quarta-feira , 26 junho 2019
Você está aqui: Capa | Arquivos de Tag: Saae

Arquivos de Tag: Saae

Alto da Gaivota – Prefeitura realiza obras de pavimentação para novo acesso ao bairro Pedreira

Visando melhorar o acesso da população à parte alta do bairro Pedreira, a Prefeitura de Itabira iniciou no mês de março, obras de pavimentação da via que liga o bairro à rodovia MG-434, no trecho conhecido como Corta Madeira. Os trabalhos seguem intensos e devem ser concluídos em até dois meses.

O prefeito Ronaldo Magalhães esteve no local e ressaltou que o principal objetivo da obra é proporcionar mais conforto aos moradores da parte alta do Pedreira, que impossibilita o acesso de automóveis e ônibus. “Esse bairro existe há mais de 50 anos e tive a oportunidade, no passado, de implantar o ensino médio e o PSF (Programa de Saúde da Família), urbanizamos ruas e fizemos redes de esgoto. Fico feliz porque agora tenho novamente a oportunidade de trazer benfeitorias para essa comunidade”.

Ainda segundo Ronaldo Magalhães, “a obra está avançada e acredito que dentro de 60 dias será finalizada. Portanto, as pessoas não terão mais que subir toda essa via a pé, elas serão atendidas pelo transporte público”.

Para Isaías Flávio, produtor rural, a pavimentação das vias contribuirá para a economia local. “Há anos falam em fazer essas ruas e, graças a Deus, chegou o dia. Estou na roça, fazendo a terra produzir para mim e outros mais. É um ganho para o meu trabalho também. Estamos muito felizes e só temos a agradecer”, declarou.

Já o pedreiro Elson Gonçalves da Conceição Santos esperava o asfaltamento desde sua mudança para o bairro. “Tem quatro anos que moramos aqui e esperamos esta obra. Estamos muito satisfeitos com a força dada à nossa comunidade e, com certeza, isso vai mudar a vida de muita gente”.

pedreira_1

Água

A Prefeitura está solucionando também outro problema da parte alta do bairro Pedreira: a constante falta d’água. O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira executa a construção de um quilômetro de rede de água, que irá melhorar o abastecimento.

De acordo com Ronaldo Lott, “existe uma tubulação, mas ao longo do tempo os moradores fizeram ligações domiciliares de forma não planejada. Com isso, a pressão da água não é suficiente para encher o reservatório e abastecer todos os moradores. Com o investimento do Saae, a água chegará ao reservatório e terá pressão para resolver o problema”, explicou o secretário.

Segundo Leonardo Ferreira Lopes, diretor-presidente do Saae, a implantação da nova rede de água é prioridade, será concluída ainda este mês e solucionará definitivamente a questão.O esforço do Saae representa o comprometimento, carinho e compromisso do prefeito Ronaldo com Itabira. Esse arruamento, aliado à distribuição de água justa e perfeita, proporcionará desenvolvimento e dignidade àquela comunidade”, garantiu o diretor-presidente da autarquia.

Utilidade pública – Pane elétrica prejudica produção de água na ETA Gatos

A Estação de Tratamento de Água (ETA) Gatos sofreu uma pane elétrica na noite dessa terça-feira (15), informou o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira. Os bairros atendidos pelo equipamento já registram desabastecimento e a autarquia alerta para o consumo consciente da água. Equipes da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) realizam manutenção no local e o religamento de energia está previsto para as 12h dessa quarta (16).

A ETA Gatos abastece os bairros Campestre, Bela Vista, Nova Vista, Nossa Senhora das Oliveiras, Eldorado, São Francisco, Pedreira, Penha, Santo Antônio, São Pedro, Vila Cisne, Vila Paciência, Cento e Cinco, Cidade Nova e Santa Inês.

A produção de água tratada deve ser normalizada gradualmente no período da tarde, sendo restabelecido o fornecimento aos bairros até o fim do dia.

Utilidade pública – Interrupção de energia prejudica abastecimento de água em bairros de Itabira

Os bairros Alto Pereira, Centro, Moinho Velho, Pará, Vila Amélia, Vila Santa Isabel e Vila São Joaquim estão com o abastecimento de água comprometido nesta segunda-feira (14), informou o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae). O problema ocorre por interrupção de energia elétrica no bairro Pará, a partir das 9 horas de hoje, o que impactou a produção da Estação de Tratamento de Água (ETA) Três Fontes.

