quarta-feira , 11 dezembro 2019
Você está aqui: Capa | Arquivos de Tag: unidades de saúde

Arquivos de Tag: unidades de saúde

Até 49 anos – Dia D de vacinação contra sarampo será neste sábado

Neste sábado (30) acontece a segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo. Em Itabira, estarão abertas 13 unidades básicas de saúde, incluindo a Policlínica Municipal, funcionado das 8 às 17 horas. Nesta etapa, o público prioritário são adultos até 49 anos.

Lançada em outubro, a campanha priorizou dois grupos. Na primeira fase (de 7 a 25/10), o foco foi a imunização das crianças de seis meses a menores de cinco anos. Já no segundo momento, que começou no dia 18 deste mês e segue até o sábado, a campanha é direcionada aos adultos que ainda não atualizaram a cartão de vacinação. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), este grupo foi determinado devido ao número expressivo de casos confirmados nesta faixa de idade.

Como divulgado pelo Ministério da Saúde (MS), o país vive um surto de sarampo desde maio deste ano. Foram confirmados 9.304 casos da doença, destes, 7.511 (80,7%) foram determinados pelo critério laboratorial e 1.793 (19,3%) por critério clínico epidemiológico. Grande parte dos registros (97%) ocorreram no estado de São Paulo. Já em Minas Gerais, foram confirmados 45. Em todo Brasil, no que diz respeito ao índice de morte, são 13 óbitos por sarampo. A SMS alerta, no entanto, que a procura pela imunização está baixa no município e ressalta a importância da vacinação.

As pessoas dentro dessa faixa etária devem procurar sua unidade de saúde com o cartão de vacina. Mesmo aqueles que já receberam a vacina na infância devem procurar uma sala de vacinação. Isso porque as taxas de vacinação são especialmente baixas entre os adultos de 20 a 29 anos de idade e o esquema de aplicação era diferente – e menos eficaz – quando essa turma nasceu”, explicou a secretária municipal de Saúde, Rosana Linhares Assis Figueiredo.

Sarampo

É uma doença aguda, altamente contagiosa transmitida por gotículas de pessoas doentes ao espirrar, tossir, falar ou respirar. Os sintomas mais comuns são febre, tosse seca, manchas avermelhadas, coriza e conjuntivite. A vacina é o meio mais eficaz de prevenção.

Unidades em funcionamento neste sábado

UBS Agua Fresca/ Juca Rosa, UBS Amazonas/Areão, UBS Barreiro, UBS Chapada, UBS Eldorado, UBS Fênix, UBS Gabiroba 1 e 2, UBS Ipoema, UBS Juca Rosa/Praia ll, UBS Pedreira l e ll, UBS Santa Ruth/Santa Marta, UBS Senhora do Carmo e Policlínica Municipal.

Dia D – Vacinação contra gripe atinge 43,71% da cobertura vacinal dos grupos de risco

A adesão da comunidade ao Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, no último sábado (4), elevou o número de imunizados no município. Dados da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) mostram que, até o momento, 13.032 doses foram aplicadas, o equivalente a 43,71% da cobertura vacinal dos grupos de risco.

Até a sexta-feira (3), o índice era de apenas 25%. A meta do Ministério da Saúde é imunizar, pelo menos, 90% da população elegível. No município, o objetivo é vacinar 29.812 pessoas. Nesta campanha contra a Influenza, além dos indivíduos com 60 anos ou mais de idade, estão sendo vacinadas as crianças de seis meses a menores de seis anos (cinco anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde, professores de escolas públicas e privadas, povos indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, presidiários e funcionários do sistema prisional.

A campanha continua até o dia 31 nas UBS que possuem sala de vacinação, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30. Para receber as doses da vacina, é necessário apresentar o Cartão de Vacinação. A superintendente de Vigilância em Saúde, Thereza Cristina Oliveira Andrade Horta alerta que o vírus Influenza não é como outros que causam gripe ao longo do ano. “Ele é mais grave e pode causar complicações como a pneumonia, por exemplo, e que podem levar a óbito. Por isso, a vacinação é imprescindível”, disse.

Dia D

No sábado (4), Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, todas as unidades de saúde do município que possuem sala de vacinação estavam abertas, das 8h às 17h. No mesmo dia, em uma ação de controle e combate ao câncer de boca, as equipes da Saúde Bucal também fizeram plantão para avaliar idosos e fumantes.

