terça-feira , 23 julho 2019
Você está aqui: Capa | Arquivos de Tag: SME

Arquivos de Tag: SME

Valorização – Prefeitura promove sessão de cinema para os professores da rede municipal

Professores e outros colaboradores da rede de ensino de Itabira foram nesta terça-feira (9) ao cinema da cidade, na rua Tiradentes. Eles assistiram a sessões de filmes como “Mamma Mia: Lá Vamos Nós de Novo”, pela manhã e à tarde. A ação faz parte do projeto Cine Pedagógico, desenvolvido e mantido pela Secretaria Municipal de Educação (SME).

O projeto tem dois encontros por ano. Para o secretário de Educação, José Gonçalves Moreira, o objetivo é, além de valorizar e motivar o quadro de funcionários, dar às equipes o prazer de ver um bom filme e confraternizar. “Cada filme escolhido é uma aula, uma mensagem, uma capacitação”, disse.

11º Saemi – Avaliação do ensino público municipal começa nesta segunda

Os exames do 11º Sistema de Avaliação do Ensino Municipal de Itabira (Saemi) serão aplicados nestas segunda (1º) e terça-feira (2) para 2.399 estudantes dos 3º (1.056), 5º (1.016) e 8º (327) anos do ensino fundamental de 22 escolas da rede municipal.

Com o objetivo de diagnosticar as práticas de aprendizagem nas diferentes áreas do conhecimento, o Saemi avalia, por meio de provas objetivas, o desenvolvimento dos alunos nas disciplinas português, matemática, conhecimentos gerais (história, geografia e ciências) e redação.

Também participam deste processo os estudantes com necessidades educacionais especiais, já que a Prefeitura investiu em treinamento e novas ferramentas para as adaptações necessárias na avaliação, como provas em braille, ampliadas e adequações que atendam outras demandas.

Depois de concluir o processo, a Secretaria Municipal de Educação (SME) analisa os dados para estabelecer estratégias e planejar ações de melhorias – em curto, médio e longo prazo – nas escolas municipais.

WhatsApp Image 2019-06-28 at 11.25.06

Professores organizando os exames desta segunda-feira (1º)

Entenda o processo:

1º) As provas são elaboradas pela equipe Saemi/ SME;

2º) Análise, pela equipe do Centro Municipal de Apoio Educacional (Cemae), dos laudos dos alunos com necessidades educacionais especiais para definir as adaptações necessárias a eles;

3º) Alunos do 3º, 5º e 8º anos realizam provas de português, matemática, conhecimentos gerais e redação;

4º) Aplicação de provas feita por professores internos de cada escola, tendo cuidado para que apliquem em turmas e anos escolares diferentes dos quais trabalham;

5º) Correção das provas e tabulação dos dados, nas escolas, sob orientação de um profissional da SME;

6º) Devolutiva, pelos professores, das provas aos alunos;

7º) Confecção, pela SME, do relatório individual das escolas;

8º) Reunião, ministrada pela equipe do Saemi, para dar a devolutiva do resultado às escolas;

9º) Elaboração e execução do plano de intervenção pelas escolas;

10º) Acompanhamento, pela SME, da execução do plano de intervenção.

Balanço – Conexão Jovem apresenta resultados nesta terça-feira

Nesta terça-feira (16), participantes do programa Conexão Jovem apresentam os resultados das ações desenvolvidas ao longo de 2018. O evento “Encontro com o Poder Público“ ocorre a partir das 14 horas, no auditório da Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Agropecuária de Itabira (Acita) – avenida Duque de Caxias, 810, Esplanada da Estação.

O Conexão Jovem foi criado na primeira gestão do prefeito Ronaldo Magalhães e reestruturado em 2017. O alvo do programa é engajar crianças e adolescentes em ações e estratégias de prevenção de riscos e vulnerabilidades sociais.

Uma das práticas, por exemplo, figura a gincana realizada em 2018, pelo segundo ano consecutivo, envolvendo alunos de escolas estaduais e municipais. A programação contemplou competições como torneio de xadrez, carrinhos de rolimã e futsal.

O programa é desenvolvido entre as secretarias municipais de Educação; Assistência Social; Saúde; Esportes, Lazer e Juventude; e Fundação Carlos Drummond de Andrade (FCCDA).