Segundo o Saae, não houve comunicação prévia do caso pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). Procurada pela autarquia, a concessionária disse que a manutenção da rede elétrica deve perdurar até 13 horas. Assim, o abastecimento de água deve ser normalizado de forma gradual no decorrer da tarde.

Balanço – Saae destaca conquistas notórias no panorama hídrico de Itabira em 2018

Apesar do arrocho financeiro sofrido pelo Município, uma de suas principais autarquias, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), teve um ano promissor. As obras entregues e as ações em andamento demonstram um salto em gestão e prestação de serviços à comunidade. “Em termos de saneamento básico, por exemplo, tivemos uma evolução notória”, resumiu o diretor-presidente do Saae, Leonardo Ferreira Lopes.

Em 2018, o Saae construiu interceptores de esgoto sob 13 travessias da cidade, através de método não destrutivo (MND), o que resolve o descarte irregular de esgoto em canais como o do bairro Juca Rosa. Também, empreendeu a construção e remodulação de redes de esgotamento nas regiões do Nossa Senhora das Oliveiras, São Cristóvão, Moinho Velho, Hamilton, João XXIII, Colina da Praia, Ribeira e outras.

Em termos de saneamento, o Município avançou de 44%, no início deste ano, para os atuais 56% de tratamento do esgoto gerado em solo itabirano. O feito abriu caminhos à cidade para reivindicar o ICMS Ecológico, arrecadação que tem como critério ter mais de 50% do esgoto urbano de uma cidade tratado. “Além de propiciar mais saúde à população, estamos gerando renda ao Município”, destacou Leonardo.

Meta

Com obras previstas para o início de 2019, há uma estimativa de superar a marca dos 90% de esgoto tratado até o fim do próximo ano. Dentre as intervenções previstas, uma empresa foi licitada para aprimorar e reformular o saneamento rural; estão em andamento as obras de ampliação e modernização da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do distrito de Ipoema e a implantação de emissários nesse território, que farão a captação dos resíduos. O Saae contratou, para mais, o projeto para construir a futura ETE do bairro Pedreira.

Outra ação foi a compra de equipamento importado capaz de identificar ligações irregulares de esgoto através de uma fumaça não tóxica inserida nos pontos de visitação (PV) das vias públicas. Uma operação “caça-esgoto” deverá ser deflagrada em breve.

“Na conclusão de todas as obras, nós estaremos entre as 30 melhores cidades do país em tratamento de esgoto”, projeta o diretor-presidente da autarquia. De acordo com o Instituto Trata Brasil, apenas 45% do esgoto gerado no Brasil passa por tratamento.

Produção de água

Em abril, o Saae inaugurou a nova Estação de Tratamento de Água (ETA) de Senhora do Carmo. O distrito, aliás, receberá novas obras a partir de janeiro, quando será construída a Unidade de Tratamento de Resíduos (UTR). Assim, o resíduo líquido (água com lodo) da ETA será destinado à UTR com o objetivo de realizar o tratamento. Através de um processo de filtração, mais água tratada será produzida. A ETA produz hoje 16 litros por segundo, em média, e poderá aumentar a produção em 5% após a conclusão da UTR. “O que é descartado, voltará ao processo, resultando em maior sustentabilidade”, esclarece Leonardo Lopes.

ETE Carmo

O balanço de ações do Saae em 2018 tem também a instalação de válvulas reguladoras de pressão no perímetro urbano da cidade – graças aos equipamentos é possível evitar vazamentos na rede; pôs novos motores elétricos nas ETA’s Senhora do Carmo, Ipoema e Pureza, com redução de consumo e eficiência energética; e substituiu redes subadutoras com um material mais resistente à pressão da água – caso da rua Daniel Jardim de Grisolia.

Obras Saae bairro Hamilton

Conjuntamente, as instalações administrativas do Saae passam por reforma; são construídos muros no entorno de reservatórios; foi feito recadastro dos clientes e atualização de seus dados; credenciamento de outras instituições bancárias e cooperativas de crédito para as contas de água; e investimentos em educação ambiental – vide projeto “Protetores da Água”, desenvolvido com as crianças das escolas municipais Coronel José Batista e Professor Alfredo Sampaio.

