulas serão ministradas para os alunos cadastrados no banco escolar local, que abrange os distritos Ipoema e Senhora do Carmo. Entretanto, a Prefeitura e o clube pretendem expandir o Viola na Roça para outras localidades rurais do município.

Nova associação

Na oportunidade, o deputado estadual Nozinho formalizou a entrega do certificado que declara o Jeep Club Itabira uma associação de utilidade pública estadual. Título concedido por meio do projeto de lei de autoria do deputado, sancionado pelo governador Fernando Pimentel em março deste ano – Lei 22.967/2018.

Neste caso, segundo Nozinho, “o clube está apto a receber recursos, firmar parcerias e convênios municipais ou estaduais. Grande benefício para a população, pois eles já realizam trabalhos de incentivo ao turismo e à preservação ambiental”, concluiu o deputado.

Festa do Museu do Tropeiro reúne mais de 40 comitivas

O 15º aniversário do Museu do Tropeiro, realizado neste sábado (7), em Ipoema, reuniu mais de 40 comitivas. Milhares de pessoas participaram do evento que contou com a presença do prefeito Ronaldo Magalhães, do secretário de estado de Cultura, Angelo Oswaldo, do deputado estadual, Tito Torres, além dos prefeitos das cidades vizinhas e secretários municipais.

Há 15 anos comemoramos esse aniversário e, hoje, recebemos a visita de várias comitivas e pessoas do Brasil inteiro. Isso demonstra que lá no passado, quando fizemos o Museu do Tropeiro, deu certo, foi um trabalho bem-feito. Mas, o mais importante e que fez, de fato, funcionar, é que a comunidade de Ipoema abraçou a causa”, comemorou Ronaldo, relembrando a inauguração do museu em 2003.

Ainda segundo o prefeito, o sucesso do tropeirismo em Ipoema é fortalecido pela população. Quando o administrador público faz uma obra e tudo caminha de uma forma correta, com entendimento da comunidade, é muito gratificante. Espero que as gerações futuras possam continuar prestigiando esse momento. O Museu do Tropeiro é um marco de Ipoema, de Itabira e de toda região, além da Estrada Real”, celebrou.

O secretário de estado de Cultura, Angelo Oswaldo, ressaltou a importância do acervo tropeiro para a cultura mineira e brasileira que, em sua opinião, é uma referência cultural singular. “O Museu é uma síntese da saga do tropeirismo no Brasil. Ele representa muito bem toda essa contribuição do movimento para a expansão da civilização e da construção do nosso país”. De acordo com ele, “os tropeiros estiveram presentes em toda parte, do sul ao norte e, em Minas Gerias, que em território é maior que a França, expandiu-se exatamente porque foi intercruzado pelos tropeiros. Vemos aqui em Ipoema isso muito bem representado em cada espaço e no acervo do museu”, analisou o secretário.

Já para José Don Carlos Alves, secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo (SMDECTIT), a festa é a premiação de meses intensos de trabalhos voltados a esse monumento. “É um momento de sentimento de dever cumprido. Pensamos que o aniversário é um evento que engloba uma diversidade cultural enorme. É a junção, a união e a integração social porque aglutina um movimento econômico essencial para o município. Sempre digo que a celebração do aniversário do Museu do Tropeiro é a harmonia perfeita desses fatores tão importantes”, finalizou.

Festa

Um dos momentos mais emocionante da festa ficou por conta da homenagem prestada pela comitiva de Taquaraçu de Minas à família do ex-tropeiro Normando Duarte, que no século passado, foi anfitrião das comitivas que passavam por Ipoema. O momento foi celebrado quando a comitiva entregou uma placa comemorativa para a viúva e os dois filhos do ex-tropeiro, que ainda receberam flores do prefeito Ronaldo Magalhães.

Para encerrar as festividades do 15º aniversário do Museu do Tropeiro, o público prestigiou as apresentações dos Estaladores de Chicote e Lavadeiras de Ipoema, na praça Augusto Guerra. Logo após, show de Renato Caetano e Banda e Cléver Paulo e Banda Raiz. O evento contou ainda com barraquinhas de artesanato local e comidas e bebidas típicas da região.

15ª edição – Shows, confraternizações e religiosidade prometem movimentar aniversário do Museu do Tropeiro

Os amantes da cultura tropeira não podem perder as comemorações do 15º aniversário do Museu do Tropeiro, nos dias 6 e 7 de abril, no distrito de Ipoema. Shows, apresentações artísticas, confraternizações entre cavaleiros e demonstrações de religiosidade fazem parte da programação. A festa – que todos os anos atrai milhares de pessoas – é promovida pela Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo (SMDECTIT).

O evento começa na sexta-feira (6/4), em Santa Bárbara, com a abertura oficial e saída das comitivas rumo a Ipoema. Eles percorrerão cerca de 58 quilômetros até Bom Jesus do Amparo, onde confraternizarão e pernoitarão. Em Ipoema, haverá show da Banda Gema no Haras Velho Oeste.