Para a diretora de Vigilância Epidemiológica da SMS, Natália Franco Barbosa de Andrade, o envolvimento das equipes da Atenção Primária foi um dos motivos do sucesso do Dia D. “Gostaria de enaltecer a parceria, envolvimento, criatividade e dedicação das equipes da Atenção Primária. As decorações dos postos de saúde e atividades paralelas para atrair o público, principalmente as crianças, partiu de algumas dessas equipes”, ressaltou.

Saúde – Dia D contra gripe acontece neste sábado

Neste sábado (4), acontece o Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que começou no dia 10 de abril. Na data, todas as unidades de saúde do município que possuem sala de vacinação estarão abertas, das 8h às 17h. Ainda no sábado, em uma ação de controle e combate ao câncer de boca, as equipes da Saúde Bucal também estarão de plantão para avaliar idosos e fumantes.

Nesta campanha contra a Influenza, além dos indivíduos com 60 anos ou mais de idade, estão sendo vacinadas as crianças de seis meses a menores de seis anos (cinco anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde, professores de escolas públicas e privadas, povos indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, presidiários e funcionários do sistema prisional.

A meta do Ministério da Saúde é imunizar, pelo menos, 90% dos grupos na campanha. Em Itabira, de acordo com a superintendente de Vigilância em Saúde, Thereza Cristina Oliveira Andrade Horta, o objetivo é vacinar 29.818 pessoas que se encaixam nos grupos prioritários. “Até a presente data só imunizamos cerca de 8.062 pessoas (27,04% do público-alvo), apesar de a vacina estar disponível nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e na Policlínica. Assim, é imprescindível que a população aproveite o Dia D para se vacinar”, acrescentou Thereza Andrade.

Cada pessoa que se encaixa nos grupos a serem imunizados deve ser vacinada, exceto aquela que estiver com febre no dia da vacinação. Quem tem histórico de alergia a ovo deve receber a vacina em ambiente adequado (atendimento de urgência e emergência) para tratar manifestações alérgicas graves.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza segue até o dia 31 em Itabira. Para receber as doses da vacina, é necessário apresentar o Cartão de Vacinação.

7 de abril – Dia Mundial da Saúde – Confira a programação da Semana da Saúde em Itabira

Atividades acontecem em várias unidades de saúde em comemoração ao Dia Mundial da Saúde

Domingo (7) é o Dia Mundial da Saúde e, até o dia 12 deste mês, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) preparou uma programação especial para comemorar a data. Com o tema “Movimente-se! A qualquer hora em qualquer lugar”, a proposta da campanha é estimular a prática da atividade física regular na rotina das pessoas. Toda a comunidade é convidada a participar das ações que serão desenvolvidas.

correções:
Estande….. na 1ª Corrida Rústica e Caminhada do HNSD e Rotary.
Dia 11/04:
Atividade física – Igreja Mãe Rainha na Rua 5, SN, Fênix (Tirar PSF Fênix/João XXIII e Machado)

Programação

Domingo (7/4)

Estande da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), na 1ª Corrida Rústica e Caminhada do Hospital Nossa Senhora das Dores (HNSD) e Clubes de Rotary de Itabira, com orientação e distribuição de material informativo sobre as diversas áreas da Saúde: Vigilância Epidemiológica, Zoonoses, IST/Aids, Tuberculose, Hanseníase, Saúde da Mulher, Hipertensão e Diabetes, entre outros temas, além de aferição de pressão arterial.

Local: avenida Duque de Caxias, 1010, bairro Esplanada da Estação.

Horário: 7h

Segunda-feira (8/4)

Blitz Educativa – Praça do Campestre

Lian Gong – PSF Juca Rosa/ Praia II

Atividade Física – Ginásio Poliesportivo do bairro Gabiroba

Horário: 8h

Terça-feira (9/4)

Atividade Física – Adro da Paróquia Nossa Senhora da Conceição Aparecida (João XXIII)

Horário: 8h

Quarta-feira (10/4)

Caminhada e Atividade Física com equipe do Nasf – PSF Pedreira I e Pedreira II

Horário: 8h

Quinta-feira (11/4)

Lian Gong e Atividade Física – Praça Cidade de Toledo, no bairro Campestre (próximo ao Lar de Ozanan)

Lian Gong, Atividade Física e Orientação Nutricional – Praça do Areão

Atividade Física – Igreja Mãe Rainha (Rua 5, s/n – Fênix)

Horário: 8h

Sexta-feira (12/4)

Lian Gong – Praça Acrísio Alvarenga

Atividade Física – PSF Santa Ruth/ Santa Marta

Horário: 8h

As equipes das Unidades Básicas de Saúde (UBS) vão promover várias programações, palestras para os usuários, grupos de discussões e caminhadas. O tema será abordado também nas “Salas de Espera” destas unidades. Enquanto os usuários aguardam atendimento, a equipe fará intervenções para orientação e estímulo da prática da atividade física regular.