Rio Tanque

Foram realizados nos últimos meses audiência e consulta pública para o projeto de captação e tratamento de água no rio Tanque. Dado o custeio da obra, orçada em cifra acima dos R$ 50 milhões, o projeto será executado por meio de parceria público-privada (PPP). Rio Tanque é a saída da crise: a construção da ETA possibilitará a captação de 200 litros de água por segundo (l/s), e, esse volume acrescido ao existente, garantirá uma estabilidade no abastecimento para toda a cidade, pelos próximos 30 anos.

Troca de hidrômetros

O novo ano que se inicia contempla um feito fundamental ao Saae: a substituição de hidrômetros na cidade. Segundo o diretor da autarquia há equipamentos que datam de 30 anos e que já não fazem uma medição precisa do consumo do usuário. O ideal é trocá-lo a cada cinco anos. “Hoje Itabira possui 33 mil hidrômetros. Vamos substituir inicialmente 12 mil deles”, disse. O processo está em trâmite de licitação.

A questão é tida como fundamental porque a perda de água é um dos pontos mais frágeis do sistema de saneamento. O Saae registra hoje 36% de perda de água. Em 2017 esse percentual era de 42%. Após a troca dos hidrômetros, o índice pode cair para 28%. Para se ter uma ideia, a média de perda do recurso no estado, conforme Leonardo Lopes, é de 40%. “Se atingirmos a meta prevista, entraremos para o seleto rol das mais eficientes empresas de abastecimento e saneamento do país”.

Justiça social

À frente estão as obras do anel hidráulico da cidade, com pleito de financiamento aprovado pelo Legislativo municipal. Com a intervenção, o Saae poderá comunicar o reservatório do Alto dos Pinheiros ao do Areão e Juca Batista. Em trâmite de busca de recursos, o sistema poderá ser uma realidade em médio prazo. “Tornaremos, enfim, o abastecimento de água em Itabira democrático, de fato”, avalia o diretor-presidente.

O ano vigente, concluiu o gestor, para além dos desafios enfrentados, trouxe conquistas e alento ao saneamento itabirano. “Apesar da crise da qual o município vivencia, em termos de saneamento básico tivemos uma evolução gritante. Também registramos uma redução expressiva das reclamações da população em casos de falta d’água e qualidade do recurso”, encerrou.

 Reservatorio Alto dos Pinheiros

Concurso público

Para reforçar o quadro de profissionais, o Saae publicou edital de concurso público para o preenchimento de 38 vagas de nível fundamental, médio e superior. As inscrições terão início em 25 de fevereiro. Outras informações constam no site www.gestaodeconcursos.com.br.

Utilidade Pública – Roubo de cabos prejudica abastecimento de água no Fênix

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira informa que, devido a vandalismo, a região abastecida pela Estação de Tratamento de Água (ETA) Rio de Peixe – bairros Santa Ruth, Santa Marta, Monsenhor José Lopes, Valença, Fênix, Belvedere e João XXIII – ficou sem água nas últimas horas.

Diversos cabos de energia foram furtados nesta madrugada (7/12), fato que impossibilitou o processo de abastecimento. O Saae informou ainda que o problema foi solucionado no final da tarde de hoje, mas a normalização do abastecimento deverá ocorrer somente nas próximas horas. Portanto, é necessário que a população atendida pela ETA Rio de Peixe mantenha o uso consciente da água.

Educação ambiental – Prefeitura de Itabira encerra edição do Protetores da Água com apresentações culturais e lançamento de livro

A edição de 2018 do projeto “Protetores da Água”, ação de educação ambiental da Prefeitura de Itabira, foi encerrada nesta quarta-feira (4). O evento reuniu o público-alvo do projeto no teatro da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA) – crianças das escolas municipais Coronel José Batista e Professor Alfredo Sampaio. Na ocasião, a casa de cultura sediou apresentações, entrega de certificados e prêmios aos participantes, além de lançamento de livro com poesias e ilustrações alusivas ao tema produzidas pelas crianças.

O Protetores da Água foi desenvolvido durante o período letivo deste ano pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) e Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA) – entidades mantidas pelo Executivo Municipal – com escolas locais, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SME). Nesta edição, 77 estudantes aprenderam sobre o uso consciente e a preservação da água, descarte de materiais e outras ações de sustentabilidade, com visitas supervisionadas às estações de trabalho do SAAE.