No sábado (7/4), haverá saída de cavaleiros da Chapada Tendas, do distrito de Senhora do Carmo e do Bamba, com destino ao Haras Velho Oeste. Em Bom Jesus do Amparo, a tropa será abençoada antes de continuar a cavalgada até Ipoema. Uma animada confraternização comandada pela dupla Sérgio & Delson, com a presença de todos os cavaleiros, está marcada para o meio-dia no Haras Velho Oeste.

Um dos momentos mais aguardados da festa está marcado para as 16 horas com a saída das tropas rumo ao Museu do Tropeiro. Às 16h45 haverá uma bênção aos cavaleiros em frente ao museu. Esta é uma tradição, cultuada todos os anos, em homenagem aos antigos tropeiros.

Ainda no sábado, haverá apresentações dos Estaladores de Chicote e Lavadeiras de Ipoema, na praça Augusto Guerra. Logo após, haverá show de Renato Caetano e Banda. O encerramento da programação ficará por conta de Clever Paulo e Banda Raiz. A festa conta ainda com barraquinhas de artesanato local e comidas e bebidas típicas da região.

O Museu do Tropeiro fica na travessa Professor Manoel Soares, 217. Horário de funcionamento: de terça a sábado, das 8h30 às 12h e das 13h às 17h. Domingos e feriados: 9h às 12h e das 13h às 16h. A entrada é franca. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (31) 3833-9254.

Confira o funcionamento da Prefeitura no Carnaval

Devido à festa de Carnaval, todos os setores da Prefeitura de Itabira – incluindo as Unidades Básicas de Sáude (UBS), assim como o setor administrativo do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) e o escritório central da Empresa de Desenvolvimento de Itabira (Itaurb) estarão de recesso até a quarta-feira de Cinzas (14). As atividades normais retornam na próxima quinta-feira (15), em horário normal de funcionamento.

No caso da Itaurb, o setor de limpeza urbana funciona normalmente, com exceção da terça-feira (13), feriado nacional de Carnaval. O cronograma das coletas orgânicas, seletiva, animais mortos e de apoio, bem como o serviço de varrição, retornam às rotas normais, na quarta-feira (14).

Já o Saae, durante o período carnavalesco, mantém o funcionamento normal do Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) e permanecerá, também, uma equipe de plantão durante as festividades de Carnaval para atendimento de demandas emergenciais.

Museu do Tropeiro

O Museu do Tropeiro, localizado no centro do distrito de Ipoema, não estará aberto ao público na segunda-feira (12) e na quinta-feira (15). O funcionamento acontece: no sábado (10), domingo (11), terça-feira de Carnaval e quarta-feira (14), das 10h às 16 horas; e a partir de sexta-feira (16), em horário normal.

Desenvolvimento econômico – Parque Estadual Mata do Limoeiro será destaque nas agências de turismo do estado

A Prefeitura de Itabira recebe nesta quinta-feira (21), às 10 horas, no Museu do Tropeiro, em Ipoema, representantes da Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Setur) e proprietários de agências de turismo do estado para uma visitação aos diversos atrativos turísticos da região, além do Parque Estadual Mata do Limoeiro.

A proposta, segundo José Don Carlos Alves Santos, secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo, é criar roteiros de passeios na região, já que o Parque Estadual Mata do Limoeiro foi um dos quatro selecionados pelo governo estadual para estimular o desenvolvimento turístico de Minas Gerais. “Foram escolhidas 16 unidades de conservação e desse total, quatro serão pilotos. O nosso parque estadual é um destaque neste projeto devido a infraestrutura que oferece”. O secretário ressaltou ainda, que um dos itens necessários era a internet, instalada nas dependências do parque na sexta-feira da semana passada. “Porque além da visitação, teremos cursos e treinamentos no local. A falta da internet no parque era um quesito limitador na avaliação da Setur”.

O secretário Don Carlos acredita que este trabalho da Setur vai de encontro a um dos principais objetivos da atual gestão municipal, “que é a diversificação econômica e acreditamos que o turismo seja um desses meios para diversificar”.

Roteiro

Antes de explorar o parque, Don Carlos e a equipe da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo (SMDECTIT) irão acompanhar a equipe da Setur e dez empresários do turismo em vários pontos de visitação do município. Depois de conhecerem o Museu do Tropeiro e as atrações culturais do distrito – Lavadeiras, Estaladores de Chicote e Sons da Tropa – os visitantes irão para Senhora do Carmo, Serra dos Alves, Cachoeira do Patrocínio, Morro Redondo e Cachoeira Alta. “Nosso objetivo é mostrar a vivência e receptividade dos distritos, já que estamos tendo uma grande oportunidade de potencializar o nosso turismo”, avaliou o secretário.

O trabalho na Mata do Limoeiro, de acordo com o roteiro da SMDECTIT, começa na sexta-feira (22), quando os donos das agências poderão explorar o parque por meio de trilhas. “Com os roteiros elaborados por eles, é a nossa chance de potencializar o turismo na região e, com isso, profissionalizar e ter maior visibilidade”, afirmou Don Carlos. Ainda segundo ele, com o possível aumento da procura pelas atrações turísticas do município, “consequentemente vamos gerar empregos, renda e melhor qualidade de vida, pois quando o turista vem, não é só o hotel que ele utiliza, é o posto de gasolina, a farmácia e o supermercado, por exemplo”.

Scroll To Top