Procure a sua unidade básica de saúde e participe.

Mais acesso à população – Secretaria de Saúde lança Ouvidoria Itinerante nesta terça-feira

Com o objetivo de facilitar a participação popular nas questões da saúde no município, a Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), lança nesta terça-feira (4) a Ouvidoria Itinerante. A primeira edição do projeto, que segue até abril de 2019, será no Centro de Atenção Especializada (Ceae).

Segundo a ouvidora Municipal de Saúde, Carla Alvarenga Pessoa, a Ouvidoria Itinerante percorrerá as unidades da rede municipal para escutar os usuários e trabalhadores do Sistema Único de Saúde (SUS). Toda semana, uma equipe da Ouvidoria Municipal de Saúde se descolocará a uma determinada unidade para atender à população. O cidadão poderá se manifestar: apresentar sugestões, reclamações, elogios ou reivindicações sobre o serviço de saúde oferecido pelo SUS.

Dessa forma, além de divulgar o trabalho prestado pela Ouvidoria, conseguiremos aproximar o serviço da população, proporcionando ao usuário a oportunidade de se manifestar e ser ouvido em sua unidade de saúde, fortalecendo assim o controle social”, declarou Carla Pessoa.

Ao final do trabalho, será produzido um relatório gerencial para auxiliar na tomada de decisões da SMS. “Desejamos melhorar continuamente nossos serviços, a partir da visão dos usuários e dos trabalhadores. Por isso, a participação de todos é muito importante”, finalizou a ouvidora de Saúde.

Pólio e Sarampo – 40% das crianças ainda não se vacinaram

A oito dias do fim da Campanha de Vacinação contra a Poliomielite e Sarampo, 40% das crianças ainda não foram vacinadas. Balanço preliminar da Secretaria Municipal mostra que, até a manhã de hoje (22/08), haviam sido imunizadas 3.521 (61,05%) crianças contra a poliomielite e 3.519 (59,02%) contra o sarampo.

Conforme nota emitida pelo Ministério da Saúde, “o Brasil está livre da poliomielite desde 1990. Em 1994, o país recebeu, da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), a Certificação de Área Livre de Circulação do Poliovírus Selvagem. Por isso é fundamental a manutenção das elevadas coberturas vacinais, acima de 95%, em todos os municípios para evitar a reintrodução da doença no território nacional”. Para alcançar esta meta, Itabira deve vacinar pouco mais de 5.500 crianças.

A superintendente de Vigilância em Saúde, Thereza Cristina Oliveira Andrade Horta alerta os pais que a vacina é a forma mais eficaz de inibir o reaparecimento dessas doenças, que já eram consideradas eliminadas no país. Para garantir a cobertura total contra o sarampo, mesmo as crianças de até cinco anos que já tomaram alguma dose das vacinas poderão ser imunizadas com a vacina tríplice viral. No caso da poliomielite, crianças que nunca tomaram nenhuma dose na vida receberão a Vacina Inativada Poliomielite (VIP). Já as crianças menores de cinco anos que já tomaram pelo menos uma dose da vacina, receberão apenas a gotinha (Vacina Oral Poliomielite).

Lamentavelmente, muitos pais ou responsáveis por crianças menores se descuidam da vacinação quando a doença é considerada erradicada. É como se o perigo não existisse mais. Porém, se não vacinar, inevitavelmente, a doença volta a se tornar um risco. Estamos vivenciando esta situação com o sarampo. Diversos estados brasileiros estão registrando casos de sarampo. Isso só está acontecendo porque existem pessoas que não estão imunizadas”, explica.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo começou no dia 6 e seguirá até o dia 31 de agosto em todas as unidades de PSF, além da Policlínica, mas as vacinas estão disponíveis nos PSFs o ano todo.