SME – Nova edição do Conexão Jovem já movimenta crianças e adolescentes de escolas itabiranas

A Secretaria Municipal de Educação (SME) abriu a temporada de competições do programa Conexão Jovem, que neste ano envolve, de forma direta, cerca de 1.200 alunos de 14 escolas estaduais e municipais. Nessa segunda-feira (8) começou o torneio de futsal masculino, com jogos no Ginásio Poliesportivo Maestro Silvério Faustino, no Centro. As partidas ocorrem até a data prevista de 24 de abril, em grupos onde disputam catorze equipes com atletas do 8º e 9º ano do Ensino Fundamental.

No dia 30 de março houve a primeira etapa do campeonato de xadrez, com meninos e meninas do 6º ao 9º ano. A programação dos próximos meses inclui futsal feminino, corrida entre pais/responsáveis e filhos, torneio de carrinho de rolimã, natação, WAR (jogo de tabuleiro), disputa de perguntas e respostas e outras atividades.

Em setembro será feita a 3º Gincana do Conexão Jovem, trazendo às novas gerações o resgate de brincadeiras tradicionais e sadias de outras épocas.

Criado na atual gestão municipal, o programa engaja parceiros e outras secretarias – Saúde; Assistência Social; Esportes, Lazer e Juventude; Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade. A iniciativa desenvolve e discute ações diversas para prevenir vulnerabilidades sociais, estimular o empreendedorismo e pensamento crítico.

Nosso objetivo é conectar o maior número de alunos. De forma indireta, outros são envolvidos, já que cada turma tem um aluno referência, preparado para multiplicar o conhecimento. O programa tem por missão manter os olhos abertos e os ouvidos aguçados de nossa garotada, para estar antenada não só às coisas boas que a sociedade oferece, como também aos problemas que precisam enfrentar no dia a dia”, diz José Gonçalves Moreira, secretário municipal de Educação e Esportes, Lazer e Juventude.

Primeira infância – Prefeitura amplia Cemei e cria mais 50 vagas no Nova Vista

A Prefeitura de Itabira inaugurou na manhã desta terça-feira (19) um anexo do Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) Maria de Nazaré, no bairro Nova Vista. A instituição ganhou um segundo espaço, com 50 novas vagas para atender crianças entre seis meses e três anos. No evento, o prefeito de Itabira, Ronaldo Magalhães, reforçou o compromisso de seu governo com a educação básica.

Nós nos preocupamos com as comunidades que mais precisam, onde temos priorizado educação e saúde. O Nova Vista carecia de mais um espaço de creche, sendo que a comunidade cresceu. Quando fazemos um trabalho na educação de base, colhemos mais resultados do que em uma grande obra”, ressaltou o prefeito.

Iniciada no ano passado, a construção do anexo abrangeu aproximadamente 300 metros quadrados. A Construtura Linhares, contratada para esse fim, ergueu refeitório; banheiros; cômodos internos (cozinha, salas de aula, espaço de recreação, pequena varanda, etc); área de serviços; escada de acesso e alambrado. Também instalou divisórias, caixa d’água, canaletas para drenagem e fez outras intervenções.

Inauguracao Anexo Cemei Maria de Nazare (2)

A Secretaria Municipal de Educação (SME), por sua vez, empenhou equipes para pintura, revisão da rede elétrica e da estrutura do telhado, além da construção de piso na entrada do prédio. O ambiente foi equipado com mobiliário adequado e brinquedos pedagógicos. 

Em toda a obra, os investimentos somaram aproximadamente R$ 130 mil.

Redução da lista

Segundo Silvana Lúcia Oliveira Lage, coordenadora do Cemei, a ampliação permitiu reduzir de forma significativa a lista de espera por vagas. Anterior à construção do anexo, a instituição recebia cerca de 40 crianças. “A capacidade de atendimento mais que dobrou e nos deixa muito felizes por atendermos um número maior de meninos e meninas, vindos de famílias que, por vezes, não têm onde deixá-las”, disse.

O Cemei Maria de Nazaré atua com turmas de Berçário, Maternal I e II.

Valdete Lopes de Assis, 31 anos, matriculou dois filhos na instituição e vê na benfeitoria da Prefeitura de Itabira, um alívio. “A obra deu oportunidade para novas mães colocarem seus filhos. É um lugar onde temos a segurança de deixar nossos filhos porque é um espaço preparado para eles, com profissionais qualificados para o cuidado. Nós deixamos as crianças na creche, despreocupados”, comemorou a auxiliar de serviços.