Autoridades municipais participaram do evento desta quarta e falaram sobre resultados satisfatórios alcançados com os estudantes. Prefeita em exercício, Dalma Barcelos citou que o projeto orgulha a administração, uma vez que, a seu ver, os gestores públicos estão preocupados com o futuro das novas gerações e o comportamento que elas irão assumir para a preservação dos ecossistemas. “Caso contrário, não teremos um futuro sadio e promissor às novas gerações. Essa é uma preocupação pertinente e tudo passa pela educação”, defendeu.

População prejudicada – Serviço mal feito do governo passado obriga Saae a refazer rede de esgoto no João XXIII

Desde o dia 31 do mês passado, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira reconstrói parte das redes de drenagem e esgoto no encontro das ruas Humberto Campos e Dezenove, no bairro João XXIII, para consertar uma obra realizada no governo anterior.

O “caos”, segundo o diretor-presidente do Saae, Leonardo Ferreira Lopes, começou com os entulhos de uma demolição executada pela gestão passada do imóvel comercial localizado no nº 92 da rua Humberto Campos. “Na época, a Prefeitura não removeu completamente esses escombros, que entupiram as redes locais, além de criar uma lagoa de água suja no entorno”. Ainda de acordo com o diretor, a situação afetou toda a vizinhança do antigo imóvel e, “em menor escala”, todo o bairro. “Diretamente, estavam sofrendo quatro residências vizinhas deste lote, que são duas casas ao fundo e outras duas em cada lateral. Mas, é um efeito bola de neve e acabou prejudicando o bairro inteiro”, explicou Leonardo Lopes.

Até o momento o Saae removeu os materiais, limpou o terreno e já iniciou a construção das novas redes. Em seguida, a autarquia cercará a área e executará obras de urbanismo. “Vamos plantar grama, fazer passeio e meio-fio. Também buscaremos orientação e apoio junto à Secretaria Municipal de Meio Ambiente para melhorar o paisagismo no local”. O diretor-presidente informou ainda que a conclusão do serviço não pode ser definida devido às corriqueiras chuvas.

Imóvel demolido – Pousada Comercial

WhatsApp Image 2018-11-07 at 15.32.11

Fornecimento de energia é normalizado em ETAs de Itabira

A Estação de Tratamento de Água (ETA) Pureza está sendo energizada neste momento, retomando a produção de água tratada. O abastecimento será normalizado gradativamente nos bairros atendidos durante a noite deste domingo (28).

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Itabira informou também que uma força-tarefa formada pela autarquia, Itaurb e Cemig concluiu a retirada de árvores que caíram sobre a linha de transmissão que alimenta a ETA Pureza, fato ocorrido após o temporal desse sábado.

A ETA abastece os bairros Abóboras, Água Fresca, Amazonas, Areão, Bálsamos, Bálsamos II, Barreiro, Bethânia, CDI, CDI II, Colina da Praia, Conceição de Cima, Conceição de Baixo, Cônego Guilhermino, Esplanada da Estação, Fênix, Gabiroba, Hamilton, Hamilton II, Jardim dos Ipês, João XXIII, Juca Batista, Juca Rosa, Machado, Madre Maria de Jesus, Major Lage de Baixo, Major Lage de Cima, Monsenhor José Lopes, Novo Amazonas, Panorama, Posto Agropecuário, Praia, Ribeira de Baixo, Ribeira de Cima, Santa Marta, Santa Ruth, Santa Tereza, São Bento, São Cristóvão, São Marcos, Valença, Vila Senhora do Carmo, Vila Piedade, Vila Piedade, Vila Prudêncio, Vila Salica, Vila Santa Rosa, Vila São Geraldo e Vista Alegre.

Em tempo
Após o temporal desse sábado (27), o fornecimento de energia elétrica foi interrompido nas ETAs de Itabira. A Cemig foi acionada imediatamente. A interrupção impediu que os reservatórios alcançassem os níveis necessários para distribuir água à cidade.

Neste domingo (28), o impasse permanecia na ETA Gatos e Pureza, sistemas que concentram mais de 80% da rede de abastecimento do Município. No começo da tarde de hoje o sistema Gatos retomou suas operações.