Imunização – Próximo sábado será Dia D da campanha de vacinação contra gripe

A Campanha Nacional de Vacinação contra o Influenza continua em Itabira em todas as unidades de saúde que possuem sala de vacinação. No próximo sábado (12), acontece a mobilização nacional, também conhecida como Dia D. Nesta data, os postos de saúde estarão abertos das 8h às 17h. Esta é uma das estratégias para diminuir o impacto da gripe na população e garantir a cobertura vacinal no município.

A campanha segue até o dia 1º de junho. Devem ser vacinados os seguintes grupos: pessoas com 60 anos de idade ou mais; crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade; gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores da saúde; professores das escolas públicas e privadas; povos indígenas; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade que estão cumprindo medidas socioeducativas; população carcerária; e funcionários do sistema prisional.

De acordo com a superintendente de Vigilância em Saúde, Thereza Cristina Oliveira Andrade, a expectativa da Secretaria Municipal de Saúde é de imunizar 90% das pessoas incluídas nos grupos prioritários. Ela acrescentou ainda que todos os anos há uma atualização da vacina contra a gripe. A ação é uma das recomendações feitas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para garantir maior eficácia do produto. “As vacinas garantem proteção por, aproximadamente, um ano. A pessoa fica protegida a partir da segunda semana após a administração da dose”, esclareceu Thereza Andrade.

Entenda – O vírus Influenza é transmitido por meio do contato com secreções das vias respiratórias que são eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Também ocorre por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz). O período de maior circulação do vírus da gripe ocorre, principalmente, de junho a agosto. O Ministério da Saúde orienta que a população adote algumas medidas para evitar a doença, como: lavar as mãos várias vezes ao dia, cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar, evitar tocar o rosto, não compartilhar objetos de uso pessoal e manter os ambientes arejados.

Campanha Nacional de Vacinação termina nesta sexta-feira

A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza – H1N1 – que está em vigor desde o dia 18 de abril, encerra os trabalhos na próxima sexta-feira (26) e a cobertura vacinal alcançada encontra-se em pouco mais de 60%.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) a meta da campanha é imunizar 90% do público-alvo, cerca de 55 a 60 mil pessoas, mas até sexta-feira passada (19) – dia de atualização dos dados – o índice de cobertura era é de apenas 59,57%.

A superintendente de Vigilância em Saúde, Thereza Cristina Oliveira Andrade, ressaltou o baixo índice de vacinação em Itabira e reforçou o chamado à população. “A vacinação está acontecendo em todas as unidades de saúde que possuem sala de vacinas e na Policlínica e ainda estamos muito abaixo da meta. É importante se lembrar da vacina, para se proteger da gripe e das complicações que ela pode causar”.

Prioridade

De acordo com o Ministério da Saúde, os grupos prioritários são: crianças de seis meses a menores de cinco anos; gestantes e mulheres no período até 45 dias após o parto – neste caso, mediante apresentação de certidão de nascimento do filho, cartão da gestante ou documento do hospital que comprove o parto; trabalhador da Saúde – públicos e privados; povos indígenas; indivíduos com 60 anos ou mais; adolescentes e jovens entre 12 e 21 anos de idade que estejam sob medidas socioeducativas; detentos e funcionários do sistema prisional; pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, independente da idade.

A população pode se vacinar nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) dos bairros Água Fresca/Juca Batista, Amazonas/Areão, Barreiro, Campestre, Chapada, Clóvis Alvim, Eldorado, Fênix, Gabiroba de Baixo e de Cima, João XXIII/Machado, Juca Rosa, Pará, Pedreira, Santa Ruth/Santa Marta, Praia, Nossa Senhora das Oliveiras, Policlínica, além dos distritos Ipoema e Senhora do Carmo, das 9 às 16 horas.

Itabira antecipa e vacinação contra gripe começa nessa quinta-feira

A campanha da vacina trivalente – que protege contra três tipos de vírus da gripe, incluindo o H1N1 – será antecipada em Itabira. As unidades de saúde começarão a imunização na quinta-feira (28/04). A previsão anterior era começar a vacinação, em todo país, no dia 30 de abril.

As doses serão oferecidas, gratuitamente, nas 21 unidades de saúde do município que possuem sala de vacinação. Deverão ser vacinadas pessoas com mais de 60 anos, crianças de seis meses a cinco anos, profissionais de saúde, gestantes e mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias, portadores de doenças crônicas e presidiários.