Novas creches

A cerimônia desta terça-feira teve participação também de secretários municipais, líderes comunitários, vereadores, profissionais que atuam na instituição e pais de alunos.

A área do Cemei, localizada na rua Raio de Luz, número 121, foi cedida pela Associação Comunitária do Bairro Nova Vista. A demanda pela ampliação da unidade teve intermediação do vereador Ronaldo Meireles.

O prefeito Ronaldo Magalhães foi quem retomou a criação de vagas em creches. A partir de 2017 criamos 200 vagas nas 18 creches que temos. Hoje aumentamos mais 50. Estamos atendendo a uma demanda da comunidade itabirana”, ressaltou José Gonçalves Moreira, secretário municipal de Educação.

Gonçalves citou, também, que outros quatro Cemeis estão em construção nos bairros Gabiroba, Boa Esperança, Fênix e Barreiro. Dois imóveis também deverão ser viabilizados para essa finalidade no bairro Praia e outro no Fênix. Ao todo, ao menos 700 novas vagas serão criadas em médio prazo.

Investimentos no esporte – Reforma moderniza infraestrutura do Poliesportivo

As obras de reforma continuam no Ginásio Poliesportivo Maestro Silvério Faustino, no Centro. A Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Juventude (SMELJ), sob gestão da Secretaria Municipal de Educação (SME), investe na reforma de banheiros, com adaptações para pessoas com deficiência; reforma da cantina; construção de uma lavanderia e rampas de acesso às arquibancadas; troca da iluminação e telhado; reinstalação de extintores e luzes de emergência; pintura e melhorias no calçamento.

As obras de acessibilidade são destaque e têm suporte técnico da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU). A reforma do complexo esportivo começou em janeiro e ocorre durante o semestre, informou José Gonçalves Moreira, secretário municipal de Educação. A execução utiliza recursos próprios da SME.

Pode ocorrer, durante o período de obras, suspensão eventual das atividades na quadra. “As melhorias são importantes para o atleta, plateia, às pessoas envolvidas. Mais uma vez reforço: a secretaria (SMELJ) nunca ficou parada”, disse José Gonçalves.

Investimentos no esporte – SME inicia reformas no poliesportivo

Reestruturar espaços esportivos de Itabira é ponto central do planejamento da Secretaria Municipal de Educação (SME) para este ano. A pasta começou nesta semana, com recursos próprios, obras de reforma nos banheiros e cozinha do Ginásio Poliesportivo Maestro Silvério Faustino, no Centro. Para a temporada de 2019, o ginásio receberá outras adequações: a principal delas é dar acessibilidade às pessoas com deficiência física ou mobilidade reduzida.

No caso dos banheiros e cantina, trabalhadores substituem revestimentos, portas e itens de segurança. Os sanitários também serão adaptados para quem usa cadeira de rodas ou precisa de apoio.

IMG_0749

José Gonçalves, responsável pela SME, recebeu nessa terça-feira (22) Robson Costa de Souza, secretário municipal de Desenvolvimento Urbano, e a arquiteta Dione Guerra Lage, diretora de Análise de Projetos da Prefeitura de Itabira. “Não há banheiros para pessoas com deficiência, não há rampas de acesso às arquibancadas, não há luzes de emergência. Em 2019 vamos priorizar a melhoria do espaço em que o atleta utiliza, bem como para o público que vai assistir”, disse.

A SME incorporou, no fim de 2017, a gestão da Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Juventude (SMELJ), área que manteve trabalho ininterrupto após a fusão. “No segmento esportivo, estamos trabalhando o calendário para 2019. Não somente na questão das escolinhas que continuam funcionando aqui no poliesportivo, como também os torneios, campeonato amador e outras atividades, somando ao trabalho feito na educação”, elencou José Gonçalves.

Balanço – Educação itabirana teve ano movimentado, cita secretário em retrospectiva

Em sua obra Pedagogia da Autonomia, de 1996, o educador Paulo Freire defendeu que “ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para sua própria produção ou a sua construção”. Os preceitos de Freire podem ser observados na condução da educação itabirana, que no decorrer deste ano continuou para além das salas de aula, com estratégias de formação crítica e cidadã dos estudantes. “Dois mil e dezoito foi um ano difícil, assim como 2017, por causa da necessária contenção de despesas e investimentos. Porém, a Secretaria andou, não ficou parada”, menciona José Gonçalves Moreira, secretário Municipal de Educação.