Saneamento Básico – Prefeitura inicia construção da rede de esgoto no Colina da Praia

Cumprindo determinação do prefeito Ronaldo Magalhães, na última segunda-feira (22), o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira deu início à construção do sistema de esgotamento sanitário do bairro Colina da Praia, começando pela rua 30.

Esta obra, segundo Leonardo Ferreira Lopes, diretor-presidente do Saae, será custeada com recursos provenientes da revisão tarifária do biênio 2017/2019, aprovada pela Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário (Arsae) do Estado de Minas Gerais, no ano passado.

De acordo com o prefeito, o Colina da Praia surgiu na década de 1970 e até hoje apenas parte do bairro conta com estrutura de saneamento básico. “Sabemos que para cada um real investido em saneamento básico, se economiza seis (reais) em saúde pública. Por isso, vamos executar o restante da rede de esgoto para que os moradores tenham mais qualidade de vida e pela saúde pública. É bom esclarecer que o recurso da revisão tarifária é que viabilizou esse investimento”, ressaltou Ronaldo Magalhães.

Devido ao período chuvoso no entanto, o diretor-presidente da autarquia afirmou ser impossível definir uma data para a conclusão do serviço, que compreende a construção de 2,8 mil metros de rede em PVC. “Com chuva a obra para. Além disso, trata-se de um bairro fundado em 1973 e assim poderemos encontrar interferências não cadastradas, o que prolonga ainda mais o tempo da obra. Serão 60 poços de visita (acesso à rede) e nós estimamos atender aproximadamente a 150 residências.”, concluiu Leonardo Lopes.

Dinheiro bloqueado

Durante uma audiência pública realizada na tarde de ontem (24), na Câmara dos Vereadores, o secretário municipal de Obras, Transportes e Trânsito (SMOTT), Ronaldo Lott Pires, informou que a verba cedida pela Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas de Minas Gerais (Setop), ainda em 2011, para a urbanização do bairro, está bloqueada em uma conta bancária da Prefeitura.

Segundo ele, o Estado justifica o bloqueio porque a gestão municipal na época não elucidou corretamente a utilização do dinheiro. “A Prefeitura fez a prestação de contas, que, no entanto, não foi encontrada na Setop. Reapresentamos a documentação requerida para a liberação do recurso, que, em um primeiro momento, foi liberado. Foi feita a licitação, mas depois fomos surpreendidos com a informação de que o convênio foi encerrado por ter acabado o prazo de execução das obras”, explicou Ronaldo Lott.

Ritmo acelerado – Obra do Saae avança para última fase no bairro Hamilton

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), autarquia da Prefeitura de Itabira, concluiu nesta sexta-feira (28), a segunda etapa das obras de substituição da rede de água na rua Daniel Jardim de Grisolia, no bairro Hamilton. A terceira e última fase tem previsão de término nos próximos 15 dias.

O Saae está trocando toda a tubulação sob a via, que antes era de PVC e não aguentava a pressão da água. Os problemas de vazamentos eram constantes e antigos, provocando falta d’água em todo o perímetro que dependia da rede, a exemplo dos bairros Machado, Valença, João XXIII e parte do Amazonas, além do Hamilton.

Cerca de 700 metros de tubulação são substituídos. Leonardo Ferreira Lopes, diretor-presidente do Saae, citou que a obra, iniciada em 24 de agosto, foi dividida em três estágios: da rotatória com a avenida Brasil até a rotatória da rua Santinho Linhares; depois, até a travessa Avelar Machado; e, finalmente, até a ponte da via.

“Concluímos o assentamento de tubos do segundo trecho, para, na próxima semana, pavimentar. Nós optamos em dividir a obra em três etapas para diminuir o desconforto da população, tendo em vista ser uma via de trânsito contínuo”, esclareceu o dirigente.

Condutores devem ficar atentos aos desvios estabelecidos na via, com o suporte de técnicos durante as obras. “A obra está em ritmo adiantado. Contratamos para 150 dias, mas, acreditamos que nos próximos 15 dias estará concluída. Foi uma determinação do prefeito Ronaldo Magalhaes, em dar uma solução definitiva para o problema enfrentado pelas comunidades abrangidas”, disse Leonardo.

Scroll To Top