A Secretaria Municipal de Saúde orienta que, no dia da vacinação, sejam levados o cartão de vacina, um documento de identificação e o Cartão Nacional de Saúde. Para gestantes, não haverá exigência de comprovação da situação gestacional. Já as mulheres no período de até 45 dias após o parto deverão apresentar comprovante, como certidão de nascimento, cartão da gestante, documento do hospital onde ocorreu o parto. Portadores de doenças crônicas deverão apresentar a prescrição médica, especificando o motivo da indicação da vacina. A previsão é que a campanha, que vai até o dia 20 de maio, imunize cerca de 26 mil pessoas.

De acordo com a diretora de Vigilância Epidemiológica Lumênia Souza Duarte, a antecipação da imunização é uma recomendação do Governo Federal. “Houve um adiantamento da temporada de gripe no país e vários casos já foram registrados, principalmente em São Paulo. O normal seria que o pico da doença ocorresse no mês de julho, quando a temperatura está mais baixa. Como já recebemos 40% das doses do Governo do Estado nesta semana, hoje estamos distribuindo para as unidades de saúde e na quinta-feira começaremos a vacinação. No sábado vamos promover o Dia D”, explica.

Lumênia alerta que mesmo quem se vacinou no ano passado tem que se imunizar novamente. “A quantidade de anticorpos diminui ao longo dos meses, reduzindo o grau de proteção e os vírus sofrem mutação no período de um ano. Por isso, é imprescindível que todos se imunizem novamente”, explica.

Sintomas

A gripe – tanto a H1N1 quanto a H3N2 ou a Influenza B – tem como sintomas febre alta e súbita, tosse, dor de garganta, dor no corpo, dor nas articulações e dor de cabeça. No caso da H1N1, um sintoma que chama a atenção é a falta de ar e o cansaço excessivo. É importante distinguir a gripe do resfriado comum, que é muito mais leve, com sintomas menos graves como coriza, mal estar, dor de cabeça e febre baixa.

O tratamento envolve boa hidratação, repouso e uso do antiviral específico, prescrito pelo médico. Um deles é o Oseltamivir – mais conhecido pela marca Tamiflu -, distribuído pela rede pública para hospitais e unidades básicas de saúde. Trata-se de um antiviral específico contra o vírus Influenza, indicado para pessoas com maior risco de desenvolver complicações. É importante que o paciente consiga tomar a medicação nas primeiras 48 horas do início dos sintomas, para que a eficácia seja maior. O tratamento também pode envolver o uso de analgésicos para aliviar os sintomas.

Em uma suspeita de Síndrome Respiratória Aguda Grave, a Vigilância Epidemiológica deve ser acionada para coleta de material e envio para confirmação da Fundação Ezequiel Dias (Funed).

Unidades de saúde da Vila Santa Rosa e Juca Rosa estão fechadas para mudança de endereço

A partir da próxima semana, as unidades de saúde que funcionavam na Vila Santa Rosa e no bairro Juca Rosa serão centralizadas em um único imóvel. Devido à mudança de endereço, os atendimentos estão suspensos nesta quinta (1º) e sexta-feira (2). O funcionamento voltará ao normal na segunda-feira (5), no seguinte endereço: rua Marajó, s/nº, Vila São Geraldo – atrás do Colégio Municipal Professora Didi Andrade.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), os atuais imóveis localizados nas ruas Itaguara, 56, e Cornélio Pena, 209, são alugados pela Prefeitura e foram adaptados para realização dos serviços de saúde. A nova UBS foi construída de acordo com as normas da Vigilância Sanitária, possibilitando aos usuários mais conforto e segurança nos atendimentos. Além disso, com a unificação e mudança para sede própria, haverá economia para os cofres públicos municipais com o término das despesas com aluguéis.

Atualmente, a equipe do Programa Saúde da Família (PSF) Vila Santa Rosa atende 4.098 pessoas que residem nos bairros Vila Santa Rosa, Quatorze de fevereiro, Esplanada da Estação e Vila Piedade. Já a equipe do PSF Juca Rosa atende 3.926 moradores dos bairros Juca Rosa, Vila Santa Izabel e Vila São Geraldo.

Em tempo

A nova Unidade Básica de Saúde (UBS) foi construída por meio de parceria público-privada entre a Prefeitura e a Auto Peças Lana, após uma permuta estabelecida entre as partes. O terreno foi cedido pelo Município; a empresa construiu o referido imóvel e um Centro Comunitário, representando um investimento de R$ 744.432,31.

Antigo PSF Vila Santa Rosa Antigo PSF Juca Rosa

Scroll To Top