Entre os destaques dos últimos 12 meses, das ações tocadas pela SME, está, em princípio, o Programa Conexão Jovem, apoiado pelas secretarias de Saúde e Assistência Social, e com alvo no enfrentamento de problemas sociais vividos por crianças e adolescentes.

Conexao Jovem 2

No âmbito do programa, a agenda das escolas do Município incluiu discussões sobre bullying, violência de gênero, racismo, álcool, drogas e violações de direitos. Ainda, resgatou a tradição das gincanas estudantis, ao envolver alunos de instituições municipais e estaduais em festival de música, competição de carrinhos de rolimã, torneio de futsal, xadrez e outras brincadeiras. “Começamos em 2017 com 350 alunos, e, em 2018 pulamos para 880. Em 2019 iremos para quase 1.400 alunos envolvidos”, cita José Gonçalves.

Gincana Conexao Jovem

Conexao Jovem

Outro destaque está no Programa Cultura Empreendedora, dirigido aos alunos do Ensino Fundamental, com suporte do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). As capacitações alcançaram também os gestores e pedagogos das escolas. “Ao longo de 2018, mês a mês, tivemos encontros com diretores, vice-diretores e pedagogos, em uma linha de formação pautada em como melhorar a escola, como melhorar o rendimento dos alunos”.

Saemi

A SME deu sequência ao Sistema de Avaliação das Escolas Municipais de Itabira (SAEMI), criado em 2009 por José Gonçalves Moreira e que, no próximo ano, completará uma década de avaliação da Educação Básica local. O exame foi elaborado com objetivos claros: traçar um diagnóstico do ensino e da aprendizagem nas escolas do Município e servir de base para planos de ação em curto, médio e longo prazo.

Educacao Municipal

Obras

A SME também direcionou investimentos, obtidos com economia em outros planejamentos, às obras de reforma e revitalização dos espaços administrados por ela.

A quadra da Escola Municipal Nico Andrade, utilizada por alunos e comunidade no João XXIII, foi restaurada. A revitalização também contemplou as quadras do Valério Esporte Clube (VEC), no Campestre; a do bairro Amazonas e da Escola Municipal Coronel José Batista, na Praça do Centenário.

Ocorreu a ampliação e adequação do Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) Stella Lage Rosa, do bairro Àgua Fresca; a reforma das carteiras das escolas locais – já foram restauradas 200 mesas e 60 cadeiras; a retomada das obras da creche do bairro Fênix e a ampliação do CMEI Maria de Nazaré, no bairro Nova Vista.

A Secretaria de Esportes nunca parou, endossa José Gonçalves 

A rotina da Secretaria Municipal de Educação (SME) mescla também o fomento à prática esportiva em Itabira. No fim de 2017, o prefeito Ronaldo Magalhães anunciou a incorporação da Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Juventude (Smelj) à SME. Diferentemente do que foi ventilado na cidade, a Prefeitura de Itabira reforça que o segmento não foi interrompido. Pelo contrário, recebeu investimentos e teve conquistas importantes no decorrer deste ano.

“O que fizemos foi uma remodelação no orçamento da Secretaria, mas ela não parou”, explicou José Gonçalves Moreira, titular da SME e que passou a gerir também a Smelj.

O secretário enumerou feitos: os Jogos Estudantis do Município de Itabira (Jemi), realizado em dois módulos (maio e outubro) com alunos de escolas públicas e particulares; a reativação do projeto Vida Ativa, que trabalha o envelhecimento saudável em núcleos espalhados pela cidade; e investimentos voltados ao futebol amador, haja vista a parceria feita com a Liga Itabirana de Futebol Amador (Lifa).

Basquete

Com apoio da Prefeitura, Itabira sediou em 2018 o Campeonato Brasileiro de Futsal para pessoas com deficiência intelectual, promovido pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae). O Município também apoiou a Ginástica de Trampolim, que conquistou neste mês, na Bolívia, o Sul-Americano da categoria.

“A Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Juventude não ficou parada. A aliança com a Educação foi, sem sombra de dúvidas, um bom casamento”, comentou José Gonçalves.

A pasta está apoiando o resgate do Carnaval de rua em Itabira e projeta, para 2019, investimentos no Ginásio Poliesportivo Maestro Silvério Faustino. “Minha meta é melhorarmos o espaço físico do ginásio. Precisamos criar rampas para cadeirantes; reformar banheiros, em atenção também às necessidades das pessoas com deficiência; sinalizar e colocar luzes de emergência. Para o próximo ano, no âmbito da Smelj, temos por objetivo melhorar o espaço em que o atleta e a comunidade utilizam e precisam”, encerrou.

Ginasio Poliesportivo

Educação ambiental – Prefeitura de Itabira encerra edição do Protetores da Água com apresentações culturais e lançamento de livro

A edição de 2018 do projeto “Protetores da Água”, ação de educação ambiental da Prefeitura de Itabira, foi encerrada nesta quarta-feira (4). O evento reuniu o público-alvo do projeto no teatro da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA) – crianças das escolas municipais Coronel José Batista e Professor Alfredo Sampaio. Na ocasião, a casa de cultura sediou apresentações, entrega de certificados e prêmios aos participantes, além de lançamento de livro com poesias e ilustrações alusivas ao tema produzidas pelas crianças.

O Protetores da Água foi desenvolvido durante o período letivo deste ano pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) e Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA) – entidades mantidas pelo Executivo Municipal – com escolas locais, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SME). Nesta edição, 77 estudantes aprenderam sobre o uso consciente e a preservação da água, descarte de materiais e outras ações de sustentabilidade, com visitas supervisionadas às estações de trabalho do SAAE.

Autoridades municipais participaram do evento desta quarta e falaram sobre resultados satisfatórios alcançados com os estudantes. Prefeita em exercício, Dalma Barcelos citou que o projeto orgulha a administração, uma vez que, a seu ver, os gestores públicos estão preocupados com o futuro das novas gerações e o comportamento que elas irão assumir para a preservação dos ecossistemas. “Caso contrário, não teremos um futuro sadio e promissor às novas gerações. Essa é uma preocupação pertinente e tudo passa pela educação”, defendeu.

Ouro na OBA – Aluna prodígio da rede municipal de Itabira busca vaga nas olimpíadas internacionais de astronomia

Jucilene dos Santos, 14 anos, não se dava conta do quanto era boa em ciências do espaço até que, por insistência da professora Maria Kleire Mendes, do Colégio Municipal Professora Didi Andrade, decidiu participar da 21ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). Ela conquistou nota 9,75 na competição nacional, ganhou medalha de ouro, e mais: foi chamada para a seleção daqueles que vão representar o Brasil nas olimpíadas internacionais de astronomia de 2019 – a Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica (IOAA, em inglês) e a Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica (OLAA).

A adolescente orgulha a Secretaria Municipal de Educação (SME). Segundo seus professores, a dedicação e esforço de Jucilene sempre se destacaram. Faça sol ou faça chuva, a aluna do nono ano sai todos os dias da comunidade rural de Ribeirão São José de Cima para assistir às aulas no Didi Andrade, na avenida Osório Sampaio.

“Eu sempre gostei mais de matemática. Ciências nunca despertou tanto meu interesse, mas, depois da Olimpíada, passou a chamar mais minha atenção”, narra a menina, de uma família de quatro filhos, que faz planos de ser economista no futuro. “Minha família me apoia bastante. Eles se esforçam para me trazer à escola, principalmente quando preciso estudar ou fazer uma consulta, já que não temos computador”, continuou.

Para a seleção que irá às olimpíadas internacionais, Jucilene já passou por duas etapas on-line. Haverá outra prova eletrônica em dezembro e uma etapa presencial no início de 2019.

Jucilene dos Santos3

Empoderamento

Com uma aula dinâmica, a professora de ciências de Jucilene, Maria Kleire, motiva os estudantes todos os anos a participarem de competições e a olharem para as ciências com outros olhos. A conquista de sua aluna é tida com fonte de inspiração para os outros colegas.

“A conquista dela e de outros alunos representa muito, principalmente para a consciência de que estudar vale a pena. Há um empoderamento do aluno, ele ganha mais confiança, autoestima,  acredita em seus potenciais”, diz Kleire.

Maria Kleire e Jucilene

Outros medalhistas

A 21ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica foi realizada em maio deste ano. A avaliação teve dez perguntas em cada etapa: três de astronáutica e sete de astronomia. A maioria delas exigiu raciocínio lógico. A OBA é organizada pela Agência Espacial Brasileira, em colaboração com a Sociedade Astronômica Brasileira.

Ao todo, oito alunos do Colégio Municipal Didi Andrade conquistaram medalhas na OBA – duas medalhas de ouro, uma de prata e cinco de bronze -, sendo Jucilene chamada à seleção internacional por seu desempenho maior.

Scroll To Top